Projeto de Ney Leprevost proíbe venda de tricloroetileno e removedores de respingos de solda a menores de 18 anos de idade

Projeto de Ney Leprevost proíbe venda de tricloroetileno e removedores de respingos de solda a menores de 18 anos de idade fácil, a baixo custo, ela tem se tornado popular entre os jovens.

O maior problema é que nas formulas, estão duas substâncias de uso industrial. Um solvente chamado tricloroetileno – usado, entre outras coisas, para remover adesivos e tintas. E em maior concentração, o diclorometano – uma substância tão tóxica, que é uma das componentes do removedor de respingos de solda.

Tanto o tricloroetileno quanto o anti-respingo de solda têm venda liberada, e são comercializados livremente no Brasil. De acordo com o texto, ficará proibida a venda do tricloroetileno e dos removedores de respingos de solda para menores de 18 anos de idade no Estado do Paraná.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *