“Acesso universal ao SUS só será possível com investimentos de R$ 211 bilhões ao ano”, alerta Leprevost

 

O deputado Ney Leprevost, que é presidente da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, está mais uma vez chamando a atenção das autoridades para os poucos investimentos na área da saúde. Na última semana, o presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia, Roberto Fonseca, disse que o Sistema Único de Saúde precisaria de R$ 211 bilhões ao ano para garantir acesso universal e igualitário da população brasileira a uma saúde pública de qualidade. Ou seja, um valor de R$ 1.200 anuais por habitante, explica Ney.

Segundo o parlamentar, o Brasil ainda gasta muito pouco com saúde, e se os investimentos não forem feitos o país corre o risco de um colapso na área: Hoje a saúde no Brasil não é compreendida como prioritária por uma grande gama de autoridades. Por isso temos tantas pessoas em filas nos hospitais e sem atendimento de qualidade. Se algo não for feito, uma crise será desencadeada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *