Copa dos Refugiados e Migrantes é oficialmente lançada na Sejuf

A etapa paranaense da Copa do Mundo dos Refugiados e Migrantes 2019 foi lançada oficialmente nesta sexta-feira no, no Palácio das Araucárias, em Curitiba. O evento é promovido O evento é promovido pela ONG África do Coração com apoio institucional do Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná; da Agência da ONU para Refugiados (Acnur) e da Organização Internacional para as Migrações (OIM).

“Aqui no Paraná não existe distinção de raça, cor ou religião. Queremos acolher a todos”, disse o diretor de Justiça, Cidadania e Trabalho, Antonio Devechi, que representou o secretário Ney Leprevost no evento. Estiveram presentes, além de representantes das instituições acima, o presidente da ONG África do Coração, Jean Katumba; o organizador da competição, Abdul Jarour; e o ator Kaysar Darour, embaixador da etapa paranaense.

“Eu gostaria de, em nome de toda a comunidade de refugiados e migrantes, agradecer ao Estado do Paraná pelo apoio”, disse Kaysar. “A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho não mede esforços para que toda a sociedade possa entender que a migração também é um direito humano”, reforçou a chefe do Departamento de Promoção e Defesa dos Direitos Fundamentais e Cidadania da Sejuf, Regina Bley.

O organizador da Copa, Abdul Jarour, reforçou que a competição também tem o objetivo de dar foco à questão das correntes migratórias. “A ideia surgiu em 2014 como uma maneira de chamar a atenção da mídia, dos órgãos públicos e da população para o assunto e integrar os refugiados e imigrantes nas comunidades”.

A competição – Os jogos da fase preliminar serão neste sábado (28/09) no Centro de Educação Física e Desporto, da Universidade Federal do Paraná, no Centro Politécnico (Jardim das Américas). Já as disputas de terceiro e quarto lugares e a grande final serão no domingo (29/09), no Estádio do Pinhão, em São José dos Pinhais. A entrada é franca.

A competição é realizada desde 2014 no Brasil com o objetivo de promover a integração social dos migrantes e refugiados e a etapa paranaense contará com oito equipes formadas por imigrantes e refugiados dos seguintes países: Haiti, Venezuela, Argentina, Colômbia, Congo, Nigéria, Bolívia e Peru. A seleção vencedora disputará a etapa final no Maracanã (RJ), contra os vencedores dos outros estados participantes.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *