Secretaria de Justiça, Família e Trabalho já aprovou mais de 1.250 Carteiras de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná já aprovou e registrou 1.253 Carteiras de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. A iniciativa, determinada pelo secretário Ney Leprevost, está sob responsabilidade do Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Sejuf e garante a prioridade no atendimento em serviços públicos, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social, e também privados; como farmácias, supermercados,bancos, dentre outros.

“Trabalhamos muito para que essa lei, proposta pelo apresentador Marcos Mion, se tornasse realidade no nosso estado. Somos um dos primeiros estados do Brasil a adotar esta iniciativa. Muitas vezes a pessoa não tem como comprovar que está no espectro, então o grande benefício é ter identificação, evitando assim o preconceito ou interpretações equivocadas sobre quem é aquela pessoa”, explicou o secretário Ney Leprevost.

Leprevost, esta semana, enviou expediente ao ministério da Saúde pedindo que os autistas sejam incluídos nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid 19.

A Carteira é gratuita e digital, e contem um QRCode com todos os dados para facilitar a identificação da pessoa. Existe também a possibilidade de impressão pelo próprio usuário ou responsável.

Para solicitar o documento, é necessário acessar o site www.carteiradoautista.pr.gov.br e fazer o cadastro. O programa para cadastramento e criação do banco de dados foi coordenado pelo Departamento da Política para Pessoa com Deficiência, chefiado por Felipe Braga Côrtes, da equipe de Leprevost e o desenvolvimento feito pela Celepar.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *