Ney Leprevost propõe que recém-nascidos com cardiopatia congênita recebam atenção especial

O deputado Ney Leprevost, autor da lei do “Teste do Coraçãozinho” no Estado do Paraná, está propondo na Câmara Federal projeto de lei que estabelece regras de registro e comunicação do diagnóstico de cardiopatia congênita às instituições, entidades e associações especializadas que desenvolvam atividades relacionadas à doença.

Estudos apontam que 75% das cardiopatias críticas ou graves podem ser diagnosticadas pelo teste. Atualmente, estima-se que, em média, duas em cada 100 crianças nasçam com a doença e necessitem de acompanhamento especial.

Segundo Leprevost, “o exame mede o nível de oxigenação no sangue do bebê , e é realizado nas primeiras 24 a 48 horas após o nascimento , pode ser realizado de forma gratuita na rede pública de saúde. O resultado é considerado normal se o nível de oxigenação for maior ou igual a 95%. Se o resultado for menor, o bebê deverá ser submetido a exames e precisará de acompanhamento cardiológico”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa) #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *