Secretaria da Justiça, Família e Trabalho promove 2ª edição do curso EAD da Força-Tarefa Infância Segura para qualificar profissionais que trabalham na garantia de direitos de crianças e adolescentes

O secretário Ney Leprevost informa que a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná (Sejuf), através do Departamento de Justiça da pasta, realizará na próxima quarta-feira (25) a aula inaugural da 2ª edição do curso EAD da Força-Tarefa Infância Segura (Fortis/PR) 2020/2021. As inscrições estão disponíveis até dia 24 e podem ser feitas através do link: http://www.administracao.pr.gov.br/Escola-de-Gestao/Pagina/Cursos-gratuitos-distancia

“Entendemos ser de extrema importância a continuidade no processo de capacitação interdisciplinar continuada dos profissionais que fazem parte do sistema de garantias de direitos da criança e do adolescente e, devido ao momento de pandemia do coronavírus, adaptamos a 2ª edição do curso da Fortis para que seja totalmente online”, disse o secretário Ney Leprevost.

Com a temática “Formação Interdisciplinar de profissionais do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente”, o curso que acontece até o dia 26 de fevereiro de 2021 tem carga horária de 140 horas e está sendo realizada em conjunto com a Escola de Gestão do Paraná, vinculada a Secretaria de Estado da Administração, e em parceria com a Educa Play, da Secretaria de Estado da Educação.

Até o momento já estão inscritos para a 2ª Edição do Curso Fortis EAD, um total de 93 profissionais que compõem o corpo docente, oriundos de mais de 35 Instituições.

A proteção à criança e ao adolescente é prioridade na gestão do governador Ratinho Júnior e, seguindo esta diretriz, o secretário Ney Leprevost, quando assumiu a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, em 2019, criou a Força-Tarefa Infância Segura. É uma iniciativa inédita envolvendo secretarias de Estado, Judiciário, Ministério Público e instituições da sociedade civil organizada, e tem como objetivo estabelecer a integração das políticas públicas dos sistemas de justiça, segurança pública, assistência social, educação e saúde, com ações coordenadas e efetivas para o a prevenção e combate a crimes contra a criança.

Observação : A foto que ilustra a matéria é de antes da pandemia .

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *