Ney Leprevost promove apresentação do projeto Erastinho para equipe da Sejuf

O deputado federal e secretário da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost, recebeu nesta quarta-feira (20), no Palácio das Araucárias, o superintendente do Hospital Erasto Gaertner, Adriano Lago, que na oportunidade apresentou o projeto para a construção do Hospital Oncopediátrico Erastinho, que será o maior hospital de oncopediatria do sul Brasil.

Segundo Ney, o intuito da reunião foi de alinhar demandas vinculadas aos departamentos da secretaria, para que recursos possam ser viabilizados em prol da construção do Erastinho. “Vamos atuar com os departamentos e as coordenações, com campanhas preventivas, ações de prevenção ao câncer, nas diversas áreas e programas da pasta”, enfatizou o secretário.

Ainda Leprevost reforçou que a Sejuf vai priorizar a parceria já existente com o Hospital Pequeno Príncipe e, fortalecer a parceria com o Hospital Erasto Gaetner, focado nos atendimentos as crianças que mais precisam.

De acordo com o superintendente do Hospital Erasto Gaetner, Adriano Lago, “o Governo do Estado já é parceiro com 50 % do valor em todas as edificações viabilizadas, mas precisamos de mais apoio, por isso, viemos apresentar nossa proposta de construção do hospital, para que possamos mobilizar ainda mais toda a sociedade. Essa ação terá um impacto direto com as famílias, as crianças, e toda a comunidade do estado”, reforçou Lago,

RECURSOS – Ney Leprevost é líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, e apoiador de diversos projetos do Hospital Erasto Gaertner e da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Em janeiro, o deputado federal Ney Leprevost protocolou requerimento na Câmara dos Deputados, solicitando ao ministério da saúde apoio técnico e financeiro para a construção, compra de equipamentos e viabilização de funcionamento do hospital oncopediátrico Erastinho, no Município de Curitiba, com o objetivo de oferecer tratamento e salvar a vida de crianças.

O Hospital Erasto Gaertner é referência no diagnóstico e tratamento de câncer no sul do Brasil. Somente em 2018, atendeu cerca de 150 novos casos de câncer na Pediatria, entre crianças e adolescentes, e realizou mais de 11 mil atendimentos, sendo 93% deles provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

(Via assessoria de imprensa)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *