Luciana Massa e Ney Leprevost lançam Paraná Solidário e já arrecadam 3 toneladas de alimentos para entidades

Aplicativo já tem mais de 100 entidades de várias áreas cadastradas e aptas a receber os donativos

O Governo do Paraná lançou na manhã desta quinta-feira o aplicativo Paraná Solidário, aplicativo idealizado pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho especialmente para promover a doação direta entre os cidadãos e as entidades beneficentes. E, já no primeiro dia de funcionamento, a empresa Vitao doou três toneladas de alimentos saudáveis para serem divididas entre todas as entidades sociais já cadastradas. “Este aplicativo vai revolucionar o sistema de doação, evitando o intermediário e beneficiando quem mais precisa”, disse o secretário Ney Leprevost, lembrando que o Governo Ratinho Junior está investindo na tecnologia e inovação para melhorar a qualidade do serviço público.

A partir de agora, disse Ney, o doador saberá com certeza o destino da sua doação, pois o aplicativo será apenas a ponte entre o doador e a entidade. “Antigamente o órgão público recebia a doação, colocava em um armazém para depois fazer a distribuição. Agora, a doação é direta, podendo o doador inclusive ir conhecer e entidade e, se quiser, se tornar um doador frequente”.

Além de entidades que atendem pessoas com deficiência, idosos, crianças e adolescentes e família em situação de vulnerabilidade social, o aplicativo vai permitir, ainda, a doação de insumos para organizações sociais que cuidam de animais abandonados.

Agradecimento – A cerimônia contou com a presença da primeira-dama do Paraná e madrinha do programa Luciana Saito Massa; do superintendente de Inovação da Casa Civil Henrique Domakoski; o presidente da Celepar Leandro de Moura e o assessor de Gestão Inteligente e Inovação da Sejuf André Telles, além de representantes das cerca de 100 entidades já cadastradas.

Uma das primeiras instituições beneficiadas é o Asilo São Vicente de Paulo, de Curitiba, que atende cerca de 160 mulheres. “Essa tecnologia vai ampliar as doações e a captação de recursos. Com certeza será de grande valia para a nossa instituição e para todas as outras. As pessoas que querem fazer a doação saberão como fazer e quem precisa daquela ajuda”, afirmou o padre José Aparecido Pinto, diretor-geral do asilo e coordenador da Ação Social do Paraná. “O Paraná está dando um salto importante junto às instituições na questão da doação”, salientou.

A Associação das Amigas da Mama, que presta atendimento e assessoramento a mulheres com câncer de mama, também está cadastrada. “O aplicativo vai abrir novas portas. A associação não tem ajuda financeira em nenhuma esfera, só conseguimos funcionar por meio de doações de pessoas e empresas parceiras”, disse a presidente Macarcy Engelbert. “A ferramenta vai mostrar às pessoas que as instituições precisam de coisas que às vezes elas nem imaginam, como materiais de escritório, que é o nosso caso”, destacou.

Para presidente da Pastoral da Pessoa Idosa, Irmã Ketty Folli, esta é a maneira mais interessante de ajudar as instituições. “Além de divulgar a pastoral, Podemos contar com a sensibilidade da comunidade”, disse. Já a presidente da Ação Social Moradias Paraná e Santa Cecília do Tatuquara Donira da Graça Oliveira, afirmou ser esta a primeira vez que a entidade é lembrada pelo Governo do Paraná. “Estou me sentindo valorizada em estar fazendo parte de um programa junto a todas as outras instituições e competindo em iguais condições”, afirmou.

Como funciona – Quem desejar doar precisa baixar o aplicativo e fazer o cadastro com suas informações pessoais – o que torna o processo mais seguro, pois possível saber com quem está sendo feita a transação. A partir daí, é só selecionar a categoria do que se quer doar e “publicar o anúncio”, ou seja, colocar a descrição do produto e fotos. O doador pode escolher, entre os interessados, quem receberá o item, ou ainda, deixar que o sistema do Paraná Solidário escolha, entre três opções randomicamente, num raio de 50 km, quais entidades necessitam da doação. A finalização é feita por uma conversa no chat do aplicativo, combinando dia e local de entrega.

O aplicativo pode ser instalado de graça para Android e iOS e permite doar alimentação; calçados; cama/mesa/banho; higiene/limpeza; material escolar; vestuário; eletrodomésticos e eletroeletrônicos; livros; itens esportivos; universitários; veículos e muito mais. “Começamos a operar com cerca de 100 entidades cadastradas, todas parceiras da Sejuf”, explicou André Telles, lembrando que as entidades podem fazer o cadastro diretamente no aplicativo, desde que tenham CNPJ.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *