Após confissão de operador de “fake news”, parlamentares cobram da justiça punição aos responsáveis (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para condenar a prática de “Fake News” utilizada pelo dono da empresa Gestor Político, Eduardo Carmona.

O empresário confessou, em vídeo e áudio, que atuou fortemente nas campanhas da eleição do ex-governador Beto Richa e no 2.º turno das eleições de 2016 para ajudar a eleger Rafael Greca prefeito de Curitiba. Carmona também afirmou que disponibiliza um sistema capaz de multiplicar mensagens falsas via WhatsApp, Facebook e outros mecanismos das redes sociais para desconstruir adversários e propagar notícias falsas.

Durante o discurso de Ney, os deputados Rasca Rodrigues e Nereu Moura pediram “um à parte” e se manifestaram preocupados com a propagação de notícias falsas.

Já na Câmara Municipal de Curitiba, o vereador Felipe Braga Cortes utilizou a tribuna da casa para criticar a utilização de “fake news” nas eleições e pedir uma apuração do caso. “O candidato do PSD, Ney Leprevost, adversário político do candidato Rafael Greca, foi atacado desta forma. A população do Paraná e de Curitiba merece saber a verdade. Isso tem que ser apurado”, pede o vereador.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *