Deputado federal Ney Leprevost vota pela suspenção da cobrança de prestações do Minha Casa, Minha Vida por 180 dias para beneficiários de baixa renda que perderam emprego devido a pandemia da Covid 19

O deputado federal Ney Leprevost votou a favor do Projeto de Lei (PL) 795/2020 que suspende por 180 dias a cobrança das prestações de pagamentos para os beneficiários que se enquadram na Faixa-1 do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida durante o período de enfrentamento da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Os beneficiários do Faixa-1 integram as classes de renda mais baixa e, portanto, são mais vulneráveis aos efeitos econômicos da pandemia. A suspensão vai oferecer alívio financeiro significativo para a parcela mais necessitada da população, especialmente nos atuais tempos de crise. A suspensão de seis meses valerá a partir da publicação da futura lei.

Quanto aos beneficiários do Minha Casa, Minha Vida com operações enquadradas no Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), o substitutivo prorroga para dezembro de 2020 a parcela anual devida pelas famílias.

Ney argumenta que a medida é necessária devido as ações de enfrentamento da pandemia do coronavírus, que causaram redução de salários e perda de emprego para milhões de brasileiros, especialmente para os de baixa renda. “O Estado tem que ser parceiro dos brasileiros e não adversário. Suspender a cobrança das parcelas do Minha Casa, Minha Vida neste período é garantir condições mínimas de sobrevivência para muitas famílias,” disse Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa) #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *