Secretário Ney Leprevost anuncia políticas públicas e homenageia Dom Pedro Fedalto no Dia do Idoso

Mais de 350 pessoas compareceram na tarde desta terça-feira (01/10), ao auditório do Museu Oscar Niemayer (MON) para celebrar o Dia Internacional do Idoso. Promovido pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e pela Celepar, com apoio institucional das Farmácias Nissei e Detran, o evento contou com representantes de grupos da terceira idade de Curitiba, Campo Largo, Colombo, Pinhais e São José dos Pinhais. “Nosso trabalho é cuidar dos idosos por meio de políticas públicas, criando oportunidades para que tenham melhores condições de vida e sejam inseridos na sociedade”, disse o secretário Ney Leprevost, lembrando que o governo Ratinho Junior do Paraná tem a atenção à pessoa idosa entre as suas prioridades.

O chefe do Departamento de Política do Idoso, Fernando Castellano, disse que o tempo para a pessoa idosa é importante e precisa ser considerado. “Por isso estamos homenageando com diploma de Menção Honrosa idosos que fizeram a diferença em sua trajetória de vida”, disse. Foram homenageados o ex-arcebispo metropolitano de Curitiba, Dom Pedro Fedalto; Aécio Flávio Saldanha de Araújo; José Araújo da Silva; Maria Lourdes Menon Schram; Coronel Janary Maranhão Bussman; Terezinha Correia Maciel Barbosa; José Maia; Gerson Zaflon; Paulo Felisberto de Souza; Vera Lúcia Ortega; Regina Vogue; Catharino Nunes Pires; Joel Klava; Aurelino Menarin Júnior; Urandy Ribeiro do Val; Antonio Devechi; Rosana Beraldi Bevervanço e Luiz Kuperstein.

No evento os idosos presentes tiveram ainda aula de smartphone, ginástica laboral, palestra sobre a prevenção do Alhzeimer e apresentação do grupo musical Velhos Guris, do Lar dos Idosos Recanto do Tarumã.

Ações para idosos – O secretário Ney Leprevost listou as ações desenvolvidas este ano para a população idosa, como o edital de chamamento público no valor total de R$ 4 milhões para contemplar organizações da sociedade civil (OSCs) que desenvolvem trabalhos voltados ao setor; concepção da metodologia para criação de Centros de Convivência Intergeracionais; criação do projeto “60+ e daí?”, destinado a grupos de pessoas idosas e famílias concentradas em locais não assistidos diretamente pelo poder público como igrejas e associações de moradores, dentre outros.

A Sejuf também firmou parceria com a Celepar para viabilizar o curso de smartphone para diversos grupos de convivência; realizou 26 capacitações e oito webconferências para conselhos municipais e escritórios regionais para elaboração de estratégias relacionadas à construção de políticas públicas para o envelhecimento; enviou à Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (CRIAI/Alep-PR), minuta de projeto de lei para instituir o Junho Violeta, mês de conscientização sobre a violência contra a pessoa idosa.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *