Ney Leprevost reafirma apoio ao grupo de trabalho contra o feminicídio

O secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho reafirmou o apoio ao grupo de trabalho contra o feminicídio. “Juntos, poder público e a sociedade precisam enfrentar esse problema tão grave que aflige milhares de mulheres e, que vem crescendo muito no Estado”, disse o secretário.

O Paraná será um dos primeiros estados a ter uma normativa, com base Modelo de Protocolo Latino-Americano para investigação das mortes violentas de mulheres por razões de gênero, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU). O crime de feminicídio é aquele praticado contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, ou seja, quando o crime envolve violência doméstica e familiar ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

O Grupo de Trabalho é formado por representantes do Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher da Sejuf, Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Delegacia da Mulher, Polícia Científica do Paraná, Instituto Médico Legal, Instituto de Criminalística, Gerência e Laboratório Forense, Polícia Militar, Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde. Como convidados, fazem parte o Ministério Público do Estado do Paraná, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Casa da Mulher Brasileira, assessoria dos Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, Prefeitura Municipal de Curitiba, bem como outras instituições correlatas e afins com o tema.

(Via assessoria de imprensa)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *