Ney Leprevost é surpreendido com homenagem da Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia

Dias depois de ser condecorado com o título de Guerreiro da Saúde, cedido pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões, o deputado Ney Leprevost foi surpreendido com homenagem da APACN – Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia, na noite da última quinta-feira (05).

Na ocasião, cerca de 500 pessoas lotavam o Grande Plenário da Assembléia Legislativa do Paraná, em sessão solene comemorativa aos 25 anos da entidade. A homenagem foi outorgada pela APACN ao deputado Ney Leprevost por seu empenho na promoção da saúde e sensibilidade pelas causas filantrópicas. Poder contar com a sensibilidade e o respeito do Deputado Ney Leprevost, quanto as causas sociais é muito importante para a APACN, pois sabemos que alguém está nos representando e lutando pelas nossas necessidades, disse Mariza Del Claro, presidente da instituição.

Me sinto feliz, mas não mereço receber essa homenagem vinda dessas pessoas que fazem esse trabalho tão bonito, que transforma a vida de centenas de crianças e de suas famílias, afirmou Ney.

Dentre os presentes estavam voluntários, parceiros, fundadores, coordenadores, crianças e autoridades como o Secretário de Estado da Saúde, Gilberto Martim; a Presidente da Fundação da Ação Social, Fernanda Richa; o Secretário de Assuntos Metropolitanos, Domingos Caporrino; o Diretor Geral do Hospital de Clínicas, Giovanni Loddo; a Presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Janice Gastaldon.

Gostaria de parabenizar o deputado Ney Leprevost pela iniciativa de comemorarmos juntos os 25 da APACN. Ao longo dos anos viemos trabalhando com muito coração, doação e fé em Deus. Nós podemos ajudar, mas só Ele tem o poder de estender a mão sob essas crianças e amenizar o sofrimento delas, falou Omar Sallum, um dos fundadores da Associação.

A APACN existe desde o ano de 1983. Foi criada para prestar apoio e amparo às crianças e adolescentes com neoplasia de todo o Brasil, junto com suas famílias e doadores, pelo tempo que for necessário, independentemente do nível socioeconômico, cultural ou religioso. Ao longo dos 25 anos, a APACN atendeu em sua casa de apoio mais de 10 mil crianças e adolescentes, e no ambulatório cerca de 100 mil.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *