2,1 mil conselheiros tutelares tomam posse em todo o Paraná

Após uma série de problemas nas eleições, organizadas pelas prefeituras municipais, finalmente tomaram posse nesta sexta-feira (10/01) os 2.120 conselheiros tutelares em 424 sedes e atuação nos 399 municípios do Paraná. Foram eleitos cinco conselheiros e mais cinco suplentes para cada cidade – exceto Curitiba, que possui dez conselhos, e Londrina, que conta com seis sedes.

“O conselheiro tutelar desempenha um papel de extrema responsabilidade na proteção de crianças”, diz o secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), lembrando que o Governo do Paraná, sempre em parceira com os municípios, vem repassando incentivo financeiro oriundo do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), por meio do Conselho Estadual de Defesa da Criança e Adolescência (Cedca) , para a construção de 30 sedes de conselhos dentro do Programa de Apoio e Fortalecimento da Atuação dos Conselhos Tutelares.

Todos estes repasses deliberados pelo Cedca e implementados pelo Governo do Paraná visam garantir a proteção integral de crianças e adolescentes e a melhoria das condições de trabalho dos conselheiros tutelares. “A responsabilidade pela implantação, manutenção e funcionamento dos conselhos tutelares é das prefeituras, mas no Paraná a competência é compartilhada e, mesmo sem a obrigação legal, foram deliberados recursos para cofinanciar a estruturação de novas sedes, aquisição de computadores, impressoras e veículos”, destaca Angela Mendonça, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CEDCA, lembrando que os 399 municípios foram beneficiados com o trabalho permanente de capacitação dos conselheiros e funcionários dos municípios. “O papel dos conselheiros tutelares é de extrema importância para o desenvolvimento pleno da nossa sociedade, pois são eles que trabalham como intermediários de meninos e meninas em situação de vulnerabilidade e os órgãos do Sistema de Garantia dos Direitos, requisitando serviços e aplicando medidas protetivas”, explicou Leprevost.

O secretário lembrou que são os Conselheiros Tutelares os primeiros a chegar e os últimos a sair nas operações realizadas pela Força-Tarefa Infância Segura. “Temos que enaltecer publicamente os conselheiros, pelo belíssimo trabalho realizado”, afirmou, lembrando que este é um reconhecimento sincero em nome do governo do Paraná.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *