Secretário de Saúde admite demora para conseguir remédios na 2º Regional de Curitiba

Em ofício ao Presidente da Comissão de Saúde, Secretaria afirma que irá tomar providências

Depois de dois meses do alerta do deputado Ney Leprevost, que também é presidente da Comissão de Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde (SESA) admitiu que há dificuldades para conseguir medicamentos na 2º Regional de Curitiba.

Leprevost enviou em março um ofício ao Secretário Gilberto Martim com o objetivo de chamar a atenção para a situação para que a mesma não se agravasse. As pessoas que vão até o local em busca de remédios demoram até três horas para conseguí-los, afirma Ney.

Em resposta ao ofício do deputado, Grasiela Pomini, chefe de gabinete da SESA, informou que há um aumento significativo na demanda de usuários das farmácias especiais, e que providências estão sendo tomadas. Dentre elas a abertura de uma 2º farmácia junto ao CRE da Kennedy.

Ficamos satisfeitos com a conduta da Secretaria de Saúde ao atentar para a situação que alertamos. Esperamos que as providências tomadas pela SESA melhorem significativamente o fornecimento de remédios desta região, concluiu o presidente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *