Ney Leprevost se compromete com pacote de 70 medidas contra a corrupção proposto pela Transparência Internacional (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost endossou o pacote com as “Novas Medidas Contra A Corrupção” apresentado pela Transparência Internacional. São 70 propostas legislativas (projetos de lei, propostas de emenda constitucional e resoluções). O documento já é considerado o maior pacote anticorrupção do mundo e um aprofundamento das 10 Medidas Anticorrupção do Ministério Público Federal lançado em 2015.

Entre as medidas estão, projetos de desburocratização do Estado, normas de transparência e democracia partidária, redução do foro privilegiado, ficha limpa para servidores públicos, teto para doação e para o autofinanciamento de campanhas e outras.

As propostas contaram com a participação de 373 instituições brasileiras como (Transparência Internacional, Instituto Ethos, Observatório Social do Brasil, Contas Abertas, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e outras). Durante a campanha eleitoral, o site www.unidoscontraacorrupcao.org.br vai disponibilizar os nomes dos candidatos e candidatas que estiverem comprometidos com as medidas anticorrupção. E assim, oferecer critérios para o próprio eleitor fazer suas escolhas.

Ney quer o fim do foro privilegiado

Ney, que é autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná e da Lei da Transparência proposta pelo “Movimento Paraná que Nós Queremos”, lembrou que “um corrupto com sua caneta Mont Blanc mata mais do que cem bandidos armados e encapuzados. Ao superfaturar obras ele tira a merenda das escolas, o leite das crianças, o remédio dos idosos. É hora de nos unirmos e jogarmos duro contra a corrupção”, disse.

E complementou: “É preciso passar o Brasil a limpo. Se toda a população se conscientizar que deve saber cobrar da maneira adequada os governantes, fazendo com que estes correspondam da melhor forma possível aos anseios da sociedade, gerindo de forma séria e competente, nós podemos sim ter uma país melhor onde as pessoas tenham suas necessidades básicas atendidas”, afirmou Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *