Aberto oficialmente Bom de Bola em Araucária

Foi aberto nesta quarta-feira (17), em Araucária, o Bom de Bola Parati 2009, projeto educacional e social e esportivo que envolve meninos e meninas de 11 a 14 anos em um campeonato de futebol de campo. A abertura, realizada no Ginásio de Esportes Joval de Paula Souza, contou com a apresentação dos atletas que disputarão o Bom de Bola Parati, além de apresentações culturais de Araucária.

Na terça-feira (16), foi consolidada na Assembleia Legislativa, a parceria entre o Instituto Cultural Parati e a Comissão de Saúde, presidida por Ney Leprevost.

Os jogos começam para valer em 26, 27 e 28 de junho, na regional de Irati, que conta, além do município sede, com Rio Azul, Ivaí, Malet, Guamiranga, Teixeira Soares, Rebouças, Inácio Martins, Fernandes Pinheiro, Ipiranga, Prudentópolis e Imbituva. As partidas acontecerão nos estádios Municipal, Emílio Gomes e do Olímpico. Os confrontos e horários ainda serão definidos. Ao todo, serão dez regionais (Irati, Piraquara, Antonina, Balsa Nova, Fazenda Rio Grande, Adrianópolis, Palmeira, Piên, Campina Grande do Sul e Arapoti). As equipes jogam entre si em cada regional e se classificam para a próxima fase os dois melhores times masculinos e os dois melhores femininos. Os jogos começam em junho e terminam em dezembro.

O coordenador do Bom de Bola Parati, Adair Guth, disse na abertura que o projeto atinge cada vez mais o objetivo de promover o desenvolvimento social das crianças por meio do esporte e da educação. Estamos formando cidadãos comprometidos com a vida e com a responsabilidade. Este é um grande sonho da Parati que está se realizando

O deputado estadual Ney Leprevost, presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Paraná, lembrou que o Bom de Bola no Paraná nasceu como Piá Bom de Bola, em 99, quando ele era secretário Estadual de Esporte e do Turismo. Tivemos a honra de estar neste projeto desde o início e ficamos felizes por continuar sendo um mecanismo de integração entre as crianças e de promoção da saúde.

 O secretário Antidrogas de Curitiba, Fernando Francischini, afirma que: Quando o Ney Leprevost convidou a empresa Parati para desenvolver o Bom de Bola no Paraná, criou-se um excelente mecanismo para manter as crianças dentro da escola, longe das ruas e do crime.

O prefeito de Araucária, Albanor Zezé Gomes, disse que ficou orgulhoso de poder incluir Araucária no Bom de Bola e de sediar a abertura oficial. É sempre estimulante lidar com as crianças, ainda mais num projeto sério como este, que visa a educação e a saúde por meio do esporte.

A exemplo do que aconteceu na edição do ano passado, o Bom de Bola Parati continua crescendo. Em 2009, foram incorporados representantes dos Campos Gerais, Centro Sul e parte do Norte Pioneiro. Ao todo, serão 69 municípios paranaenses. Uma das novidades é que o Bom de Bola volta a contar com a participação de times de escolas, e não mais de seleção em cada município. É uma forma de retomarmos o conceito de quando o projeto chegou ao Paraná, em 1999. Queremos mais o envolvimento das escolas, de mais crianças, aumentando o cunho social. Além disso, as prefeituras se estimulam a fazer seletivas municipais para indicar a escola participante e isso aumenta ainda mais o número de crianças envolvidas, diz Adair Guth, coordenador do Bom de Bola Parati.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 2 =