Doentes graves de Wenceslau Braz viajam 400 km em busca de UTI

Às 16 horas e 30 minutos desta quinta-feira o deputado Ney Leprevost, presidente da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, vistoriou o Hospital Filantrópico São Sebastião de Wenceslau Braz. Constatou que graças ao trabalho da comunidade as condições físicas do hospital estão em bom estado, porém alguns equipamentos como bisturi eletrônico e o eletrocardiógrafo, cuja verba para aquisição já está aprovada pela Secretaria Estadual de Saúde, ainda não chegaram ao seu destino – que é o município – devido a problemas burocráticos.

Mas o que mais preocupo o deputado foi o fato de que faltam UTI´s hospitalares para atender a população da região. Os diretores do hospital revelaram a Leprevost que quando um morador de Wenceslau Braz precisa de uma UTI, as autoridades têm que recorrer a Central de Leitos que raramente tem vagas disponíveis na regional de Jacarezinho.

“Fiquei consternado ao saber que as ambulâncias tem que viajar mais de 400 km para chegar a Ivaiporã quando existe um doente grave, pois as UTI´s de Jacarezinho sempre estão lotadas. Estarei cobrando na Tribuna da Assembléia Legislativa providências da Secretaria Estadual de Saúde, já que este tempo gasto para viajar os mais de 400 km pode significar a diferença entre a vida e a morte de uma pessoa”, afirma Ney.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *