Mês: julho 2018 (Página 1 de 6)

Ney Leprevost apoia proposta do juiz Marcelo Bretas para afastamento definitivo de corruptos da política (Via #EquipeNL)


O deputado Ney Leprevost, autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná e da Lei da Transparência proposta pelo “Movimento Paraná que Nós Queremos”, manifestou apoio a proposta do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato, no Rio de Janeiro, que defende o afastamento definitivo da vida pública de administradores corruptos condenados.

De acordo com Bretas, o afastamento de oito anos de cargos políticos é insuficiente para quem praticou crime de corrupção. “Políticos e administradores corruptos não podem ter segunda chance. Se ficar provado, acabou”, disse o juiz.

Para o deputado Ney Leprevost, se fosse adotada essa “pena de morte política”; no futuro, quando houver alguém interessado em ingressar na atividade pública com más intenções, irá pensar duas vezes. “Um corrupto ao superfaturar uma obra, pode matar mais do que cem bandidos armados e encapuzados. Ele tira a merenda das escolas, o leite das crianças e o remédio dos idosos,” afirmou Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost apresenta projeto para melhorar condições de saúde no trabalho de policiais e bombeiros (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, vai protocolar na Assembleia Legislativa projeto de lei que dispõe sobre diretrizes de Segurança e Saúde no Trabalho dos Policiais Civis, Militares, Bombeiros e Agentes Penitenciários do Estado do Paraná.

De acordo com o texto, serão diretrizes observadas pelo Poder Público: a atuação preventiva em relação aos acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho; o aprofundamento e sistematização dos conhecimentos epidemiológicos de doenças ocupacionais entre os profissionais de segurança pública; a redução dos riscos e danos à saúde e a segurança dos trabalhadores; a melhoria das condições de trabalho dos agentes de segurança pública, para prevenir ou evitar a falência prematura do trabalhador ou a incapacidade total ou parcial para o trabalho.

Anda de acordo com o projeto, serão objetos de atenção especial do Estado: as jornadas de trabalho; a proteção à maternidade; o trabalho noturno; os equipamentos de proteção individual; o trabalho em ambiente de risco ou insalubre; a higiene de alojamentos, banheiros e unidades de conforto e descanso para os servidores; e a segurança no processo de trabalho.

Segundo o deputado Ney Leprevost “em virtude do aumento da violência, políticas de segurança pública mais duras têm sido exigidas, e isso gera uma sobrecarga física e emocional para os profissionais dessa área, os quais, além de lidar com as pressões da sociedade por um policiamento eficiente, enfrentam precárias condições de trabalho que interferem no seu desempenho, afetam a saúde, geram desgaste, insatisfação e provocam estresse. Esse projeto é importante pois pretende manter os servidores da segurança pública com saúde”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost apoia campanha pela construção do Erastinho (Via #EquipeNL)


O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, e apoiador de diversos projetos do Hospital Erasto Gaertner e da Rede Feminina de Combate ao Câncer, está fazendo campanha para ajudar na construção do Erastinho, primeiro hospital oncopediátrico do sul do Brasil.

O projeto precisa de cerca de 30 milhões de reais. O Hospital Erasto Gaertner, firmou um convênio com o governo do Paraná para liberação de R$ 12 milhões. O valor representa 50% do custo total da obra e o restante ainda depende de doações.

“Considero muito importante a adesão de toda sociedade na campanha pela construção do Erastinho, além de ser um ato de cidadania e solidariedade as pessoas que contribuírem estarão ajudando uma obra que visa o bem comum”, disse Ney.

O Hospital Erasto Gaertner é referência no diagnóstico e tratamento de câncer no sul do Brasil. Somente em 2017, atendeu cerca de 150 novos casos de câncer na Pediatria, entre crianças e adolescentes, e realizou mais de 11 mil atendimentos, sendo 93% deles provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para contribuir com a construção do Erastinho, é possível realizar uma doação para à campanha Mão Amiga por meio do site http://erastinho.com.br/ . Para isso, basta acessar o site, e clicar no botão “Doe Agora” e preencher um cadastro. Ao final, será possível escolher um valor de contribuição a partir de R$ 15, que será transferido diretamente ao hospital.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Página 1 de 6

Copyright © 2007-2017 Blog Ney Leprevost. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Abrigo Virtual