Verão mais seguro: clubes de Curitiba terão salva-vidas

O prefeito Beto Richa sancionou a lei do ex-vereador Ney Leprevost, hoje deputado estadual, em parceria com o vereador Mario Celso Cunha, que obriga os clubes sociais que mantêm piscinas em suas instalações a contratar salva-vidas para a proteção dos usuários, sejam adultos ou crianças.

 O deputado estadual Ney Leprevost declarou que “a iniciativa visa garantir maior segurança a todos, além de gerar empregos para os guarda-vidas e proteger os clubes que estarão funcionando dentro das normas de segurança”.

Na matéria dos parlamentares fica estipulada a presença de um salva-vidas qualificado nas piscinas dos clubes sociais de Curitiba, na temporada de verão e dias propícios à utilização de piscinas. Para o exercício da função de salva-vidas é necessário ser maior de 18 anos, possuir curso de treinamento específico, possuir bom condicionamento físico, gozar de boa saúde e ter equilíbrio psicológico.
 
A lei ainda determina a presença de um salva-vidas para cada 300 m² de área onde estão instaladas as piscinas, independente do tamanho das mesmas, e fixa, ainda, que o clube deve manter um local adequado e com altura superior ao piso, para que o salva-vidas tenha uma visão da área monitorada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *