Ney Leprevost em reunião com Agência da ONU para Refugiados

NEY LEPREVOST EM REUNIÃO COM AGÊNCIA DA ONU PARA REFUGIADOS

O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná Ney Leprevost recebeu na tarde desta quarta-feira (28), a representante da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), Maria Beatriz Nogueira que estava acompanhada da Dr. Márcia Ponce, presidente do Conselho Estadual dos Direitos dos Refugiados, Migrantes e Apátridas do Paraná (Cerma/Pr).

Na oportunidade, foi estabelecido um trabalho em conjunto da Sejuf, Cerma, ACNUR e ONU para interiorização dos atendimentos aos refugiados, migrantes e apátridas no Paraná através do Plano Estadual de Refugiados, Migrantes e Apátridas.

Vale ressaltar que Paraná é único Estado da federação que tem um Conselho Estadual do Migrante, Refugiado e Apátridas (Cerma/Pr) e conta também com um Centro de Informação para Migrantes Refugiados e Apátridas (Ceim/Pr).

Atualmente, 264 mil refugiados vivem no Brasil, mas somente 43 mil têm a situação reconhecida pelo governo. Os dados são do (Acnur), braço da ONU para refugiados. Segundo a agência, metade desse contingente deixou a Venezuela, país que enfrenta uma grave crise política e econômica.

“Com o aumento da instabilidade na Venezuela, cresce de forma alarmante o número de refugiados no Paraná. Estas pessoas precisam de toda ajuda possível do Estado”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

Refugiados são pessoas que foram forçadas a deixar seu país, pois suas vidas ou integridade corriam risco. Eles não podem voltar porque não contam com proteção estatal. Já os migrantes fizeram esse deslocamento voluntário em busca de melhores condições de vida e podem retornar a seu país sem risco.

Participaram também da reunião o Dr. Paulo Sena, chefe do departamento de Promoção e Defesa dos Direitos Fundamentais da Sejuf a assessora, Silvia Xavier.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *