“Desafio da cidade é compatibilizar criação de infra-estrutura para transporte urbano com respeito ao meio ambiente” afirma Ney.

O plenário da Assembléia Legislativa ficou lotado na manhã de quinta-feira durante a sessão dos 317 anos de Curitiba. Empresários, líderes classistas, juízes, atletas, advogados, trabalhadores, educadores e personalidades ligadas ao folclore foram homenageados pela contribuição dada a cidade.

O grande desafio de Curitiba para os próximos anos é compatibilizar desenvolvimento e criação de infra-estrutura com respeito ao meio ambiente e gestão pública humanizada, discursou o deputado Ney Leprevost.

Em seu pronunciamento, o parlamentar enalteceu as pessoas que administraram Curitiba ao longo dos anos, mas ressaltou que a cidade é resultado do esforço de todos os cidadãos. Curitiba é um reflexo da nossa gente. Aqui as pessoas de todos as etnias, credos, ideologias e raças vivem pacificamente e se esforçam ao longo de anos para construir uma capital cada vez mais solidária, afirma Ney.

O ex-prefeito de Curitiba, Saul Raiz, fez a saudação em nome dos homenageados e disse que seu conselho para toda equipe da prefeitura é não deixar que Curitiba se torne uma São Paulo.

Os desembargadores Celso Rótoli de Macedo, Telmo Cherem e Adalberto Xisto prestigiaram a sessão. Também estiveram presentes os ex-procuradores gerais de Justiça do Paraná, Maria Tereza Uille Gomes e Milton Riquelme; além dos deputados federais André Zacharow e Wilson Picler e da quase totalidade de vereadores da capital.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − 1 =