Sejuf encaminha licitação para implantar Programa Estadual de Aprendizagem com adolescentes que cumprem medidas socioeducativas

Atendendo à Lei Estadual 15.200/2006, o governo Ratinho Junior, por meio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), deu o primeiro passo para implantar o Programa Estadual de Aprendizagem, que consiste na contratação de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas como jovens aprendizes nos órgãos públicos estaduais.

Para tanto, o Departamento Socioeducativo da Sejuf já assegurou a liberação de R$ 16 milhões: são R$ 8 milhões provenientes do Fundo da Infância e do Adolescente (FIA) – recurso aprovado pelo Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedca) – e mais R$ 8 milhões contratados diretamente junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Conforme a proposta, o programa será executado por entidade sem fins lucrativos, contratada para realizar o recrutamento, a seleção, a contratação, o pagamento, capacitação e acompanhamento dos jovens aprendizes – de acordo com o que prevê a Lei Federal do Aprendiz, no 10.097/2000.

A Sejuf já encaminhou o processo licitatório à Procuradoria Geral do Estado (PGE) e aguarda a liberação legal para poder executar a licitação e, assim, dar sequencia à contratação de 700 adolescentes em duas etapas, entre 2019 e 2021 – conforme acordado com o MPT.

“Enfatizamos que o Programa Estadual de Aprendizagem que a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho se propõe a efetivar visa a qualificação profissional dos adolescentes, oportunizando não apenas uma formação técnica mas também estimulando a prática da cidadania e o acesso a valores éticos, preceitos essenciais para a formação integral dos adolescentes de nosso Estado”, diz o secretário Ney Leprevost.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *