Voto favorável do deputado federal Ney Leprevost nos principais projetos desta semana em Brasília demonstra posicionamento a favor do povo brasileiro

Em respeito aos seus eleitores e priorizando a transparência na prestação de contas de seu mandato parlamentar, o deputado federal Ney Leprevost (PSD-PR) informou que adotou posicionamento favorável na aprovação de importantes projetos para os brasileiros, principalmente os relacionados ao momento de enfrentamento a pandemia do coronavírus (Covid-19).

“Me preocupo com pessoas e meu critério na hora de tomar qualquer decisão será o humanitário, sempre pensando no bem da nossa gente. Este é um posicionamento da política nova e responsável que prioriza os direitos fundamentais do ser-humano”, afirmou Ney.

E utilizando este critério, Ney foi favorável ao Projeto de Lei (PL) 1079/20 que suspende os pagamentos devidos pelos estudantes ou graduados ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) por 60 dias, prorrogáveis por igual período, devido ao estado de calamidade pública decretado em decorrência da pandemia da Covid-19. A matéria aprovada pela maioria do Plenário também prevê abatimento no pagamento de parcelas de profissionais de saúde atuantes no combate ao novo coronavírus.

Leprevost também votou sim para a Medida Provisória que institui o Programa Emergencial de Suporte a Empregos por meio de injeção de 40 bilhões de reais em forma de empréstimos às empresas para manutenção de seus empregados. “A intenção é liberar recursos para que as empresas e empreendedores tenham condição de utilizar o capital de giro necessário para ultrapassar o período de impacto das receitas por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e evitar demissões de funcionários”, disse.

*CNH* – O parlamentar ainda votou favorável ao Projeto de Lei (PL) 3267/2019 que muda o Código de Trânsito Brasileiro e aumenta de cinco (5) para dez (10) anos a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para os motoristas com idade inferior a 50 anos. Para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos o prazo da renovação é de cinco anos e a renovação a cada três anos passa a valer para os motoristas com 70 anos de idade ou mais. A proposta seguirá para o Senado.

(Via Assessoria de Imprensa) #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *