AGRAVAMENTO DA CRISE NA SAÚDE EM CURITIBA FAZ LEPREVOST ABRIR ESPAÇO PARA RECLAMAÇÕES

O deputado Ney Leprevost, ocupou a tribuna da Assembléia Legislativa nesta segunda-feira para expor sua preocupação com a situação crítica da saúde pública em Curitiba. Com base em dados levantados de 06 a 09 de março pelo Instituto Paraná Pesquisas, 51,84 % dos entrevistados apontam a saúde como o maior problema na Capital paranaense, superando o item segurança, que teve um índice de 49,35%. 
Diante desse quadro, Ney Leprevost está propondo a realização de uma audiência convidando o Secretário Municipal de Saúde para explicar as razões de Curitiba estar enfrentando o agravamento destes problemas e nos dizer como podemos ajudar na busca de soluções, com gestões junto aos governos estadual e federal. Não queremos crucificar ninguém mas colaborar para melhorar a situação, enfatizou o deputado.
Ao falar no plenário, Ney Leprevost fez um apelo a todos os deputados, independente de partido, para que colaborem com a saúde pública, na busca de soluções. Não é uma questão partidária, mas sim de resolver um sério problema que afeta toda comunidade e que deve ser visto com olhos solidários, disse.
Leprevost disse que tem recebido diariamente muitas reclamações de problemas nas unidades de saúde de Curitiba: como falta de médicos e de remédios de uso continuo, demora para realização de exames especializados, atrasos de repasses de recursos aos hospitais, falta de leitos de saúde psiquiátrica para pessoas que tem necessidade de internamento, etc.
OS NÚMEROS 
Segundo a pesquisa os dados tornam-se mais graves quando se percebe que 54,36 % são mulheres e que 57,67 estão com idade entre 26 e 34 anos,  faixa que mais requer  cuidados  na saúde para que as possas possam, chegar à melhor idade com boa qualidade de vida.
A pesquisa mostra ainda que 63,64% das pessoas das classes D e E consideram a saúde o problema mais grave na capital. É evidente que as classes com menos poder aquisitivo são as que mais estão sofrendo com a falta de uma política eficaz de saúde pública. O número é elevado na capital e, provavelmente, não deve ser diferente na maioria dos municípios do interior afirmou Ney.
O deputado Ney Leprevost disponibilizou no seu site  www.neyleprevost.com.br, o Espaço Cidadão, onde as pessoas podem enviar reclamações sobre a saúde pública em qualquer lugar do Paraná e também o e-mail para contato@neyleprevost.com.br
As denúncias e reivindicações dos cidadãos serão transformadas em documento oficiais e encaminhadas às autoridades responsáveis para que adotem as providências necessárias. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + sete =