Sejuf e Poder Judiciário vão aumentar rede de acolhimento familiar

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná vai intensificar os esforços para capacitação dos municípios e desta forma aumentar a rede de acolhimento familiar no Paraná. Este foi o tema de reunião na tarde desta quarta-feira entre o secretário Ney Leprevost, o juiz Sergio Luiz Kreuz, da Vara de Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Paraná, e o deputado estadual Evandro Araújo.

“Este é um tema que me encanta e queremos que a Secretaria despenda todos os esforços para que todas as crianças paranaenses em situação de vulnerabilidade tenham a condição de ter uma família, um lar”, disse o secretário. Atualmente, 78 municípios paranaenses já aderiram à modalidade de acolhimento. Este ano, com novas adesões já programadas, o Paraná deve ultrapassar Santa Catarina e se tornar o estado com maior número de cidades com acolhimento familiar.

Mas a intenção é atingir todo o estado. “O número de municípios com ações de acolhimento familiar tem crescido, mas é preciso aumentar ainda mais essa rede e também oferecer capacitação”, disse o juiz Sergio Luiz Kreuz. “O governo do estado será muito importante neste aspecto”, completou, sugerindo ainda a formação de consórcios regionais nas comarcas para facilitar o acesso aos agentes municipais.

A chefe do departamento de Políticas para a Criança e o Adolescente da Sejuf, Angela Mendonça, informou também que já foi aprovada no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) a liberação de recursos para os municípios adotarem novas ações de acolhimento familiar.

Participaram ainda o chefe do Departamento de Assistência Social da Sejuf, Tadeu Átila Mendes, técnicos e assessores.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *