Category Archives: Sem categoria

Nota Oficial

O deputado federal Ney Leprevost(47 anos), secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, testou positivo para Covid 19.
No momento, Leprevost encontra- se em casa e assintomático.
Sua esposa Carina também testou positivo e está em casa, com bom quadro clínico.
O filho mais novo do casal, de dez anos, testou negativo e o filho de Carina(enteado de Ney) terá o resultado do exame nesta quarta feira.
Leprevost solicitou o cancelamento de toda sua agenda pública e pediu que todas as pessoas que estiveram com a família na última semana sejam avisadas.

( Via assessoria de imprensa )

Cento e oito municípios já aderiram ao programa Amigo da Pessoa Idosa com apoio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná

Cento e oito municípios paranaenses já aderiram ao programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Ebapi), criado para promover a integração de políticas públicas para que comunidades e cidades se tornem amigas das pessoas com mais de 60 anos. No Estado, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento da Pessoa Idosa, presta assessoria técnica às cidades que desejam implantar a iniciativa, que é do Ministério do Desenvolvimento Social.

“Convidamos os municípios paranaenses a aderirem à proposta, que tem como objetivo proporcionar à população um envelhecimento ativo, saudável, cidadão e sustentável”, explicou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, complementando que está é uma das prioridades do Governo Ratinho Junior.

O trabalho da Secretaria de Justiça consiste em assessorar os municípios para que efetivem os 5 selos propostos, sendo eles: Adesão, Plano, Bronze, Prata e Ouro. Entre os municípios, 108 têm o selo de Adesão, 84 estão em processo para o selo Plano e 1 já é selo Bronze. No estado, Pato Branco é considerada a primeira cidade amiga do Idoso e a 3ª do Brasil, certificada pelo Governo Federal e pela OMS.

Este programa é baseado no “Guia Global: Cidade Amiga do Idoso” e “Guia Global das Cidades Amigas das Pessoas Idosas”, estudos estes realizados pela Organização Mundial da Saúde. A avaliação é feita através de 8 dimensões propostas pela OMS, que são elas: Ambiente físico; Transporte e Mobilidade Urbana; Moradia; Participação; Respeito e Inclusão Social; Comunicação e Informação; Oportunidades de Aprendizagem; Saúde, Apoio e Cuidado. No Brasil uma proposta a mais foi inserida, a “Escolhas Locais”, totalizando 9 ações.

COMO PARTICIPAR – A adesão ao Ebapi pode ser feita no site do Ministério do Desenvolvimento Social: http://sisbapi.paas.cidadania.gov.br/

O termo de adesão deverá contar com a participação de todos os setores do município, incluindo assistência social, saúde, habitação, planejamento urbano e transporte, entre outros. O protagonismo da população idosa também é indispensável, representada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

Confira os municípios paranaenses que já estão integrados ao programa:

Apucarana
Arapongas
Bom Sucesso
Marilândia do Sul
Marumbi
Altamira do Paraná
Boa Esperança
Corumbataí do Sul
Fênix
Goioerê
Rancho Alegre do Oeste
Cascavel
Céu Azul
Lindoeste
Santa Tereza do Oeste
Rondon
São Tomé
Itambaracá
Nova América da Colina
Nova Santa Bárbara
Ribeirão do Pinhal
Santo Antonio do Paraíso
São Jerônimo da Serra
Sertaneja
Araucária
Colombo
Contenda
Itaperuçu
Quatro Barras
Rio Branco do Sul
São José dos Pinhais
Tijucas do Sul
Ampére
Barracão
Bela Vista da Caroba
Boa Esperança do Iguaçu
Bom Jesus do Sul
Capanema
Dois Vizinhos
Flor da Serra do Sul
Francisco Beltrão
Manfrinópolis
Nova Esperança do Sudoeste
Pérola do Oeste
Pranchita
Realeza
Renascença
Salgado Filho
Santa Izabel do Oeste
Santo Antonio do Sudoeste
Verê
Cantagalo
Goioxim
Guarapuava
Laranjal
Palmital
Pinhão
Pitanga
Prudentópolis
Turvo
Fernandes Pinheiro
Imbituva
Irati
Rio Azul
Teixeira Soares
Faxinal
Ivaiporã
Jardim Alegre
São João do Ivaí
Quedas do Iguaçu
Rio Bonito do Iguaçu
Guaraci
Londrina
Flórida
Mandaguari
Maringá
Munhoz de Mello
Nova Esperança
Paiçandu
Santa Fé
Santa Inês
Diamante do Norte
Nova Londrina
Paranacity
São Pedro do Paraná
Terra Rica
Bom Sucesso do Sul
Chopinzinho
Clevelândia
Coronel Vivida
Honório Serpa
Itapejara do Oeste
Mangueirinha
Mariópolis
Palmas
Pato Branco
São João
Saudade do Iguaçu
Sulina
Imbaú
Ipiranga
Guaira
Palotina
Terra Roxa
Pérola
Paulo Frontin
Porto Vitória
São Mateus do Sul

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Procon-PR orienta consumidor sobre o novo golpe por transferências do PIX

A tecnologia sem dúvida é uma grande aliada nos dias atuais e facilita a vida de muita gente, mas todo o cuidado é pouco com os golpes digitais. Para isso, o Procon-PR, órgão vinculado a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná orienta o consumidor sobre os cuidados que devem ser tomados com os golpes, agora através do PIX.

O crime funciona quando algum golpista consegue invadir sua conta do WhatsApp (seja por algum link que o usuário entrou ou algum dado pessoal que foi disponibilizou por alguma mensagem ou ligação) e manda mensagem para seus contatos pedindo alguma transferência via PIX.

De acordo com o secretário da Justiça, Ney Leprevost, “para evitar essa situação os cuidados devem ser redobrados com os pedidos de dinheiro através de mensagens pelo celular. Deve-se sempre checar a autenticidade do solicitante”.

Para a diretora do Procon-PR, Claudia Silvano, “as transferências pelo PIX são feitas em até 10 segundos e isto dificulta e muito reverter a situação”, disse Claudia, complementando que “em casos de dúvidas sobre a garantia de seus direitos, orientamos que o consumidor procure o Procon-PR”.  

CANAIS PARA ATENDIMENTO –  O Procon-PR disponibiliza os seguintes canais de atendimento:

CONSUMIDOR.GOV.BR

https://www.consumidor.gov.br/pages/principal/?158704046

FAÇA AQUI SUA RECLAMAÇÃO (SE A EMPRESA RECLAMADA NÃO ESTIVER NA PLATAFORMA CONSUMIDOR.GOV.BR)

http://www.procon.pr.gov.br/modules/inscrit_quest/formulario.php?codigo=24

ESCREVA PROCON http://www.procon.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=83

Obs: Foto de arquivo registrada antes da pandemia.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Centros de Atendimento à Mulher estão atendendo em todo Paraná

Para auxiliar mulheres vítimas de violência durante o período de isolamento social, os Centros de Referência e Atendimento Especializado à Mulher em Situação de Violência (Cram) continuam atendendo de forma presencial e por telefone em todas as regiões do estado. Só no ano de 2020 foram registrados mais de 9 mil atendimentos pelos centros no Paraná.

Distribuídos nas regiões do Paraná, em oito municípios (Apucarana, Campo Mourão, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Londrina, Maringá, Sarandi e Umuarama) e com a unidade estadual em Curitiba, vinculada ao Departamento de Garantia dos Direitos da Mulher da Secretaria da Justiça Família e Trabalho, os Centros prestam atendimentos e acompanhamento psicológico, social e jurídico e orientam sobre os diferentes serviços disponíveis relacionados à prevenção, apoio e assistência às mulheres em situação de violência, tudo de forma gratuita. Nas cidades que não possuem as unidades, o atendimento pode ser feito no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

De acordo com o secretário da Justiça do Paraná, Ney Leprevost, “A maioria das mulheres sofre calada, por vergonha, medo ou por não saber a quem pedir ajuda”, explica, salientando a importância dos Centros de Referência e Atendimento Especializado à Mulher em Situação de Violência, que integram a Rede de Atendimento às Mulheres, e prestam todo o atendimento necessário para as mulheres que estão passando por situações diversas de violências, abusos, dentre outros crimes.

Para mais informações ou marcar horário de atendimento no Cram de Curitiba, basta ligar para (41) 3338-1832 ou comparecer pessoalmente ao local, na Rua do Rosário, 144, Centro da capital paranaense, das 13h às 17h. O local está adequado para atendimento com todas as medidas sanitárias exigidas pelas autoridades. Já para os atendimentos nos outros municípios, os locais podem ser acessados pelo site: http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais

DENUNCIE – Em caso de violência doméstica, os canais de denúncia são os telefones 180 e 181, que funcionam 24 horas por dia. O portal do Disque Denúncia 181 (http://www.181.pr.gov.br/) está em ambiente seguro, com certificação digital, recebendo denúncias anônimas, com garantia de sigilo.

“Sabemos que com a pandemia e com o isolamento social a violência contra a mulher se intensificou, e com isso, acreditamos que o agressor está em sua maioria das vezes com a vítima em casa, dificultando todo o processo de denúncias. Precisamos incentivar todas as mulheres que passam por essa situação de violência que não tenham medo e denunciem, para que cada vez mais possamos combater e evitar todo e qualquer tipo de crime contra a mulher”, alertou a chefe do Departamento dos Direitos da Mulher da Sejuf, Mara Sperandio.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Conselho do Trabalho do Paraná aprova o maior salário mínimo regional do País, com valores de R$ 1.467,40 a R$ 1.696,20 conforme a categoria

O Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda (Ceter), vinculado à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná (Sejuf) aprovou nesta terça-feira (12), durante reunião extraordinária, a definição dos valores do novo mínimo regional. O salário, que varia de R$ 1.467,40 a R$ 1.696,20 conforme a categoria, se mantém como o maior mínimo regional do País. Os pisos reajustados deverão entrar em vigor nos próximos dias e serão aplicados até 31 de dezembro de 2021.

Na proposta definida, o reajuste dos valores foi feito pelo mesmo índice aplicado para reajuste do Salário Mínimo Nacional para 2021, acrescido de 0,70%, o que representa 50% (cinquenta por cento) do resultado do PIB de 2019. “O salário mínimo regional é uma referência para a negociação das categorias sindicalizadas e uma garantia para as categorias que não têm sindicato”, afirmou o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Para a presidente do Ceter e representante da Fiep (bancada patronal), Juliana Dias Bacarin, “o trabalho das bancadas do conselho na construção do diálogo foi fundamental para que se chegasse em um entendimento e uma aprovação do piso no Estado, sempre valorizando todos os grupos de trabalhadores”.

Segundo o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba e membro da Força Sindical no Ceter (bancada dos trabalhadores), Paulo Roberto dos Santos Pissinini, “no nosso ponto de vista como trabalhador e representante dos trabalhadores essa política salarial é extremamente importante e é referência para o País. E com isso a própria atuação do conselho – governo, empresário e trabalhador – é necessária para debater sobre a valorização da mão de obra no estado, para o próprio crescimento do Paraná”.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior já havia no final do ano passado sancionado a Lei nº 20423 de 14/12/2020 para formalizar a regra de valorização do reajuste do piso salarial estadual e com isso garantir o maior salário mínimo do país.

CATEGORIAS – O Paraná adota um piso regional, superior ao valor nacional, com quatro faixas salariais. Na categoria dos trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca, o piso sobe para R$ 1.467,40. Para o setor de serviços administrativos, serviços gerais, de reparação e manutenção e vendedores do comércio em lojas e mercados, o salário aumenta para R$ 1.524,60. Esta categoria engloba também a classe de trabalhadores domésticos.

Para os empregados na produção de bens e serviços industriais, o piso vai para R$ 1.577,40. Para o último grupo, na categoria de técnicos de nível médio, o piso passa a ser R$ 1.696,20.

O mínimo regional não se aplica aos empregados que têm o piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho, nem aos servidores públicos.

HISTÓRICO – Desde 2006, ano da criação, o salário mínimo regional do Paraná sempre foi estabelecido em patamares superiores aos do salário mínimo nacional. O piso é reajustado pelo mesmo percentual aplicado para o reajuste do salário mínimo nacional, baseado na variação do INPC do ano anterior, com aplicação adicional, a título de ganho real, da variação real do PIB nacional observada dois anos antes.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto

Nota Pública

Amigo(a)

O estado de anormalidade está demorando mais tempo do que imaginávamos para passar.

As eleições este ano serão atípicas. Pouco democráticas.

Devido a Covid 19, é impossível prever o percentual de eleitores que irão às urnas.
Certamente não acontecerão reuniões públicas, caminhadas nos bairros, visitas as casas das pessoas, jantares por adesão…
Não será sequer possível um aperto de mãos entre o eleitor e seu candidato para selarem, olhos nos olhos, a sua aliança.

Todos sabem que tenho um sonho de servir Curitiba como seu prefeito. Mas as vezes é necessário ir um passo atrás para dar um salto a frente.

Quem me conhece sabe que coragem e humildade sempre nortearam minhas decisões. E por isto, após pedir luz ao Espírito Santo, finalmente enxergo que nesta disputa diferente que vai acontecer em 2020, alguém com meu caráter tem pouquíssimas chances. Não me sinto à vontade para colocar meus eleitores, amigos e familiares em uma aventura. Esta campanha majoritária curta, restritiva e focada só em redes sociais, favorece apenas os que tem grande poder econômico para patrocinar gigantescos impulsionamentos e os que tem a seu serviço verdadeiras quadrilhas digitais.

Neste momento, retiro minha pré candidatura a prefeito. Prefiro continuar contribuindo como deputado federal ou como secretário de estado para melhorar a vida dos mais humildes, promover a geração de empregos e ajudar a mudar a cultura política brasileira. Quando voltarmos a ter eleições livres e transparentes, certamente estarei ainda mais preparado para ser prefeito de todos os curitibanos.

Minha vocação é servir a nossa gente. Por isto, aceito o desafio a mim dirigido pelo governador do estado.

Desejo aos candidatos honestos que sentem que estão em um bom momento de vida para se dedicar a enfrentar a velha política que agride a nossa cidade, muita garra e proteção. Certamente, nos próximos dias, declararei meu voto a um deles.

Peço aos meus amigos e eleitores que me compreendam e que me apoiem nesta difícil decisão que tomei.

Que Deus abençoe a todos !

Tenham um ótimo domingo com sua família !!!

Ney Leprevost

Secretaria da Justiça pede que sociedade ajude a prevenir crimes contra a Criança durante isolamento ocasionado pela pandemia

Com o fechamento de escolas e isolamento social devido às ações para conter a propagação da pandemia de coronavírus, crianças e adolescentes de todo o Paraná precisam de cuidados especiais. Por isso, Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Conselho Estadual dos Direitos da Criança (Cedca) e Conselhos Tutelares do estado estão atuando em conjunto.

Além ter sua rotina diária modificada, as crianças também podem se transformar em alvo de ameaças à sua segurança e ao seu bem-estar neste período de reclusão, incluindo maus-tratos, exploração sexual, exclusão social e separação de cuidadores. “Fomos alertados por promotores de justiça sobre riscos de aumento da violência contra crianças devido ao isolamento. Estamos muito preocupados com isto. Tem gente que perde a cabeça em situações de crise, além disto as estatísticas mostram que as vezes existem agressores dentro da própria família. Atos de covardia contra as crianças não ficarão impunes. Precisamos que a sociedade ajude a fiscalizar. O telefone para denúncias é o 181”, explica o secretário Ney Leprevost.
Uma das primeiras ações foi o envio de um comunicado do Cedca aos conselheiros tutelares, alertando sobre como a Covid-19 vem mudando a vida de crianças e suas famílias, aumentando o risco violência doméstica contra mulheres e meninas, bem como abusos.

Angela Mendonça, presidente do Cedca e chefe do Departamento de Política para a Criança e o Adolescente da Sejuf, lembra a importância do Disque-Denúncia 181, que recebe denúncias de abuso e agressão a crianças e adolescentes 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados, com discagem gratuita e de forma anônima. “É importante ficar de olho na vizinhança, entre os amiguinhos dos filhos, a qualquer sinal de maus-tratos. Nessa hora, todos somos guardiões”, diz Ângela. Ela lembra que a campanha “Não engula o choro” busca a conscientização nesse sentido e que os flyers e cartazes estão disponíveis para donwload no link http://www.justica.pr.gov.br/Noticia/Sejuf-e-Cedca-PR-relancam-campanha-Nao-engula-o-choro.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Ney Leprevost garante apoio às ações do Dia Internacional da Síndrome de Down no Paraná

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho vai apoiar as atividades do Dia Internacional da Síndrome de Down, em 21 de março, no Paraná. A participação foi definida nesta quinta-feira (20/02), quando o secretário Ney Leprevost recebeu a presidente da Federação Paranaense das Associações de Síndrome de Down (Fepasd), Noemia da Silva Cavalheiro, e a diretora financeira da instituição, Isabel Cristina Doi.

O tema deste ano, sugerido pela Down Syndrome Internacional, é “Nós Decidimos” – e tem a intenção de reforçar a autonomia que as pessoas com Síndrome de Down devem ter para a tomada de decisões.

“O princípio ‘Nós decidimos’ expressa que as pessoas com Síndrome de Down sabem o que é melhor para elas e que devem ser valorizadas como colaboradoras integrais e essenciais para todas as comunidades do mundo”, explicou Noemia.

“A data é importante para divulgar os direitos das pessoas com síndrome de Down, acabar com qualquer resquício de preconceito e reforçar que é importante exercitar essa autonomia desde a primeira infância”, disse o secretário Ney Leprevost.

A programação das atividades será divulgada em breve pela Federação.

(Via #EquipeNL#RatinhoJunior #NeyLeprevost

Agência do Trabalhador do Governo do Estado bate novo recorde e registra mais de mil atendimentos e intermediações em um único dia

O processo de seleção para os Supermercados Festval e Condor movimentaram a Agência do Trabalhador de Curitiba, ontem, dia 18.
O secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho, informa que houve um recorde de atendimentos na agência: ao todo, 1.122 pessoas realizaram o processo de seleção para lojas das duas redes em Curitiba e região.

Foram disponibilizadas vagas para as áreas de operador de caixa, repositor, empacotador, açougueiro, padeiro, balconista de açougue, balconista de padaria, balconista de confeitaria, zelador e fiscal de loja.

O jovem Matheus Adriano Freitas, 19 anos, contratado ontem na agência para a vaga de repositor de mercearia no Condor, estava há um mês desempregado. “Fui até a agência cedo, consegui ser atendido e acabei sendo contratado. Agora é só arrumar toda documentação, fazer o exame médico pra começar logo no novo emprego. Só agradeço por essa oportunidade, porque talvez se não fosse por essas vagas na agência eu ia ficar quebrando minha cabeça atrás de um emprego por ai”.

Para o secretário da Justiça, Família e Trabalho do governo Ratinho Junior, Ney Leprevost, a parceria com empresas é fundamental para a inserção das pessoas no mercado de trabalho. “O maior programa social que um governo pode realizar é a geração de empregos”.

(Via #Equipe#RatinhoJunior #NeyLeprevost

Roman garante a Ney Leprevost voto a favor da PEC da 2ª Instância

Além de cumprir agenda em Brasília como secretário da Justiça, família e Trabalho do Paraná, representando o governador Carlos Massa ratinho Junior no Seminário Internacional do Marco Legal 1ª Infância, Ney Leprevost também teve outros compromissos políticos na capital federal. Um deles foi uma reunião com o seu suplente na Câmara dos Deputados, Evandro Rogério Roman.

O assunto principal em pauta foi a “PEC da 2ª Instância”, que propõe uma emenda na Constituição para autorizar a prisão imediata dos réus condenados em segunda instância na Justiça, mesmo que haja recursos ao STJ ou ao STF. Roman garantiu a Leprevost que está 100% comprometido a votar a favor da PEC. Leprevost cogitou se licenciar do Governo do estado e reassumir como deputado federal apenas para votar a favor da PEC, caso fosse necessário. “Felizmente nem foi preciso, o Roman está 100% decidido a votar a favor”, explicou Ney.

“Você estará votando junto comigo”, disse o deputado Roman a Leprevost. (via #Equipe) #NeyLeprevost

Indicação de Ney Leprevost para a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná repercute na Câmara Federal e fortalece Ratinho Jr no PSD

A escolha do deputado estadual Ney Leprevost (PSD), anunciada na sexta-feira (14) pelo governador eleito Ratinho Junior (PSD) para ser o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, causou repercussão positiva em Brasília.

Para o atual líder do PSD na Câmara Federal, deputado eleito pelo Ceará, Domingos Neto, “o Ney é um quadro qualificado da nossa bancada, com experiência no executivo e com todo o talento para prestar um grande serviço ao Paraná como secretário. Ele permanecerá com voz em todas as decisões da bancada federal do PSD e estaremos à disposição dele sempre em Brasília. Governador Ratinho acertou na escolha”, disse.

Já o deputado federal eleito por Pernanbuco, André de Paula, que será o líder do PSD na Câmara Federal a partir de fevereiro/2019, afirmou que “O Paraná vai ganhar muito com a sua contribuição ao lado do governador Ratinho Junior. A bancada na Câmara Federal tem muito carinho por você e estaremos sempre ao seu dispor. Conte sempre com seu amigo”, afirmou em mensagem a Leprevost.

Eleito pelo estado do Pará, o deputado federal Joaquim Passarinho, também foi categórico em afirmar o apoio ao colega em importante pasta. “Conheci o Ney a pouco tempo, mas sua competência e compromisso com a sociedade e responsabilidade com sua gente é transparente! Um homem público, que já fez e vai fazer muito pelo povo de Curitiba e do Paraná!! Creio que o Governador Ratinho Jr leva para sua equipe um grande quadro, um grande auxiliar, um grande parceiro!! Parabéns e sucesso!!”.

O deputado federal eleito pelo Rio Grande do Norte, Fabio Faria, enalteceu a escolha do governado Ratinho Junior e afirmou que Ney terá todo apoio da bancada federal do PSD. “Ótima escolha. O governador Ratinho Junior e o deputado Ney Leprevost terão todo o apoio da nossa bancada federal”.

A bancada do PSD na Câmara Federal é composta por 34 deputados e será o quarto maior colegiado da Casa, ficando atrás apenas do PT (56), do PSL (52) e do PP (37).

Perfil

Ney Leprevost tem 45 anos de idade é jornalista, formado em Administração de Empresas e faz MBA em Gestão de Cidades e Administração Pública. Em 2018 elegeu-se deputado federal, sendo o mais votado do partido do governador eleito na capital do estado, com 92.399 votos.

Atualmente é deputado estadual, presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, presidente do PSD de Curitiba e vice-presidente do PSD do Paraná.

Em sua trajetória política destaca-se por projetos importantes nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento social. Além de ser autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná e da Lei da Transparência.

 

Instituto Dr. Ney Leprevost faz “Natal da Solidariedade” para mais de 3 mil crianças e incentiva a leitura

O Papai Noel chegou mais cedo para mais de 3 mil crianças. Na sexta-feira, dia 14, o Instituto Dr. Ney Leprevost, em parceria com empresas privadas, amigos e voluntários, realizou a 22ª edição do “Natal da Solidariedade”, tradicional evento que incentiva a leitura, cidadania e criatividade por meio de concurso de desenho e redação.

A tarde festiva contou com distribuição de livros educativos, lanches e brincadeiras pedagógicas. A hora mais esperada do evento foi a chegada do Papai Noel, que junto com Ney Leprevost, que é presidente da comissão organizadora do evento, entregou 2 bicicletas para os ganhadores da melhor redação e do melhor desenho, além de brinquedos para todas as crianças.

Este ano, o concurso cultural teve como tema ““A importância da família em minha vida”. A redação vencedora foi de Rafael Correia da Silva Junior, da Escola Forja e o melhor desenho foi de Antonella Victoria da Silva, da Escola Raoul Wallenberg. 

Ney diz que além do aspecto festivo do evento, o “Natal da Solidariedade” procura despertar a criatividade e o interesse pela leitura nas crianças através do concurso cultural. “A cada ano sugerimos um tema diferente para o concurso, sendo que todos voltados para a cidadania, o cuidado com o próximo ou o meio ambiente”, afirmou Ney. 

“Ver a alegria no rosto das crianças é uma sensação de dever cumprido. Eu me sinto muito feliz. Quero agradecer a Deus, as empresas parceiras e as professoras que orientaram seus alunos para os concursos de redação e desenho. Cerca de 3 mil crianças ganharam livros e brinquedos. Isto não é caridade, é ação social. Quem faz o bem, faz a diferença”. 

O “Natal da Solidariedade” já se tornou tradição em Curitiba, é um evento organizado todos os anos pelos voluntários do Instituto Dr. Ney Leprevost, que leva o nome do saudoso advogado, humanista e ex-prefeito de Curitiba no ano de 1948.

Os parceiros na 22ª edição do Natal da Solidariedade foram: Fecomércio-PR / SESC / Senac, Geladinho Americano, Gelo Urso Polar, Comunicare Gráfica, Grupo Impacto, Performance, Lellis Trattoria, Umbrella, Restaurante Madalosso, Vida Emergências Médicas, Auto posto Pelanda 16, Lavitta Engenharia Civil, Casteval, Shopping Novo Batel, jornal Atos e Fotos, Paróquia São Braz e os Palhacinhos do Bem.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Comissão Especial aprova fim do foro privilegiado dos políticos (Via #EquipeNL)

Nesta terça-feira (11), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade, o relatório do deputado Efraim Filho, sobre a PEC do senador Álvaro Dias que põe fim ao foro privilegiado nos casos em que as autoridades cometerem os chamados crimes comuns, entre os quais estão roubo, lavagem de dinheiro e corrupção.

A matéria deverá seguir para o plenário da Câmara Federal para ser votada em 2019. Isso porque a Constituição Federal não pode ser emendada em caso de intervenção federal, como acontece desde fevereiro na área de segurança pública no Estado do Rio de Janeiro.

O deputado Ney Leprevost, autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná e da Lei da Transparência proposta pelo Movimento Paraná que nós Queremos comemorou a aprovação. “O fim do foro privilegiado será um avanço muito grande para o Brasil. Um agente público corrupto ao superfaturar uma obra, pode matar mais do que cem bandidos armados e encapuzados. Ele tira a merenda das escolas, o leite das crianças e o remédio dos idosos,” afirmou Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost pede ao governo apoio às vítimas do vendaval que atingiu Itaperuçu (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, encaminho ao Governo do Estado e a todos os órgãos estaduais, solicitação de ajuda as vítimas do vendaval que destruiu casas e causou estragos na noite de sexta-feira (30), em Itaperuçu.

O parlamentar foi informado das fortes chuvas e ventos pelo prefeito do município , Hélio Guimarães. Segundo o prefeito , quase 20 % do município foi destruído .

“Muitas famílias perderam seus lares. Já acionamos todos os órgãos estaduais competentes , inclusive a Defesa Civil, Bombeiros e a Copel, pedindo agilidade no atendimento. Nesse momento as doações para às vítimas estão sendo recebidas no cenáculo da Igreja Católica da cidade. Amanhã , dia (02), das 13 às 18 horas um caminhão da Defesa Civil vai estar recebendo donativos durante o evento “Som de Natal” da RPC, no Cindacta ll . Os itens mais necessários são telhas, materiais de construção, lonas, cestas básicas e água mineral”, disse Ney.

#sositaperuçu #utilidadepública #NeyLeprevost©

Emenda parlamentar de Ney Leprevost vai ajudar a saúde dos moradores de Araucária (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, agradeceu o Governo do Estado por pagar uma emenda parlamentar de sua autoria e que vai beneficiar a saúde dos moradores de Araucária, município integrante da Região Metropolitana de Curitiba.

O convênio foi assinado nesta segunda-feira (25) e prevê a aquisição de 01 ônibus que será destinado ao transporte dos pacientes que fazem tratamento de saúde em outras cidades. “Essa é mais uma conquista de nosso mandato parlamentar, que tem como objetivo ampliar e melhorar o atendimento para a saúde dos moradores dos municípios paranaenses”, disse Ney.

A solicitação do ônibus foi um pedido do vereador Fábio Pedroso e contou com ajuda da deputada Maria Victoria.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Projeto de Ney Leprevost que garante direitos das pessoas com Síndrome de Down é aprovado pela Comissão da Indústria, Comércio, Emprego e Renda (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, teve seu projeto de Lei nº 69/2017, que garante isenção do IPVA para transporte das pessoas com Síndrome de Down, aprovado na Comissão da Indústria, Comércio, Emprego e Renda da Assembleia Legislativa esta semana.

O texto tem como objetivo corrigir uma exigência desnecessária para concessão do benefício de isenção do IPVA para as pessoas que possuem a Síndrome de Down. Atualmente é exigido um laudo atestando o “grau” da deficiência, que engloba as pessoas com Síndrome de Down. “Ocorre que não existe grau de Síndrome de Down, o que existe é se a pessoa tem ou não esta característica”, disse Ney.

Antes da votação pelos deputados em plenário, o projeto vai passar pela Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência. 

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost Senador ? Só em março .

Apesar de liderar todas as pesquisas na capital, maior colégio eleitoral estado e do grande incentivo que tem recebido de lideranças dos mais diversos partidos, o deputado estadual Ney Leprevost não bateu o martelo sobre sua candidatura ao senado nas eleições de 2018.

Leprevost, que é presidente do PSD de Curitiba, informou que só irá decidir seu futuro político na segunda quinzena de março, após uma ampla consulta às suas bases eleitorais e uma conversa franca com a direção nacional do seu partido.

“ Posso ser candidato a senador, a deputado federal e até a reeleição de deputado estadual. Nem comecei o processo de definição ainda. Farei o que for melhor para os meus eleitores”, afirmou Ney em entrevista à uma emissora de rádio de Curitiba.

Ney Leprevost faz emenda para Hospital dos Olhos de Londrina (Via #EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, encabeçou emenda coletiva de R$ 200 mil reais para o Hospital dos Olhos do Município de Londrina.

O Hospital dos Olhos realiza mais de 8 mil exames especializados de diagnóstico como mapeamento de retina, tonometria, ceratoscopia computadorizada, potencial de acuidade visual, biometria, campimetria, biomicroscopia especular, paquimetria, retinografia, angiofluoresceinografia e transplantes de córnea para pacientes do SUS de Londrina e Região.

Caso a emenda seja aprovada e paga pelo Governo do Estado, os recursos serão utilizados pela direção do Hospital dos Olhos na aquisição de equipamentos e obras de manutenção.

#hospitais #saúde #Londrina #NeyLeprevost

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost protocola emenda para ajudar Hospital Pequeno Príncipe (Via #EquipeNL)

Em mais uma ação em prol das entidades hospitalares, o deputado Ney Leprevost, encabeçou emenda parlamentar coletiva consignando no orçamento do exercício de 2018 do Estado do Paraná o valor de 2 milhões de reais para o Hospital Pequeno Príncipe.

O pagamento das emendas dependerá do governo do Estado, pois no Paraná ainda não existem as chamadas emendas impositivas.

Caso a emenda seja aprovada e paga pelo Governo do Estado, os recursos serão utilizados pela direção do Hospital Pequeno Príncipe para a aquisição de equipamentos para a rede de urgência e emergência da entidade.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost propõe oficialização de Santa Felicidade como região turística do Paraná (Via#EquipeNL)

O deputado Ney Leprevost, presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, apresentou projeto de lei para oficializar a “Região Turística de Santa Felicidade”.

A proposta tem como objetivo proporcionar uma maior divulgação dos eventos e dos atrativos gastronômicos para atrair investimentos, gerar emprego e renda, visando também a preservação da cultura histórica da região de Santa Felicidade, tradicional bairro de Curitiba.

O projeto oficializa a região para receber incentivos através de projetos turísticos.

Os bairros que integrarão a “Região Turística de Santa Felicidade” são: Cascatinha, Lamenha Pequena, Santo Inácio, São Brás, São João, Butiatuvinha, Campina do Siqueira, Campo Comprido, Mossunguê, Orleans, Vista Alegre e Santa Felicidade.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Queremos convidar você para participar do WhatsApp da Equipe do Ney Leprevost. Basta nos adicionar em sua lista de contatos (41) 99270-1555. É possível sugerir projetos, fazer reclamações e esclarecer dúvidas.

#EquipeNL #WhatsAppEquipeNeyLeprevost #ComunicaçãoDiretaComVocê

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

PSD lança plataforma digital e Ney Leprevost para o Senado

O Espaço Democrático do PSD Paraná promoveu, na quarta-feira (12), um grande encontro para realizar o lançamento da plataforma digital: www.paranainovador.com.br que estabelece uma conexão direta entre o partido e os cidadãos para debater temas locais e regionais.

De acordo com o deputado Ney Leprevost, presidente do Diretório Municipal do PSD Curitiba, a plataforma digital reforça o posicionamento do partido, que é democrático, criativo e centrado nos principais enfrentamentos do País. “O partido tem um grande papel a cumprir para que o Paraná cresça de forma justa e sustentável. E a plataforma digital busca esta interatividade com a população para propor soluções de acordo com os anseios dos paranaenses”, disse.

Com o apoio do Espaço Democrático – fundação para estudos e formação política da legenda, as lideranças do partido farão reuniões públicas em todo o estado, abrindo um ciclo de debate direto e ao vivo com a população.

Na oportunidade, os deputados do PSD se revezaram lançando o nome do deputado Ney Leprevost como futuro candidato ao senado pelo Estado do Paraná. Em seu pronunciamento, o deputado Marcio Nunes, líder do PSD na Assembléia, garantiu.: “O Ney tem nosso apoio, se as eleições fossem hoje ele faria o dobro dos votos do atual prefeito. O Ney está mais que preparado para assumir uma vaga no senado”, disse.

Participaram da reunião os deputados Alexandre Guimarães, Delegado Recalcatti, Guto Silva, Luís Raimundo Corti, Marcio Nunes, Ney Leprevost e Palozi.

(Via Assessoria de Imprensa -Rodrigo França)

Atenção colegas de imprensa

(Via #EquipeNL)

Sobre a denúncia feita pelo jornalista Celso Nascimento e publicada na Gazeta do Povo com o título “Gaeco investiga alvarás e descobre trama eleitoral que derrotou Leprevost”, informamos que o deputado Ney Leprevost irá protocolar pedido de investigação na Procuradoria Regional Eleitoral do Paraná nesta segunda feira, às 14 horas.
O endereço da Procuradoria é avenida Marechal Deodoro, 933 – Centro – Entre as ruas Mariano Torres e Tibagi.

SERVIÇO:

Data: 19 de junho de 2017 (segunda-feira)
Horário: 14h00
Local: Procuradoria Regional Eleitoral do Paraná.
Endereço: Marechal Deodoro, 933 – Centro – Entre as ruas Mariano Torres e Tibagi.

* Mais informações sobre o pedido de investigação em frente a Procuradoria .

#NeyLeprevost

Ney Leprevost cobra reabertura da UPA da CIC e medicamentos para UPA do Tatuquara


Moradores de vários bairros de Curitiba tem procurado o deputado Ney Leprevost para relatar problemas nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). A UPA do Tatuquara, aberta esta semana, já coleciona reclamações como a falta de medicamentos e de internet para acesso aos prontuários eletrônicos e exames.

Outro problema é a UPA da CIC, que está fechada e não tem data para reabertura. Em média, eram realizados cerca de 400 atendimentos por dia e todas estas pessoas estão sendo redirecionadas para outros locais; gerando transtornos e custo adicional de transporte que, este ano, teve a tarifa aumentada pelo prefeito Rafael Greca em 14,86%, muito acima da inflação, passando de R$ 3,70 para R$ 4,25.

” É meu dever como parlamentar cobrar do prefeito que priorize a saúde, conforme a promessa feita por ele exaustivamente na sua campanha . As pessoas que sofrem com filas, falta de exames e de remédios estão revoltadas. Se a prefeitura não tomar uma atitude nos próximos dias , infelizmente vamos ter que estudar alguma medida judicial que obrigue o prefeito a cumprir seu dever constitucional de garantir saúde as pessoas ” , afirma Ney .

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretaria de Esportes reabre o Ginásio do Tarumã neste sábado

Interditado desde 2013 por determinação do Corpo de Bombeiros, o Ginásio de Esportes Almir Nelson de Almeida, o mais antigo do Paraná será reaberto. Nesse sábado, dia 26, acontece o Voleibol das Estrelas, a partida será disputada pelas atletas que fizeram parte do projeto Centro Rexona de Excelência do Voleibol, que unia uma equipe profissional de voleibol feminina e um projeto social e neste ano completa 20 anos.

A revitalização do complexo do Tarumã custou R$ 1,4 milhões. Agora o espaço é uma arena multiuso que além de abrigar jogos oficiais de voleibol também irá receber projetos sociais e outras atividades esportivas.

De acordo com o deputado Ney Leprevost, que já foi secretário estadual do Esporte e Turismo, a reabertura do ginásio é motivo de alegria. “O Tarumã foi palco de grandes eventos esportivos e não poderia continuar fechado. Quero parabenizar a Secretaria de Esporte e Turismo pela iniciativa. Esporte é vida, esporte é saúde, esporte é uma ferramenta formidável para manter as crianças dentro da escola, longe do crime e da violência”, disse.

Ney Leprevost, é autor da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte e da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, que ainda tem que ser regulamentada pelo Governo do Estado. “Aproveito a oportunidade para pedir ao governo que regulamente a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, de nossa autoria”, afirmou Ney .

Para a partida de amanhã estão confirmados oito medalhistas olímpicas: Fernanda Venturini, Érika, Elisângela, Valeskinha, Fofão e Wal, além de Ana Maira Volponi, e a curitibana Filó, que se reúnem a outras atletas para jogar e relembrar os títulos da equipe Rexona. O time será liderado pelo técnico Bernardinho.

Os ingressos podem ser adquiridos através do site www.diskingressos.com.br . Os valores vão de R$20 a R$ 60, conforme a posição dentro do ginásio.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost cobra redutor de velocidade na Rodovia PR-418

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, encaminhou ofício Departamento de Estradas de Rodagem (DER) solicitando a implantação de redutores de velocidade na rodovia PR-418, no trecho entre a Rodovia dos Minérios e o bairro de Santa Felicidade.

A reclamação foi feita por moradores da região através do “Espaço Cidadão”, um canal de comunicação entre a população paranaense e o deputado Ney Leprevost. Por e-mail, eles apontaram a falta de manutenção, sinalização e redutores de velocidade na rodovia.

No local, têm ocorrido inúmeros acidentes relacionados à alta velocidade dos veículos, inclusive com vítimas fatais. Com redutores de velocidade os acidentes nesse trecho tendem a diminuir.

(Via Assessoria de Imprensa- Rodrigo França)

Ney Leprevost vota a favor dos servidores estaduais

O deputado Ney Leprevost votou contrário a emenda do Governo do Estado que modifica o pagamento da data-base dos servidores do Paraná. A proposta enviada pelo Executivo teve 34 votos favoráveis e 18 contrários e voltará ao plenário para segunda discussão na próxima quinta-feira.

A recomposição da inflação de 2016, além do adicional de 1%, estavam garantidos pela legislação, aprovada em 2015.

Segundo Leprevost “a data base era um compromisso assumido pelo governo e pelo legislativo com os servidores”.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost é homenageado com título de “Patrono dos Garçons do Paraná”

O deputado Ney Leprevost, candidato a prefeito de Curitiba, foi homenageado pelo Sindicado dos Garçons Autônomos do Paraná (SINGAPAR), com o título de “Patrono dos Garçons”. O título é em reconhecimento a sua dedicação e apoio aos garçons, maitres e barmens do Estado do Paraná.

“É uma honra receber esta homenagem, quero agradecer ao Sindicado dos Garçons Autônomos pelo reconhecimento ao nosso trabalho. Assim como os garçons, tenho a missão de servir. Quero servir a nossa Curitiba com muita dedicação”, disse Ney.

(Via #EquipeNL)

Leprevost cobra de lideranças partidárias em Brasília agilidade na aprovação do projeto “10 Medidas Contra Corrupção”

O deputado estadual Ney Leprevost esteve na última quarta-feira em Brasília/DF para prestigiar o evento “10 Medidas Contra a Corrupção” e cobrar das lideranças partidárias da Câmara Federal a discussão e aprovação deste conjunto de propostas para mudar a legislação brasileira e tornar mais rigorosas as penas contra a corrupção.

Ney, que é autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná e da Lei da Transparência proposta pelo “Movimento Paraná que Nós Queremos”, lembrou que o projeto contou com apoio da sociedade e mais de dois milhões de assinaturas. “É preciso passar o Brasil a limpo. Um corrupto com sua caneta Mont Blanc mata mais do que cem bandidos armados e encapuzados. Ao superfaturar obras ele tira a merenda das escolas, o leite das crianças, o remédio dos idosos. É hora de nos unirmos e jogarmos duro contra a corrupção”, afirmou.

Leprevost também defende a importância da conscientização política como uma das medidas para fiscalizar os agentes públicos evitando assim a corrupção. “Eu considero fundamental que esta nova geração tenha uma consciência muito forte em relação a questão da cidadania, ao seu papel como contribuinte e ao rechaçamento total do desvio do dinheiro público”, disse.

E complementou: “Se toda a população se conscientizar que deve saber cobrar da maneira adequada os governantes, fazendo com que estes correspondam da melhor forma possível aos anseios da sociedade, gerindo de forma séria e competente, nós podemos sim ter uma País melhor onde as pessoas tenham suas necessidades básicas atendidas”.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

CONVITE – REUNIÃO PÚBLICA

CONVITE
O Diretório Municipal do PSD Curitiba tem o prazer de convidar você e seus amigos para:

REUNIÃO PÚBLICA.
Data: 05 de ABRIL – terça-feira
Horário: 19:00 horas
Local: CLUBE URCA
Rua Albano Reis, 170 – Ahú

Ney Leprevost
Presidente do PSD Curitiba

Sancionada Lei de Ney Leprevost sobre Conscientização da Esclerose Tuberosa

Foi sancionada pelo Governo do Estado a Lei 18650/2015 de autoria do deputado Ney Leprevost que institui o programa de conscientização da esclerose tuberosa no Paraná.

A esclerose tuberosa é uma doença genética que afeta diversos órgãos do corpo e leva ao desenvolvimento de tumores benignos. Sem tratamento, pode evoluir rapidamente e comprometer as funções do sistema atingido, levando a disfunções em graus variáveis em órgãos nobres como o cérebro, os rins e pulmões.

Cada paciente possui o seu tipo peculiar de manifestação da doença e cada pessoa terá o seu conjunto de sinais e sintomas. Os mais comuns são: alterações ligadas à fala e deglutição; fadiga; problemas de memória; transtornos emocionais; problemas de bexiga e intestinais; transtornos visuais; problemas de equilíbrio e coordenação; rigidez de um membro ao movimento, principalmente membros inferiores; entre outros.

O diagnóstico é feito através do histórico clínico detalhado, associado ao exame clínico e neurológico completos e confirmado por três exames laboratoriais complementares; Ressonância Magnética, Punção Lombar e Potencial Evocado. O tratamento visa o controle dos sintomas, a remoção cirúrgica de tumores (quando indicada) e a manutenção das funções do órgão afetado.

Ainda não há cura para essa síndrome, apenas tratamento para seus sintomas, mas há muito a ser feito para melhorar a qualidade de vida do portador. O tratamento é sintomático, isto é, procura-se sanar os sintomas que se manifestam, e normalmente é acompanhado da aplicação de anticonvulsivantes no intuito de se controlar as crises convulsivas presentes na maioria dos casos.

De acordo com o texto, a Secretaria Estadual da Saúde ficará encarregada de realizar campanhas educativas para divulgar o tema com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos da doença. A data de 30 de Agosto passará a integrar o Calendário de Eventos Oficiais do Estado do Paraná, como Dia Estadual de Conscientização da Esclerose Tuberosa.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost diz que PSD Curitiba vai exigir ficha limpa e fazer escola preparatória para pré-candidatos

A Executiva Municipal do Partido Social Democrático (PSD) de Curitiba realizou nesta semana, a última reunião do ano, onde foram definidas algumas diretrizes para as eleições municipais de 2016 na capital paranaense.

O encontro contou com presença de pré-candidatos a vereador pelo partido, que além de participarem de debate sobre temas importantes para as próximas eleições, receberam a carteirinha de filiação.

De acordo com o presidente do PSD Curitiba, deputado Ney Leprevost, o partido vai ter chapa completa de vereadores nas eleições de outubro do ano que vem. “Para ser candidato a vereador pelo PSD Curitiba é obrigatório ter ficha limpa. As eleições acontecerão só em outubro de 2016, mas já estamos preparando o time”, disse.

Leprevost também adiantou que o PSD vai criar uma escola preparatória para orientar os pré-candidatos. ”Contaremos com advogados para esclarecer as principais mudanças na Lei Eleitoral e profissionais das áreas de marketing e redes sociais para dar dicas valiosas aos nossos candidatos”.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost defende sociedade como quarto poder, em palestra para estudantes

O deputado Ney Leprevost proferiu palestra na manhã desta quarta-feira (25) para cerca de 200 alunos do segundo ano do ensino médio do Colégio Marista Paranaense.

Na ocasião, Leprevost falou sobre o panorama atual da política brasileira, em âmbito federal, estadual, municipal, chamou três alunos da plateia para representar os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e explicou a função de cada um dos poderes e respondeu a perguntas do público. Leprevost ainda lembrou sobre a importância da cidadania e dos direitos humanos em exercer o papel de liberdade, igualdade de oportunidades e justiça.

“Existem 3 poderes formais: o Executivo, o Legislativo, o Judiciário e o quarto poder informal que é o da sociedade organizada, que refere-se as ações coletivas voluntárias em torno de interesses coletivos, propósitos e valores, ou seja, é o pleno exercício da cidadania”, disse Leprevost.

Para o professor de filosofia da instituição e organizador da palestra, Sérgio Vicentin, “o deputado Ney Leprevost foi muito didático e procurou estimular o debate com temas atuais da política brasileira. Foi ótima a palestra e correspondeu ao esperado, pena que o tempo de 01h30min foi pouco”.

Leprevost parabenizou a iniciativa da instituição em estimular a discussão de temas atuais e elogiou o nível de conhecimento dos alunos. “Quero agradecer o carinho e a atenção de todos. Parabéns ao professor de filosofia, Sérgio Vicentin que preparou muito bem a turma em assuntos relacionados a cidadania. Gostei muito de encontrar o professor Elemar e o professor Irmão Balestro, meus amigos desde que tive a oportunidade de cursar, durante minha adolescência, dois anos nesta excelente instituição de ensino”, afirmou Leprevost.

Ney no Novembro Azul

O deputado Ney Leprevost ocupou a tribuna do Plenário nesta terça-feira, dia 17, para reforçar apoio a campanha “Novembro Azul”, de prevenção ao câncer de próstata.

Ney, que também é líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, agradeceu a presença da presidente do Instituto HumSol, sra. Tania Mary Gomez, do voluntário e coordenador da campanha “Novembro Azul”, sr. Nelson Asinelli e da 1ª secretária do Instituto, sra. Sandra Prado, que estiveram na Assembleia para distribuir informativos da Sociedade Brasileira de Urologia com informações de prevenção da doença.

“A campanha Novembro Azul busca uma maior conscientização e divulgação para os homens mostrando os benefícios de prevenir uma doença que pode levar a morte”, afirmou Ney.

A ação fez parte das atividades da 5ª secretaria da Assembleia Legislativa, que regimentalmente tem a função de promover campanhas educativas.

Mais informações sobre a prevenção ao câncer de próstata no site http://portaldaurologia.org.br/

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto)

Salva Bicho

O deputado Ney Leprevost recebeu a visita de Fabiane Rosa, do grupo Salva Bicho. “A Fabiane é uma lutadora incansável da proteção animal”, disse Ney.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto)

SUS é desaprovado por 87% da população, apesar de ser pago por todos os brasileiros

*Por Ney Leprevost

Um estudo recente divulgado pelo instituto Datafolha revela o que muitos já sabíamos. A qualidade da saúde pública no país não agrada aos brasileiros. Ao menos a 87% deles, que disseram desaprovar o SUS, Sistema Único de Saúde. São comuns os casos de pessoas reclamando de esperas de horas em filas de postos de saúde e hospitais. Com a repercussão das redes sociais, essas histórias vem à tona quase que diariamente. São pessoas morrendo em centros médicos antes mesmo de terem acesso ao atendimento.

Em Curitiba mesmo, em junho, uma mulher de 37 anos morreu na porta da Unidade de Saúde do bairro Fazendinha, enquanto esperava atendimento. Sofrendo de dores na cabeça e no peito, ela esperou por um médico durante quatro horas, até que não resistiu e faleceu na calçada da unidade de saúde. Diante deste cenário não é de se espantar o resultado da pesquisa do instituto Datafolha, encomendada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Os 2.069 entrevistados – durante o mês de agosto – também foram questionados sobra as notas atribuídas ao atendimento do SUS. O resultado apontou que 20% deram nota zero tanto para o SUS quanto para a saúde pública brasileira. De acordo com os entrevistados o que mais incomoda são as longas filas de espera por atendimento (29%) e a dificuldade de acesso a consultas e cirurgias pelo Sistema Único de Saúde (36%).

Devido às más administrações, faltam médicos. E também equipamentos de ponta, estruturas aptas a receber o cidadão e investimento em matéria-prima básica para vários tipos de tratamento. Não é novidade para quem acompanha minha trajetória política que a saúde é a principal bandeira que defendo. Só no primeiro semestre deste ano apresentei 26 projetos voltados à melhoria da saúde pública de nosso estado. Como homem público e Líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania considero fundamental cobrar o governo, em todas as esferas, as melhorias no Sistema Único de Saúde.

Acredito que é possível e necessário investir no SUS, por meio de soluções práticas. Uma delas passa pelo investimento no quadro de funcionários, que é notoriamente deficitário na maioria das regiões do país. A modernização também é um caminho, permitindo aos usuários mais interação e menor espera em filas para conseguir agendar uma consulta. Mas, o principal caminho é adotar medidas que privilegiem a chamada “atenção básica”, que é a saúde preventiva realizada por equipes multi-profissionais.

Agora, no início de outubro, protocolei um requerimento junto ao governo federal questionando a falta de equipamentos adequados para atender aos pacientes com câncer de mama, no Hospital de Clínicas. Ao menos oito pacientes graves sofrem sem poder realizar exames. E isso em pleno “Outubro Rosa”, mês mundial de conscientização sobre os riscos do câncer de mama. Também já fiz e voltarei a fazer, se preciso, cobranças parecidas aos governos municipal e estadual.

Além dos parlamentares, também cabe aos usuários do sistema uma cobrança do poder público. Porém, 41% dos que responderam a pesquisa do Datafolha disseram estar aguardando uma resposta do Sistema Único de Saúde há mais de seis meses. Acredito que, apesar da leniência das respostas, só questionando quem está no poder e cobrando posturas firmes e dignas de nossos governantes poderemos começar a mudar este cenário. Para, quem sabe um dia, este percentual da pesquisa se inverter e passarmos a aprovar o sistema de saúde oferecido à população. Nada mais justo, afinal o povo paga por este serviço com seus impostos e, também por isso, tem o direito de ser melhor tratado.

*Ney Leprevost é administrador e exerce mandato de deputado estadual.

Leprevost alerta para aumento de casos de sarampo, caxumba e coqueluche

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, demonstrou preocupação com a informação divulgada pelo Ministério da Saúde sobre o aumento dos números de casos de sarampo, caxumba e coqueluche no país

De acordo com o Ministério, o aumento de casos se deve ao relaxamento dos pais em relação à vacinação dos filhos. No passado estas doenças foram praticamente eliminadas no Brasil graças à introdução de vacinas.

“É inadmissível e preocupante a falta de uma campanha forte e incisiva de divulgação por parte do Governo Federal para alertar os pais sobre os riscos de não vacinar suas crianças contra a caxumba, coqueluche e o sarampo. Não é porque estas doenças não são mais circulantes que elas estão controladas”, afirmou Leprevost.

Segundo dados do Ministério, a incidência de coqueluche aumentou dez vezes em apenas três anos, casos de caxumba têm se tornado mais frequentes em Estados como São Paulo e Rio de Janeiro e um surto de sarampo acaba de atingir o Nordeste. No Paraná, em 2014, foram registrados 954 casos de coqueluche e, desde 2000, não há casos confirmados de sarampo. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná a caxumba não se enquadra nos dados de “Notificação Obrigatória” e, a pasta, não tem informações sobre esta doença, ficando a cargo dos municípios.

Leprevost lembra que é necessária a vacina principalmente para as pessoas que viajaram ao exterior e ainda não foram imunizadas.

Confira os principais sintomas das doenças:

Sarampo: mal-estar, febre alta, coriza, tosse e fotofobia – incômodo ocular em lugares iluminados. Após estes sintomas, geralmente há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.

Caxumba: febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. Uma das principais características da doença é o aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar.

Coqueluche: Espirros e corrimento nasal, tosse, olhos lacrimejando, febre baixa em alguns casos.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Leprevost cobra da Secretaria da Educação melhorias em colégio estadual do Tatuquara

O deputado estadual Ney Leprevost protocolou ofício na Secretaria Estadual da Educação cobrando melhorias no Colégio Estadual Guilherme Maranhão, localizado no bairro Tatuquara em Curitiba.

De acordo com a reclamação, que chegou ao Espaço Cidadão disponibilizado no site www.neyleprevost.com.br, o Colégio se encontra em más condições de utilização das suas dependências.

Leprevost afirma que o Estado tem o dever de proporcionar o melhor ambiente possível para alunos e funcionários da instituição de ensino. “Os professores, funcionários e alunos do Colégio precisam de um ambiente confortável e agradável de ensino e trabalho, para diminuir os índices de evasão escolar, aumentar a qualidade do rendimento acadêmico e diminuir o desgaste profissional de todos que trabalham no local”, afirmou.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Filipe Recalcatti assume PSD Jovem e diz que Ney Leprevost tem as melhores ideias para Curitiba

O coordenador do PSD Jovem de Curitiba, Filipe Recalcatti, expressou total apoio ao nome do deputado estadual Ney Leprevost como possível candidato para disputar as eleições municipais para a Prefeitura de Curitiba.

“O Ney é uma pessoa muito querida pelos paranaenses. A população tem um carinho bem grande por ele, pois além de ser um político ficha-limpa tem as melhores ideias e disposição para trabalhar em favor dos curitibanos”, afirmou.

Filipe assumiu recentemente a coordenação do PSD Jovem de Curitiba e conquistou interesse pela política quando começou a trabalhar com seu pai, o delegado Rubens Recalcatti. “Me inspirei no meu pai quando trabalhei por duas vezes na sua campanha política. Na primeira campanha foi um desafio, pois não tivemos praticamente estrutura nenhuma e mesmo assim conseguimos uma boa votação. Já na segunda campanha, com estrutura melhor, o resultado foi mais satisfatório”.

Filipe diz que escolheu o PSD por ser um partido novo e que acredita na renovação do cenário político na capital paranaense. “Nosso partido está disposto a realizar mudanças e apresentar novas ideias em prol dos jovens que moram em Curitiba”.

Nos seus planos está o fortalecimento do segmento através de encontros para conscientizar os jovens sobre a importância da participação política. “Estamos em fase de elaboração e estruturação de um cronograma de eventos que despertem o interesse e abordem temas diretamente ligados aos jovens. Nosso principal objetivo será estimular os participantes para apresentarem propostas que favoreçam e beneficiem a população”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Linha “Inter-Hospitais” de autoria do deputado Ney Leprevost, completa 18 anos a serviço da população

A linha Inter-Hospitais, projeto idealizado pelo deputado Ney Leprevost e que liga os principais hospitais de Curitiba completa dezoito anos nesta terça-feira (11).

De acordo com o parlamentar, os veículos da linha facilitam o acesso aos estabelecimentos de saúde mais procurados pela população. “É um serviço que tem como objetivo servir como alternativa de transporte para os curitibanos e principalmente para pessoas que chegam a Curitiba para tratamento de saúde”, diz o deputado.

Segundo o deputado Ney Leprevost, autor do projeto criado em 1997, “fiz este projeto por sugestão da Irmã Glaci, uma freira muito dedicada que é voluntária do Hospital de Clínicas, quando fui presidente da Associação dos Amigos do HC e vereador de Curitiba. Ela me procurou e me contou o drama dos pacientes do interior que chegavam na rodoviária sem dinheiro e não tinham como chegar até o local do tratamento médico. Protocolei um projeto na Câmara e procurei o Fric Kerin, que era o presidente da URBS. Junto com a sua competente equipe desenvolvemos o projeto de um ônibus com elevador para os cadeirantes, sistema de som para alertar os cegos sobre a chegada nos pontos e foi traçado um roteiro passando pelos principais hospitais, clínicas e laboratórios da cidade”.

A linha circula com ônibus especiais com elevador de acesso e adaptados para pessoas com deficiências. Diariamente, os ônibus percorrem um raio de cinco quilômetros na área central e o ponto de partida é a Estação Rodoferroviária de Curitiba. Para embarque é necessário o Cartão de Embarque, pois os ônibus não possuem cobrador.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost protocola projeto de prevenção as doenças raras no Paraná

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou na Assembleia Legislativa projeto de lei para incentivar a Informação, Capacitação e Pesquisa sobre Doenças Raras no Estado do Paraná.

As doenças raras são aquelas que ocorrem com pouca frequência ou raramente na população. Analisando os vários conceitos adotados no mundo, é possível situar as doenças raras na faixa das que possuem prevalência máxima variável de 0,5 a 7 por 10.000 habitantes.

Até o início dos anos 80, os pacientes com doenças raras não faziam parte da agenda das autoridades governamentais. A atuação de organizações de pacientes e movimentos sociais ao redor do mundo não apenas deu voz às necessidades dessas pessoas como contribuiu para que doenças raras passassem a ser consideradas um problema de saúde pública.

De acordo com o deputado Ney Leprevost “esse projeto de lei tem como objetivo informar a população paranaense, capacitar melhor os profissionais de saúde e estimular as pesquisa sobre as doenças raras no Paraná”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Confira a lista dos 20 deputados que nesta segunda-feira 22/06 votaram a favor dos 8,17% para todos servidores públicos do Paraná:

Deputado Adelino Ribeiro
Deputado Ademir Bier
Deputado Chico Brasileiro
Deputado Claudio Palozi
Deputada Cristina Silvestri
Deputado Evandro Araújo
Deputado Gilberto Ribeiro
Deputado Márcio Pacheco
Deputado Márcio Pauliki
Deputado Nelson Luersen
Deputado Nereu Moura
Deputado Ney Leprevost
Deputado Paranhos
Deputado Edson Praczyk
Deputado Péricles de Mello
Deputado Professor Lemos
Deputado Rasca Rodrigues
Deputado Requião Filho
Deputado Tadeu Veneri
Deputado Tercílio Turini

Ney Leprevost assume a coordenação da Frente Parlamentar de Defesa dos Setores de Comércio Gastronômico, Hotelaria e Turismo

Nesta semana, o deputado Ney Leprevost assumiu a coordenação da recém-criada Frente Parlamentar de Defesa dos Setores de Comércio Gastronômico, Hotelaria e Turismo, que tem validade até o final da presente Legislatura.

A Frente Parlamentar tem como objetivo reunir parlamentares, que desenvolvam um trabalho em parceria com os órgãos representativos do segmento para defender ações e projetos que apoiem o desenvolvimento do turismo e dos restaurantes.

“Entendo que neste momento de dificuldades financeira e política que estamos vivendo, o turismo é um dos setores que mais emprega e uma das principais portas de entrada para o empreendedorismo, tanto para as micro e pequenas empresas, quanto para o primeiro emprego”, afirmou Ney Leprevost.

O parlamentar também enfatizou a importância de que a Assembleia, os órgãos governamentais do setor e as entidades do trade turístico trabalhem conjuntamente. “Somos todos peças importantes desta engrenagem e vamos trabalhar integrados para que o turismo seja fortalecido, gerando trabalho, renda, impostos e para que os governos invistam neste segmento. A Frente Parlamentar também vai acompanhar a tramitação de proposições de interesse do setor e batalhar para que todas as leis que contribuam para melhorar o turismo sejam aprovadas”, concluiu.

Além do coordenador, deputado Ney Leprevost, a Frente Parlamentar de Defesa dos Setores de Comércio Gastronômico, Hotelaria e Turismo é composta por:

– Deputado Alexandre Guimarães
– Deputado André Bueno
– Deputado Bernardo Carli
– Deputada Cantora Mara Lima
– Deputado Chico Brasileiro
– Deputado Claudia Pereira
– Deputado Elio Rusch
– Deputado Felipe Francischini
– Deputado Gilberto Ribeiro
– Deputado Guto Silva
– Deputado Hussein Bakri
– Deputado Marcio Pacheco
– Deputado Nelson Luersen
– Deputado Nereu Moura
– Deputado Paranhos
– Deputado Pastor Edson Praczyk
– Deputado Paulo Litro
– Deputado Péricles de Mello
– Deputado Rasca Rodrigues
– Deputado Schiavinato
– Deputado Tercílio Turini

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto)

Ney Leprevost propõe exame oftalmológico para crianças na primeira série

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania, protocolou projeto de lei que institui a apresentação de exame oftalmológico gratuito, para todas as crianças que se matricularem na primeira série do ensino fundamental, nas escolas da Rede Estadual e Particulares do Estado do Paraná.

De acordo com o texto, a instituição de ensino deverá, no ato da matrícula, cobrar a entrega do exame-médico oftalmológico da criança. Caso a criança não tenha realizado o exame, a instituição deverá encaminhar o aluno para os serviços de saúde que realizam o teste de forma gratuita para garantir a realização da avaliação médica no prazo máximo de 30 dias a partir da data da matrícula.

A maior causa da evasão escolar são os problemas de visão que respondem por 22,9% dos casos. Especialistas apontam que 5% das crianças brasileiras são cegas de pelo menos um olho e 60% dos casos de cegueira são evitáveis.

A maior causa de cegueira monocular na infância é a ambliopia ou olho preguiçoso que atinge 4% das crianças brasileira e que ocorre quando o desenvolvimento de um olho fica comprometido. O diagnóstico antes dos 7 anos permite que o tratamento seja feito com a oclusão do olho de melhor visão para forçar o desenvolvimento do outro.

Para o autor do projeto deputado Ney Leprevost “a realização do exame oftalmológico completo, no ato da matrícula, na primeira série do ensino fundamental, vai possibilitar o tratamento da doença no início do aprendizado infantil e melhorar o aprendizado das crianças com dificuldades de visão”, afirmou.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost abre espaço para Hospital do Câncer apresentar projeto cirúrgico robótico

Por proposição do deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania, o superintendente do Hospital Erasto Gaertner, Sr. Adriano Lago, ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para apresentar o projeto de inovação do Centro Cirúrgico da instituição, através da implantação de um novo Sistema Cirúrgico Robótico que pretende ampliar a oferta de cirurgias minimamente invasivas, além de outras cirurgias não realizadas atualmente na entidade.

O Hospital Erasto Gaertner é um centro de excelência na prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer, sendo referência no sul do Brasil. Nos últimos três anos, anualmente, fez mais de 300.000 doses de quimioterapia e mais de 7.000 cirurgias, aplicou mais de 53.000 doses de quimioterapia e realizou mais de 200.000 aplicações de radioterapia. Os dados estatísticos revelam que 2% dos pacientes são crianças e adolescentes, 42% idosos e 56% adultos entre 19 e 56 anos. Quanto à procedência dos pacientes 47% são de Curitiba, 27% de Região Metropolitana, 25% de cidades do interior do Paraná e 1% de outros estados.

De acordo com o superintendente do Hospital Erasto Gaertner, Sr. Adriano Lago, o novo Sistema Cirúrgico Robótico é uma plataforma altamente sofisticada, desenvolvida para permitir a execução de cirurgias complexas utilizando-se de procedimentos minimamente invasivos. O projeto pretende atender predominantemente pacientes vindos do SUS, que nos últimos 5 anos, em média, representaram 92% do total das cirurgias realizadas no hospital.

O objetivo é implantar o novo Sistema Cirúrgico Robótico e capacitar uma equipe especializada para realizar por ano cerca de 500 cirurgias minimante invasivas. “A possibilidade do aumento da oferta dos procedimentos cirúrgicos, não afetará os convênios atualmente firmados com o gestor público municipal, ou seja, o objetivo é atender uma demanda extraordinária de novas cirurgias, que atualmente deixamos de atender pelo convênio SUS”, afirmou Lago.

Confira o passo a passo para apoiar com abatimento de imposto de renda o projeto no site: www.erastogaertner.com.br/pagina/pronon

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Projeto de Ney Leprevost estende Lei da Ficha Limpa para ONGs

O deputado Ney Leprevost, autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná, protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que dispõe sobre as condições para repasses de dinheiro público para organizações não governamentais no Estado do Paraná.

De acordo com o texto, somente poderão receber recursos, ONGs em que os membros não forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de oito anos após o cumprimento da pena. Da mesma forma, ficam impedidas de receber recursos as organizações em que os membros tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, nos oito anos seguintes, contados a partir da data da decisão, aplicando-se o disposto no inciso II do art. 71 da Constituição Federal, a todos os ordenadores de despesa, sem exclusão de mandatários que houverem agido nessa condição.

Da mesma forma, os detentores de cargo na administração pública direta, indireta ou funcional, que beneficiarem a si ou a terceiros, pelo abuso do poder econômico ou político, que forem condenados em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, pelo prazo de oito anos. Ainda de acordo com o projeto, as organizações não governamentais que receberem, direta ou indiretamente, inclusive por meio de publicidade, recursos públicos de qualquer espécie, ficam obrigadas a prestar contas ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná, bem como divulgar, em site próprio na internet, as informações relativas à utilização desses valores no prazo de 180 dias a contar do seu recebimento.

De acordo com a lei, o poder Público só firmará parceria ou convenio com organização não governamental que cumprir, entre outros, os seguintes requisitos: funcionar sem subcontratação; sem locação de mão-de-obra na sua atividade-fim, ou de qualquer outra forma que a caracteriza como mera intermediária de prestação de serviços; não remuneração de seus dirigentes; os dirigentes não poderão ser cônjuge, ascendentes, descendentes e colaterais até terceiro grau de autoridades administrativas do órgão público com o qual for celebrada a parceria; divulgação, na internet no site da ONG, de informações relativas a todos os projetos executados e em execução; informações relativas a seus dirigentes e suas atribuições específicas; definição e divulgação dos critérios de monitoramento e avaliação de resultados de projetos firmados com o Poder Público.

Outra mudança importante diz respeito à transferência de recursos, que ficará vedada para ONGs que tenham em suas relações anteriores com o Poder Público, incorrido em pelo menos uma das seguintes condutas: imissão no dever de prestar contas; descumprimento injustificado do objeto de parcerias ou convênios; desvio de finalidade na aplicação dos recursos transferidos; ocorrência de dano ao Erário; prática de outros atos ilícitos na execução de parcerias ou convênios.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost convoca deputados para assinarem requerimento cobrando do Ministério da Saúde vacinas da gripe para todas crianças paranaenses

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, ocupou a tribuna do plenário da Assembleia Legislativa convocando todos os deputados a assinar requerimento com a finalidade de solicitar ao Ministério da Saúde vacinas gratuitas contra gripe para crianças e seus professores.

Ney lembra que foi solicitada ao Ministério de Saúde a antecipação da vacinação para o começo de abril, quando a temperatura cai e aumenta o risco de transmissão da doença. O Ministério sinalizou que a campanha seria iniciada em 27 de abril e posteriormente anunciou que a campanha nacional começaria somente em 4 de maio.

“A realidade climática do Paraná é diferenciada dos demais estados. Devido ao frio, as pessoas ficam em ambientes mais fechados e a proliferação do vírus é maior”, afirmou Ney.

O parlamentar lembrou que as mortes por gripe continuam existindo. “Em 2012 tivemos 13 mortes, em 2013 foram 38 e em 2014 foram 16 óbitos no Estado. Neste ano, ainda não chegamos ao frio mais rigoroso e 01 pessoa já morreu por gripe em Foz do Iguaçu”.

A vacinação contra a gripe iniciou no dia 4 de maio e por decisão do Ministério da Saúde, por enquanto, será direcionada só para maiores de 60 anos, menores de cinco anos, gestantes, mulheres com pós-parto de até 45 dias, doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores e detentos do sistema prisional.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Sancionada Lei de Conscientização sobre Saúde do Prematuro

Foi sancionada pelo Governo do Paraná a Lei de autoria do deputado Ney Leprevost que trata da Conscientização sobre a Saúde do Prematuro. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que cerca de 20 milhões de nascimentos prematuros ocorrem anualmente em todo mundo e um terço desses prematuros morrem antes de completar um ano de vida.

Segundo o deputado Ney Leprevost, líder da frente Estadual da Saúde e Cidadania, “é importante conscientizar as mães sobre a importância de prevenir partos prematuros e defender a adoção de tratamentos cada vez mais adequados para garantir a sobrevida dos bebês nascidos antes do tempo, isto porque, mesmo depois de adquirir o peso adequado o bebê ainda não está fora de perigo. Durante muito tempo sua sobrevivência ou desenvolvimento sadio irá depender de atenção especial”, disse.

De acordo com a Lei, a Secretaria Estadual da Saúde ficará encarregada de realizar campanhas educativas para divulgar o tema com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos do parto prematuro. A data de 17 de Novembro, Dia Mundial da Prematuridade, passará a integrar o Calendário de Eventos Oficiais do Estado do Paraná.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost protocola projeto de prevenção de acidentes no litoral

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que estabelece a criação do programa de prevenção a acidentes no litoral do Estado do Paraná.

De acordo com o texto, ficará o Poder Publico incumbido de elaborar, produzir, distribuir e afixar por meio de suas Secretarias de Comunicação, Esporte e Turismo em conjunto com o Corpo de Bombeiros do Paraná; placas com as seguintes orientações:

– Se o local é próprio ou não para banho.
– Se o local tem presença de salva vidas.
– Cuidados com a identificação das crianças.
– Identificação das bandeiras de alerta do Corpo de Bombeiros.
– Como evitar que as crianças se percam na faixa litorânea.
– Outros riscos aos banhistas e frequentadores das praias.

Para o deputado Ney Leprevost “o projeto tem por objetivo ajudar o Corpo de Bombeiros a fazer a conscientização dos frequentadores do litoral paranaense. A prevenção é sempre o melhor caminho para evitar acidentes”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Convenção Municipal do PSD vai eleger nova composição do diretório municipal

O deputado Ney Leprevost, presidente do Diretório Municipal de Curitiba do Partido Social Democrático (PSD), confirmou para o dia 12 de maio a convenção para eleição da nova composição do diretório municipal.

Leprevost, deputado estadual que recebeu expressivos 72 mil votos na eleição de 2014, explica que as chapas deverão ser registradas na sede do diretório do PSD na capital (rua Eurípedes Garcez do Nascimento, 791 – Centro Cívico) aos cuidados do advogado da agremiação, dr. Alexis Kotsifas.

O encontro será às 19h no Salão de Eventos da Sociedade Clube Urca (Rua Albano Reis, 170 – Ahú – Curitiba/PR) e vai discutir ainda outros assuntos de interesse partidário.

Serviço:

Convenção Municipal do PSD

Dia 12 de maio de 2015 (terça-feira) às 19h

Local: Salão de Eventos da Sociedade Clube Urca

Rua Albano Reis, 170 – Ahú – Curitiba/PR.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Leprevost quer que municípios que abrigam penitenciárias sejam compensados

O deputado estadual Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que estabelece medidas compensatórias nas cidades que abrigam penitenciárias no Estado do Paraná.

Para o deputado Ney Leprevost “a população das cidades que abrigam estabelecimentos penais sofrem com a possibilidade de fugas, motins, resgates e com diversos problemas sociais, como o inchaço populacional decorrente da migração das famílias dos presos. O objetivo do projeto é dar uma compensação para a população dessas localidades”, afirmou.

De acordo com o texto, os recursos que o Governo deverá aplicar serão proporcionais aos gastos com as construções dos estabelecimentos penais. A compensação deverá se concretizar com infraestrutura e melhorias na educação, saúde, segurança e outras áreas dessas cidades.

As decisões a respeito das medidas compensatórias deverão se sujeitar à opinião pública da localidade, devendo assim a população local dizer qual o melhor meio de compensá-las, através de reuniões públicas para que haja transparência nas decisões.

(Via Assessoria de Imprensa- Rodrigo França)

Projeto de Leprevost isenta de DPVAT quem teve carro roubado

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que proíbe a cobrança do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), quando o veículo for roubado ou furtado.

De acordo com o texto, para assegurar a isenção do pagamento o proprietário do veículo deverá apresentar boletim de ocorrência registrado na Delegacia ao órgão competente.

Para o deputado Ney Leprevost “o objetivo do projeto é não causar maior impacto financeiro ao proprietário do veículo roubado ou furtado. A perda de um veículo gera para o cidadão um grande desgaste emocional além de prejuízo financeiro. A Lei pretende desonerar do pagamento do imposto a pessoa que for prejudicada por terceiros”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Leprevost protocola pedido de informações para saber gastos do governo na repressão aos professores

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa um requerimento cobrando informações do Governo do Estado sobre os valores gastos no cerco realizado nos dias 27, 28 e 29 de abril ao prédio da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná e na repressão contra os professores e servidores.

Por conta dos trágicos acontecimentos, o parlamentar requer informações sobre o efetivo de policiais que participaram da operação; quantos soldados vieram do interior do Paraná e qual o valor pago em diárias pelo Governo do Estado para os soldados que fizeram o cerco do prédio público.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França).

Ney Leprevost vota contra mudança na ParanaPrevidência e a favor dos funcionários públicos

O deputado Ney Leprevost votou contra o projeto de lei 252/2015 que promove mudanças no Regime Próprio de Previdência Social do Estado por entender que vai contra aos interesses dos servidores públicos.

“Embora eu admita as sérias dificuldades por que passa o Governo do Paraná, votei contra o projeto em nome do interesse público, da educação, dos aposentados, pensionistas e dos servidores públicos do Paraná”, afirmou.

A votação, em primeira discussão, aconteceu na noite desta segunda-feira (27) sob forte pressão de servidores públicos e cercada por um grande número de policiais militares.

A sessão ocorreu sem presença de público e, dos 52 deputados presentes, 31 votaram a favor das mudanças e 21 contra.

Confira a lista em ordem alfabética dos deputados que votaram contra ao projeto de lei que promove mudanças no Regime Próprio da Previdência Social do Estado:

– Deputado Adelino Ribeiro;

– Deputado Ademir Bier;

– Deputado Anibelli Neto;

– Deputado Chico Brasileiro;

– Deputado Claudio Palozi;

– Deputado Evandro Araújo;

– Deputado Gilberto Ribeiro;

– Deputado Gilson de Souza;

– Deputado Marcio Pacheco;

– Deputado Marcio Pauliki;

– Deputado Nelson Luersen;

– Deputado Nereu Moura;

– Deputado Ney Leprevost;

– Deputado Paranhos;

– Deputado Pastor Edson Praczyk;

– Deputado Péricles de Mello;

– Deputado Professor Lemos;

– Deputado Rasca Rodrigues;

– Deputado Requião Filho;

– Deputado Tadeu Veneri;

– Deputado Tercílio Turini.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost protocola projeto para proibir a venda de bebidas alcoólicas para pessoas que portam arma de fogo

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para pessoas que estejam portando arma de fogo em casas noturnas, bares e similares no Estado do Paraná.

De acordo com texto, as pessoas que estejam portando arma de fogo deverão se identificar na entrada e receber comanda, ficha ou similar de cor diferenciada, para que sejam facilmente identificadas pelos funcionários. Os estabelecimentos ficarão obrigados a afixar placa informativa, em local visível com a seguinte mensagem: “É proibida a venda de bebida alcoólica às pessoas que estejam portando arma de fogo, conforme lei estadual”.

No mesmo sentido foi protocolado anteriormente na Câmara Municipal de Curitiba um projeto semelhante de autoria do vereador Felipe Braga Côrtes que busca proibir a venda de bebidas alcoólicas às pessoas que portam arma de fogo.

Segundo o deputado Ney Leprevost “o objetivo é combater a combinação entre armas de fogo e bebidas alcoólicas no Estado do Paraná. Esse problema tem se tornado uma realidade perigosa na nossa sociedade e cabe ao Poder Público buscar uma solução. Se quem bebe não pode dirigir porque o carro torna-se uma arma da mesma forma uma pessoa que porta arma de fogo não pode beber”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost pede abertura de concurso na TV Educativa

O deputado Ney Leprevost enviou ofício para o diretor presidente da Rádio e Televisão Educativa do Paraná, sr. Sergio Akio Kabayashi, solicitando informações sobre a atual situação da emissora.

O pedido foi feito baseado na reivindicação do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-Pr), que pede abertura de concurso público na Rádio e TV Educativa do Paraná (RTVE) alegando o grave processo de precarização, demissões e uso de subcontratação de profissionais, bem como as atuais condições de trabalho.

“É importante um amplo debate entre a RTVE e o Sindicato dos Jornalistas para buscar um entendimento a fim que a RTVE seja sempre referência na programação educativa do Estado e na promoção cultural e artística paranaense”, afirmou Ney.

E complementou: “É necessária a constante valorização do profissional de comunicação dando condições dignas de trabalho na busca constante da qualidade e apuração dos fatos de forma idônea”.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Deputado Ney Leprevost protocola na Assembleia Legislativa “Moção de Apoio” ao jornalista ameaçado por fazer reportagens denunciando a corrupção

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa do Paraná Moção de Apoio e Solidariedade ao jornalista James Alberti, que teria sido ameaçado de morte em reação as reportagens sobre corrupção na Receita Estadual em Londrina.

James, que é produtor da RPCTV (afiliada da TV Globo no Paraná) e diretor da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), recebeu uma ligação de uma pessoa não identificada, dizendo-se envolvida no esquema de irregularidades, e disse que havia planos para assassinar o profissional.

Como medida de proteção, o produtor foi para um local seguro fora do Paraná, com apoio da RPCTV. A emissora afirmou em nota que realizou um remanejamento interno e manterá a cobertura jornalística do caso.

“Em um Estado Democrático de Direito é inadmissível que um jornalista seja obrigado a sair de seu Estado para não ser morto, por fazer seu trabalho e cumprir com a missão de informar a sociedade. Ameaçar qualquer jornalista de morte coloca em risco um dos direitos fundamentais de todos os cidadãos: a liberdade de expressão”, afirmou Ney.

Conforme relatado pela Abraji, não é o primeiro caso de tentativa de intimidação de jornalistas no Paraná. Há dez dias repórteres paranaenses sofrem pressão de autoridades públicas para revelarem suas fontes.

O artigo 5º inciso XIV da Constituição Brasileira diz que “é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”. Este direito também está garantido no caso de busca e apreensão de material de trabalho (gravador, agenda, computador, etc).

Da mesma forma, o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros, em seu artigo. 5º, prevê que “é direito do jornalista resguardar o sigilo da fonte”. Também que é dever do jornalista “não colocar em risco a integridade das fontes e dos profissionais com quem trabalha”.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost luta pela volta das consultas do SAS

O deputado Ney Leprevost, líder da frente Estadual da Saúde e Cidadania, atendendo as reivindicações dos servidores estaduais encaminhou ofício ao Governo Estadual cobrando da secretária da Administração e da Previdência, Dinorah Botto Portugal Nogara, o repasse para o pagamento do Serviço de Atendimento à Saúde (SAS), que está suspenso desde novembro do ano passado.

O SAS é um serviço prestado pelo Estado do Paraná a seus servidores, portanto, não pertence ao Sistema Único de Saúde (SUS). A suspensão dos repasses financeiros está obrigando os funcionários estaduais a buscar atendimento médico em clínicas particulares, o que é bastante dispendioso.

Segundo o deputado Ney Leprevost “os servidores dependem do Serviço de Atendimento à Saúde (SAS) e estão aguardando a volta das consultas. Os desacertos financeiros e contratuais não podem prejudicar a assistência aos funcionários”, afirmou.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Projeto de Ney pode demarcar área de pesca e proteger banhistas no litoral

O deputado Ney Leprevost trabalha para aprovar na Assembleia Legislativa projeto de Lei para demarcar áreas de pesca, lazer ou recreação no Litoral do Paraná. O objetivo é garantir a segurança de surfistas e banhistas, além de assegurar o trabalho dos pescadores.

De acordo com o texto, a distância entre a área de lazer e de pesca deve ser de pelo menos 400 metros, demarcada por balizas, placas com dizeres visíveis e permanentes, cabendo ao Poder Público Municipal em colaboração com os órgãos estaduais competentes estabelecer normas para a utilização dos locais delimitados, fiscalizar e aplicar as sanções cabíveis.

A proposta surgiu após uma conversa com representantes da ONG Parceiros do Mar, criada depois da morte de Renata Turra, de 23 anos, que surfava com amigos quando prendeu o leash da prancha em artefato de pesca que estava submerso a menor distância do que a mínima permitida pelo IAP.

Segundo o parlamentar “este projeto é muito importante para garantir a segurança dos banhistas e surfistas que frequentam o litoral do Paraná e não atrapalhar o trabalho dos pescadores”, disse Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost cobra dívida de mais de meio bilhão que o Governo Federal tem com o Paraná na área de saúde

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, reforçou o pedido de cobrança da dívida de mais de meio bilhão que o governo federal tem com o Paraná na área de saúde.

Ney enviou ofício para a presidente da República e aos Ministros da Saúde, da Fazenda e do Planejamento alertando que a dívida é formada por atrasos em ressarcimento ao Estado, atrasos no repasse de recursos de incentivo e o não envio de recursos de medicamentos de alto custo e que estão pagos pela administração estadual.

“O Paraná pagou por gastos que deveriam ser feitos pelo governo federal e ainda não foi reembolsado. As entidades que atendem os pacientes pelo Sistema Único de Saúde, sejam elas públicas, filantrópicas, santas casas, privadas ou universitárias estão prestando atendimento precário a população e correndo o risco inclusive de fecharem suas portas”, afirma Ney.

Na semana passada, após a revelação da dívida feita pelo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, durante o I Congresso Regional Centro-Oeste, Sudeste e Sul e XXXI Congresso Estadual de Secretarias Municipais de Saúde, realizado em Foz do Iguaçu, o Fundo Estadual de Saúde do Paraná recebeu R$ 8,5 milhões devidos pelo governo federal referente a atrasos no pagamento do Fundo de Ações Estratégias e de Comunicação (Faec).

O Paraná ainda aguarda o pagamento de outros débitos relativos à assistência farmacêutica, credenciamento de novos serviços e outros incentivos, cuja situação ainda não foi solucionada por parte do governo federal.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto)

Ney Leprevost cobra do Ministério da Saúde vacinação para todos os paranaenses

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, está cobrando do Ministério da Saúde a vacinação gratuita contra gripe para todos os paranaenses. A Secretaria Estadual da Saúde pretende vacinar cerca de 2,9 milhões de paranaenses conforme os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

A vacinação contra a gripe terá inicio no próximo dia 4 de maio, as doses estarão disponíveis para idosos (+60 anos), crianças menores de cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres com pós-parto de até 45 dias), doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores e detentos do sistema prisional.

Segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde, em 2014 o Paraná registrou a ocorrência 277 casos graves e 16 mortes por gripe. Do total de mortes, dez tinham direito à vacina, mas não foram imunizados.

O deputado Ney Leprevost tem exigido do Ministério da Saúde a liberação das vacinas para todos os paranaenses. Segundo Leprevost “a realidade climática do sul é diferenciada. Devido ao frio, as pessoas ficam em ambientes mais fechados e a proliferação do vírus é maior. Por isso é necessário à vacinação de todas as pessoas que desejarem, principalmente as crianças”, afirmou.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney recebe homenagem

O deputado Ney Leprevost foi homenageado pelo Instituto de Convivência Incluir (ICI), especialista em equoterapia e oficinas terapêuticas para crianças especiais e adultos. Na ocasião, Ney recebeu das mãos da supervisora do ICI, sra. Fabiana Riskalla, a camiseta Ferradura do Bem, uma homenagem aos apoiadores e incentivadores da instituição.

“É muito gratificante apertar a mão de um deputado que se preocupa com a saúde da população. O Ney é exemplo de político”, afirmou Riskalla.

A homenagem aconteceu na tarde de quarta-feira (15), em seu gabinete. A camiseta tem design exclusivo e foi elaborada pela Lustig Publicidade.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost defende 250 famílias de Curitiba que o INSS tenta deixar sem casa para morar

Por proposição do deputado Ney Leprevost foi realizada na Assembleia Legislativa do Paraná uma Audiência Pública para debater a dramática situação das 250 famílias que moram na Vila Domitila, em Curitiba. A área de 190 mil metros quadrados é alvo de uma briga judicial que já dura mais de 30 anos.

Na oportunidade, Leprevost resolveu enviar requerimentos para o INSS pedindo a suspensão do novo leilão da área e a paralisação do despejo dos moradores, bem como ofício para a prefeitura de Curitiba solicitando a entrega da planta original da Vila Domitila, de 1927. Ainda sugeriu o envio de ofícios e requerimentos para a bancada federal do Paraná, para que intercedam em Brasília junto ao INSS. As sugestões foram aprovadas por unanimidade pelos moradores e autoridades presentes na audiência.

Segundo o deputado Ney Leprevost a situação é extremamente grave. “É um abuso o que está acontecendo em Curitiba. Não podemos permitir que o governo federal despeje 250 famílias que moram há mais de 30 anos nessa área. A solução depende de uma ação forte dos senadores e deputados federais do Paraná que terão que cobrar do Ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, que esse terreno seja devolvido aos seus proprietários”, disse.

Além do deputado Ney Leprevost, a mesa foi composta pelos deputados Requião Filho e Ricardo Arruda, pela presidente da Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Ahú/Cabral, Shirley Terezinha Bonfim, pelo supervisor de informações do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), Oscar Ricardo Schmeiske, pelo representante da COHAPAR, Mario Cesar Garantesk, pelo superintendente da Secretaria Municipal da Defesa Social, Osiris Klamas, pelo representante das famílias, Andre Perrova e pelos advogados dos moradores, Dr. Arnaldo Ferreira, Dr. Humberto Constantino e Dr. Estevão Pereira. O INSS não enviou nenhum representante.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost cobra das autoridades mais ações para combater á dengue

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, está cobrando do Governo Estadual medidas urgentes para proteger a população paranaense de uma epidemia de Dengue.

No dia 7 de abril, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou que eram 5.889 casos confirmados no Paraná. Ontem, dia 14, a Secretaria divulgou os novos números 8.522. Em uma semana os casos confirmados de dengue tiveram um aumento de 45%. Até o momento, foram confirmadas sete mortes.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde, os municípios com maior número de casos notificados foram Londrina (3.934), Foz do Iguaçu (1.777) e Maringá (1.381). Os municípios com maior número de casos confirmados foram São João do Caiuá (805), Loanda (519) e Londrina (396). A cidade de São João do Caiuá é a que apresenta a maior proporção de casos de dengue no País, já que sua população é de pouco mais de 2,5 mil habitantes.

Porém, os números ainda são menores que o verificado no ano epidemiológico passado – agosto/2013 a julho2014 – quando foram 19.628 casos confirmados e nove óbitos. De agosto/2012 a julho de 2013, o balanço foi de 54.716 casos confirmados e 23 óbitos.

Segundo o deputado Ney Leprevost “a Secretaria de Estado da Saúde precisa ampliar a visita ás casas e fazer a nebulização das regiões onde a situação é mais preocupante. Precisamos orientar a população para eliminar os criadouros do mosquito transmissor e não deixar acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos, lixeiras e etc”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Professor da UFPR indicado para o Supremo vai ser Cidadão Honorário do Paraná

Por proposição dos deputados Ney Leprevost (PSD) e Evandro Júnior (PSDB), o Professor Doutor Luiz Edson Fachin foi indicado para receber da Assembleia Legislativa o Título de Cidadão Honorário do Estado do Paraná.

Segundo Ney Leprevost, o Professor Doutor Luiz Edson Fachin “é um paranaense de fato, pois aqui se criou e construiu sua respeitada vida profissional. Ele merece esse título, pois tem contribuído de forma notória para o desenvolvimento jurídico brasileiro. É um homem íntegro, inteligentíssimo e muito competente”, disse.

Nascido em Rondinha (RS), Fachim mudou-se com a família para o Paraná ainda criança. Graduou-se em Direito em 1980 pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), onde atualmente leciona Direito Civil. Antes disso, concluiu mestrado em 1986 na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde também fez doutorado finalizado em 1991 e pós-doutorado no Canadá. Foi pesquisador convidado do Instituto Max Planck, na Alemanha e professor visitante do King`s College, na Inglaterra.

É autor de 145 artigos publicados em revistas especializadas, autor e organizador de 42 livros e de 137 capítulos de obras doutrinárias do direito, além de ter prefaciado 84 publicações na área. Recentemente foi indicado pela presidente para ocupar o mais alto cargo do poder judiciário brasileiro, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

(Via Assessoria de Imprensa –Rodrigo França)

Ney Leprevost defende imprensa livre

O deputado estadual Ney Leprevost saiu em defesa dos jornalistas do Estado do Paraná, isto porque alguns profissionais têm sido constantemente intimados a prestar depoimentos sobre suas apurações jornalísticas e pressionados a revelarem suas fontes, em uma clara afronta aos princípios constitucionais que resguardam o sigilo, que é fundamental para o livre exercício da profissão.

Leprevost solidarizando-se com os profissionais da imprensa que investigam as irregularidades encaminhou documentos ao presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor), Guilherme Carvalho, ao presidente do Grupo Paranaense de Comunicação, Guilherme Döring Cunha Pereira e ao gerente executivo do Jornal Metro Curitiba, Rodrigo Afonso.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), a Federación de Periodistas de América Latina y el Caribe (FEPALC) e a Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), protocolaram ofício que foi encaminhado ao Ministério Público do Paraná e à Secretaria de Segurança Pública do Estado, cobrando providências para impedir a tentativa de quebrar o sigilo de fonte dos jornalistas paranaenses.

O artigo 5º inciso XIV da Constituição Brasileira diz que “é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”. Este direito também está garantido no caso de busca e apreensão de material de trabalho (gravador, agenda, computador, etc).

Da mesma forma, o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros, em seu artigo. 5º, prevê que “é direito do jornalista resguardar o sigilo da fonte”. Também que é dever do jornalista “não colocar em risco a integridade das fontes e dos profissionais com quem trabalha”.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost realiza Audiência Pública sobre terreno onde vivem 250 famílias de Curitiba

Nesta terça-feira (14) às 11h da manhã no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná será realizada, por proposição do deputado Ney Leprevost, uma Audiência Pública para discutir a regularização de um terreno com mais de 190 mil metros quadrados localizado na divisa dos bairros Ahú e Cabral, em Curitiba, onde vivem 250 famílias.

Chamado de Vila Domitila, o lote, localizado nos fundos do desativado Presídio do Ahú, conta com mais de 30 processos judiciais com ações de reintegração de posse movidas por moradores que dizem ter a escritura definitiva dos imóveis em que o INSS alega ser dono.

Por outro lado, o INSS afirma que já apresentou documentação que comprova a posse do imóvel, só não revela os exatos limites da área. A discussão começa neste ponto, pois boa parte da área é ocupada por famílias que, inclusive, possuem a escritura definitiva dos imóveis.

Já o deputado Ney Leprevost diz que solicitou a Audiência Pública para buscar esclarecimentos sobre o caso e pela preocupação de ser cogitada a ação de despejo de 250 famílias. “É preocupante esta ação de despejo autorizada pela justiça, pois devemos levar em conta que 250 famílias residem no local e lutam judicialmente há 30 anos pela posse”, disse.

A presidente da Associação dos Moradores e Amigos do bairro Ahú Cabral, sra. Shirley Terezinha Bonfim, que representa os moradores, afirma que as ações de reintegração de posse e demolição estão ocorrendo mesmo depois do acordo feito em 2012 pelo presidente do INSS na época, Mauro Hauschild. “Na ocasião, o sr. Mauro se comprometeu a pedir a suspensão temporária da execução de mandados de reintegração de posse que já foram autorizados pela justiça”, disse.

E complementou: “As demolições das casas estão ocorrendo diariamente, uma a uma, para não fazer alarde e comoção popular, ferindo o direito de defesa dos moradores. Os oficiais de justiça ainda dizem que se não houver desocupação, os bens dos moradores serão levados para aterro sanitário, em total desrespeito a dignidade da pessoa humana”.

Ainda segundo declaração emitida pela Associação alguns moradores da Gleba Domitila já conseguiram registrar seus imóveis, inclusive com matrículas abertas e cadastradas junto ao Município de Curitiba, porém o INSS, requer ao juízo que cancele tais matrículas proibindo qualquer registro sobre a área, até que seja decidido o domínio.

O advogado Arnaldo Ferreira, representante de um grupo de moradores da região, argumenta que, no início deste ano, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu ganho de causa a quatro clientes, garantindo a posse e o registro de lotes reivindicados pelo INSS. De acordo com a sentença, não ficou demonstrado que o INSS tinha a posse prévia dos terrenos. “Por que os moradores sairiam, se têm toda a documentação dos lotes?”, questiona.

O encontro vai reunir os moradores da Vila Domitila (bairro Cabral) e representantes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Companhia de Habitação (Cohab), Justiça Federal, Ministério Público Federal, Instituto de Pesquisa Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e do Patrimônio Público Estadual.

Serviço:

Audiência Pública para discussão sobre terreno denominado Vila Domitila

Dia 14 de abril de 2015 às 11h

Local Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná

Endereço: Praça Nossa Senhora da Salete, s/nº – Centro Cívico

Informações: 41 3350.4192

Via Assessoria de Imprensa: Pedro Mariucci Neto.

Ney Leprevost defende taxistas

O deputado estadual Ney Leprevost saiu em defesa dos taxistas regulamentados pela prefeitura municipal de Curitiba e assumiu um compromisso público com esses profissionais.

O parlamentar encaminhou documento ao governador, requerendo mais segurança para a categoria que é constantemente vítima de assaltos, além de cobrar do prefeito providências sobre o transporte ilegal de passageiros em carros e vans.

De acordo com a União dos Taxistas de Curitiba (UTC), existem aproximadamente 800 veículos particulares exercendo a atividade em Curitiba. Eles representam uma forte concorrência e tiram passageiros de gente que arcou com altos custos para exercer a profissão. A UTC reivindica que prefeituras, Urbs e Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba (Setran) façam fiscalizações com mais frequência próximo ao Aeroporto Afonso Pena, centros de convenções e hotéis.

Para o deputado Ney Leprevost “o uso de táxi regulamentado é uma garantia de segurança para o usuário. É fundamental a denúncia dos taxistas – com a informação da placa e tipo de veículo irregular, por meio do serviço de telefone 156, para que os infratores sejam encontrados e penalizados,” disse.

O site da Urbs traz a relação de todos os taxistas licenciados, inclusive com foto e placa do carro. Para ter acesso, basta acessar www.urbs.curitiba.pr.gov.br, localizar o menu Transporte e o item Táxi e, em seguida, o item Consultar Táxi. Digitando o número do táxi, o usuário poderá confirmar se ele é de fato cadastrado na prefeitura.

Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França

Ney Leprevost protocola projeto para limitar em no máximo 20 minutos tempo de espera nos ferry boats e balsas

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que estabelece tempo limite de no máximo 20 minutos de espera para as travessias litorâneas de Ferry Boats e balsas no Estado do Paraná.

De acordo com texto, as concessionárias responsáveis pelas travessias deverão colocar a disposição dos usuários, ferry boats ou balsas suficientes para que o atendimento seja realizado em até 20 minutos, sem contar o tempo do trajeto percorrido pala embarcação. As empresas responsáveis deverão ainda informar aos consumidores, com cartaz fixado em lugar visível, a escala de horários dos ferry boats e balsas colocadas à disposição dos usuários, bem como o tempo estimado de espera das embarcações. A fiscalização do cumprimento da Lei ficará a cargo do DER e PROCON/PR.

Segundo o deputado Ney Leprevost “o objetivo é diminuir o tempo de espera dos usuários na fila de embarque e cobrar dos responsáveis pela travessia agilidade e eficiência no serviço prestado aos usuários”, afirmou.

Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França

Leprevost quer que empresa de ferry boats respeite estatuto do idoso e protocola projeto isentando maiores de 65 anos da tarifa para travessia

O deputado Ney Leprevost apresentou na Assembleia Legislativa do Paraná o Projeto de Lei 240/2015, que propõe a isenção de veículos dirigidos por pessoas com mais de 65 anos de idade da cobrança de tarifa de Ferry Boat e balsas que fazem a travessia da Baía de Guaratuba.

A isenção será concedida mediante apresentação da credencial de idoso concedida pela municipalidade de sua residência, bem como por um documento válido com foto diretamente no ponto de cobrança da concessionária.

O parlamentar baseou seu projeto no Estatuto do Idoso, que em seu artigo 39 assegura aos maiores de 65 anos a gratuidade dos transportes coletivos públicos.

“Nosso entendimento é de que o Ferry Boat é um serviço de transporte público realizado através de permissão do Estado. Me parece razoável e justo que também o transporte hidroviário tenha esta previsão de isenção” afirma Ney.

Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto

Ney Leprevost protocola projeto contra discriminação e preconceito

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei propondo que sejam afixados nos elevadores de edifícios comerciais placas alertando sobre as consequências da discriminação e preconceito.

De acordo com o texto, as placas deverão conter a seguinte mensagem: “DISCRIMINAR É CRIME – Praticar, induzir ou incitar a descriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Pena: reclusão de um a três anos e multa. Art. 20 de Lei nº 7.716/1989”. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro já adotaram esta Lei.

Segundo Ney Leprevost, “apesar de existir legislação que pune quem faz discriminação, a prática deste ato continua sendo um dos maiores ataques aos direitos humanos. Quem presenciar qualquer tipo de discriminação deve denunciar através do número telefônico da Polícia Militar 190 ou pelo número 0800-41-0090 do disk denúncia, órgão governamental para atendimento e esclarecimento de dúvidas do cidadão”, disse.

Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França

Ney Leprevost luta pelas 250 famílias da Vila Domitila

Por iniciativa do deputado Ney Leprevost será realizada na próxima terça-feira (14) uma Audiência Pública para discutir a regularização de um terreno de 190 mil metros quadrados localizado na divisa dos bairros Ahú e Cabral, em Curitiba.

O encontro será às 11h da manhã no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná e vai reunir os moradores da Vila Domitila (bairro Cabral) e representantes do Instituto Nacional do Seguro Social (Inss), Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Companhia de Habitação (Cohab), Justiça Federal, Ministério Público Federal, Instituto de Pesquisa Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e do Patrimônio Público Estadual.

De acordo com Leprevost, “será uma oportunidade de buscar um entendimento e mostrar que no terreno residem 250 famílias que lutam judicialmente há 30 anos pela posse”, afirmou.

Via Assessoria de imprensa: Pedro Mariucci Neto.

Leprevost protocola projeto para garantir diagnóstico e tratamento de flebite e trombose

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou Projeto de Lei sugerindo que seja garantida à população paranaense o diagnóstico precoce da flebite e da trombose.

Na maioria dos casos o diagnóstico é clínico, sendo que o local fica com uma coloração avermelhada, quente e inchado (edema). Dependendo da gravidade, os pacientes podem necessitar de exames complementares como o “Ecodoppler Vascular”, que se trata de uma ultrassonografia.

“A garantia desse tipo de procedimento médico é uma questão de direito à saúde. É de extrema importância a agilidade no diagnóstico para evitar problemas mais sérios, inclusive fatais”, explica Ney.

A principal complicação das tromboses e flebites é a migração de um coágulo em direção aos pulmões, com conseqüente embolia pulmonar e que pode levar a morte.

Via Assessoria de Imprensa: Pedro Mariucci Neto

Ney cobra do secretário atendimento a pauta dos servidores para saúde voltar a atender

O deputado Ney Leprevost, líder da frente Estadual da Saúde e Cidadania, está cobrando do secretário municipal de Saúde de Curitiba, Adriano Massuda, o pagamento do retroativo dos novos pisos salariais e gratificações que a Prefeitura de Curitiba havia se comprometido a honrar com os servidores municipais da saúde.

Os acordos foram discutidos ao longo de 2014 e a prefeitura assumiu o compromisso de realizar os pagamentos, mas isso não aconteceu e a greve foi deflagrada.

Com a paralização, 109 unidades básicas de atendimento e oito de pronto-atendimento 24 horas estão com os serviços prejudicados. Apenas os atendimentos de urgência e emergência estão assegurados, mantendo-se os 20% mínimos de servidores nas unidades 24 horas. As unidades básicas permanecerão fechadas durante todo o período de paralisação.

A Prefeitura de Curitiba anunciou que irá descontar os dias não trabalhados dos salários dos funcionários que aderiram à greve. Segundo o sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc), o efetivo total de funcionários é de 7,2 mil servidores. Entre os trabalhadores que aderiram à greve estão médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos administrativos, farmacêuticos, entre outros.

De acordo com o deputado Ney Leprevost “é dever cobrar solução rápida das autoridades competentes, nesse caso, o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda. Esperamos que os pagamentos sejam realizados e que a greve que está prejudicando toda a população de Curitiba termine logo. Os servidores cumpriram suas obrigações e agora cabe a Secretaria Municipal de Saúde fazer a sua parte e realizar os pagamentos dando fim a greve”, afirmou Leprevost.

Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França

Deputado Ney Leprevost recebe homenagem da Santa Casa pelo apoio a instituição

O deputado Ney Leprevost recebeu na manhã desta terça-feira (31), em seu gabinete, na Assembleia Legislativa um certificado de honra emitido pela Santa Casa de Curitiba. A homenagem, assinada pelo Prof. Dr. Ir. Frederico Unterberger, se refere ao apoio que o parlamentar presta a instituição para ajudar a melhorar o atendimento a comunidade.

Leprevost lembrou que as Santas Casas são centros de saúde mantidas pela sociedade “que suprem a necessidade cada vez maior que a população tem de atendimento público de qualidade para tratamento hospitalar”.

E complementou: “O trabalho desenvolvido pela Irmandade da Santa Casa de Curitiba é digno de aplausos”.

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba (ISCMC) é uma instituição privada, com sede na Praça Rui Barbosa, n.º 694. Possui certificado de fins filantrópicos e é declarada de Utilidade Pública.

É uma associação assistencial e beneficente, sem fins lucrativos, inspirada em princípios Católicos Apostólicos Romanos. Tem como finalidade principal a prática das sete Misericórdias Corporais e sete Misericórdias Espirituais, que acontece por meio de instituições de assistência social, cultural, médico-hospitalar, ensino e pesquisa científica nas unidades a ela vinculadas.

Via Assessoria: Pedro Mariucci Neto.

Aprovado projeto de Ney Leprevost sobre a saúde do prematuro

Foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Paraná o projeto de Lei de autoria do deputado Ney Leprevost que trata da Conscientização sobre a Saúde do Prematuro. Segundo dados de Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 20 milhões de nascimentos prematuros ocorrem anualmente em todo mundo e um terço desses prematuros morrem antes de completar um ano de vida.

De acordo com o Sistema de Informações de Nascidos Vivos, do SUS e do Ministério da Saúde, nascem no Brasil 931 prematuros por dia ou 40 por hora, indicando uma taxa de prematuridade de 12.4%.

Segundo o texto, a Secretaria Estadual da Saúde ficará encarregada de realizar campanhas educativas para divulgar o tema com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos do parto prematuro. A data de 17 de Novembro, Dia Mundial da Prematuridade, passará por Lei a integrar o Calendário de Eventos Oficiais do Estado do Paraná.

Para o deputado Ney Leprevost, líder da frente Estadual da Saúde e Cidadania, “é importante conscientizar as mamães sobre a importância de prevenir partos prematuros e defender a adoção de tratamentos cada vez mais adequados para garantir a sobrevida dos bebês nascidos antes do tempo, isto porque, mesmo depois de adquirir o peso adequado o bebê ainda não está fora de perigo. Durante muito tempo sua sobrevivência ou desenvolvimento sadio irá depender de atenção especial”, disse.

Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França

Semana Santa começa com ação de responsabilidade social promovida pelo Instituto Dr. Ney Leprevost para mais de 3.000 crianças

A Semana Santa começou com uma ação de responsabilidade social para mais de 3.000 crianças que foram até a Paróquia São João Batista, na Vila Sandra – CIC, neste domingo. Promovida pelo Instituto Dr. Ney Leprevost e voluntários, a “Páscoa da Cidadania”, que se encontra em sua 9ª edição consecutiva, teve como proposta incentivar a leitura, desenvolver a criatividade e proporcionar uma tarde com atividades recreativas, educativas e a presença do “coelhinho” da Páscoa para crianças provenientes da rede pública de ensino.

Como tradicionalmente acontece, um concurso de redação e de desenho premiou duas crianças com tablets. Neste ano o tema foi “A importância da água na minha vida e para o nosso planeta” e os ganhadores foram: Thalison Cauã Costa Silva (melhor redação) e Richard Leandro M. Zelaskos (melhor desenho).

Ney Leprevost, presidente de honra do Instituto Dr. Ney Leprevost, diz que o evento só foi possível de ser realizado graças ao apoio dos patrocinadores e voluntários. “Neste ano o evento aconteceu no Domingo de Ramos, início da Semana Santa, e foi muito gratificante contar com apoio dos parceiros e voluntários que acreditam em nosso trabalho para proporcionar alegria as crianças e ao mesmo tempo estimular a criatividade através de jogos educativos e da leitura”, afirmou.

O evento contou com patrocínio das empresas Umbrella e Laguna e apoio das empresas Plastilit e Lavitta Engenharia, Nissei, Cini, SESC, Hellograf, Perfomance, Vida Emergências Médicas, Geladinho Americano, Impacto Security e Gelo Urso Polar.

Também colaboraram o Frei Nilso e equipe da Paróquia São João Batista – Vila Sandra; Diretoras e Professoras das escolas da região; Equipe de monitores do SESC; Equipe de voluntários do Instituto Dr. Ney Leprevost; Equipe da Impacto Security; Equipe da Perfomance; Equipe da Vida Emergências Médicas; Gilmar Fagundes (Algodão Doce) e sr. Edson Pires (Jornal Atos e Fotos).

Via Assessoria: Pedro Mariucci Neto.

Instituto Dr. Ney Leprevost proporciona “Páscoa da Cidadania” para mais de três mil crianças neste domingo

O Instituto Dr. Ney Leprevost, que leva o nome do ex-prefeito de Curitiba, juntamente com colaboradores, vai proporcionar uma Páscoa mais educativa e solidária para mais de três mil crianças da rede pública de ensino.

A tradicional “Páscoa da Cidadania”, que se encontra na sua 9ª edição consecutiva, será realizada neste domingo (29), data de comemoração do aniversário de Curitiba, às 16h na Paróquia São João Batista, na Vila Sandra, em uma tarde com atividades recreativas, educativas e a presença do “coelhinho” da Páscoa.

Como tradicionalmente acontece, um concurso de redação e de desenho vai premiar duas crianças com tablets. Uma comissão selecionará as redações e os desenhos inscritos, que neste ano tem como tema: “A importância da água na minha vida e para o nosso planeta”.

Ney Leprevost, presidente de honra do Instituto Dr. Ney Leprevost, diz que o concurso cultural é um poderoso aliado para estimular a criatividade e o hábito da leitura nos alunos. “A criança que tem contato com livros desde cedo, principalmente se for com o acompanhamento dos pais, é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende melhor, desenvolve a criatividade, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral”, afirmou.

 

O evento conta com patrocínio master das empresas Umbrella e Laguna e apoio das empresas Plastilit e Lavitta Engenharia, Nissei, Cini, SESC, Hellograf, Perfomance, Vida Emergências Médicas, Geladinho Americano, Impacto Security e Gelo Urso Polar.

Já os colaboradores são Frei Nilso e equipe da Paróquia São João Batista – Vila Sandra; Diretoras e Professoras das escolas da região; Equipe de monitores do SESC; Equipe de voluntários do Instituto Dr. Ney Leprevost; Equipe da Impacto Security; Equipe da Perfomance; Equipe da Vida Emergências Médicas; Gilmar Fagundes (Algodão Doce) e sr. Edson Pires (Jornal Atos e Fotos).

SERVIÇO:

Páscoa da Cidadania 2015
Dia: 29 de março (domingo)
Horário: a partir das 16h
Local: Paróquia São João Batista – Vila Sandra
Endereço: Rua Luiz Tramontin, 2570

Via assessoria – Pedro Mariucci

 

“Curitiba precisa recuperar a capacidade de enfrentar seus desafios com criatividade”, afirma Ney Leprevost na sessão dos 322 anos da cidade

Mais de 800 pessoas prestigiaram a sessão histórica dos 322 anos de Curitiba realizada esta semana a pedido do deputado Ney Leprevost na Assembleia Legislativa do Paraná.

Na oportunidade, Ney defendeu que “Curitiba precisa recuperar a capacidade de ousar e de enfrentar seus desafios com criatividade buscando se tornar a capital mais solidária do Brasil”.

Compareceram a mesa, as seguintes autoridades: procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto; o jurista René Dotti; Gláucio José Geara, vice-presidente da Associação Comercial do Paraná; o desembargador Jucimar Novochadlo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral; pelo desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, presidente do Tribunal de Justiça; o reitor Zaki Akel Sobrinho, da Universidade Federal do Paraná; o vereador Aílton Araújo (PSC), presidente da Câmara Municipal de Curitiba; professora Maria José Ripol Diniz Serenato, administradora regional de Santa Felicidade, e o deputado Ney Leprevost.

Após a solenidade, o ex-prefeito Saul Raiz cortou o bolo de aniversário da cidade junto com o deputado Ney Leprevost.

Na foto, o desembargador Jucimar Novochadlo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral; pelo desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, presidente do Tribunal de Justiça; o deputado Ney Leprevost, e o reitor Zaki Akel Sobrinho, da Universidade Federal do Paraná.

Via Assessoria: Pedro Mariucci.

 

NEY LEPREVOST PROPÕE PROTEÇÃO ESPECIAL PARA PRIMEIROS MIL DIAS DE VIDA DE CRIANÇAS NO PARANÁ

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei propondo proteção especial durante os primeiros 1.000 dias de vida de todas as crianças nascidas no Paraná. O objetivo do projeto é assegurar para as gestantes os serviços de proteção à vida, desde o pré-natal até a criança completar dois anos de vida.

De acordo com médicos especialistas, metade do crescimento cerebral dos recém-nascidos ocorre nesse período, o bebê nasce com o cérebro desenvolvido na área sensorial, mas nessa etapa passa pelas maiores modificações cognitivas da vida e adquire habilidades motoras mais amplas, como andar e pegar pequenos objetos.

Segundo o texto, as gravidas deverão ser especialmente atendidas durante os 270 dias de gestação e os recém-nascidos deverão receber acompanhamento médico durante os outros 730 dias de vida, contabilizando 1.000 dias, que correspondem aos dois primeiros anos da criança.

Para o deputado Ney Leprevost “a ideia é prevenir doenças crônicas como diabetes, hipertensão, osteoporose e doenças coronarianas, pois muitas delas têm sua origem nos primeiros 1000 dias de vida. Por isso a importância ter um médico acompanhado o desenvolvimento das crianças nesse período”, afirmou.

Ainda segundo o texto, a gestante e a criança deverão ser atendidas na rede pública de saúde (SUS), onde a futura mamãe deverá realizar o pré-natal e também o acompanhamento médico da gestação, que deve ser feito por pediatras nos 730 dias, obrigatoriamente, após o parto. Os profissionais da saúde ainda deverão alertar os pais sobre o aleitamento materno, alimentação saudável, vacinas, bons hábitos de higiene, carinho e atenção com a criança.

MÃE PARANAENSE OFERECE “TESTE DO CORAÇÃOZINHO” GARANTIDO POR LEI DE NEY LEPREVOST

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná está fazendo valer a Lei do Teste do Coraçãozinho, de autoria do deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde Cidadania.

O Governo adquiriu 150 oxímetros de pulso que foram distribuídos nas maternidades que fazem parte da Rede Mãe Paranaense. As equipes da Secretaria Estadual da Saúde percorreram o Paraná para entregar os aparelhos e capacitar os profissionais quanto à execução dos testes.

O exame do teste do coraçãozinho (oxímetria de pulso) que mede o nível de oxigenação no sangue do bebê está sendo realizado de forma gratuita na rede pública de saúde e tem conseguido salvar a vida de inúmeros recém-nascidos em todo o Estado do Paraná.

Segundo o parlamentar “o Teste do Coraçãozinho tem cerca de 75% de eficiência na detecção precoce de cardiopatias congênitas e deve ser realizado ainda na maternidade, nas primeiras 24 a 48 horas após o nascimento, pois o tratamento dos portadores de cardiopatias deve ser imediato para evitar a morte dos bebês, que, nesses casos, acontece antes de completar o primeiro ano de vida”, afirmou.

NEY LEPREVOST RECEBE HOMENAGEM DA ASSOCIAÇÃO DAS MULHERES

Hoje, dia 25, o deputado estadual Ney Leprevost recebeu homenagem da Associação das Mulheres Vendedoras Autônomas do Paraná (Amvap).

Na oportunidade, a presidente da Amvap, Mara Silvia Calixto, parabenizou o trabalho do deputado na Assembleia Legislativa e agradeceu em nome da entidade o apoio que Ney Leprevost tem prestado no desenvolvimento das atividades da Amvap no trabalho de responsabilidade social para comunidades carentes do Paraná.

NEY LEPREVOST PROPÕE ISENÇÃO DO ICMS EM PRODUTOS FUNDAMENTAIS PARA IDOSOS E BEBÊS

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que estabelece a dispensa do recolhimento da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os produtos fundamentais no cuidado diário de bebês e idosos no Paraná.

De acordo com o texto, produtos como: fraldas descartáveis geriátricas e infantis, suplementos nutricionais para idosos, fraldas de pano, protetores descartáveis para cama, chupetas, mamadeiras, talcos, lenços umedecidos, leites específicos, cremes e protetor solar com fator de proteção acima de 30, algodão, pomadas para assaduras, sabonetes e shampoos infantis, hastes flexíveis de algodão e materiais para curativos em geral terão a alíquota reduzida à zero. O benefício da isenção da alíquota deverá ser repassado ao preço final dos produtos.

Segundo o parlamentar “a desoneração tributária destes produtos é uma reivindicação antiga da população e precisa ser atendida. Consideramos que a medida trará um avanço, pois irá beneficiar uma grande parcela dos paranaenses, garantindo e facilitando o acesso das pessoas mais humildes aos produtos essenciais para o cuidado de bebês e idosos no Estado do Paraná”, afirmou.

BASE DO GOVERNO BARRA IDA DO SECRETÁRIO DE SAÚDE AO PLENÁRIO DA ASSEMBLEIA

Veja quem são os deputados que votaram a favor do convite para o secretário de saúde prestar contas da sua gestão no plenário da Assembleia Legislativa, conforme prevê a lei do SUS:

Ney Leprevost
Nelson Luersen
Nereu Moura
Professor Lemos
Tadeu Veneri

Os nomes citados acima estão cumprindo seu dever constitucional de fiscalizar o Poder Executivo.

NEY FAZ PROJETO DE PREVENÇÃO E COMBATE A HIPERTENSÃO ARTERIAL

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei de Prevenção e Combate a Hipertensão Arterial, uma doença crônica determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos.

De acordo com o texto, o Poder Público ficará encarregado de realizar campanhas educativas para divulgar o tema com o objetivo de conscientizar a população paranaense sobre o diagnóstico e tratamento da doença. A data de 26 de abril, Dia Nacional de Controle da Hipertensão Arterial, passará por Lei a integrar o Calendário de Eventos Oficiais do Estado do Paraná.

Segundo o deputado Ney Leprevost “o projeto se justifica pelo fato de se tratar de uma doença silenciosa que não apresenta sintomas perceptíveis, exceto em casos mais graves quando ocorrem complicações como o AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou infarto, ambas consideradas as principais causas de morte da população brasileira”, disse.

De acordo com uma pesquisa realizada pala Associação Brasileira de Hipertensão, a doença atinge em média 30% a 50% da população brasileira. É responsável por 80% dos casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC), 40% dos infartos e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

NEY LEPREVOST COBRA DISTRIBUIÇÃO DE INSULINA ESPECIAL PARA DIABÉTICOS

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, está cobrando do Poder Executivo o fornecimento de tratamento mais moderno, com o uso de bombas de insulina para diabéticos com dificuldade em conseguir controlar a doença com os métodos convencionais e gratuitos. O equipamento serve para injetar os medicamentos essenciais nos pacientes que sofrem de diabetes “mellitus”, conhecida como tipo 1.

“As insulinas especiais podem não ser necessárias para todos os diabéticos, mas são fundamentais para quem sofre do tipo 1. É inadmissível que os pacientes tenham que recorrer a justiça para garantir um tratamento digno. Não podemos nos calar diante deste quadro, que no meu entendimento é gravíssimo”, afirmou o parlamentar.

Hoje, apenas as insulinas comuns (NPH e Regular) são distribuídas gratuitamente pela rede pública de saúde. As chamadas especiais são modernas e mais eficientes por manter o nível de insulina estável no organismo durante todo o dia. “O que queremos é que uma criança que toma seis agulhadas por dia possa ter uma vida melhor utilizando um medicamento que é injetado apenas uma vez por dia”, afirmou Leprevost. “Queremos atender quem não pode comprar o remédio. Quem tem dinheiro já está comprando”, completou.

Os tratamentos para as pessoas com diabetes são individualizados, ou seja, se o medicamento recomendado for bem adaptado para um pode ser que para outro indivíduo não tenha o mesmo resultado. É importante salientar que os medicamentos não curam a diabete, mas permitem a manutenção da glicemia dentro dos valores esperados, ou seja, eles agem por um período de tempo.

No aniversário da cidade Ney Leprevost homenageia a gente de Curitiba

Por proposição do deputado Ney Leprevost, foi realizada no Plenário da Assembléia Legislativa do Paraná, a tradicional “Sessão Histórica em comemoração aos 322 anos de Curitiba”.

Na oportunidade, estiveram presentes diversas personalidades que atuam nos mais variados setores da sociedade paranaense representando todas as pessoas que moram na capital. A solenidade foi um reconhecimento prestado pela Assembleia Legislativa para cidadãos que vivem na cidade e fazem Curitiba ser o que é.

Segundo Ney, “Curitiba é a terra de todas as gentes, que tem como marca registrada a solidariedade entre as pessoas. Estes 322 anos tem que ser comemorados e a nossa gente tem que ser valorizada ”, afirmou.

A mesa foi composta, além de Ney Leprevost; pelo procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto; o jurista René Dotti; Gláucio José Geara, vice-presidente da Associação Comercial do Paraná; o desembargador Jucimar Novochadlo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral; pelo desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, presidente do Tribunal de Justiça; o reitor Zaki Akel Sobrinho, da Universidade Federal do Paraná; o vereador Aílton Araújo (PSC), presidente da Câmara Municipal de Curitiba; e pela professora Maria José Ripol Diniz Serenato, administradora regional de Santa Felicidade.

Após a sessão, centenas de pessoas cercaram Ney Leprevost e Saul Raíz ,ex-prefeito de Curiitba para tirar fotografias junto ao bolo comemorativo ao aniversário da cidade.

Via assessoria de imprensa – Rodrigo França

NEY LEPREVOST REALIZA SESSÃO DOS 322 ANOS DE CURITIBA

Por proposição do deputado Ney Leprevost, o plenário da Assembleia Legislativa receberá nesta quinta-feira (26) uma sessão solene em comemoração ao aniversário de 322 anos de Curitiba. Na ocasião, que tem início às 18h30, serão homenageados personalidades de destaque em suas áreas de atuação, mas que representam todos os moradores da cidade.

De acordo com o parlamentar “é importante o reconhecimento a quem contribui com seu talento, inteligência, trabalho, determinação e criatividade para o desenvolvimento de Curitiba, afinal a cidade é resultado do esforço conjunto de todos seus cidadãos”, afirmou.

Ney também destacou a importância em resgatar o status de Curitiba como cidade criativa. “Apesar das dificuldades que todas as capitais enfrentam, não podemos nunca perder a capacidade inventiva, pois a criatividade é um diferencial que ajuda a promover a economia de uma cidade ou região”, disse.

A capital do Paraná é a 6.ª no ranking nacional de participação criativa no mercado de trabalho nacional, de acordo com estudos da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), de 2014. É também uma das 03 regiões que mais têm recebido imigrantes de alta escolaridade, segundo dados do livro Brasil em Desenvolvimento 2013 do Ipea. “Precisamos incentivar a produção de ideias visando melhorar a qualidade de vida da nossa população”, concluiu Ney.

NEY LEPREVOST APRESENTA LEI DE COMBATE A BEBIDAS FALSIFICADAS

O deputado Ney Leprevost, protocolou na Assembleia Legislativa projeto de Lei que estabelece a proibição da venda de bebidas contrabandeadas ou falsificadas no Paraná.

De acordo com o texto, os estabelecimentos que descumprirem a Lei estarão sujeitos à aplicação de sanções, sem prejuízo as demais penas aplicáveis segundo a legislação federal; multa de R$1.000,00 (mil reais) ao estabelecimento infrator; em caso de reincidência na infração, será aplicada multa dobrada do valor inicial; na terceira autuação o estabelecimento terá seu alvará de funcionamento cassado.

As sanções deverão ser aplicadas a todos os estabelecimentos comerciais, tais como bares, boates, lanchonetes e comércios similares localizados no Paraná A fiscalização deverá ser realizada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública e a Vigilância Sanitária, devendo as apreensões serem destinadas a entidade competente para averiguação da autenticidade das bebidas.

Para o deputado Ney Leprevost, o objetivo do projeto é coibir e criar penas administrativas aos comerciantes que praticam o crime de falsificação e contrabando de bebidas, conforme disposto no artigo 272 do Código Penal Brasileiro, que prevê pena de reclusão de quatro a oito anos, além de multa.

Segundo o deputado “a ingestão de bebidas falsificadas pode trazer inúmeros malefícios ao corpo humano, como problemas hepáticos, depressão, lesões oculares e causar cegueira além de distúrbios metabólicos”, afirmou.

E concluiu: “É dever dos funcionários do estabelecimento comercial exigir documento oficial de identidade para comprovar a maioridade do interessado em bebida alcoólica, e, no caso de recusa em apresentar o documento, devem igualmente recusar-se a fornecer o produto sob pena de interdição do estabelecimento comercial onde trabalham”, disse.

NEY LEPREVOST DEFENDE FIM DA IMUNIDADE PARLAMENTAR, LIMITAÇÃO DO NÚMERO DE MINISTROS E SECRETÁRIOS, TRANSFORMAÇÃO DA CORRUPÇÃO EM CRIME HEDIONDO E REDUÇÃO DE COMISSIONADOS

O deputado Ney Leprevost vai enviar documento a todas as lideranças partidárias da Câmara e do Senado Federal, além da presidente da República, sugerindo alterações constitucionais urgentes que poderiam dar resposta real e eficiente ao clamor das ruas contra a corrupção.

O parlamentar pede que os paranaenses também enviem sugestões de medidas positivas que possam contribuir para melhorar o futuro do país no que diz respeito a crise política, financeira e ética.

Ney já tem algumas ideias e pede aos cidadãos paranaenses que mandem suas sugestões para o e-mail contato@neyleprevost.com.br, que elas poderão ser colocadas na carta, desde que tenham viabilidade.

Medidas defendidas pelo deputado Ney Leprevost até o momento:

1) O fim da imunidade parlamentar.

2) Mudança nas normas de escolha dos futuros ministros do Supremo e dos conselheiros dos tribunais de contas, diminuindo a influência política.

3) Transformação da corrupção em crime hediondo.

4) Autonomia e valorização da Polícia Federal.

5) Limitação rigorosa do tempo de espera no SUS, com criminalização do agente público que negar atendimento aos pacientes e a criação de um plano de carreira pública para médicos e profissionais de saúde

6) Limitação do número de Ministros para no máximo 20 (vinte); secretários de estado no máximo 15 (quinze); secretários municipais no máximo 10 (dez).

7) Redução de 20 % de cargos de comissão em todas as esferas dos poderes executivo e legislativo .

8) Diminuição, na eleição de 2018, de 20% das vagas de deputados federais e estaduais.

PROPOSTA DE DILMA PARA EXIGIR FICHA LIMPA DE COMISSIONADOS JÁ É LEI DE NEY LEPREVOST NO PARANÁ

Em meio a protestos contra a corrupção, a Presidente da República Dilma Roussef lançou na última quarta-feira (18) um “pacotaço” de ações para aumentar a prevenção e a punição a atos de corrupção. Dentre os itens anunciados estão a extensão dos critérios da Lei da Ficha Limpa para funcionários públicos em cargos de confiança.

No Paraná, a Lei da Ficha Limpa, que leva a assinatura do deputado Ney Leprevost, já é uma realidade e veda a ocupação de cargos públicos em comissão por pessoas que tenham sido condenadas por crimes contra a economia popular, a fé pública, o sistema financeiro, o meio ambiente e a saúde.

Ney afirma que o governo não pode aproveitar em seus quadros políticos, os profissionais que tenham sido condenados e as pessoas que tiverem sentença condenatória transitada em julgado por tortura, racismo, tráfico de entorpecentes, terrorismo, escravidão e formação de quadrilha também ficam impedidos de ocupar cargos na administração pública.

“A Lei da Ficha Limpa no Paraná foi um avanço fantástico para a administração pública e pode servir como referência para elaborar medidas nacionais contra a corrupção. Sua aplicação visa impedir que as raposas cuidem do galinheiro”, afirmou Leprevost.

NEY LEPREVOST PROTOCOLA PROJETO DE PREVENÇÃO AO CÂNCER EM MULHERES

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou na Assembleia Legislativa, projeto de Lei propondo a obrigatoriedade do Estado do Paraná oferecer as mulheres exame genético gratuito capaz de detectar a probabilidade de desenvolverem câncer.

De acordo com o texto, as mulheres que possuam histórico familiar de câncer de mama ou de ovários têm direito ao exame genético capaz de detectar a probabilidade do aparecimento da doença. O exame será realizado mediante a apresentação de um laudo médico que ateste os requisitos exigidos pela Lei.

Para o deputado Ney Leprevost, quando o câncer é detectado precocemente, as chances de cura elevam-se para mais de 70%. “O objetivo desse projeto é alertar a população sobre os riscos da doença que atualmente é uma das principais causas de morte no Brasil. Precisamos informar a população sobre a doença, seus sintomas e os tratamentos existentes”, disse.

E concluiu: “Outro ponto que deve ser observado é a questão financeira, partindo do princípio que prevenir é muito mais barato do que o tratamento é preciso utilizar técnicas diagnosticais de ponta para evitar a instalação de doenças que demandem a aplicação de altos valores no tratamento”, afirmou.

Especialistas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimam que 4.700 a 19.000 novos casos da doença, apareçam por ano no Brasil, mas apenas 3.400 são registrados.

NEY LEPREVOST PEDE QUE COMANDO DA PM ATUE URGENTE CONTRA BANDIDOS QUE PROVOCARAM TOQUE DE RECOLHER NO JARDIM GABINETO

O deputado Ney Leprevost enviou expediente pedindo que o comandante da Polícia Militar do Paraná, Coronel Cesar Vinicius Kogut, determine providências urgentes sobre toque de recolher no Jardim Gabineto, localizado na Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

A denúncia, que chegou até o gabinete do parlamentar, diz que o toque de recolher teria sido ordem de traficantes da região e uma escola municipal chegou a cancelar as aulas no período noturno.

De acordo com Ney a população está vivendo com medo, assustada com os números crescentes da violência. “Os moradores do Jardim Gabineto sem ter a quem recorrer, foram forçados a se renderem ao medo. A se humilhar diante de uma situação que chegou ao extremo”, afirmou.

Foto: Centro Municipal de Educação Infantil do Jardim Gabineto.

NEY LEPREVOST APRESENTA PROJETO DE ESTATUTO DOS DIREITOS DO FETO E DA GESTANTE

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou na Assembleia Legislativa um projeto de Lei que cria o Estatuto Estadual dos Direitos do Feto e da Gestante, que prioriza a saúde das grávidas e dos bebês em gestação.

De acordo com o texto, é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à gestante e ao feto, com absoluta prioridade, a expectativa do direito à vida, à saúde, à alimentação, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar, além de coloca-los a salvo de toda e qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

O projeto de Leprevost também propõe que o feto deficiente tenha a sua disposição todos os meios terapêuticos e profiláticos existentes para reparar ou minimizar suas deficiências. Fica vedado ao Estado e aos particulares discriminar a gestante e o feto, privando-os da expectativa de algum direito, em razão de idade, etnia, origem, deficiência física ou mental.

O projeto criando o Estatuto Estadual dos Direitos do Feto e da Gestante, ainda assegura a fetos concebidos em atos de violência sexual o direito a assistência pré-natal, com acompanhamento psicológico da gestante e direito prioritário a adoção, caso a mãe não queira assumir a criança após o nascimento.

Ainda segundo o texto, os bebês em gestação devem ser objeto de políticas sociais públicas que permitam seu nascimento, desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência, devendo ser assegurado ao feto e a gestante o atendimento em igualdade de condições através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para o deputado Ney Leprevost “o Estatuto Estadual dos Direitos do Feto e da Gestante é um projeto de Lei para estabelecer uma postura do poder público mais humanitária em relação aos bebês em gestação e garantir a eles, e as gestantes, os cuidados básicos de saúde”, concluiu.

NEY LEPREVOST PROTOCOLA PROJETO DE IDENTIFICAÇÃO BIOMÉTRICA PARA EVITAR TROCA, SUBTRAÇÃO E ABANDONO DE RECÉM-NASCIDOS NO PARANÁ

O deputado Ney Leprevost apresentou na Assembleia Legislativa um projeto de Lei instituindo a implantação de sistema de identificação biométrica dos recém-nascidos em todas as maternidades públicas do Estado do Paraná, atrelando suas impressões digitais as suas respectivas mães.

Segundo o parlamentar “o objetivo do projeto é tornar mais eficiente à prevenção e resolução dos casos de trocas e subtração de bebês, assim como evitar o abandono de recém-nascidos”, disse.

De acordo com o texto, a implantação de equipamentos de leitores de impressão digital, aliados ao banco de dados de recém-nascidos, em aeroportos e rodoviárias, também facilitará a identificação da pessoa que acompanha o bebê ou a criança, em qualquer viagem, prevenindo crimes contra menores.

Se a Lei for aprovada, as maternidades terão 180 dias para se adequar ao sistema que deverá ser gerido pelo Instituto de Identificação do Paraná.

NEY PEDE REABERTURA DA PRAÇA DA ESPANHA

O deputado Ney Leprevost recebeu na tarde desta segunda-feira (16), em seu gabinete, a visita do presidente da Associação dos Comerciantes da Região da Praça da Espanha (Ascores), Othon Accioly.

Na reunião, foram sugeridas propostas de melhorias na estrutura e segurança da região para o fortalecimento do turismo e do comércio.

“A interação com as Associações é importante para sabermos qual a real necessidade do segmento e cobrarmos ações efetivas para avanços e melhoria do setor. A região da Praça da Espanha representa importante atrativo turístico de nossa cidade. É importante que a Prefeitura reabra a mesma e garanta segurança, fluxo de transporte e melhoria da estrutura”, afirmou Ney.

NEY LEPREVOST PROPÕE PROGRAMA PARANAENSE DE SAÚDE DO PÉ DIABÉTICO

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou na Assembleia Legislativa um projeto de Lei que estabelece a criação do Programa Paranaense de Saúde do Pé Diabético.

Estima-se que mais de 120 milhões de pessoas em todo mundo são portadoras de diabete, desses indivíduos 20% são hospitalizados por causa de problemas nos pés, o que pode levar a uma amputação de membro inferior.

O objetivo do Programa Paranaense de Saúde do Pé Diabético é estimular a prevenção, o diagnóstico e o tratamento dos diversos tipos de lesões que o paciente diabético pode apresentar nos pés.

De acordo com o texto, os hospitais da rede estadual de saúde e as clínicas conveniadas deverão oferecer aos pacientes diabéticos serviços de podologia, com finalidade exclusivamente terapêutica em datas e horários previamente agendados; realizar campanhas educativas para esclarecer e prevenir as complicações relacionadas às lesões visando à importância dos cuidados com os pés.

Para o deputado Ney Leprevost “diabete e problemas do pé são quase sinônimos. Os pés são povoados por uma imensa quantia de bactérias que facilmente provocam infecções difíceis de controlar em pacientes que sofrem desta patologia. O temor de gangrena está sempre presente nas suas mentes. As amputações de membros inferiores podem e dever ser evitadas, a prevenção melhora a qualidade de vida e diminui os efeitos psicológicos ocasionados pelo temor deste procedimento traumático”, disse.

15 DE MARÇO: O DIA EM QUE CURITIBA DISSE NÃO A CORRUPÇÃO

Hoje estive na Praça Santos Andrade participando do protesto contra a corrupção. Levei comigo minha mulher e meu filho de 4 anos. Fomos muito bem recebidos. Me emocionei ao receber abraços de muitas pessoas que me reconheceram no meio daquele mar de gente do bem.

Fui como cidadão, não como homem público. Mas uma constatação é inevitável: só político que não é ladrão tem coragem de andar no meio da multidão. Acredito que todos que defendem a democracia, a liberdade e a justiça devem apoiar estas manifestações da sociedade. O Brasil não pode mais negar ao seu povo o direito a educação, saúde e segurança.

Quem rouba o dinheiro arrecadado através dos impostos deve ser punido de forma implacável. Ao generoso povo de Curitiba, meus parabéns pela aula de democracia e respeito. Estamos juntos na luta por um país mais digno, honesto e solidário.

Ney Leprevost – cidadão brasileiro, pai curitibano.

PÁSCOA DA CIDADANIA INCENTIVA CRIATIVIDADE DAS CRIANÇAS ATRAVÉS DE CONCURSO DE REDAÇÃO E DESENHO

No próximo dia 29 de março, data de comemoração do aniversário de Curitiba, quem vai ganhar o presente serão as crianças das escolas públicas da cidade. A 9ª edição do evento “Páscoa da Cidadania”, promovido pelo Instituto Dr. Ney Leprevost e colaboradores, será realizada às 16h na Paróquia São João Batista, na Vila Sandra, em uma tarde com atividades recreativas, educativas e a presença do “coelhinho” da Páscoa.

Como tradicionalmente acontece, um concurso de redação e de desenho vai premiar duas crianças com tablets. Uma comissão selecionará as redações e os desenhos inscritos, que neste ano tem como tema: “A importância da água na minha vida e para o nosso planeta”.

A expectativa é reunir mais de 3 mil crianças das escolas municipais dos bairros Campo Comprido, CIC, Fazendinha, Jardim Gabineto, Jardim Santos Andrade, Orleans, São Braz, Vila Sandra, Colibri e Atenas, que receberão instruções sobre higiene bucal, kits de Páscoa e livros infantis. A recreação ficará por conta da equipe do SESC Paraná com brinquedos pedagógicos, jogos educativos, brinquedos infláveis, cama elástica e oficinas de criatividade.

De acordo com Ney Leprevost, presidente de honra do Instituto Dr. Ney Leprevost, é uma grande alegria proporcionar eventos que tenham características recreativas e educacionais para as crianças. “Em uma tarde festiva conseguimos unir a diversão e entreter as crianças com jogos educacionais. O concurso cultural, sem dúvida, é um grande aliado para incentivar a criatividade dos alunos através da redação e dos desenhos”, afirmou.

Também haverá distribuição de algodão doce, pipoca, refrigerante e geladinhos, além do tradicional kit de Páscoa.

Promovida pelo Instituto Dr. Ney Leprevost, que leva o nome do ex-prefeito de Curitiba, e colaboradores a “Páscoa da Cidadania” se encontra em sua 9ª edição consecutiva.

SERVIÇO:

Páscoa da Cidadania 2015
Dia: 29 de março (domingo)
Horário: a partir das 16h
Local: Paróquia São João Batista – Vila Sandra
Endereço: Rua Luiz Tramontin, 2570

NEY LEPREVOST PROPÕE ISENTAR CUSTAS JUDICIAIS DE PROCESSOS EM QUE CRIANÇAS E ADOLESCENTES FIGUREM COMO PARTE

O deputado Ney Leprevost, protocolou projeto de Lei que estabelece a isenção das custas judiciais em demandas processuais onde crianças e adolescentes figurem como parte em ações ajuizadas no Estado do Paraná.

De acordo com o texto, nas demandas ajuizadas perante o Juízo de Família e de Infância, ficam isentas do pagamento de custas judicias, as crianças e adolescentes, que figurem como parte de processos nas comarcas do Estado do Paraná. Esta isenção não será expandida aos demais sujeitos processuais que eventualmente figurem no respectivo feito judicial.

Segundo o autor do projeto deputado Ney Leprevost “a cobrança de custas judiciais em processos relativos a menores de idade acaba por causar prejuízos financeiros aos menores, que ainda não possuem bens e nem mesmo são capazes de promover o próprio sustento, portanto em muitos casos estas custas serão subtraídas da pensão e dos dividendos destinados a este menor”, disse.

E concluiu: “Nada seria mais justo do que dispensar o pagamento das custas judiciais nestes casos específicos, devolvendo os direitos fundamentais para o crescimento saudável das crianças que já sofrem algum tipo de privação por parte daqueles que mais deveriam zelar pelo seu futuro”, garantiu.

NEY LEPREVOST CRIA PROJETO DE LEI PARA LIMITAR TEMPO DE ESPERA NO SUS

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou na Assembleia Legislativa projeto de Lei para determinar o tempo máximo para agendamentos e realizações de procedimentos cirúrgicos e exames laboratoriais e diagnósticos em usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no Paraná.

De acordo com o texto, o agendamento de cirurgias, exames de diagnósticos e laboratoriais deverão ser efetuados em até cinco (05) dias da solicitação encaminhada pela Unidade de Saúde. Na ocasião do agendamento será verificada a urgência e a complexidade do procedimento; ainda será realizada a consulta de disponibilidade de vagas no Sistema de Regulação para Leitos, Exames e Consultas. Em casos de urgência e emergência o agendamento deverá ser realizado de imediato.

Ainda segundo o texto do projeto, os exames de diagnósticos e laboratoriais deverão obedecer aos seguintes prazos, ressalvados casos de urgência e emergências; os serviços de diagnósticos e laboratoriais de análises clínicas em regime ambulatorial em até cinco (05) dias úteis contando a partir da data da solicitação do agendamento; os demais serviços de diagnósticos e terapia em regime ambulatorial deverão ser realizados em até dez (10) dias úteis contados a partir da data da solicitação do agendamento e os procedimentos cirúrgicos deverão ser realizados num prazo de, no máximo, sessenta (60) dias contados a partir da solicitação do agendamento, levando em consideração a complexidade do procedimento.

De acordo com o deputado Ney Leprevost “a demora excessiva no agendamento de procedimentos cirúrgicos representa um desrespeito aos paranaenses e a Constituição Federal no que diz respeito à eficiência, universalização e integralidade de serviços de saúde. Esse projeto de Lei representa um avanço na atenção à saúde, uma questão não apenas de cidadania, mas sim de dignidade, representa a preocupação e a sensibilidade com o bem mais precioso que pode ter um ser humano, a vida” disse.

NEY LEPREVOST APRESENTA REIVINDICAÇÕES DOS POLICIAIS MILITARES E CIVIS

Nesta quarta-feira, o deputado Ney Leprevost, ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para apresentar reivindicações dos policiais militares e civis.

No dia 9 de março, a Secretaria de Segurança Pública do Paraná divulgou que os homicídios dolosos em Curitiba tiveram um aumento de 7,3% em 2014 comparado com o ano de 2013. O deputado Ney Leprevost declarou estar extremamente preocupado com o alto índice de homicídios dolosos praticados na capital.

Curitiba teve cerca de 30,5 homicídios para cada 100 mil habitantes, mais do que o triplo do índice considerado tolerável pela pela OMS (Organização Mundial da Saúde) que é de 10 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que o Estado encerrou 2014 com uma taxa de 22,6 homicídios por 100 mil habitantes.

A divulgação apontou ainda que entre as 10 cidades com maior número de homicídios no Paraná, cinco tiveram aumento no número de homicídios dolosos, quando uma pessoa mata outra intencionalmente. Chamaram a atenção pelos altos índices de violência as cidades de Londrina, Guarapuava e Paranaguá.

Na semana passada Leprevost havia cobrado do governo estadual o aumento previsto no efetivo da Polícia Militar que não foi concretizado pelo Governo, deixando uma carência de militares em todos os batalhões da PM em Curitiba.

Segundo o presidente da Associação de Praças do Estado do Paraná (APRA), Orélio Fontana Neto, antes de contratar mais policiais militares é preciso arrumar a casa e pagar o salário correspondente à função exercida pelo servidor. Segundo Fontana “os policiais militares que passaram no concurso interno realizado para cabo e sargento em outubro de 2014 ainda estão recebendo rendimentos como se fossem alunos da academia. As férias dos bombeiros e policiais militares só foram pagas pelo governo estadual porque a APRA conseguiu na justiça uma decisão liminar assegurando o pagamento. Quanto à falta de contingente, a situação é extremamente grave, pois sobrecarrega os militares que estão adoecendo e precisam ser encaminhados para atendimento psicológico no Hospital da Policia Militar do Paraná”, disse.

Segundo as informações levantadas pelo deputado Ney Leprevost, o contingente de policiais militares previsto para o 1º Comando Regional da Polícia Militar seria de 4.001 homens, mas o efetivo existente lotado no 1ºCRPM é de apenas 2.390 soldados, um déficit de 40,26%.

No 12º Batalhão de Polícia Militar, o contingente de policiais militares previsto pelo governo estadual era de 977 soldados, mas o efetivo existente é somente 492 policiais militares, um déficit de 49,64%.

Para o 13º Batalhão de Polícia Militar, o contingente previsto era de 700 policiais militares, mas atualmente trabalham efetivamente no 13ºBPM apenas 469 soldados, um déficit de 33%.

No 20º Batalhão de Polícia Militar, o contingente previsto era de 811 homens, mas estão efetivamente lotados no batalhão apenas 558 militares, um déficit de 31,19%.

Para o 23º Batalhão de Polícia Militar, o efetivo previsto era de 439 soldados, mas o contingente existente é de 253 policiais, um déficit de 44,87%.

No Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), o efetivo previsto era de 546 soldados, mas o efetivo existente é de apenas 301 militares, um déficit de 44,87%.

Na polícia Civil a situação não é muito diferente. De acordo com o presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (Sinclapol), André Luiz Gutierrez, “a categoria está lutando pela aprovação do Projeto de Lei do Novo Estatuto da Polícia Civil que garante a contratação de novos escrivães e agentes, além de um plano de carreira com regras bem estabelecidas”, disse.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o ideal seria de 1 policial para cada 250 pessoas. Segundo o comando da PM, Curitiba precisa de mais 3.011 soldados para atender a demanda das ruas. De acordo com o Sinclapol, a polícia civil na capital do Paraná precisa de mais 1.000 servidores em Curitiba.

Para o deputado Ney Leprevost a situação é extremamente preocupante “o governo do estado precisa atender os pleitos dos policias militares e civis. Pagar o que lhes é de direito e viabilizar os planos de carreia das classes. É uma questão de segurança pública. Precisamos dar mais atenção para os altos índices de violência na capital do Estado do Paraná. A criminalidade não pode continuar subindo dessa forma assustadora na cidade de Curitiba”, disse Ney.

ALEP_11fev2015

 

NEY PROPÕE PROJETO PARA ESTIMULAR LEITURA DE JORNAIS E REVISTAS NAS ESCOLAS PÚBLICAS

O deputado Ney Leprevost apresentou na Assembleia Legislativa um projeto de Lei propondo a criação do Programa de Incentivo a Leitura de Jornais e Revistas em sala de aula, como atividade extracurricular, nos estabelecimentos públicos de ensino fundamental e médio do Estado do Paraná.

De acordo com o deputado Ney Leprevost “o objetivo do projeto é orientar os adolescentes e jovens para o exercício pleno da cidadania. A leitura de jornais e revistas não fará parte de nenhuma disciplina específica, mas servirá como atividade extracurricular, sendo realizada de forma interdisciplinar e complementar aos conteúdos programáticos das diversas disciplinas do currículo escolar”, disse.

Segundo o texto, a ideia é Incentivar o hábito da leitura, desenvolver o senso crítico e realizar analise de jornais e revistas visando o desenvolvimento sócio cultural e do senso crítico dos alunos, mediante análise dos acontecimentos que afetam o cotidiano dos cidadãos e no conhecimento de assuntos que dizem respeito ao desenvolvimento da sociedade e do bem-estar coletivo, bem como dos fatos políticos, econômicos, científicos, educacionais e culturais, de repercussão local, nacional e internacional.

A Secretaria de Educação deverá inserir em sua política de capacitação aos docentes o tema da correta utilização e melhor aproveitamento dos jornais e revistas em sala de aula como instrumento mediador de informação, aproximação dos conteúdos escolares do cotidiano dos alunos, conhecimento e análise crítica da realidade social.

NEY LEPREVOST APRESENTA PROJETO DE LEI DE INCENTIVO À SAÚDE

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou projeto de Lei que dispõe sobre a política de incentivo à saúde no Estado do Paraná, concedendo crédito outorgado correspondente ao valor do pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) a projetos de fortalecimento na área da saúde credenciados pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná.

De acordo com o texto, consideram-se aptos a receber a concessão àqueles projetos destinados à aquisição, ampliação e construção de Unidades Básicas de Saúde. Também estão incluídas a aquisição de equipamentos ou serviços, contratação de recursos humanos e educação com enfoque na promoção de saúde.

Ainda segundo o texto do projeto, para fins de apuração do valor do ICMS, serão fixados os percentuais aplicáveis ao valor do saldo devedor do ICMS apurado pelo contribuinte devendo o percentual variar de 0,01% (um centésimo por cento) a 3% (três por cento), de acordo com o escalonamento por faixas de saldo devedor anual. Deverá ainda a Secretaria de Estado da Fazenda, estabelecer o montante máximo de recursos disponíveis para captação aos projetos credenciados pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, o qual será fixado em cada exercício ficando limitado até 0,2% (dois décimos por cento) da parte estadual da arrecadação anual do ICMS relativo ao exercício imediatamente anterior.

Segundo o autor do projeto deputado Ney Leprevost “a realidade da Saúde Pública no Brasil é precária. Percebemos uma insuficiência de recursos orçamentários para investimentos em políticas públicas de saúde, principalmente de assistência básica e especializada. O Paraná dispõe de um corpo técnico especializado e competente, muitas vezes impossibilitado de cumprir o amplo atendimento aos pacientes por falta de equipamentos e materiais básicos para atendimento. Pretendemos com esse projeto de Lei viabilizar mais recursos para melhorar o atendimento da população”, afirmou.

LEPREVOST QUER ESTENDER SUA LEI DA FICHA LIMPA PARA ENTIDADES DE UTILIDADE PÚBLICA

O deputado Ney Leprevost, autor da Lei da Ficha Limpa no Paraná, protocolou na Assembleia Legislativa, um acréscimo ao inciso VI do artigo 1º da Lei 17.826/13, que trata da concessão e manutenção do Título de Utilidade Pública para entidades no Paraná, garantindo que os membros das diretorias, disponham de idoneidade moral e reputação ilibada, nos termos idênticos da Lei Complementar nº 135 de 04 de junho de 2010 (Lei da Ficha Limpa).

De acordo com Leprevost esse acréscimo no texto da Lei é importante para garantir a credibilidade das entidades que recebem o Título de Utilidade Pública. “Precisamos incluir no texto da Lei que os membros das diretorias das entidades tenham a Ficha Limpa, isso é necessário para assegurar que o Poder Público está fazendo parcerias com entidades idôneas”, disse.

O Título de Utilidade Pública é concedido para as entidades que comprovem ser pessoa jurídica de direito privado constituída no Estado ou que exerçam atividades com representação no Paraná, com ato constitutivo registrado.

A entidade deve ter ainda personalidade jurídica há mais de um ano; ter finalidade assistencial, educacional, cultural, filantrópica, de saúde, de pesquisa científica, de esporte ou meio ambiente, desde que comprovado o interesse público das atividades desenvolvidas, prestando serviços de forma perene, efetiva e desinteressada à coletividade.

Ainda de acordo com o texto, a entidade não pode ter fins lucrativos, não deve distribuir lucros, bonificações, dividendos ou quaisquer outras vantagens aos seus associados, fundadores ou mantenedores e ter o respectivo patrimônio aplicado na realização de objetivo social; possuir gestão administrativa e patrimonial que garanta e preserve o interesse público; que no caso de dissolução, a destinação do patrimônio será à entidade congênere ou ao Poder Público que efetuou a respectiva doação.

DEPUTADO NEY LEPREVOST CONVIDA PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO PRÓ-RENAL PARA FALAR SOBRE A IMPORTÂNCIA DO DIA MUNDIAL DO RIM

A convite do deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, o presidente da Fundação Pró-Renal, Miguel Carlos Riella, participará da sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (10) a partir das 14h30, para falar sobre a importância do Dia Mundial do Rim, que é comemorado em 12 de março.

O parlamentar ressalta que é preciso intensificar as ações de saúde preventiva em relação às mais variadas doenças, principalmente as relacionadas aos rins. “A importância dos cuidados que devemos ter com os rins é fundamental para evitar que cada vez mais pessoas tenham que se submeter ao duro tratamento de hemodiálise. E ninguém melhor que o médico nefrologista e presidente da Fundação Pró-Renal, Miguel Carlos Riella, para falar sobre o assunto”, afirma Leprevost.

A Pró-Renal Brasil é uma entidade filantrópica de assistência e de pesquisa criada em 1984, e tem como principal objetivo dar assistência aos pacientes renais crônicos, atuando em clínicas e hospitais conveniados.

Ney_Riella_edit

NEY LEPREVOST PROPÕE ISENTAR DA TAXA DE INSCRIÇÃO DO VESTIBULAR DOADORES DE SANGUE E MEDULA ÓSSEA

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou projeto de Lei que isenta do pagamento da taxa de inscrição do vestibular em universidades e faculdades públicas do Paraná, os candidatos cadastrados como doadores de sangue e medula óssea.

De acordo com o texto, o candidato deverá comprovar a doação de sangue, que não poderá ser inferior a duas vezes em um período de doze meses, para ter direito a isenção da taxa de inscrição. Somente será aceita a doação promovida a órgão oficial ou a entidades credenciadas pela União, pelo Estado ou por Municípios do Paraná.

O objetivo do projeto é incentivar a doação de sangue nos hospitais e bancos de sangue do Estado, bem como aumentar o número de cadastrados no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), tendo em vista que é muito difícil achar um doador de medula óssea compatível e, por isso, os médicos ressaltam a importância de doar para aumentar as possibilidades de encontrar um doador compatível para os pacientes que precisam.

Atualmente é grande a dificuldade que as entidades coletoras de sangue enfrentam para atrair os doadores. Para o deputado Ney Leprevost “o projeto que isenta os candidatos ao vestibular do pagamento da taxa de inscrição pretende incentivar a doação de sangue e salvar vidas. Doar é um gesto de amor e respeito. Diferente do que muitos podem pensar, é um gesto prático e rápido. As situações que necessitam de sangue são muitas. Todas as pessoas que estão passando por tratamentos como quimioterapia, cirurgias e transplantes precisam de sangue, além de acidentados e portadores de algumas doenças do sangue. Pretendemos incentivar a doação de sangue e medula óssea no Paraná”, disse Ney.

hemorio2

NEY PROPÕE TESTE DE COMPATIBILIDADE DE MEDULA ÓSSEA NO SANGUE COLETADO DE DOADORES

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou projeto de Lei propondo que no ato da doação de sangue seja realizado o teste de tipagem HLA (Human Leukocyte Antigen) para a inclusão dos resultados no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME).

O objetivo do projeto é ampliar o número de cadastrados no REDOME e possibilitar maiores condições para se encontrar um doador compatível para as pessoas com leucemia e outras doenças que comprometem o funcionamento da medula óssea e que possuem como única esperança de vida o transplante.

A realização do teste e o envio das informações para o REDOME irão depender de um termo de consentimento assinado pelo doador que será informado no ato do teste que a realização do exame não implicará na obrigatoriedade da doação.

Para o deputado Ney Leprevost “doar sangue é um gesto de amor, respeito e, diferente do que muitos pensam, é um gesto prático e rápido. As situações que demandam sangue são inúmeras. Todas as pessoas que estão passando por tratamentos como quimioterapia, cirurgias e transplantes precisam de sangue, além de acidentados e portadores de algumas doenças do sangue. Este projeto pretende salvar a vida destas pessoas”, afirmou.

A medula óssea é um tecido encontrado no interior dos ossos, rico em células tronco ou progenitoras que são responsáveis pela formação dos componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas. Se há algum problema na fabricação dessas células na medula, o corpo sofre consequências e a pessoa pode desenvolver leucemia, linfomas, anemias graves ou outras doenças do sangue.

Entre os sinais de alerta da leucemia, estão o cansaço, o sangramento sem origem clara, manchas na pele sem motivo aparente, suor em excesso durante a noite e inchaço dos glânglios linfáticos.

No caso de qualquer um desses sintomas, é importante investigar – havendo necessidade, buscar doadores compatíveis – na família ou no banco de doadores de medula. No entanto, é muito difícil achar um doador compatível e, por isso, os médicos ressaltam a importância de doar para aumentar as possibilidades para os pacientes que precisam. Pessoas de 18 a 55 anos em bom estado de saúde podem se cadastrar para doar e, depois, precisam manter o cadastro atualizado para serem encontradas se houver necessidade.

14984217

NEY LEPREVOST É FAVORÁVEL AO PROJETO DE LEI PARA COIBIR RADIOGRAFIA ODONTOLÓGICA SEM NECESSIDADE TÉCNICA

 

O deputado Ney Leprevost se posicionou favorável a aprovação do projeto de lei que visa proibir exames de radiografia odontológica que não tenham objetivo de diagnosticar ou tratar alguma doença e contra o veto do governador ao Projeto de Lei nº 379/2013 do deputado Anibelli Neto.

O que ocorre, segundo relatou o Conselho Regional de Odontologia (CRO), é que operadoras de planos privados de assistência à saúde exigem dos cirurgiões dentistas, como comprovação dos serviços prestados, a tomada radiográfica sobre os pacientes, expondo-os aos efeitos biológicos da radiação, sem a necessidade técnica, e sim com o objetivo exclusivo de comprovação dos procedimentos realizados, o que contraria a orientação especializada sobre o assunto.

Ney explica que a exposição direta à radiação se justifica unicamente quando há uma necessidade comprovada de diagnosticar ou tratar um problema de saúde. “Este procedimento deve ser solicitado levando em consideração os benefícios do diagnóstico em relação ao risco da exposição do paciente à radiação. O uso desnecessário deste procedimento por períodos prolongados pode causar inclusive câncer”, afirmou.

O parlamentar sugere que, sempre que possível, se utilize método
alternativo igualmente eficaz de menor nocividade. “Sendo inevitável o exame radiográfico, o procedimento deve ser realizado seguindo os padrões técnicos reconhecidos, com aparelhos revisados, utilizando equipamentos de proteção no paciente e no profissional com a intenção de minimizar os efeitos radiológicos ao mínimo aceitável”, concluiu.

CURITIBA TEM 3.011 POLICIAIS MILITARES A MENOS DO QUE PRECISA

NEY LEPREVOST COBRA DO GOVERNADOR AUMENTO DO CONTINGENTE. SEGUNDO A ONU, O IDEIAL É DE 1 POLICIAL PARA CADA 250 PESSOAS

O deputado Ney Leprevost está cobrando do Governo Estadual o aumento previsto e necessário para o contingente da Policia Militar em Curitiba. A População atual da capital foi estimada em 1.776.761 habitantes. A cidade precisaria ter segundo as estatísticas da ONU 7.107 policiais militares. Mas de acordo com a previsão da PM o número necessário é de 7.474 profissionais.

Segundo as informações levantadas pelo parlamentar, o contingente de policiais militares previsto para o 1º Comando Regional da Polícia Militar é de 4.001 homens, mas o efetivo existente lotado no 1ºCRPM é de apenas 2.390 soldados, um déficit de 40,26%.

Para o 12º Batalhão de Polícia Militar, o contingente de policiais militares previsto pelo Governo Estadual era de 977 soldados, mas o efetivo existente é somente 492 policiais militares, um déficit de 49,64%. Ressaltasse que em 2015 foram transferidos 35 policiais militares do 12ºBPM para outras unidades, sem a necessária e imprescindível reposição do contingente.

Já no 13º Batalhão de Polícia Militar, o contingente previsto era de 700 policiais militares, mas atualmente trabalham efetivamente no 13ºBPM apenas 469 soldados, um déficit de 33%.

No 20º Batalhão de Polícia Militar, o contingente previsto era de 811 homens, mas estão efetivamente lotados no batalhão apenas 558 militares, um déficit de 31,19%.

No 23º Batalhão de Polícia Militar, o efetivo previsto era de 439 soldados, mas o contingente existente é de 253 policiais, um déficit de 44,87%.

No Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), o efetivo previsto era de 546 soldados, mas o efetivo existente é de apenas 301 militares, um déficit de 44,87%.

Segundo o deputado Ney Leprevost “Curitiba tem um déficit muito grande de policiais militares. Como vão dar conta de combater o crime se não temos o contingente necessário de policiais militares nas ruas. Precisamos cobrar do Governo as metas que o próprio Governo estabeleceu e dar segurança à população da capital. Esses números precisam ser revistos e mais policias militares devem ser contratados”, ressaltou.

ney_leprevost_combativo

Veja a lista dos 14 deputados que pediram para o Governo do Estado suspender o aumento da tarifa de energia elétrica cobrado pela Copel.

Veja a lista dos 14 deputados que pediram para o Governo do Estado suspender o aumento da tarifa de energia elétrica cobrado pela Copel.

 

São contra o aumento da sua conta de luz:

Deputado Chico Brasileiro

Deputado Evandro Araújo

Deputado Márcio Pacheco

Deputado Márcio Pauliki

Deputada Maria Vitória

Deputado Nereu Moura

Deputado Ney Leprevost

Deputado Paranhos

Deputado Pastor Edson Praczyk

Deputado Péricles de Mello

Deputado Professor Lemos

Deputado Requião Filho

Deputado Tadeu Veneri

Deputado Tercílio Turini

DEPUTADO NEY LEPREVOST APRESENTA REINVIDICAÇÕES DOS PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS AO GOVERNO DO ESTADO

Ocupando Unioeste

No uso de suas atribuições legais, o deputado Ney Leprevost apresentou ofício ao Governo do Estado com as reinvidicações dos professores das universidades estaduais.

Ney, que anexou ao ofício carta elaborada pelo comando estadual das universidades em greve, explica que é necessário a urgência na atenção as solicitações para haver entendimento entre o Governo e os professores. “É necessário haver entendimento, pois esta situação está prejudicando os alunos das sete universidades estaduais. É fundamental por um ponto final neste assunto com a máxima urgência”, afirmou o parlamentar.

Os manifestantes afirmam que nenhum dos pontos anunciados pelo Governo do Estado aos reitores representa avanços para as universidades ou para os docentes em greve. O repasse em atraso da primeira parcela do Custeio é obrigação constitucional do Estado. O pagamento de 1/3 de férias no mês de março também não deve ser compreendido como avanço, sendo que o pagamento deveria ter sido feito no início do ano, em janeiro.

Os docentes ainda pedem para que o governo desista de impor seu projeto de autonomia financeira às universidades, a retirada  da subtração de 1% para 0.5% dos recursos destinados para a Fundação Araucária para financiamento de projetos de pesquisas, de extensão e bolsas para as universidades estaduais paranaenses. Os professores alegam que a atual alíquota de 1% já está defasada.

Outro ponto abordado é a retirada da exigência das universidades no sistema “RH Meta-04”. Segundo os docentes, todas as Universidades devem ser tratadas com isonomia pelo Governo e a atual proposta não inclui a UENP e a UNESPAR, que pertencem ao sistema estadual.

O arquivamento do projeto de reforma do Paraná Previdência também faz parte das reivindicações.

NEY LEPREVOST APRESENTA PROJETO PARA DETECTAR DIFICULDADES DE ALIMENTAÇÃO DOS BEBÊS

teste-da-linguinha

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou projeto de Lei propondo a realização, do teste da linguinha em todas as maternidades e hospitais do Paraná.

De acordo com o texto, todas as maternidades e hospitais públicos ficam obrigados por Lei a realizar o exame de avaliação do frênulo da língua em recém-nascidos. O objetivo é detectar se existe alguma alteração na membrana que liga a língua à parte inferior da boca – também conhecida como freio ou frênulo. A alteração pode gerar a popular língua presa.

Segundo o parlamentar “no primeiro momento, o teste serve para detectar a língua presa, que é quando esse fio está fixado mais para a ponta da língua. Só se considera língua presa quando limita o movimento”, disse.

Os problemas vão além da dificuldade na fala. No caso dos recém-nascidos, a alimentação pode ser prejudicada já que afeta a sucção. “Isso tem sido uma das maiores causas de desmame precoce. O bebê pode ter dificuldade de passar para a papinha porque tem dificuldade de deglutição. Por volta de um ano e meio, pode ter problemas no processo mastigatório também”, afirmou.

Para Leprevost, a grande vantagem é que com a Lei mais crianças poderão ser diagnosticadas.

Via Assessoria de Imprensa

DOENTES PULMONARES RECEBEM ATENÇÃO ESPECIAL EM PROJETO DE NEY LEPREVOST

espirometria_011

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, protocolou projeto de Lei que estabelece a criação do Programa Estadual de Assistência aos Portadores de doença Pulmonar Obstrutiva e Crônica – DPOC.
Pelo projeto de Lei as unidades públicas de saúde ficam incumbidas de disponibilizar gratuitamente a população o exame de espirometria que detecta o DPOC.

De acordo com o texto os pacientes do SUS diagnosticados com a doença devem fazer fisioterapia pulmonar e ter acesso gratuito, quando necessário, a cadeira de rodas. O deputado Ney Leprevost também quer que o sistema público da saúde forneça vacinas antigripais e antipneumocócicas aos portadores desta grave enfermidade.

Segundo o parlamentar “a Organização Mundial de Saúde está muito preocupada com esta doença. O diagnóstico precoce pode evitar o agravamento do quadro e melhorar a qualidade de vida do paciente. É importante ressaltar, que a prevenção, tal como proposta no projeto, diminuiria as despesas do Estado com o tratamento”, afirmou Leprevost.

Via Assessoria de Imprensa

 

 

 

 

 

LEPREVOST ASSINA RESOLUÇÃO QUE PRETENDE ACABAR COM “COMISSÃO GERAL”

ney_plenario

O deputado Ney Leprevost assinou esta semana o projeto de resolução que pretende extinguir o artigo 107 do Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Paraná que autoriza a transformação da Sessão Plenária em Comissão Geral.

O regime de Comissão Geral permite a redução do intervalo entre as discussões dos projetos com a realização de sessões ordinárias e extraordinárias. Com essa estratégia as matérias são relatadas diretamente na própria Sessão Plenária sem a oportunidade de análise detalhada nem prévia avaliação das comissões fixas.

O regime de Comissão Geral existe apenas na Assembleia Legislativa do Paraná não havendo em nenhum outro Parlamento do país. Nos casos específicos em que haja a necessidade de celeridade no trâmite de determinada proposição, há no Regimento Interno da Assembleia o Regime de Urgência, este sim com respaldo constitucional.

O pacotaço, como foi apelidado, seria votado às pressas, num único dia, por meio de Comissão Geral e não passando nas comissões fixas, como manda o trâmite normal.

DEPUTADO NEY LEPREVOST É CONTRA “PACOTAÇO”

O deputado Ney Leprevost se posicionou contra as medidas do “pacote” do Governo do Estado. O discurso aconteceu na terça-feira, dia 10, no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná.

O parlamentar, que fez uma análise técnica dos itens que integram o “pacote” sob a ótica do interesse da população, afirma que o Secretário da Fazenda está induzindo os membros do Governo a um grave equívoco técnico, administrativo e político. Ney lembra que não é a primeira medida adotada pelo Secretário da Fazenda contra os servidores públicos do nosso Estado. “No final do ano passado foi apresentada medida para taxação de 11% dos aposentados do Paraná. Com muita convicção votei contra”, afirma.

Sobre a Paraná Previdência, Ney disse que a previsão do Estado é dobrar a participação do fundo de 11 para 16.5% neste ano, e 22% em 2016. Só que esta obrigação de 11% foi descumprida em vários momentos por vários governos. “Como podemos esperar que o atual Governo aumente o fundo para 22% se o Estado não tem como garantir nem mesmo os 11%. A transferência dos 8 bilhões para o fundo financeiro, que hoje tem um rombo de R$ 250 milhões por mês, representa um risco de zerar esse saldo da Previdência em curto prazo e ameaçar o pagamento das aposentadorias”, disse.

E mais: “Isso derruba o objetivo inicial da Paraná Previdência em se tornar auto-suficente em em 2033, conforme declarou seu criador, Renato Follador, em uma boa entrevista no último domingo no jornal Gazeta do Povo”, afirmou.

Ney disse que os erros são sucessivos. “Comissão geral não é a maneira certa de tratar medidas importantes nesta casa. Precisamos urgente fazer a reforma do regimento interno e acabar com este instrumento nefasto da Comissão Geral. Pacotaço não é maneira correta de encaminhar projetos para a Assembléia, pois misturam-se medidas positivas como as que incentivam a solicitação de notas fiscais com medidas negativas como esta que mexe no fundo da Paraná Previdência”.

Ney finalizou dizendo que em nome do interesse público, da educação, dos aposentados e pensionistas e em nome dos servidores públicos convocou os deputados a votarem contra estas medidas. E lembrou as palavras do poeta Sidonio Muralha “se caráter custa caro, eu pago o preço”.

NEY LEPREVOST DECLARA VOTO A FAVOR DOS PROFESSORES

O deputado Ney Leprevost vai votar a favor dos professores e servidores públicos e contra as medidas do “pacote” que afetam a educação. A votação acontece nesta terça-feira, dia 10, no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná. 

Na opinião do parlamentar é preciso defender a educação e a manutenção dos direitos adquiridos por todos que fizeram sua vida profissional trabalhando pelo público. “Votarei contra a proposta de extinção dos quinquênios e contra todas as outras medidas que afetam os professores. O Brasil só vai melhorar investindo seriamente em educação e para isto os educadores tem que ser valorizados e bem remunerados. Povo educado sabe votar e não compactua com a corrupção”, afirmou Ney.

O “pacote” enviados pelo governador Beto Richa contem medidas que retira dos novos servidores públicos o benefício do quinquênio; extingue o auxílio transporte para quem está afastado e limita o teto de contribuição e de benefícios ao do Regime Geral de Previdência Social que atualmente é de R$ 4.663,75.

Via Assessoria 

PROJETO DE LEPREVOST PARA APROVEITAMENTO DA ENERGIA SOLAR E EÓLICA SEGUE PARA ANÁLISE DAS COMISSÕES TÉCNICAS

De autoria do deputado Ney Leprevost, o projeto de Lei nº 239/14, que propõe a criação de uma Política Estadual de Incentivo ao Aproveitamento de Energia Solar e Eólica como forma de racionalizar o consumo de energia elétrica e outras fontes de energia no Paraná, seguiu agora para análise e parecer técnico das comissões do Poder Legislativo.
O objetivo do projeto além de racionalizar o consumo da energia elétrica, é criar alternativas de emprego e renda para o Estado, incentivando o setor industrial que fabrica os equipamentos e componentes para a geração de energia solar e eólica. 
De acordo com Leprevost, é dever do Poder Público estimular o uso de tecnologias mais limpas e menos degradadoras. Estudos indicam que o Paraná tem um enorme potencial de energia eólica e solar não aproveitado. As alternativas complementares viáveis de energia devem ser urgentemente implantadas, tendo em vista a forte demanda do setor energético enfrentada no país, principalmente nas grandes cidades, disse. 
Entre os objetivos da Política Estadual de Incentivo ao Aproveitamento de Energia Solar e Eólica estão: a implantação de sistemas de energia solar e eólica em empreendimentos particulares e públicos, residenciais, comunitários, comerciais e industriais; prevenir impactos negativos ao meio ambiente; universalizar o serviço público de energia; estimular o uso de fontes renováveis de energia; diversificar a matriz energética paranaense; garantir maior confiabilidade e segurança para o abastecimento; criar mecanismos para facilitar o uso e a comercialização dos produtos inerentes ao sistema da energia solar e eólica; apoiar a implantação e o desenvolvimento dos projetos que contemplem a utilização de equipamentos de energia alternativa; e desenvolver campanhas destinadas a racionalizar o consumo de energia elétrica no Estado do Paraná.

NEY LEPREVOST É ELEITO DEPUTADO DO ANO PELA SENAP

O deputado estadual Ney Leprevost recebeu com alegria a edição 2014/2015 da revista da Sociedade Nacional de Pesquisa de Opinião Pública – Senap, que dedica uma página ao seu trabalho como político. Na reportagem, a revista refere-se ao parlamentar como o “Deputado do Ano do Paraná” e o intitula como “o deputado que mais apresentou projetos e aprovou leis nos últimos quatro anos”.
A reportagem informa que Ney apresentou 189 projetos, o que resulta na média de um projeto por semana. Este número representa um total de 10% de todos os projetos apresentados pelos 54 deputados. Em relação ao segundo colocado, Ney ficou a frente  com 70 projetos a mais.
Dos 189 projetos, 38 já viraram leis. Dentre os projetos que ganharam maior destaque, estão especialmente os da área da saúde, esporte e combate à corrupção. Na área de saúde a reportagem citou os projetos que garante que as maternidades façam o Teste do Coraçãozinho, que detecta cardiopatia congênita nos recém-nascidos, e a lei que garante às grávidas e aos idosos o direito a acompanhante em qualquer procedimento nos hospitais da rede pública ou conveniados ao SUS. 
A Lei de Incentivo ao Esporte do Paraná e de Curitiba, que beneficiou mais de 14 mil atletas, também tem a assinatura de Ney. 
Ney também foi o autor do projeto Ficha Limpa, que assegurou que pessoas que tenham sido condenadas por crimes nao podem mais assumir nenhum cargo comissionado na administração pública do Estado.
“É uma grande satisfação ter esse reconhecimento por conceituada revista, mas reforço que essa é a obrigação de todo e qualquer político”, afirmou Ney.
A revista Senap é o órgão oficial de divulgação da Sociedade Nacional de Pesquisa de Opinião Pública, que atua no mercado há mais de 40 anos consagrando os destaques do mundo político e empresarial. Possui tiragem de 10 mil exemplares distribuídos e seu alcance é de 100 mil leitores.

DEPUTADO NEY LEPREVOST PROPÕE ISENÇÃO DE ICMS EM PRODUTOS ESSENCIAIS PARA IDOSOS E BEBÊS

O deputado Ney Leprevost protocolou na Assembléia Legislativa projeto de lei estabelecendo a dispensa de ICMS em produtos fundamentais para o cuidado diário de bebês e idosos. Pela proposta, a alíquota poderá ser reduzida a zero e o repasse do benefício será integral ao consumidor.
Se a proposta for aprovada haverá redução significativa nos preços dos seguintes produtos: fraldas descartáveis geriátricas e infantis, fraldas de pano, protetores descartáveis para cama, suplementos nutricionais para idosos, mamadeiras, chupetas, leites específicos, cremes e pomadas para assaduras, protetor solar com fator de proteção solar acima de 30, algodão, talcos, lenços umedecidos, sabonetes e samphoos infantis, hastes flexíveis de algodão e materiais para curativos em geral, entre outros.
De acordo com Ney é preciso haver uma sensibilização dos colegas deputados para votarem a favor da isenção de imposto para produtos de necessidades básicas. “A desoneração tributária com reflexo na queda de preço dos produtos essenciais para o cuidado de bebês e idosos é uma reivindicação antiga da população. Mesmo parcial, consideramos que será um avanço que beneficiará grande parcela dos paranaenses, garantindo a facilidade no acesso a estes produtos essenciais”, afirmou.
O parlamentar defende a constitucionalidade de seu projeto amparado no artigo 1º da Lei Complementar 87 de 13 de setembro de 1996, que garante aos Estados instituir o valor do ICMS ainda que as operações se iniciem no exterior.

PEDIDO DE NEY LEPREVOST PARA AUMENTO NO VALOR DOS REPASSES DO SUS PARA PSIQUIATRIA ENTRA EM ANÁLISE NO MINISTÉRIO DA SAÚDE

O deputado Ney Leprevost recebeu em seu gabinete ofício do Ministério da Saúde comunicando que a solicitação para aumentar os repasses do SUS aos municípios paranaenses para a área da psiquiatria foi encaminhada a Coordenação-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas / Departamento de Atenção Especializada e Temática – DAET / Secretaria de Atenção a Saúde – SAS / Ministério da Saúde. 

A defasagem no valor ficou constatada através dos trabalhos realizados durante a CPI da Saúde Psiquiátrica, da qual Ney Leprevost foi o presidente.

Os trabalhos da CPI aconteceram entre os dias 20 de maio e 20 de novembro de 2014, e o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde Psiquiátrica retrata o difícil momento por que passa a saúde. “É preciso uma ação conjunta das autoridades do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos Governos Federal, Estadual e Municipais. Fizemos diversos encaminhamentos sugerindo ações para a melhoria dos serviços prestados”, afirmou Ney.

NEY LUTA POR UTI INFANTIL NO LITORAL

Desde 2014, o deputado estadual Ney Leprevost está lutando junto a Secretaria de Estado da Saúde para viabilizar a implantação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Infantil no Hospital Regional do Litoral, antiga Santa Casa de Paranaguá.
Hoje as crianças que precisam de internamento em UTI são removidas para hospitais de Curitiba e da Região Metropolitana, o que resulta no aumento de tempo para atendimento aos pacientes e o desconforto de enfrentar uma viagem. 
De acordo com Ney, o Hospital Regional do Litoral atende praticamente todos os pacientes dos sete municípios do Litoral e é referência em qualidade. “A construção de uma UTI Infantil vai dar agilidade ao atendimento as crianças e jovens residentes no Litoral e ao mesmo tempo não vai sobrecarregar os hospitais de Curitiba e Região Metropolitana”, afirmou. 

NEY LEPREVOST TOMA POSSE E ANUNCIA QUE VAI PROTOCOLAR 40 PROJETOS ESTA SEMANA

O deputado estadual Ney Leprevost, o mais votado do Partido Social Democrático (PSD) no Paraná, segundo deputado mais votado de Curitiba e sexto mais votado do Paraná, com 71.470 votos, tomou posse hoje, dia 01 de fevereiro, na Assembleia Legislativa.
Durante a sessão, Ney Leprevost assumiu o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição do Brasil e do Paraná, além de observar as Leis, desempenhando lealmente o mandato que lhe foi confiado pelo povo paranaense.
De acordo com o parlamentar, esta semana vou protocolar quarenta projetos de Lei, disse.
A sessão de posse dos deputados contou com a presença de autoridades, como o governador do Estado do Paraná, Beto Richa; a vice-governadora, Cida Borghetti; o presidente eleito do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Paulo Roberto Vasconcelos; o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacóia; o vereador Ailton Araújo, presidente da Câmara Municipal de Curitiba; e o conselheiro Ivan Bonilha, presidente do Tribunal de Contas do Estado.

NEY LEPREVOST APOIA PLEITOS DE CURITIBA JUNTO AO MINISTRO DAS CIDADES

O deputado Ney Leprevost, presidente do PSD de Curitiba e pré candidato a prefeito, deu novas mostras de civilidade e amor a Curitiba na manhã desta sexta-feira.
O parlamentar foi a sede da Prefeitura prestigiar o lançamento do Edital de Licitação do Novo Lote de Obras da Linha Verde Norte e apoiar os pleitos da capital paranaense junto ao ministro das Cidades, Gilberto Kassab, presidente licenciado do PSD nacional.

KASSAB FAZ PRIMEIRA VISITA A CURITIBA DEPOIS DE ASSUMIR O MINISTÉRIO DAS CIDADES

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), e o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, assinaram na manhã desta sexta-feira (16) o lançamento do edital de licitação de novo lote de obras da Linha Verde Norte. A assinatura aconteceu durante encontro no Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura Municipal de Curitiba, e aconteceu durante sua primeira visita a capital paranaense após assumir o Ministério das Cidades.

Na ocasião, foram entregues ao ministro três planos estratégicos que reúnem projetos que totalizam mais de R$ 960 milhões. Tratam-se do Plano de Calçadas, que necessita de R$ 69.147.788,72; do Plano Cicloviário, que soma R$ 105.169.865,58; e do Plano de Gestão da Malha Viária de Curitiba, orçado em R$ 787.549.169,16.

O ministro também recebeu pedido de correção monetária do valor destinado as obras do metrô, pois a Comissão de Revisão do Metrô concluiu que o projeto original, com orçamento de R$ 2.3 bilhões, estava subavaliado.

A solenidade contou com presença de autoridades como o deputado estadual Ney Leprevost, presidente do diretório municipal do PSD de Curitiba e secretário geral do PSD do Paraná, assim como de Aílton Araújo, presidente da Câmara Municipal de Curitiba.

NEY LEPREVOST É CANDIDATO A PREFEITO E APOSTA NO CONTATO DIRETO COM O POVO

O deputado Ney Leprevost, que recebeu expressivos 72.000 votos na eleição de 2014, tem feito discretas reuniões com interlocutores da sociedade civil organizada e comunicado que será candidato a prefeito de Curitiba em 2016 “nem que chova canivete”.

Sem fotógrafos e jornalistas acompanhando-o, Leprevost tem sido visto neste período de recesso da Assembléia misturado ao povo em diversos locais da cidade que vão da Rua XV, passando pelo Museu Oscar Niemeyer, paróquias da Igreja Católica, feiras gastronômicas e até locais mais animados como o tradicional Bar do Alemão, no Largo da Ordem.

Ao contrário de muitos pré-candidatos que não tem sequer partido para disputar a eleição, Leprevost é presidente do diretório municipal do PSD de Curitiba, secretário geral do PSD do Paraná e líder do PSD na Assembléia Legislativa. “Minha candidatura não depende de nenhum cacique político de fora do meu partido e o PSD está comprometido comigo desde que fiz sua fundação no Paraná ao lado do deputado Eduardo Sciarra”, afirmou Leprevost.

A um conceituado marqueteiro político que considera-o como o candidato com maior potencial de crescimento devido a sua grande credibilidade junto aos formadores de opinião, Ney Leprevost confidenciou que no novo mandato que começa em 1º de fevereiro pretende adotar uma postura ainda mais combativa na Assembleia Legislativa, fazendo uso semanal da tribuna para defender questões como educação, segurança e, principalmente, a saúde.

A noite, Ney tem se dedicado a devorar livros de Fernando Henrique Cardoso e biografias de líderes como Churchill, Getúlio Vargas, Nelson Mandela e, para preocupação dos adversários, Carlos Lacerda, conhecido como o “Demolidor de Presidentes”.

Em fevereiro, Ney começa a se reunir com arquitetos, engenheiros, urbanistas e economistas que irão traçar o esboço de seu plano de governo.

NEY LEPREVOST FAZ AVALIAÇÃO MUITO POSITIVA DO SECRETARIADO DE RICHA PARA NOVO GOVERNO

O anúncio da equipe de gestão para o novo governo Beto Richa repercutiu bem entre os aliados na Assembleia Legislativa.

O deputado Ney Leprevost, líder do PSD, afirmou que o governador Beto Richa foi muito feliz na escolha de Eduardo Sciarra para secretário chefe da Casa Civil.

O Sciarra é agregador, toca projetos com competência, tem trânsito em todas as esferas e é reto de caráter. Trata-se do homem certo para a função. 

O parlamentar também ressaltou que Richa acertou na escolha de Fernando Xavier Ferreira para a secretaria de educação e de Luís Fernando Vianna para a presidência da Copel. São nomes técnicos muito respeitados. 

Ney acredita que o retorno de Ratinho Jr para o Desenvolvimento Urbano e a nomeação de Fernando Francischini para a segurança pública, representam juventude e vontade de realizar em duas áreas muito importantes. Vassouras novas sempre varrem bem, avalia o deputado.

Este novo time; unido ao pessoal da casa; como Norberto Ortigara, Fernando Richa, Michele Caputo, Deonilson Roldo, Fernando Ghignone, Maria Tereza Uille Gomes, Pepe Richa e Munir Chaowiche; tem tudo para ajudar Beto a fazer um segundo governo ainda melhor.   

NEY LEPREVOST PRESTA CONTAS DO MANDATO PARLAMENTAR

O deputado estadual Ney Leprevost, apresentou nesta sexta-feira, dia 19/12, o resultado do seu trabalho durante quatro anos de mandato na Assembleia Legislativa.
O parlamentar protocolou 328 projetos de Lei, encaminhou 6.042 ofícios para órgãos públicos pedindo obras e programas sociais, liderou a aprovação pelo Poder Legislativo de mais de 360 emendas parlamentares. Inclusive as que irão ampliar os recursos destinados para o orçamento de 2015 nas áreas da saúde, atendimento médico, tratamento hospitalar e assistência social. Ney Leprevost ainda encaminhou 920 requerimentos para órgãos públicos e teve 56 Leis aprovadas e sancionadas pelo governador do Paraná.
Leprevost é autor da Lei que garante aos idosos o direito a acompanhante durante o internamento hospitalar, também é autor da Lei que garante as grávidas o direito a acompanhante no processo do parto nos hospitais da rede pública ou conveniados do Sistema Único de Saúde SUS. É do Ney a Lei de conscientização da Síndrome de Down. Ney Leprevost é autor da Lei Anti-Desmanches que combate o roubo de carros, fez a Lei de combate à pedofilia, e é autor da Lei de proteção aos animais. Ney Leprevost ainda criou muitas outras Leis importantes para os paranaenses.
Durante o último mandato parlamentar Ney Leprevost realizou aproximadamente 8.069 audiências no gabinete, nos bairros e nos municípios do Paraná. De acordo com o Instituto IRG Ney Leprevost tem 93% de aprovação dos paranaenses. 
Na Assembleia Legislativa Ney Leprevost presidiu três Frentes Parlamentares, uma Comissão Parlamentar de Inquérito e uma Comissão Permanente. Ney é o único deputado estadual membro efetivo da Academia de Letras. Recebeu em 2014 da Associação Médica do Paraná o título de Amigo da Saúde e Sócio Honorário em reconhecimento ao seu trabalho. Foi homenageado pela Sociedade Paranaense de Pediatria com a Comenda Dr. Homero de Mello Braga, pelo seu destaque na luta pela saúde e inclusão social. 
Ney Leprevost recebeu do Batalhão de Operações Especiais do Paraná o título de Mestre de Operações Especiais, e ganhou da Associação Comercial do Paraná uma homenagem por sua luta pela redução do ICMS para instrumentos musicais e bicicletas e também pela criação da Lei Estadual que instituiu Ildefonso Pereira Correia, o Barão do Serro Azul como Patrono do Comércio do Paraná. Leprevost ainda foi homenageado pelo Conselho Regional de Educação Física do Paraná e pela Rede de Combate ao Câncer. Ney Leprevost ainda quer fazer muito mais pela gente do Paraná. 

18ª EDIÇÃO DO NATAL DA SOLIDARIEDADE DO INSTITUTO DR. NEY LEPREVOST LEVOU ALEGRIA, CULTURA, BRINQUEDOS E DIVERSÃO PARA MILHARES DE CRIANÇAS

A 18ª Edição do Natal da Solidariedade” do Instituto Dr. Ney Leprevost reuniu milhares de crianças no Ginásio de Esportes do Clube 3 Marias, no último sábado. A festa contou com a presença do Papai Noel, distribuição de brinquedos, guloseimas, entrega de livros, concurso de redação e desenho além de muitas opções de diversão para as crianças que compareceram. 
Para o deputado Ney Leprevost, idealizador do projeto, além do aspecto lúdico o Natal é época de lembrar do  nascimento do menino Jesus. A festividade possibilita o exercício da cidadania, pois a cada ano lançamos um tema de concurso para redação e desenho, visando conscientizar as crianças sobre o significado da  responsabilidade social, afirmou.
Este ano o tema do concurso foi A Paz Começa em Casa, com premiação de dois tablets, para os melhores trabalhos. O melhor desenho escolhido foi do aluno Enzo Jacques Batista da Luz da Escola Municipal Paranaguá e a melhor redação foi da aluna Stephany Kosloski da Luz da Escola Pedro Dallabona.  
Além da distribuição de livros, brinquedos, geladinhos, refrigerantes, pipoca e algodão-doce a atração principal foi a chegada do Papai Noel que emocionou crianças e pais dando um clima muito especial para a principal data religiosa do ano que é o Natal. O Natal da Solidariedade” é organizado pelos voluntários do Instituto Dr. Ney Leprevost que leva o nome do saudoso advogado, humanista e ex-prefeito de Curitiba em 1948.
O evento contou ainda com os brinquedos infláveis tobogã, castelinho, safari pequeno, dinossauros e camas elásticas.
Ney Leprevost agradeceu as dezenas de empresas e pessoas voluntárias que apoiaram a 18ª Edição do Natal da Solidariedade deste ano, entre elas: Cini, Clube Três Marias, Diretoras e professoras das escolas da região, Drogarias Nissei, Geladinho Americano, Gelo Urso Polar, Good Serv Climatização, Hellograff, Impacto Security, Irmãos Madalosso, Lavita Engenharia, Perfomance, San Remo Construtora, Sesc Paraná, Shopping Novo Batel, Transpizatto Transportadora e Vida Emergências Médicas.

FELIPE LUCAS E NEY LEPREVOST APRESENTAM RELATÓRIO FINAL DA CPI DA SAÚDE MENTAL COM MAIS DE 15 PEDIDOS DE PROVIDÊNCIAS

Resultado dos trabalhos realizados entre 20 de maio e 20 de novembro de 2014, o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde Psiquiátrica foi apresentado nesta terça-feira (16), no Plenário da Assembléia Legislativa do Paraná, sugerindo providências para autoridades.
De acordo com o presidente da CPI, deputado Ney Leprevost, o relatório completo retrata o difícil momento por que passa a saúde. “Vamos encaminhar o relatório final para as autoridades do Poder Judiciário, ao Ministério Público e aos Governos Federal, Estadual e Municipais e recomendar ações para a melhoria dos serviços prestados”, afirmou.
“A Comissão, que brilhantemente foi presidida pelo deputado Ney Leprevost, fez um minucioso trabalho investigativo identificando a real carência da saúde psiquiátrica no Estado. Ouvimos depoentes, apuramos denúncias e identificamos problemas, propondo soluções  visando a melhoria do atendimento aos pacientes que dependem da saúde pública. Também fizemos uma diligência ao Centro de Curitiba para conversar com dependentes do crack. O resultado foi um relatório objetivo, que apresenta soluções para este grave problema enfrentado por quem precisa utilizar a saúde pública”, afirmou o relator deputado Felipe Lucas, que é médico.
Abaixo segue a lista dos encaminhamentos: 
• Encaminhamento do relatório ao Ministério da Saúde para que façam uma análise sobre a conveniência de manter da forma como está o valor dos repasses do SUS aos Municípios para a área de Psiquiatria, sendo que ficou constatado que os valores estão defasados diante do que se faz necessário, ou seja, recomenda-se aumento no valor dos repasses feitos e esta recomendação deve ser explicitada a Sra. Presidente da República e ao Sr. Ministro da Saúde;
• Envio do relatório a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná;
• Entrega do relatório a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba;
• Encaminhamento do relatório completo a Sociedade Paranaense de Psiquiatria, a Associação Médica do Paraná e ao Conselho Regional de Medicina para que tomem as providências que considerarem cabíveis;
• Recomendar a Defensoria Pública do Estado que nos casos em que exista omissão do Poder Governamental ou Estatal em relação a atendimentos, possa ingressar com ações na justiça para garantir tratamento digno e humanitário aos pacientes;
• Remeter o relatório a Coordenação do Sistema Penitenciário do Estado para que tome conhecimento e possa adotar medidas com o intuito de tratar os presos que tem transtornos mentais;
• Distribuir a todas as autoridades do área de saúde, sejam do âmbito Federal, Estadual ou Municipal que façam o diálogo e procurem elaborar imediatamente uma comissão multidisciplinar  com o objetivo de melhorar o atendimento da saúde psiquiátrica em Curitiba;
• Pleitear junto a Câmara Federal e ao Senado da República alterações  na Legislação em vigor no País para que garantam nos casos em que houver vontade da família e do paciente o internamento na Rede Pública de Saúde, mesmo indo contra a política adotada atualmente pelo Governo Federal, ou seja, fazendo correções na Legislação vigente no País;
• Propor a Secretaria de Segurança Pública a formação de um grupo especial, dentro do Denarc, de combate ao crack inclusive com serviço de inteligência e infiltração para estabelecer o estancamento do tráfico desta substância altamente danosa a saúde física e mental de seus usuários em todo o Estado do Paraná;
• Protocolar na Polícia Federal um pedido de combate ao tráfico de crack nas fronteiras dos países que fazem divisa com o Estado do Paraná;
• Recomendar ao governador do Estado a criação de um grupo multidisciplinar de prevenção, combate e tratamento dos dependentes do crack, que tenha foco no combate ao tráfico e tratamento dos dependentes, sendo formado pela elite da polícia civil e militar e com médicos, psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais, além de educadores;
• Cobrar da Prefeitura de Curitiba a reativação dos ambulatórios que trabalhavam em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde
• Pedir a Secretaria Estadual de Saúde que intensifique as ações de prevenção ao crack;
• Recomendar a Secretaria Estadual de Educação a inclusão de aulas sobre a prevenção as drogas nas escolas públicas do Paraná;
• Sugerir a Prefeitura Municipal de Curitiba a reativação da Secretaria Antidrogas do Município, desde que o perfil da mesma seja altamente técnico;
• Propor que a Assembleia Legislativa do Paraná realize fiscalização permanente e semestral em relação a saúde mental no Estado e que seja aberta uma CPI da Saúde para investigar o problema de forma mais ampla e abrangente.
Fizeram parte da CPI da Saúde Psiquiátrica como membros titulares os deputados Ney Leprevost (presidente), Felipe Lucas (relator), Gilson de Souza, Luiz Claudio Romanelli, Osmar Bertoldi, Stephanes Junior e Tadeu Veneri e como suplentes os deputados Duílio Genari, Tercilio Turini, Pastor Edson Praczyk, Waldyr Pugliesi, Pedro Lupion, Marla Tureck e Luciana Rafagnin.

FRENTE LIDERADA POR NEY LEPREVOST CONSEGUE GARANTIR MAIS R$180 MILHÕES PARA SAÚDE DOS PARANAENSES

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania, liderou a aprovação do Poder Legislativo para mais de setenta emendas parlamentares que irão ampliar os recursos destinados para o orçamento de 2015 do Estado do Paraná nas áreas da saúde, atendimento médico e tratamento hospitalar. 
Os recursos serão destinados também para a ação social. Além das emendas individuais que cada parlamentar tem direito de propor e das duas emendas coletivas, com abrangência regional, os parlamentares também destinam recursos para atender suas bases. Ney Leprevost conseguiu, em conjunto com a Comissão de Orçamento e com outros parlamentares, aproximadamente 180 milhões de reais que serão destinados para hospitais e entidades de saúde de todo o Paraná.
Para 2015, a receita corrente bruta do Estado será de R$ 49,1 bilhões. Com a previsão de vinculação dos 12% previstos em lei, o valor para aplicação de recursos em saúde, já com os descontos aplicados, será de R$ 3,1 bilhões.
Entre os hospitais e entidades de saúde beneficiados pelas emendas articuladas por Leprevost, estão:
Hospital de Clínicas; Hospital Pequeno Príncipe; Hospital Erasto Gaertner; Hospital Cajuru; Hospital Evangélico; Hospital do Trabalhador; Angelina Caron; Santa Casa de Misericórdia de Curitiba; Hospital de Reabilitação de Curitiba; Hospital Bom Jesus; Hospital do Rocio; Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro; União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer; Santa Casa de Ponta Grossa; Santa Casa de Paranavaí; Santa Casa de Maringá; Santa Casa de Irati; Santa Casa de Goioerê; Santa Casa de Campo Mourão; Santa Casa de Arapongas;Pronto Socorro Municipal Amadeu Puppi; Maternidade Mater Dei; Instituto São José; Hospital Zona Norte; Hospital Vicentino; Hospital Universitário Regional de Maringá;Hospital Universitário Oeste; Hospital Sagrado Coração de Jesus; Hospital Regional Walter Alberto Pecoits; Hospital Regional Universitário; Hospital Regional João de Freitas; Hospital Regional do Norte Pioneiro; Hospital Regional de Toledo; Hospital Regional de Francisco Beltrão; Hospital Regional de Cianorte; Hospital Regional da Região Norte; Hospital Regional de São José dos Pinhais; Hospital Regional de Guarapuava; Hospital Noroeste de Paranavaí; Hospital Menino Deus; Hospital de Olhos de Londrina; Hospital de Câncer UOPCAN; Hospital da Região Norte; Hospital da Criança João Vargas de Oliveira; Hospital Cristo Rei; Hospital Bom Pastor; Hospital Bom Jesus; Consórcio Regional de Saúde; Consórcio Pub; Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro; Centro de Oncologia de Cascavel; Apae Morretes; Apas Associação de Pais e Amigos Surdos; Fundação Pró-Pinhais; Instituto Pró-Ser; Associação Reviver; Lar Batista Esperança; Associação dos Amigos do HC; Amigas da Mama; Socorro aos necessitados; Rede Feminina de Combate ao Câncer; AAMPR Associação de Assistência À Mucoviscidose no Paraná; APACN; Asilo São Roque; Pequeno Cotolengo do Paraná; Pró-Renal; Apae Santa Felicidade; Fundação Nadar; Reviver Down; CEI São Luiz Orione (Dom Orione/Menino Jesus); Santuário Nossa Senhora do Carmo e Associação do Deficiente Motor/Vivian Marçal.  

NEY LEPREVOST APRESENTA PROJETO DE SAÚDE PARA RECÉM NASCIDOS

O deputado Ney Leprevost, Líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania, apresentou por sugestão da Dra. Gislayne Souza Nieto, médica  especializada em pediatria e presidente da  Sociedade Paranaense de Neonatologia, um projeto especial para o transporte de recém-nascidos no Estado do Paraná.
Leprevost  acatou a proposta e protocolou o projeto de lei estabelecendo que a Secretaria Estadual de Saúde proporcione treinamento dos profissionais responsáveis pelo transporte inter-hospitalar de recém-nascidos graves de acordo com as normas da Sociedade Brasileira de Pediatria.
O transporte de recém-nascidos graves e prematuros  exige uma série de cuidados e técnicas diferenciadas. Desta maneira o deputado Ney Leprevost vai ajudar muitas crianças a terem sua saúde preservada, afirmou a doutora Gislayne.
No caso de transporte feito por empresas de saúde privadas e corporativas, também devem aplicadas obrigatoriamente  as regras da Sociedade Brasileira de Pediatria.

DE OLHO EM 2016 PSD DE CURITIBA PROMOVE ENCONTRO NESTA SEGUNDA

Na próxima segunda-feira, dia 22, o Partido Social Democrático de Curitiba irá reunir filiados e convidados para sua última reunião de 2014. Na ocasião, o PSD irá promover uma avaliação do desempenho do partido na capital durante a última eleição, além de debater os planos partidários eleitorais para 2016 e ainda prestar homenagens a alguns integrantes da sigla que se destacaram em 2014.
Na capital o PSD conquistou uma grande vitória na última eleição, pois conseguiu o voto de 158.107 eleitores curitibanos. 
Na oportunidade, serão homenageados o deputado federal Eduardo Sciarra, o vereador Jairo Marcelino (o mais antigo de Curitiba), o secretário municipal Celso Torquato, o senador suplente eleito Joel Malucelli, o ex-prefeito de Curitiba Saul Raiz, o presidente do Conselho de Ética do PSD de Curitiba, Luiz Chemim Guimarães e o ex-tesoureiro do PSD de Curitiba Antônio Devechi.

NEY LEPREVOST, PRESIDENTE DA CPI DA SAÚDE MENTAL, AFIRMA QUE ENFRENTAR O CRACK É O PRINCIPAL DESAFIO DO PODER PÚBLICO NA ÁREA PSIQUIÁTRICA

Os deputados do Paraná que fazem parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde Psiquiátrica apresentam, nesta terça-feira (16), em Plenário, o relatório final com as conclusões dos trabalhos realizados entre 20 de maio e 20 de novembro de 2014.
As diversas irregularidades nos tratamentos dos doentes, mesmo os mais graves; como a falta de leitos, rompimento das parcerias com clínicas privadas, desassistência aos dependentes de crack, falta de medicamentos para o tratamento, o abandono aos doentes mentais graves, a escassez de profissionais qualificados com supervisão e acompanhamento dos psiquiatras, a carência de equipe multidisciplinares, falta de investimentos no setor, fechamento de ambulatórios e a inexistência de um setor específico para atendimento a pacientes de Saúde Mental nas Secretarias de Saúde Municipais; sinalizam os principais problemas encontrados no que, como definiu o presidente da CPI, deputado Ney Leprevost (PSD), foi o pente fino da saúde psiquiátrica no Estado.
O parlamentar ressaltou ainda que as ações da CPI da Saúde Psiquiátrica se pautaram em denúncias, na convocação de depoentes para prestar depoimentos e na diligência ao Centro Histórico da capital paranaense para conversa com moradores da região, população de rua e viciados em crack, Uma das ações da CPI foi realizar diligência noturna em ruas do Centro Histórico de Curitiba, onde conversamos com dependentes de crack em busca de mais informações sobre a situação em que se encontram. É muito triste ver que alguns dos dependentes que conversamos buscam uma alternativa e não sabem a quem recorrer, disse o presidente.
“Vamos recomendar que a Assembleia Legislativa do Paraná realize fiscalização permanente e semestral em relação a saúde mental no Estado e que seja aberta uma CPI da Saúde para investigar o problema de forma mais ampla e abrangente”, afirmou o relator deputado Felipe Lucas, que é médico.
CURITIBA – Desde que entrou em vigor a Lei da Reforma Psiquiátrica – em 2001 – a capital paranaense perdeu mais de 56% dos leitos destinados a internar pessoas com transtornos psíquicos ou dependência química. O quadro torna-se ainda mais alarmante quando leva-se em consideração que mais de 5 mil pessoas esperam na fila só em Curitiba para receber tratamento psiquiátrico.
INTERIOR E REGIÃO METROPOLITANA – A CPI constatou ainda que em diversos municípios do interior do Estado não há sequer uma Coordenação de Saúde Mental nas Secretarias de Saúde Municipais, sendo que diversos ofícios foram expedidos para municípios do interior e não foram respondidos. “Em muitos casos as Prefeituras não tinham nem mesmo um email ou fax do Departamento de Saúde Psiquiátrica para que a Secretaria da CPI pudesse entrar em contato. Pior do que isso, a maioria das Prefeituras do Paraná sequer tem um Departamento de Saúde Psiquiátrica”, informou Ney.
A Comissão fez um levantamento no interior do Estado e verificou que alguns municípios tem problemas para atender os pacientes. Em Centenário do Sul, por exemplo, um CAPS está em fase de implantação e atenderá também as cidades de Cafeara, Lupionópolis e Guaraci. No momento os atendimentos no município acontecem em um imóvel alugado e os médicos psiquiatras e psicólogos atendem também na Unidade de Saúde. Esse é um dos vários exemplos de como está a saúde psiquiátrica nos diversos pontos do Estado do Paraná.
POPULAÇÃO CARCERÁRIA – De acordo com o relatório da CPI,  47% da população carcerária do País tem dependência química, 26% tem algum tipo de psicose, 16% tem depressão, 10% tem risco de cometer suicídio, ou seja, muitos criminosos são pessoas que tem problemas mentais e que se tratados adequadamente poderiam não reincidir em atos violentos contra a sociedade. “A única forma de garantir uma prevenção eficaz do problema, segundo pesquisa, é realmente através de tratamento e muitas vezes com necessidade de internamento”, disse Ney.
PROVIDÊNCIAS – De acordo com o relator da CPI, o deputado Felipe Lucas (PPS) o relatório com o diagnóstico da situação atual da Saúde Psiquiátrica no Estado com diversas sugestões será encaminhado ao Poder Judiciário, ao Ministério Público e aos Governos Municipais e Estadual. 
Confira os encaminhamentos:
• Encaminhamento do relatório ao Ministério da Saúde para que façam uma análise sobre a conveniência de manter da forma como está o valor dos repasses do SUS aos Municípios para a área de Psiquiatria, sendo que ficou constatado que os valores estão defasados diante do que se faz necessário, ou seja, recomenda-se aumento no valor dos repasses feitos e esta recomendação deve ser explicitada a Sra. Presidente da República e ao Sr. Ministro da Saúde;• Encaminhamento do relatório a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná;• Encaminhamento do relatório a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba;• Encaminhamento do relatório completo a Sociedade Paranaense de Psiquiatria, a Associação Médica do Paraná e ao Conselho Regional de Medicina para que tomem as providências que considerarem cabíveis;• Recomendar a Defensoria Pública do Estado que nos casos em que exista omissão do Poder Governamental ou Estatal em relação a atendimentos, possa ingressar com ações na justiça para garantir tratamento digno e humanitário aos pacientes;• Encaminhamento do relatório a Coordenação do Sistema Penitenciário do Estado para que tome conhecimento e possa adotar medidas com o intuito de tratar os presos que tem transtornos mentais;• Recomendar a todas as autoridades do área de saúde, sejam do âmbito Federal, Estadual ou Municipal que façam o diálogo e procurem elaborar imediatamente uma comissão multidisciplinar  com o objetivo de melhorar o atendimento da saúde psiquiátrica em Curitiba;• Recomendar a Câmara Federal e ao Senado da República alterações  na Legislação em vigor no País para que garantam nos casos em que houver vontade da família e do paciente o internamento na Rede Pública de Saúde, mesmo indo contra a política adotada atualmente pelo Governo Federal, ou seja, fazendo correções na Legislação vigente no País;• Recomendar a Secretaria de Segurança Pública a formação de um grupo especial, dentro do Denarc, de combate ao crack inclusive com serviço de inteligência e infiltração para estabelecer o estancamento do tráfico desta substância altamente danosa a saúde física e mental de seus usuários em todo o Estado do Paraná;• Encaminhar a Polícia Federal um pedido de combate ao tráfico de crack nas fronteiras dos países que fazem divisa com o Estado do Paraná;• Recomendar ao governador do Estado a criação de um grupo multidisciplinar de prevenção, combate e tratamento dos dependentes do crack, que tenha foco no combate ao tráfico e tratamento dos dependentes, sendo formado pela elite da polícia civil e militar e com médicos, psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais, além de educadores;• Recomendar a Prefeitura de Curitiba a reativação dos ambulatórios que trabalhavam em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde• Recomendar a Secretaria Estadual de Saúde que intensifique as ações de prevenção ao crack;• Recomendar a Secretaria Estadual de Educação a inclusão de aulas sobre a prevenção as drogas nas escolas públicas do Paraná;• Recomendar a Prefeitura Municipal de Curitiba a reativação da Secretaria Antidrogas do Município, desde que o perfil da mesma seja altamente técnico;• Recomendar que a Assembleia Legislativa do Paraná realize fiscalização permanente e semestral em relação a saúde mental no Estado e que seja aberta uma CPI da Saúde para investigar o problema de forma mais ampla e abrangente.
Ney ainda lembrou que a partir da aprovação deste relatório é que efetivamente iniciará a real e constante fiscalização da gestão pública.
Fizeram parte da CPI da Saúde Psiquiátrica como membros titulares os deputados Ney Leprevost (presidente), Felipe Lucas (relator), Gilson de Souza, Luiz Claudio Romanelli, Osmar Bertoldi, Stephanes Junior e Tadeu Veneri e como suplentes os deputados Duílio Genari, Tercilio Turini, Pastor Edson Praczyk, Waldyr Pugliesi, Pedro Lupion, Marla Tureck e Luciana Rafagnin.

DEPUTADO NEY LEPREVOST VOTOU A FAVOR DOS APOSENTADOS E CONTRA TAXAÇÃO

Em uma sessão plenária que se estendeu até próximo da meia-noite e que vários projetos polêmicos foram aprovados pelo Legislativo, o deputado Ney Leprevost votou contrário ao projeto de lei que prevê a taxação dos servidores públicos aposentados.
Pelo projeto 511/2014 os servidores públicos aposentados e pensionistas do Estado que recebem acima do teto geral do INSS, hoje fixado em R$ 4.390,24, passarão a ter um desconto de 11%. “Embora eu admita as sérias dificuldades por que passa o Governo do Paraná, devido ao boicote do Governo Federal nos últimos 4 anos e ao inchaço histórico da máquina pública, votei contra a taxação dos aposentados”, afirmou o deputado Ney Leprevost.
Confira a lista em ordem alfabética dos deputados que votaram contra a taxação dos servidores públicos aposentados:
– Deputado Adelino Ribeiro;- Deputado Andre Bueno;- Deputado Anibelli Neto;- Deputado Elton Welter;- Deputado Enio Verri;- Deputado Gilson de Souza;- Deputado Luciana Rafagnin;- Deputado Nelson Luersen;- Deputado Nereu Moura;- Deputado Ney Leprevost;- Deputado Paranhos;- Deputado Pastor Edson Praczyk;- Deputado Péricles de Mello;- Deputado Professor Lemos;- Deputado Rasca Rodrigues;- Deputado Roberto Aciolli;- Deputado Tadeu Veneri;- Deputado Tercílio Turini.
Dos 48 deputados presentes, 30 votaram a favor e 18 contra o projeto de taxação.
As informações podem ser visualizadas no portal da transparência através do link: http://www.alep.pr.gov.br/transparencia/wp-content/uploads/2014/12/ITEM-28-.pdf

PAPAI NOEL CHEGA MAIS CEDO PARA CRIANÇAS QUE PARTICIPAM DE CONCURSO CULTURAL APOIADO PELO INSTITUTO DR. NEY LEPREVOST

Pelo 18º ano consecutivo, o Papai Noel chegará mais cedo para as crianças de escolas públicas de Curitiba que participaram de um concurso cultural de desenho e redação.
Batizado de “Natal da Solidariedade”, o tradicional evento será realizado neste sábado (13) a partir das 14h no Ginásio do Clube Três Marias, e tem como principal objetivo incentivar a criatividade dos alunos, além de promover um Natal mais feliz e solidário.
“A cada ano sugerimos um tema diferente, sendo que todos eles voltados para a cidadania, o cuidado com o próximo e com o meio ambiente. Neste ano o tema do concurso foi: A Paz Começa em Casa. Recebemos várias redações e posso afirmar que o nível de criatividade das crianças está muito bom”, disse Ney Leprevost, que é presidente da comissão organizadora do evento.
Como faz anualmente, o Instituto Dr. Ney Leprevost vai distribuir para todas as crianças presentes no evento, livros, brinquedos e lanches. A tarde festiva contará ainda com brincadeiras educativas, sendo que o ponto alto do evento será a presença do Papai Noel, que junto com Ney entregará tablets para os ganhadores do concurso cultural .
Ney diz que o “Natal da Solidariedade” é realizado graças a parceria com empresas dispostas a proporcionar alegria e cidadania para as crianças. “Contamos com o apoio de vários segmentos da sociedade para arrecadar brinquedos e montar esta rede de solidariedade”, afirma Ney.
As empresas parceiras desta edição são: Cini Refrigerantes, Farmácia e Drogaria Nissei, Clube Três Marias, Geladinho Americano, Gelo Urso Polar, Good Serv Climatização, Hellograff, Impacto Security, Irmãos Madalosso, Lavita Engenharia, Perfomance, San Remo Construtora, SESC, Shopping Novo Batel, Transpizatto Transportadora, Vida Emergências Médicas.
O evento é apoiado pelo Instituto Dr. Ney Leprevost, que leva o nome do ex-prefeito de Curitiba e grande humanista já falecido, em parceria com empresários e voluntários como: as diretoras e professoras das escolas da região, Edson Pires (Jornal Atos e Fotos), equipe de monitores e recreadores do SESC, equipe de segurança da Impacto Security, Mauricio Tebet, presidente do Clube Três Marias e equipe de funcionários do clube, Gilmar Fagundes (algodão-doce), Márcia Bertol (Pastoral da Criança) e a fotógrafa Ana Cristina Schimim Ribeiro. SERVIÇO:Natal da SolidariedadeDia 13 de dezembro de 2014Início: a partir das 14hLocal: Ginásio do Clube Três Marias (entrada pela rua Antônio Scorsin).

PSD CONQUISTOU 15,65% DOS VOTOS VÁLIDOS EM CURITIBA

Os dados informados pela Justiça Eleitoral demonstram que, em Curitiba, o PSD conquistou 15,65% dos votos válidos. A soma dos votos de todos os candidatos a deputado estadual do partido em Curitiba foi de 115.873 votos, ou seja, 12,93% dos votos válidos. Para deputado federal a soma dos votos dos candidatos do PSD em Curitiba foi de 24.507 votos, ou seja, 2,72% dos votos válidos mais os votos de legenda.
O deputado estadual Ney Leprevost, presidente do PSD de Curitiba, foi o candidato que mais conquistou votos para deputado estadual na capital, foram 48.523 votos, ou seja, 5,41% dos votos válidos da cidade foram para ele. Somando os votos válidos dos candidatos a deputado estadual e federal mais os votos de legenda a sigla conseguiu conquistar 15,65% dos votos válidos dos curitibanos.  
Com isto o PSD credencia-se como uma força política importante na capital já em sua primeira eleição estadual após sua fundação e começa a se preparar para as eleições municipais de 2016 com objetivo de lançar candidato a prefeito de Curitiba além de chapa completa de vereadores.
Além de Leprevost, Luiz Carlos Martins, também eleito deputado estadual e Rubens Recalcatti, primeiro suplente, fizeram votações bastante expressivas em Curitiba. 

ENTREGA DE MATERIAIS ESPORTIVOS PARA 100 ENTIDADES QUE TRABALHAM COM A COMUNIDADE CURITIBANA

Na manhã desta terça feira (2), o secretário estadual de Esporte e Turismo do Paraná, Diego Gurgacz, o deputado estadual Ney Leprevost, presidente da comissão de esportes na Assembleia Legislativa e o deputado federal eleito Evandro Rogério Roman, entregaram kits com materiais esportivos para cem entidades de Curitiba. Entre as instituições estão escolas municipais e estaduais, Cmeis, associações de moradores, grupos da terceira idade, clubes de futebol amador, entre outras entidades que trabalham com a comunidade nos bairros da capital. Os kits eram compostos por dois jogos de coletes, um jogo de camisas e dez bolas de três modalidades esportivas: vôlei, futebol e futsal.

Na oportunidade, o deputado Ney Leprevost, autor da Lei municipal de incentivo ao esporte de Curitiba e da Lei estadual de incentivo ao esporte no Paraná afirmou que O esporte é vida, o esporte é saúde. Além disso, o esporte é uma excelente ferramenta para manter as crianças e os adolescentes dentro da escola, longe das ruas e da violência. 

As instituições contempladas foram: Associação de Moradores Beira Linha; Escola Municipal Eva da Silva; União das Associações de Moradores; Associação de Moradores da Vila Autódromo; Associação de Moradores e Amigos PL Evaristo Martins Franco; Escola Municipal Senador Enéas Faria; Escola Municipal M M Orso Dallagassa; Capela Nossa Senhora do Rocio; Escola Municipal Professora Maria Ienkot Zeglin; Escola Municipal Prof. Erica Plewka; Asmate; Seminário Propedeutico João Maria Vianey; Seminário Maior Filosófico Bom Pastor; Capela Nossa Senhora Aparecida; Paróquia São Francisco de Assis; São José Operário; Paróquia Nossa Senhora das Vitórias; Sociedade Santa Tereza; Escola Tereza Matsumoto; Cmei Tapajos I; Associação de Moradores Higienópolis; Tomate´s Futebol Club; Associação de Moradores Sacre Couer; Pompéia Esporte Clube; Clube Atlético Bairro Alto; Paróquia Santa Madalena Sofia; Associação Benedita da Providencia; Escola Municipal Eny Caldeira; Escola Estadual Maria Pereira Martins; Escola Estadual Santa Gemma Galgani; Escola Municipal Helena Kolody; Colégio Estadual Angelo Volpato; Associação Comunitária Andorinha; Associação Comunitária da Vila Leonice; Associação de Moradores e Amigos da Vila Diana; Associação Beneficente Pilarzinho; Associação de Moradores do Bairro Vista Alegre; Associação Amigos do Abaeté; Escola Municipal Raul Gelbeck; Centro de Educação Integral Prof. José Wanderley Dias; Escola Municipal Júlia Amaral Di Lenna; Colégio Estadual Angelo Gusso; Associação Feminina de Apoio a Santa Felicidade; Escola Estadual de Educação especial Lucy; Requião de Mello e Silva; Associação de Moradores e Amigos do Butiatuvinha; Clube de Mães do Butiatuvinha; Associação de Moradores do Jardim Pinheiros, Ipê e Santa Helena; Associação de Moradores e Amigos do Parque Tingui; Escola Estadual Padre Colbacchini; Associação de Moradores Vila Galia e Vila Militar; Amigos do Jardim Área Verde; Associação Mão Amigas do Abaeré; Associação Comunitária Vila Leonice; Associação de Moradores Vila Cristina; Colégio Estadual São Braz; Centro Social Antenor P. Vieira; Comunidade Santa Teresinha; Escola Municipal Paulo Esmanhoto; Escola Municipal Paulo Freire; Batalhão de Polícia Militar Juizado Especial Criminal; Colégio Estadual Flávio Ferreira da Luz; Associação de Moradores do Athenas; Escola Tia Cida; Cmei Moradias Augusta; Pastoral da Criança; CEI Doutel de Andrade; Colégio Estadual Guido Arzua; Associação Comunitária São Bernardo; Associação de Moradores Vila Ivaí; Clube Mercês; Clube de Mães Raio de Sol; Clube de Mães Augusta B; Associação de Moradores e Amigos da Vila Nossa Sra. do Pilar; Associação de Moradores e Amigos do Jardim Gabineto; Associação de Moradores do Conjunto Saturno; Associação de Moradores e Amigos do Conjunto Veneza; Associação de Moradores Jardim Savoia, Viviane e Jussara; Associação de Moradores e Amigos da Vila Real II; Associação Clarice Brandão; Associação Comunitária; Vila Maria e Regiões; Associação de Moradores da união das Vilas; Associação de Moradores Jardim Califórnia; Associação de Moradores Jardim Pinheiros Ipê e Planta Santa Helena entre outras.      

NATAL DA SOLIDARIEDADE INCENTIVA A LEITURA E CRIATIVIDADE DAS CRIANÇAS

A tradicional festa “Natal da Solidariedade”, que reúne crianças de escolas públicas de Curitiba, já tem data para acontecer. Será no próximo dia 13, segundo sábado do mês de dezembro, a partir das 14h no Ginásio do Clube Três Marias.
Além de promover um Natal mais feliz e solidário para as crianças, o evento, que está em sua 18ª edição consecutiva, tem como objetivo incentivar a criatividade dos alunos através de um concurso cultural de desenho e redação. 
“A cada ano sugerimos um tema diferente, sendo que todos eles voltados para a cidadania, o cuidado com o próximo e com o meio ambiente. Neste ano o tema do concurso é: A Paz Começa em Casa”, adianta Ney Leprevost, que é presidente da comissão organizadora do evento. 
E complementou: “Devemos incentivar a criatividade desde cedo nas crianças, pois elas se tornam muito mais preparadas para os estudos, para o trabalho e para a vida, afirmou Ney.
Os primeiros colocados serão premiados com tablets, e todas as crianças receberão presentes, lanches e livros, participando de uma tarde festiva com brincadeiras educativas. Um dos destaques do evento será a presença do Papai Noel, que junto com Ney divulgará o nome dos ganhadores do concurso cultural.
Ney diz que o curitibano está cada vez mais solidário ajudando a fazer esta bonita festa para as crianças. “Contamos com o apoio de vários segmentos da sociedade para arrecadar os brinquedos e montar esta rede de solidariedade”, afirma Ney
Participam desta edição, as crianças dos bairros Atenas, Augusta, Butiatuvinha, Campina do Siqueira, Campo Comprido, Cascatinha, CIC, Caiua, Jardim Gabineto, Lamenha Pequena, Mossunguê, Orleans, Riviera, Santa Felicidade, São Braz, São João, São Miguel, Santo Inácio, Seminário e Vila Sandra.
O evento é apoiado pelo Instituto Dr. Ney Leprevost, que leva o nome do ex-prefeito de Curitiba e grande humanista já falecido, em parceria com empresários e voluntários.
Para colaborar você poderá entrar em contato até o dia 08 de dezembro com os voluntários Anselmo (41 8795-0993) ou Adriana (41 8872-7579). 

PSD DO PARANÁ FAZ REUNIÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA

A Executiva Estadual do PSD do Paraná se reúne na manhã desta segunda-feira em Curitiba, na sede do seu diretório.

Na oportunidade, o partido irá começar a discutir sua estratégia para 2015 visando a formação de chapas majoritárias e proporcionais no maior número possível de municípios do Paraná para disputar as eleições de 2016.

O PSD do Paraná tem como presidente o deputado federal Eduardo Sciarra e como secretário geral o deputado estadual Ney Leprevost.

Também compõe a Executiva Estadual do PSD do Paraná: o deputado federal Reinhold Stephanes; o ex-deputado Alceni Guerra; o deputado federal eleito Evandro Roman; a deputada estadual Marla Tureck; o empresário Joel Malucelli; o presidente da UGT Paulo Rossi; Luiz Antonio Leprevost; Agostinho Creplive; Alexandre Teixeira, o chefe do gabinete do deputado Ney Leprevost, Cristiano Meneguetti Ribas; o ex-vereador Roberto Inça e o prefeito de Londrina Alexandre Kireff. 

NEY LEPREVOST COBRA DA SECRETARIA DE SAÚDE OS REPASSES DO SUS AOS HOSPITAIS DE CURITIBA

O deputado estadual Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania, encaminhou documento oficial da Assembleia Legislativa cobrando da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba urgência nos repasses do SUS para hospitais da capital que atendem a população de todo o Paraná.
Fomos informados que a Prefeitura de Curitiba está sem repassar recursos aos hospitais há 40 dias. Queremos saber do secretário se é verdade, quais os motivos e que providências serão tomadas. Pois os pacientes não podem ser afetados pela falta de recursos, afirma Ney.
Segundo as fontes do parlamentar, o município de Curitiba esta devendo 10 milhões de reais para os hospitais Cajuru e Santa Casa, 4 milhões para o hospital Infantil Pequeno Príncipe e 3 milhões para o Hospital Erasto Gaertner que trata pacientes com câncer. 
A alegação da Prefeitura aos hospitais é que o 12º repasse do ano passado não teria sido honrado pelo Ministério da Saúde, o que estaria acarretando um sério problema e consequentes atrasos.  

DIRETORIA DO HOSPITAL PEQUENO PRÍNCIPE AGRADECE DEPUTADO NEY LEPREVOST POR ASSINATURA DE EMENDA EM PROL DO HOSPITAL

O deputado estadual Ney Leprevost recebeu um documento da diretoria do hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba, agradecendo a assinatura de emenda parlamentar que destina 2 milhões de reais para investimentos no hospital.
Caso a emenda seja aprovada, os recursos serão utilizados pela direção do hospital para a manutenção da unidade beneficiando os pacientes atendidos pela casa de saúde. Conforme os dirigentes, 70% da capacidade do hospital atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), além de realizar anualmente 342 mil atendimentos ambulatoriais, 24 mil internações, 19 mil cirurgias e 598 mil exames, além de realizar transplantes de coração, rim, fígado, enxerto ósseo e medula óssea.
No entendimento de Ney, o Hospital Pequeno Príncipe desenvolve excelente trabalho no atendimento a crianças de todos os segmentos sociais. “O Hospital Pequeno Príncipe é referência de pediatria e no tratamento de crianças não só do Paraná, mas do Brasil inteiro. É um hospital que atende muito o SUS, ou seja, muita gente carente. Eu tenho procurado colaborar através de emendas ao orçamento junto aos órgãos públicos, mas todos podem ajudar através de doações e da dedicação de horas do seu tempo levando carinho e atenção as crianças”, disse.
Ney Leprevost, que é líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, assinou mais de setenta emendas parlamentares para ampliar os recursos para as áreas de saúde e ação social. Além das emendas individuais, das duas emendas coletivas, Leprevost conseguiu, em conjunto com a Comissão de Orçamento e outros parlamentares, assinar propostas que, se forem aprovadas pelo Executivo, beneficiarão em aproximadamente 180 milhões de reais hospitais e entidades de saúde do Estado do Paraná.
“Agora compete à Comissão de Orçamento analisar as emendas e emitir o relatório final, que em seguida será levado a Plenário para votação dos deputados”, afirmou Ney.

PARÓQUIA SENHOR BOM JESUS DO CABRAL LANÇA CAMPANHA PARA TROCA DO TELHADO DA IGREJA

A Paróquia Senhor Bom Jesus do Cabral, representada pelo pároco Pe. Leudes Ap. de Paula, lançou campanha para troca do telhado da igreja.

A iniciativa pretende arrecadar o valor de 400 mil reais para troca integral das madeiras, pois estão comprometidas devido a ação de cupins.

A Igreja Senhor Bom Jesus do Cabral faz parte da história da capital paranaense. Em 1892, em um terreno doado pela prefeitura de Curitiba, começou a história da Igreja em louvor ao Senhor Bom Jesus da Coluna. A primeira capela ficou pronta em 1901 e, com a chegada dos Padres Passionistas, em 1914, iniciou-se a construção da nova igreja. Alguns de seus destaques são o altar-mor, importado da Itália e construído em estilo gótico e patinado, que reproduz em relevos coloridos a Anunciação de Maria e o Presépio, o órgão, com 1980 tubos e os magníficos vitrais.

Serviço:

Paróquia Senhor Bom Jesus do Cabral

Rua Bom Jesus, 159 Cabral – Curitiba/PR

Telefone: 3252-2564 com o Pe. Leudes

JUIZ FEDERAL SÉRGIO MORO VAI SER HOMENAGEADO PELA CONFRARIA DOS AMIGOS DE CURITIBA

O juiz federal paranaense Sérgio Moro, responsável pela operação Lava Jato que está colocando diversos corruptos e corruptores na cadeia, receberá em maio do próximo ano uma homenagem da “Confraria dos Amigos de Curitiba” que congrega mais de 500 lideranças da cidade.
Ontem durante o jantar semestral da “Confraria” a proposta foi apresentada pelo deputado Ney Leprevost, orador de honra do evento e aclamada pelas mais de 600 pessoas presentes.
O juiz Sérgio Moro tornou-se referência em crime financeiro ao conduzir o maior julgamento de doleiros do país, entre 2003 e 2007, no chamado caso Banestado. Para o juiz, que tem mestrado e doutorado em direito, a atuação no caso foi um espécie de “pós-graduação prática”. Moro também é autor do livro “Crime de Lavagem de Dinheiro” (2011), um dos mais citados no acórdão do Mensalão. 

Na foto: Mestre Kang, árbitro internacional de Taekwondo, Algacir Mikalovski, delegado de polícia federal, Edimar Leduc, vice-presidente da “Confraria”, Ney Leprevost, deputado estadual, e ao fundo Mauro Suyhama, presidente da “Confraria dos Amigos de Curitiba”.

EDUARDO SCIARRA RECEBE HOMENAGEM DA “CONFRARIA DOS AMIGOS DE CURITIBA”

O deputado federal Eduardo Sciarra, presidente do PSD Paraná, foi o grande homenageado do jantar semestral da CONFRARIA DOS AMIGOS DE CURITIBA. Na oportunidade, diante das mais de 400 pessoas presentes, Mauro Suyhama, presidente da Confraria, e Edimar Leduc, vice-presidente, entregaram a Sciarra um diploma em reconhecimento ao seu excelente trabalho durante os 3 mandatos que exerceu como deputado federal.

O deputado estadual Ney Leprevost, orador de honra da Confraria dos Amigos de Curitiba, destacou a trajetória política de Sciarra e lembrou que este ano o parlamentar não foi candidato a reeleição para coordenar a campanha do governador Beto Richa.

“Sciarra foi um excelente secretário de Indústria e Comércio, gerou muitos empregos para o Estado do Paraná. Em Brasília, sem dúvida alguma, foi o parlamentar paranaense que mais se destacou nesta legislatura que está se encerrando. Tenho certeza de que ele ainda trará muita contribuição com sua competência e dedicação para a gente do nosso Estado”, afirmou Ney.

Na mesma ocasião o deputado Ney Leprevost propôs que o homenageado de maio de 2015 da Confraria dos Amigos de Curitiba seja o juiz federal paranaense Sergio Moro, responsável pela operação Lava Jato que culminou com prisões de diversos empreiteiros envolvidos no escândalos de corrupção da Petrobrás. A idéia foi aclamada pelas mais de 400 pessoas que estavam presentes com uma efusiva salva de palmas.

 

Na foto: O delegado de polícia federal Algacir Mikalovski, o vice-presidente da Confraria, Edimar Leduc, o presidente e Fundador da WOHF (World Olympic Hapkido Federation), Mestre Kang, o deputado estadual, Ney Leprevost, o deputado federal, Eduardo Sciarra, e o presidente da Confraria dos Amigos de Curitiba, Mauro Suyhama.

CPI DA SAÚDE PSIQUIÁTRICA FEZ DILIGÊNCIA SURPRESA NA “CRACOLÂNDIA” DO CENTRO DE CURITIBA

Assim que escurece, a região histórica de Curitiba torna-se uma verdadeira “cracolândia”. A constatação é dos deputados que compõe a CPI da Saúde Psiquiátrica da Assembléia Legislativa do Paraná

Na terça-feira a noite, acompanhados do presidente da Sociedade Paranaense de Psiquiatria, doutor André Rotta, os deputados Ney Leprevost, presidente da CPI, Felipe Lucas, relator, e Gilson de Souza, membro e pastor evangélico, fizeram uma visita surpresa as ruas próximas da Catedral Metropolitana e conversaram com moradores e com a população de rua.

“É estarrecedor. Entrevistamos moradores e alguns dependentes de crack. Constatamos ineficiência do poder público e falta de políticas sociais para assistir adequadamente aos doentes mentais”, afirmou Leprevost.

Uma senhora de 62 anos, que pediu para não ser identificada, afirmou que o consumo e o tráfico de crack são rotina diária no entorno do Centro Histórico. “Conversei com uma moça que estava fumando crack e ela disse que era ex-enfermeira de um hospital infantil aqui em Curitiba e começou a se drogar durante um período de depressão”, disse.

Ao verem as luzes das cameras de filmagem, alguns usuários de crack escondiam o rosto e outros se aproximaram de uma forma amistosa. Ao abordar um dos usuários, dependente há mais de 3 anos, ele disse que já frequentou o CAPS da Prefeitura diariamente, mas agora o atendimento é realizado somente uma vez por semana, o que prejudica o tratamento. “Não tem saída sem o auxílio diário de médicos especializados e medicação correta”, afirmou o relator Felipe Lucas, que é médico.

Uma das revelações que já havia sido feita a CPI e foi comprovada através de entrevistas com usuários em tratamento, é a piora do sistema de saúde mental da Prefeitura de Curitiba nos últimos anos.

“É preocupante ver o centro de Curitiba tomado por pessoas dependentes de crack, algumas recebendo um tratamento que não é o ideal e outras sequer sendo tratadas. Também constatamos a atuação de traficantes deste veneno chamado crack agindo de forma livre, sendo conhecidos por boa parte da população, por comerciantes e colocando em risco a integridade física e até mesmo a vida das pessoas de bem”, afirmou o deputado Gilson de Souza.

Nesta quinta-feira Leprevost oficiou o Denarc e o comando da PM pedindo uma ação rigorosa contra os traficantes de crack que atuam na região central da cidade.

O deputado também encaminhou a Secretaria Municipal de Saúde e a FAS, documento da CPI pedindo assistência imediata aos pacientes com transtornos mentais e dependência de crack que frequentam a região.

Composta pelos deputados Ney Leprevost, Felipe Lucas (médico) e Gilson de Souza (pastor) e pelo doutor André Rotta, presidente da Sociedade Paranaense de Psiquiatria, a comitiva passou pelas ruas Saldanha Marinho, do Rosário, José Bonifácio próxima da galeria Julio Moreira e imediações da Catedral Metropolitana de Curitiba.

NEY LEPREVOST DIZ QUE DILMA DEVERIA PROVAR QUE É CONTRA A CORRUPÇÃO NOMEANDO O JUIZ SÉRGIO MORO NO STF

O deputado estadual Ney Leprevost, assinou o requerimento apresentando pelo presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni solicitando que à presidente Dilma Rousseff indique o juiz federal Sérgio Moro à vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) que ficou aberta devido à aposentadoria do ministro Joaquim Barbosa. 
No momento, o juiz está conduzindo a Operação Lava Jato, que investiga ações de corrupção na Petrobrás. Nascido em Maringá, Sérgio Moro é juiz da 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba e Mestre, Doutor em Direito do Estado e Professor Adjunto de Processo Penal pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ele ainda se especializou em lavagem de dinheiro pelo International Visitors Program, promovido pelo Departamento de Estado norte-americano. 
Segundo Leprevost o juiz paranaense Sérgio Moro é um homem corajoso e que demonstra ser incorruptível, além de estar prestando um excelente trabalho para a sociedade brasileira, investigando e punindo os envolvidos nos escândalos da Petrobrás. Nada seria melhor para a imagem do pais do que demonstrar aos brasileiros que o governo é realmente favorável às investigações da Operação Lava Jato e indicar o paranaense Sérgio Moro para o cargo de ministro do STF, afirmou.
O nome de Sérgio Moro faz parte de uma lista elaborada pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) que foi encaminhada à presidente Dilma para a definição do nome que irá ocupar a vaga do STF.  Na votação realizada pela Ajufe, Moro teve o maior número de votos: 141. 

DIRETORA DA SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE REVELA A CPI QUE CURITIBA DEIXOU DE RECEBER 3 MILHÕES POR NÃO APRESENTAR CERTIDÃO NEGATIVA

Em reunião na manhã desta terça-feira (18/11) na Assembleia Legislativa, a CPI da Saúde Psiquiátrica, presidida pelo deputado Ney Leprevost, ouviu representantes da Secretaria de Estado da Saúde. 

Questionada pelo relator deputado Felipe Lucas, a superintendente de atenção à saúde da Secretaria, Márcia Huçulak, rebateu as informações sobre a falta de repasses para a cidade dadas pelo diretor de Saúde Mental da Prefeitura de Curitiba Dr. Marcelo Kimati e falou sobre as diversas ações desenvolvidas pelo órgão estadual para o setor. 

A superintendente lembrou, ainda, que a cidade de Curitiba deixou de receber este ano R$2,8 milhões de recursos do Estado mediante convênio específico para a área, mas a transferência não pode ser realizada porque o município não apresentou as devidas certidões negativas exigidas pela lei. Como Curitiba tem gestão plena na área, a Prefeitura é responsável pelo setor e por suas ações. Márcia lembrou que o número de internações apresentado pelo Dr. Kimati, em depoimento a CPI, é bem diferente da realidade, chegando a 68 internações mensais contra as duas informadas anteriormente pelo representante da Prefeitura. Ela entregou aos membros da CPI um relatório contendo esses números para análise. 

Estiveram presentes durante a reunião a coordenadora estadual de Saúde Mental, Rejane Cristina Teixeira Tabuti, o coordenador do Conselho Municipal de Saúde Mental de Curitiba, Luís Felipe Ferro e o chefe do Departamento de Atenção às Condições Crônicas da SESA, Juliano Gevaerd.

Sobre a CPI

A CPI da Saúde Psiquiátrica é uma iniciativa do deputado Ney Leprevost criada para investigar as diversas irregularidades da área no Estado do Paraná. Foram realizadas oito reuniões até o momento e recebeu  para depor diversos médicos psiquiatras e o diretor do Departamento de Saúde Mental da Prefeitura de Curitiba. Entre as principais informações levantadas estão a falta de leitos, o aumento do número de usuários de crack, a falta de medicamentos e a falta de estrutura para atender os pacientes da área. 

A Comissão apurou que a situação no interior do Estado também é parecida com a capital pois diversas prefeituras estão atendendo em imóvel alugado, falta verba para o atendimento e contam com um número reduzido de profissionais para atender a grande demanda de pacientes. A Comissão vai finalizar seus trabalhos em dezembro com o relatório que será entregue ao Ministério Público e encaminhando as autoridades de saúde. 

A CPI conseguiu apurar os muitos problemas que o setor está enfrentando. Certos que fizemos nosso trabalho e abrimos a porta para que o setor debata e cobre das autoridades competentes uma solução definitiva para a área. declara Ney Leprevost.

Compõem a CPI os deputados Ney Leprevost (Presidente da Comissão), Felipe Lucas (Relator), Luiz Cláudio Romanelli, Stephanes Júnior, Osmar Bertoldi, Tadeu Veneri e Gilson de Souza. Os suplentes são: Waldir Pugliesi, Marla Tureck, Duílio Genari, Pedro Lupion, Luciana Rafagnin, Tercílio Turini e Pastor Edson Prazczyk. 

NEY LEPREVOST DEFENDE PROJETOS DE COMBATE A OBESIDADE INFANTIL EM AUDIÊNCIA PÚBLICA COM ESPECIALISTAS

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania organizou nesta terça-feira (18), uma audiência pública para discutir O Combate à Obesidade no Paraná e o Plano de Ação 2015/2018. O evento contou com o apoio do médico especialista em obesidade, Caetano Marchesini e teve o objetivo de discutir ações integradas para reduzir o avanço da doença em jovens, adultos e, principalmente, em crianças. 
Durante a audiência Leprevost falou aos participantes sobre o Projeto de Lei de sua autoria que pretende instituir um programa de prevenção a obesidade denominado Paraná Mais Leve. O parlamentar ainda sugeriu um Projeto de Lei com diferenciação e redução tributária para alimentos saudáveis. 
Esse projeto ainda está aberto para contribuições de todas as entidades médicas e especialistas que tiverem o interesse em contribuir, disse Ney.  Segundo ele, o Brasil criou despropositadamente gerações com tendência à obesidade. Agora precisamos reverter este quadro e estamos trabalhando para convencer disto as autoridades que administram a saúde pública e a sociedade , declarou.
Entre as ações sugeridas para integrar o Plano de Ação para controle da obesidade estão: campanhas de prevenção, educação alimentar nas escolas, estímulo de uma consciência crítica sobre doenças associadas à má alimentação, incentivo à prática esportiva, incentivo tributário para fabricantes e produtores de alimentos saudáveis, bem como a criação e um selo saudável para alertar os consumidores sobre os produtos calóricos e nutritivos e de baixa caloria. 
Estamos sugerindo que esta política seja implementada pelo Governo do Estado, com ações integradas entre diversas secretarias de estado, estimulando a cooperação em níveis micro e macrorregionais e incluindo a participação de entidades e organizações médicas e da sociedade em geral, explicou do médico especialista em obesidade, Caetano Marchesini.
Também participaram como palestrantes da audiência pública o presidente da Sociedade Paranaense de Cardiologia, Osni Moreira Filho; o presidente do Conselho Regional de Educação Física do Paraná (CREF9/PR), Antonio Eduardo Branco e o ex-secretário de Esportes do Paraná e deputado federal eleito, Evandro Roman; e o ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica Dr. João Batista Marchesini. 
O secretário de Estado do Esporte, Diego Gurgacz, também esteve presente na audiência que contou com a presença de representantes do Conselho Estadual de Psicologia, Conselho Estadual de Nutrição, Conselho Estadual de Psicologia, Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado da Educação, Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Conselho Regional de Educação Física do Paraná, Departamento de Nutrição da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Sociedade Paranaense de Cardiologia, médicos, educadores físicos, nutricionistas, entre outros. 

NEY LEPREVOST PROPÕE CRIAÇÃO DE PRONTO ATENDIMENTO CARDIOLÓGICO E REABILITAÇÃO CARDÍACA

O deputado Ney Leprevost em parceria com a professora universitária de Fisioterapia, Educação Física e Enfermagem, Bárbara Coelho, enviou documento oficial a Prefeitura Municipal de Curitiba propondo a criação da  primeira Unidade Pública de Pronto Atendimento Cardiológico e de Reabilitação Cardíaca na capital.
De acordo com Ney, nesta primeira fase a proposta é inaugurar uma Unidade de Pronto Atendimento Cardiológico e de Reabilitação Cardíaca utilizando uma estrutura já existente. “A sugestão inicial foi o Hospital do Idoso, até por ser um local que deve concentrar a maior parte das pessoas que sofrem com doenças cardíacas”, afirmou.
A professora universitária, Bárbara Coelho, afirma que a equipe de atendimento será multidisciplinar, composta por profissionais de diversas áreas de saúde e educação que, de forma integrada, desenvolverá ações preventivas e um acompanhamento integral ao paciente. “A avaliação diagnóstica levará em conta a condição física do enfermo, estado nutricional, condições psicológicas e saúde em geral”, adiantou Bárbara. 
Após o período de avaliação, o objetivo será viabilizar a construção de um Centro de Referência na Prevenção e Tratamento de Doenças Cardíacas que atenda pacientes de todo o Estado.
“Através da parceria com uma instituição de ensino superior, a ideia é que o Centro desenvolva pesquisas com a finalidade de evitar os riscos de doenças cardíacas virando referência no País”, explicou o parlamentar.
As doenças cardiovasculares em idosos são mais comuns e podem ser genéticas ou resultado de hábitos como má alimentação, tabagismo ou sedentarismo. Os sintomas são variáveis e estão associados ao tipo de doença que o indivíduo tem. Normalmente, os sintomas só começam a aparecer em fases em que a doença já está instalada, dificultando a sua prevenção. Alguns sintomas podem ser: dificuldade em respirar, dor no peito, desmaio, alterações no ritmo cardíaco.

EMENDA ASSINADA POR NEY LEPREVOST PODE BENEFICIAR EM DOIS MILHÕES O HOSPITAL DE REABILITAÇÃO

Em mais uma ação em prol das entidades hospitalares, o deputado Ney Leprevost assinou emenda parlamentar coletiva consignando no orçamento do exercício de 2015 do Estado do Paraná o valor de dois milhões de reais para o Hospital de Reabilitação de Curitiba. 
Caso a emenda seja aprovada, os recursos serão utilizados pela direção do hospital para a manutenção da unidade, beneficiando os pacientes atendidos pela casa de saúde. Conforme os dirigentes, o hospital atende somente pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), além de receber enfermos de toda Curitiba e Região Metropolitana.
No entendimento de Ney, o Hospital de Reabilitação de Curitiba desenvolve excelente trabalho no atendimento multidisciplinar a pessoas mutiladas ou com deficiência física. “O objetivo primordial é torná-los aptos à reintegração na família e na sociedade, prestando-lhes atendimento integral”, disse.
Ney Leprevost, que é líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, assinou mais de setenta emendas parlamentares para ampliar os recursos para as áreas de saúde e ação social. Além das emendas individuais, das duas emendas coletivas, Leprevost conseguiu, em conjunto com a Comissão de Orçamento e outros parlamentares, assinar propostas que, se forem aprovadas pelo Executivo, beneficiarão em aproximadamente 180 milhões de reais hospitais e entidades de saúde do Estado do Paraná.
“Agora compete à Comissão de Orçamento analisar as emendas e emitir o relatório final, que em seguida será levado a Plenário para votação dos deputados”, afirmou Ney. 

CPI VAI AS RUAS VER O DRAMA DOS DEPENDENTES DE CRACK

Na próxima terça-feira, 18/11, acontecerá na Alep a última reunião da CPI da Saúde Psiquiátrica, proposta pelo Deputado Ney Leprevost. Dentre os diversos assuntos debatidos está o grave aumento no número de usuários de crack na cidade de Curitiba. Em função disso, os deputados saem a campo na próxima semana para ouvir esses dependentes e buscar mais informações sobre a situação em que se encontram. 
A CPI foi criada para investigar a grave situação na saúde mental no Estado do Paraná, principalmente na cidade de Curitiba. Os Deputados receberam nas reuniões médicos psiquiatras e o diretor do Departamento de Saúde Mental de Curitiba, Dr. Marcelo Kimati Dias, que respondeu diversos questionamentos sobre a atual situação. 
A Comissão fez um levantamento no interior do Estado e verificou que alguns municípios tem problemas para atender os pacientes. Em Centenário do Sul, por exemplo, um CAPS está em fase de implantação e atenderá também as cidades de Cafeara, Lupionópolis e Guaraci. No momento os atendimentos no município acontecem em um imóvel alugado e os médicos psiquiatras e psicólogos atendem também na Unidade de Saúde. Esse é um dos vários exemplos de como está a saúde psiquiátrica nos diversos pontos do Estado do Paraná. 
Em fase de finalização da Comissão, será agora preparado um Relatório Final com todas as informações e depoimentos para ser encaminhado ao Ministério Público para investigação. 
As denúncias e informações que recebemos foram muito graves e é necessária uma atenção especial por parte de todos para minimizar o problema. É inaceitável que pacientes fiquem sem atendimento e, principalmente, sem a medicação correta. A CPI fez um trabalho importantíssimo e pretende cobrar das autoridades uma solução para todas as denúncias apuradas, afirma Leprevost.
Compõem a CPI os deputados Ney Leprevost (Presidente da Comissão), Felipe Lucas (Relator), Luiz Cláudio Romanelli, Stephanes Júnior, Osmar Bertoldi, Tadeu Veneri e Gilson de Souza. Os suplentes são: Waldir Pugliesi, Marla Tureck, Duílio Genari, Pedro Lupion, Luciana Rafagnin, Tercílio Turini e Pastor Edson Prazczyk.

EMENDAS PARLAMENTARES DE NEY LEPREVOST SÃO DESTINADAS PARA ÁREAS DE SAÚDE E AÇÃO SOCIAL

O deputado Ney Leprevost assinou mais de setenta emendas parlamentares para ampliar os recursos do orçamento de 2015 do Estado do Paraná a serem destinados para as áreas de saúde e ação social.

Além das emendas individuais que cada parlamentar tem direito de propor e das duas emendas coletivas, com abrangência regional, que os parlamentares podem liderar para atender suas bases, Leprevost conseguiu, em conjunto com a Comissão de Orçamento e outros parlamentares, assinar propostas que, se forem aprovadas pelo Executivo, beneficiarão em aproximadamente 180 milhões de reais hospitais e entidades de saúde do Estado do Paraná.

Entre os hospitais que podem ser beneficiados pelas emendas articuladas por Leprevost, que é líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, estão os seguintes:

Hospital de Clínicas,

Hospital Pequeno Príncipe,

Hospital Erasto Gaertner,

Hospital Cajuru,

Hospital Evangélico,

Hospital do Trabalhador,

Angelina Caron, em Quatro Barras,

Santa Casa de Misericórdia de Curitiba,

Hospital de Reabilitação de Curitiba,

Hospital Bom Jesus, de Toledo,

Hospital do Rocio, em Campo Largo,

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro,

União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer, em Cascavel,

Santa Casa de Ponta Grossa,

Santa Casa de Paranavaí,

Santa Casa de Maringá,

Santa Casa de Irati,

Santa Casa de Goioerê,

Santa Casa de Campo Mourão,

Santa Casa de Arapongas,

Pronto Socorro Municipal Amadeu Puppi, em Ponta Grossa,

Maternidade Mater Dei,

Instituto São José, em Laranjeiras do Sul,

Hospital Zona Norte,

Hospital Vicentino, em Ponta Grossa,

Hospital Universitário Regional de Maringá,

Hospital Universitário Oeste, em Cascavel,

Hospital Sagrado Coração de Jesus, em Prudentópolis,

Hospital Regional Walter Alberto Pecoits, em Francisco Beltrão,

Hospital Regional Universitário, em Ponta Grossa,

Hospital Regional João de Freitas, em Arapongas,

Hospital Regional do Norte Pioneiro,

Hospital Regional de Toledo;

Hospital Regional de Francisco Beltrão;

Hospital Regional de Cianorte;

Hospital Regional da Região Norte, em Cascavel,

Hospital Regional, em São José dos Pinhais,

Hospital Regional de Guarapuava,

Hospital Noroeste, em Paranavaí,

Hospital Menino Deus,

Hospital de Olhos, em Londrina,

Hospital de Câncer – UOPCAN, em Umuarama,

Hospital da Região Norte, em Cascavel,

Hospital da Criança João Vargas de Oliveira, em Ponta Grossa,

Hospital Cristo Rei, em Ibiporã,

Hospital Bom Pastor, em Turvo,

Hospital Bom Jesus, Ponta Grossa,

Consórcio Regional de Saúde, em Pato Branco,

Consórcio Pub. Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro,

Centro de Oncologia, em Cascavel.

 

As entidades assistenciais que poderão receber recursos são:

                                                          

Apae Morretes,

Apas – Associação de Pais e Amigos Surdos,

Fundação Pró-Pinhais,

Instituto Pró-Ser,

Assoc. Reviver (Campo Largo),

Lar Batista Esperança,

Assoc. dos Amigos do HC,

Amigas da Mama,

Socorro aos necessitados,

Rede Feminina de Combate ao Câncer,

AAMPR – Assoc. de Ass. À Mucoviscidose no Pr,

APACN,

Asilo São Roque,

Pequeno Cotolengo do Pr,

Pró-Renal,

Apae Santa Felicidade,

Fundação Nadar, em Colombo,

Reviver Down,

CEI São Luiz Orione (Dom Orione/Menino Jesus),

Santuário Nossa Senhora do Carmo,

Associação do Deficiente Motor/Vivian Marçal,

Ney ressaltou que agora compete à Comissão de Orçamento analisar as emendas e emitir o relatório final, que em seguida será levado a Plenário para votação dos deputados.

NEY LEPREVOST REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TRATAMENTO DA OBESIDADE INFANTIL

Por proposição do deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, acontece no próximo dia 18 de novembro, Audiência Pública sobre o tema “O Combate a Obesidade no Paraná e os Planos de Ação 2015/2018”. 
O evento será no Plenário da Assembleia Legislativa, a partir das 11horas. Ney Leprevost já apresentou projeto de lei para instituir no Paraná um programa de prevenção á obesidade denominado Paraná Mais Leve, com a finalidade de realizar ações eficazes para a redução de peso, combate à obesidade adulta e infantil, e à obesidade mórbida da população paranaense.
Ney comenta que o número de doenças decorrentes da obesidade vem aumentando nos últimos vinte anos, no Brasil. Problemas de diabete, pressão arterial em níveis fora do normal, insuficiência cárdio-respiratória e desvio de coluna vertebral contribuem para o crescimento desses índices nas estatísticas periódicas do Ministério de Saúde, disse.
Ainda de acordo com o parlamentar: Apesar de assustadores, os índices de doenças provocadas pela obesidade ainda não são a principal preocupação da sociedade médica. O maior problema , segundo estudiosos, está no total desconhecimento das pessoas com relação aos perigos do binômio obesidade-câncer, afirmou.
Entre as presenças confirmadas para a audiência pública estão o professor Dartagnan Pinto Guedes, coordenador científico do Programa Paraná Saudável; o representante da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, César Luiz Boguszewski; o presidente do Conselho Regional de Educação Física do Paraná, Antonio Eduardo Branco; a professora e pesquisadora do departamento de Nutrição da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Regina Maria Vilela; o presidente da Sociedade Paranaense de Cardiologia, Osni Moreira Filho e um dos mais renomados especialistas em obesidade do mundo, o médico paranaense João Batista Marchesini. 
A obesidade é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal no indivíduo. Para o diagnóstico em adultos, o parâmetro utilizado mais comumente é o do índice de massa corporal (IMC). 
O IMC é calculado dividindo-se o peso do paciente pela sua altura elevada ao quadrado. É o padrão utilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que identifica o peso normal quando o resultado do cálculo do IMC está entre 18,5 e 24,9.  Para ser considerado obeso, o IMC deve estar acima de 30.
Serviço:Data: 18 de novembro (terça-feira)Horário: das 11horasLocal: Assembleia Legislativa do Estado do Paraná PlenárioInformações: pelo telefone (41) 3350-4192

NEY LEPREVOST PARABENIZA COMUNIDADE POLONESA

O deputado Ney Leprevost parabeniza toda comunidade polonesa do Paraná pela comemoração do Dia da Independência da Polônia, que é festejado hoje, 11 de novembro, em todo mundo.

Leprevost destaca a importância dos imigrantes poloneses na construção da formação cultural dos paranaenses, lembrando das características como a religiosidade, honestidade e sentimentalismo. “A religiosidade sempre esteve muito presente na vida dos imigrantes, com ênfase na devoção à padroeira da Polônia, Nossa Senhora de Czestochowa”, afirmou.

Ney lembra que no próximo ano completará 35 anos da visita, em Curitiba, do polonês mais ilustre, o Papa João Paulo II. Após a visita, a capital paranaense ganhou um atrativo turístico chamado de Bosque João Paulo II, ou carinhosamente chamado de Bosque do Papa.

“Também é inegável a contribuição dos poloneses na culinária, com ênfase ao famoso Pierogui (pastel de ricota)”, lembra Ney.

DEPUTADO NEY LEPREVOST ARTICULA 180 MILHÕES DE REAIS EM EMENDAS PARA A SAÚDE

Nos últimos dez dias, o deputado Ney Leprevost realizou uma verdadeira maratona, dentro da Assembléia Legislativa, para ampliar os recursos do orçamento de 2015 do Estado do Paraná a serem destinados para as áreas de saúde e ação social.

Além das emendas individuais que cada parlamentar tem direito de propor e das duas emendas coletivas, com abrangência regional, que os parlamentares podem encabeçar para atender suas bases, Leprevost conseguiu, em conjunto com a Comissão de Orçamento e diversos parlamentares, fazer com que fossem elaboradas um total de aproximadamente 72 emendas com valor próximo a 180 milhões de reais para beneficiar os hospitais e entidades de saúde do Estado do Paraná.

Entre os hospitais que podem ser beneficiados pelas emendas articuladas por Leprevost, que é líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, estão os seguintes: Hospital de Clínicas, Pequeno Príncipe, Erasto Gaertner, Cajuru, Evangélico, do Trabalhador, Angelina Caron, Santa Casa de Misericórdia, Hospital de Reabilitação de Curitiba, Hospital Bom Jesus, de Toledo, Hospital do Rocio, em Campo Largo e Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro, dentre outros.

Também foram indicadas 28 entidades localizadas em oito municípios paranaenses através de emendas individuais de Leprevost no valor total de 1 milhão.

Ney ressaltou que agora compete à Comissão de Orçamento analisar as emendas e emitir o relatório final, que em seguida será levado a Plenário para votação dos deputados.

Para 2015, a receita corrente bruta do Estado será de R$ 49,1 bilhões. Com a previsão de vinculação dos 12% previstos em lei, o valor para aplicação de recursos em saúde, já com os descontos aplicados, será de R$ 3,1 bilhões.  

NEY LEPREVOST É CONDECORADO PELA POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ

Várias personalidades estiveram presentes nesta quinta-feira (30) na solenidade que marcou os quatro anos do Batalhão de Operações Especiais do Paraná (Bope). O evento aconteceu na Academia Policial Militar do Guatupê e homenageou com o título “Mestre de Operações Especiais” quem colabora com o grupamento desde sua criação.

O deputado estadual Ney Leprevost esteve entre os homenageados e recebeu com satisfação a condecoração. “Quero agradecer ao comando da Polícia Militar do Paraná e a toda equipe do Batalhão de Operações Especiais pelo reconhecimento ao nosso trabalho em prol do aprimoramento e valorização dos policiais para que a população possa viver com mais segurança. Fico entusiasmado a trabalhar ainda mais pela classe”, afirmou o parlamentar.

A iniciativa partiu do comandante-geral da Policia Militar do Paraná, coronel Cesar Vinicius Kogut, do subcomandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos e do comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente-coronel Washington Lee Abe. “Esta homenagem é um reconhecimento pelo trabalho realizado pelo amigo e deputado Ney Leprevost. Queremos agradecer o apoio permanente que ele tem prestado ao Bope, disse tenente-coronel Washington Lee Abe.

BOPE – O Batalhão de Operações Especiais é a unidade da PM com a missão de polícia ostensiva de segurança específica, que atua na preservação e restauração da ordem pública, mediante ações e operações de polícia de choque, que age em situações de distúrbios, resgates, sequestros com reféns, controle de rebeliões em estabelecimentos penais, ações antitumultos, antiterrorismo, desativação de artefatos explosivos, escoltas especiais, defesa de pontos sensíveis e retomada de locais ou áreas ocupadas. Fica encarregado também por intervir em situações de grave comprometimento da ordem pública; operações de patrulhamento tático com vistas a combater as ações do crime organizado e de alta periculosidade.

RICHA SANCIONA LEI DE NEY LEPREVOST PARA CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE MUTISMO SELETIVO

Foi sancionada pelo governador do Paraná, Beto Richa, a Lei 18259/2014 de autoria do deputado Ney Leprevost que institui a Campanha de conscientização e valorização da pessoa com Mutismo Seletivo, que será realizada anualmente em outubro, assim como ocorre nos Estados Unidos. 
De acordo com Ney a ideia é esclarecer, sensibilizar e conscientizar a população sobre a importância de buscar os serviços de saúde para diagnosticar e tratar a doença. Durante a campanha serão promovidas atividades como debates, oficinas, audiências públicas, feiras de saúde e atividades culturais de conscientização, disse o parlamentar.
E continuou: Precisamos ampliar o conhecimento e dar a oportunidade das crianças terem o tratamento adequado. É importante também fornecer treinamento para os educadores das redes municipais, estaduais e das escolas particulares, afirmou Ney.
O mutismo seletivo é um distúrbio que impede que a criança consiga falar na frente de pessoas que não conhece. Essa síndrome acomete 7 a cada mil pessoas e é facilmente confundida com timidez. Sabe-se que a condição manifesta-se precocemente e pode ser transitória mas em casos raros, pode persistir durante toda a vida escolar da criança. Ainda que se comuniquem de maneira não verbal, essas crianças não falam com seus professores e podem até permanecer caladas com seus colegas. Com frequência, a criança não tem qualquer outro problema identificável e conversa livremente em casa e com amigos próximos. 

APROVADO PROJETO DE LEI QUE FORTALECE TURISMO NA REGIÃO METROPOLITANA

Foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembléia Legislativa do Paraná a inclusão do Festival Gastronômico e Cultural de Inverno de Campo Magro no calendário de eventos do Estado do Paraná. 

A iniciativa, que foi proposta pelo deputado Ney Leprevost, reconhece o Festival como importante evento para fortalecer o turismo na região. “Além do desenvolvimento do turismo e da economia local, com geração de emprego e renda para a população, o Festival resgata a cultura e as tradições gastronômicas do município servindo como opção de lazer para as famílias de toda região metropolitana de Curitiba”, afirmou Ney.

Para o prefeito de Campo Magro, Louvanir Menegusso, a inclusão do Festival de Campo Magro no calendário de eventos do Paraná é excelente oportunidade para divulgação do evento. “Gostaria de agradecer ao deputado Ney Leprevost que lutou para conseguir este benefício para nosso município”, declarou Menegusso.

Localizado na região metropolitana de Curitiba, o município de Campo Magro reserva muitas surpresas para quem pretende explorar o turismo da região. Os turistas tem a possibilidade de fazer cavalgada, conhecer propriedades ecológicas, consumir produtos orgânicos, aproveitar a gastronomia rural ou polonesa, praticar voo livre, pescar e visitar as chácaras de lazer. A vista ao morro da Palha e suas cachoeiras são parada obrigatória para quem aprecia passeios ecológicos.

NEY APOIA PROJETO QUE OBRIGA OPERADORAS A BLOQUEAR SINAL EM PRESÍDIOS

O deputado estadual Ney Leprevost, manifestou apoio ao governador do Paraná, Beto Richa quanto ao projeto de Lei nº 432 que determina que as empresas operadoras de celular ou radiocomunicações deverão ser obrigadas a instalar equipamentos tecnológicos hábeis para identificar ou bloquear sinal de telecomunicações nos estabelecimentos penais e centros de socioeducação no Estado do Paraná.
Segundo Leprevost o uso de celulares dentro dos estabelecimentos penais vem servindo à criminalidade organizada, que utiliza a tecnologia para a perpetração de crimes e rebeliões, trazendo transtornos em todos os estados. Precisamos apoiar esse projeto para combater o contato entre os criminosos que falam livremente de dentro das instituições penais e organizam crimes nas ruas, disse. 
O Estado do Paraná segue o exemplo de Santa Catarina e Bahia que já determinaram, por meio de Lei, que as operadoras instalem os bloqueadores nos estabelecimentos penais. 
Na Assembleia Legislativa do Paraná o projeto recebeu parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça e agora segue para votação dos deputados no plenário.

BOPE FAZ HOMENAGEM AO DEPUTADO ESTADUAL NEY LEPREVOST

O deputado estadual Ney Leprevost será condecorado com o título “Mestre de Operações Especiais”, concedido pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope). A solenidade acontece no dia 30 de outubro na Academia Policial Militar do Guatupê e marca os quatro anos da organização militar.
A iniciativa partiu do comandante-geral da Policia Militar do Paraná, coronel Cesar Vinicius Kogut, do subcomandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos e do comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente-coronel Washington Lee Abe e tem como objetivo homenagear quem tem prestado apoio ao grupamento desde sua criação.
“Esta homenagem é um reconhecimento pelo trabalho realizado pelo amigo e deputado Ney Leprevost. Queremos agradecer o apoio permanente que ele tem prestado ao Bope, disse o comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente-coronel Washington Lee Abe.
A indicação de Leprevost foi recebida com satisfação pelo parlamentar. Ao assumir esta homenagem, quero agradecer ao comando da Polícia Militar do Paraná e a toda equipe do Batalhão de Operações Especiais. Nosso trabalho visa o aprimoramento e valorização dos policiais militares para que a população possa viver com mais segurança. Fico entusiasmado a trabalhar ainda mais pela classe, afirmou Ney.
O deputado ainda destacou a importância do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar na manutenção da ordem pública. “Esses profissionais estão diariamente em ação, colocando suas vidas em risco para combater o crime, com o objetivo maior de manter a segurança dos cidadãos. São quatro anos de luta e bons serviços prestados ao povo paranaense, concluiu Leprevost.

EM RETA FINAL, CPI DA SAÚDE PSIQUIÁTRICA PRETENDE VERIFICAR SITUAÇÃO DOS USUÁRIOS DE CRACK EM CURITIBA

A CPI da Saúde Psiquiátrica, proposta pelo Deputado Ney Leprevost, entra na reta final de depoimentos e investigações. Criada para averiguar as denúncias sobre a situação da saúde mental no Paraná, abordou temas como: a falta de leitos, o fechamento de ambulatórios de saúde mental, as atividades dos profissionais de psiquiatria, a desassistência aos dependentes de crack, a falta de medicamentos para o tratamento, o fim da residência médica em hospitais e o abandono aos doentes mentais graves.
A Comissão abriu espaço para que os diversos setores pudessem dar o seu parecer sobre a grave crise na área e o debate entre a classe médica e os responsáveis pelos órgãos públicos. A última reunião recebeu como depoente o Dr. Marcelo Kimati Dias, diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, que reconheceu os problemas na área e afirmou que a Prefeitura está buscando alternativas para contornar a situação e que é importante estreitar o diálogo entre os setores responsáveis e a classe médica.
Um panorama geral sobre o que foi investigado pela CPI Já foram realizadas sete reuniões da CPI da Saúde Psiquiátrica. Dentre os depoentes, estiveram presentes: o Dr. André Rotta Burkiewicz, Presidente da Associação Paranaense de Psiquiatria, o Dr. Marcelo Heyde, responsável pela área de psiquiatria do Hospital Nossa Senhora da Luz, o Dr. Ricardo Sbalqueiro, diretor clínico do Hospital San Julian, o Dr. Guilherme Gois, diretor da Clínica Ômega e o Dr. Marcelo Kimati Dias, diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Curitiba.
Dentre as principais denúncias recebidas estão: a fila de espera por atendimento que ultrapassa 5.000 pacientes, o fechamento de importantes hospitais que atendiam os doentes psiquiátricos, o atraso no repasse de verbas, a falta de medicamentos e, ainda, o sucateamento dos serviços. 
O Dr. André Rotta Burkiewicz trouxe diversas denúncias de pacientes que estavam sem receber medicação há mais de dois meses e outros que recebiam a receita de assistentes sociais ou clínicos gerais.
A CPI se prepara para sua finalização e os deputados pretendem agora sair a campo para entrevistar usuários de crack e verificar como estão sendo atendidos esses casos pelos setores responsáveis. Será preparado um Relatório Final com todas as denúncias e informações levantadas pela Comissão que será entregue ao Ministério Público e demais órgãos responsáveis para investigação. 
Compõem a CPI os deputados Ney Leprevost, Luiz Cláudio Romanelli, Stephanes Júnior, Osmar Bertoldi, Tadeu Veneri, Felipe Lucas e Gilson de Souza. Os suplentes são: Waldir Pugliesi, Marla Tureck, Duílio Genari, Pedro Lupion, Luciana Rafagnin, Tercílio Turini e Pastor Edson Prazczyk.

DIRETOR DA SAÚDE MENTAL DE CURITIBA SE COMPROMETE NA CPI A DIALOGAR COM OS MÉDICOS, PSICÓLOGOS E SOCIEDADE

A CPI da Saúde Psiquiátrica se reuniu hoje, 28/10, na Sala de Comissões da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná. Foi convidado a depor o Diretor do Departamento de Saúde Mental de Curitiba, Dr. Marcelo Kimati Dias. Após ser sabatinado pelos deputados presentes, Kimati se comprometeu a estreitar o diálogo com a classe médica e a sociedade. Ele reconheceu que existem problemas na área, principalmente quanto ao aumento dos usuários de crack na cidade. O Dr. Kimati afirmou, ainda, que o número desses dependentes é maior do que 15 mil e que a Prefeitura prevê ações para minimizar os danos causados pelo problema. 
O Presidente da Comissão, Deputado Ney Leprevost, afirma que uma das intenções da Comissão é provocar um diálogo maior entre a classe médica e os órgãos responsáveis, fazendo com que haja um entendimento dos problemas enfrentados diariamente pelos profissionais e que sejam resolvidos de forma menos burocrática, visando o bem-estar da população que busca atendimento.  
Criada com intenção de verificar a situação do atendimento a saúde mental, a CPI da Saúde Psiquiátrica debateu tópicos como: a falta de leitos, o fechamento de ambulatórios de saúde mental, as atividades dos profissionais de psiquiatria, a desassistência aos dependentes de crack, a falta de medicamentos para o tratamento, o fim da residência médica em hospitais e o descaso com os doentes mentais graves.
A prefeitura está disposta a ampliar o diálogo com os profissionais da saúde e os médicos. Parabenizo esta CPI pelo excelente serviço que está prestando a sociedade ao trazer esta tema tão importante para o debate afirmou Kimati em resposta as queixas de falta de diálogo da Prefeitura com a Associação Paranaense de Psiquiatria e a sociedade civil organizada.
A saúde mental é um dos maiores problemas da atualidade. O poder público tem o dever de se unir com a sociedade e encabeçar a prevenção e o tratamento das doenças psíquicas, afirmou Ney.  
Além de Leprevost, estiveram presentes na reunião da CPI os deputados: Felipe Lucas(relator), a deputada Marla Tureck, o deputado Tadeu Veneri, o deputado Duílio Genari e o deputado Professor Lemos.  

APROVADO PROJETO QUE DENOMINA DE DOM MOACYR JOSÉ VITTI O VIADUTO DE MORRETES

Por proposição do deputado Ney Leprevost foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembléia Legislativa do Paraná, projeto de lei que dispõe que o Viaduto de Morretes fique denominado Dom Moacyr José Vitti.

O Viaduto está localizado na intersecção da Rodovia BR-277 com a PR-804 – KM 29, e foi inaugurado pelo governador Beto Richa no mês de setembro deste ano.

Leprevost, que era amigo de Dom Moacir e seu companheiro na luta contra a liberação do aborto, afirmou que é uma singela homenagem para um religioso que sempre esteve a frente de seu tempo. “Nada mais justo dar o nome de Dom Moacyr José Vitti a uma importante obra que vai beneficiar milhares de pessoas. É uma singela homenagem perto de tudo que o arcebispo fez por nós”, disse.

E complementou: “Dom Moacyr era um homem austero, de hábitos muito simples e grande determinação no cumprimento de sua função religiosa”, concluiu Ney.

Dom Moacyr José Vitti faleceu no dia 26 de junho de 2014 aos 73 anos e seu corpo foi sepultado na cripta existente na própria Catedral. No dia de seu velório foram realizadas missas a cada hora em homenagem ao religioso.

ASSOCIAÇÃO DOS DELEGADOS PARABENIZA TRABALHO DE NEY

O deputado Ney Leprevost, recebeu esta semana, no seu gabinete, uma carta da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná ADEPOL/PR, parabenizando o parlamentar por seu trabalho na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.  
Na carta, o presidente da Associação dos Delegados, Roberto Ferreira do Nascimento, parabenizou Leprevost pela expressiva votação que fez e afirmou que o Estado foi o maior beneficiado com a escolha certeira de Leprevost, tendo em vista a perspicácia, experiência e consciência dos anseios dos paranaenses, principalmente no que tange à segurança pública no Estado do Paraná.
Segundo Leprevost É uma honra receber esta homenagem, quero agradecer ao presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná, Roberto Ferreira do Nascimento e a toda a diretoria da Associação dos Delegados, pelo reconhecimento do nosso trabalho, fico entusiasmado a trabalhar ainda mais pela segurança pública, disse Ney.
A Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná é uma sociedade civil com sede em Curitiba e conta com subsedes no interior e litoral. Foi constituída sem limite de duração e se destina à defesa e assistência dos Delegados de Polícia do Estado, sendo a legítima entidade de representação da classe.  

NEY LEPREVOST PARTICIPA COM BETO RICHA DE MANIFESTAÇÃO DOS JOVENS EM APOIO A AÉCIO NA BOCA MALDITA

Um grande encontro reuniu mais de vinte mil pessoas no início da noite desta quarta-feira (22) na capital paranaense. A mobilização espontânea, em apoio ao candidato a presidente Aécio Neves, teve início nas redes sociais por jovens de Curitiba que esperam mudanças nos rumos do comando político de nosso país. A concentração aconteceu na Boca Maldita, tradicional local de manifestações em Curitiba, e contou com participação de estudantes, empresários, lideranças comunitárias, políticos e o governador do Paraná, Beto Richa. Dentre os deputados estaduais presentes no evento, o destaque ficou para Ney Leprevost, o mais votado do Partido Social Democrático (PSD) no Paraná, que em seu discurso enalteceu o desejo de mudança dos brasileiros e afirmou que Aécio é o candidato mais preparado. “Amo o meu país. Sonho com um futuro melhor para as pessoas de todas as classes, de todos os credos, de todas as raças. Quero paz, liberdade e justiça. Repudio a violência e a corrupção. Leio, estudo, me informo. Desde o primeiro turno percebi qual é o candidato mais preparado e competente para conduzir o Brasil nas grandes mudanças. Meu voto é declarado no Aécio Neves”, afirmou o parlamentar. “Eu peço aos paranaenses que neste domingo, dia 26, votem consciente, em defesa de nosso país. O Aécio é um político correto, digno e já demonstrou nos debates eleitorais, seriedade e equilíbrio. Não podemos perder esta chance”, concluiu Ney. Para finalizar seu discurso, Ney lembrou o refrão da música de Geraldo Vandré “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” e foi bastante aplaudido.

PROJETO DE NEY LEPREVOST PREVINE “SÍNDROME DO X-FRÁGIL”

Já está tramitando na Assembléia Legislativa o projeto de lei do deputado Ney Leprevost para garantir a realização de exame do Teste Molecular de DNA em recém-nascidos e crianças de até um ano e meio de idade no Estado do Paraná. Este exame é necessário para detectar a existência da Síndrome do X-Frágil.

A Síndrome do X-Frágil pode ser considerada uma doença genética, na qual ocasiona problemas de comportamento e atraso no desenvolvimento. “Na maioria das vezes, o recém-nascido nasce sem apresentar qualquer tipo de problema e, por esta razão, o Teste Molecular de DNA é essencial para identificação da doença”, afirmou Ney.

Pelo projeto, a coleta do material será realizado em recém-nascidos, já na sala de parto ou no berçário, pelo médico ou por qualquer membro da equipe devidamente treinada. “Caso não tenha sido feita a coleta no ato do nascimento, o exame deverá ser feito em crianças até dezoito meses, durante a aplicação das vacinas obrigatórias. O exame será certificado com anotação na carteira de vacinação ou em anexo”, informa o parlamentar.

Os responsáveis pelos Centros de Saúde orientarão os pais sobre a importância da realização do exame do Teste Molecular de DNA. “Caso seja apontada alteração que indique a presença da Síndrome do X-Frágil, os pais devem ser avisados e a criança, encaminhada para o devido tratamento com terapeutas ocupacionais, neurologistas e fonoaudiólogos”, concluiu Ney.

CPI CHAMA COORDENADOR DA SAÚDE PSIQUIÁTRICA DE CURITIBA PARA DEPOR

A CPI da Saúde Psiquiátrica realizou hoje, dia 21, na Sala de Comissões da Alep, a 6a. reunião presidida pelo deputado Ney Leprevost. Na ocasião, o Presidente da Associação de Psiquiatria do Paraná, Dr. André Rotta Burkiewicz, apresentou mais denúncias sobre a desassistência aos pacientes, entre elas estão à falta de infraestrutura dos CAPs (Centros de Atenção Psicossociais), onde médicos que não são especialistas estariam passando receitas sem ver os pacientes, casos de pacientes que são medicados sem a realização de exames, péssimas condições sanitárias, falta de profissionais treinados (psicólogos, terapeutas ocupacionais)  para atender surtos psicóticos; entre outras irregularidades.
O Dr Rotta relatou casos sobre a falta de vagas para pacientes no CAPs do Boqueirão e quadros de infecção gastro-intestinal em vários pacientes no CAPs Bairro Novo. No CAPs do Boa Vista pacientes teriam sido orientados a procurar uma ONG caso queiram fazer terapia ocupacional, pois nos CAPs de Curitiba atualmente não há terapeutas, o que é obrigatório por lei. 
Ainda segundo o Dr. André Rotta Burkiewicz, consta também, que muitos pacientes são impedidos de receber auxílio doença no INSS e aposentadoria devido a falta de profissionais de saúde para darem o laudo. No Hospital do Idoso, que carece de estrutura para receber pacientes, funcionários foram agredidos. Segundo ele, também existem casos de nepotismo envolvendo a fundação que administra as UPAs 24hs e o Hospital do Idoso.
Para finalizar a reunião, o relator Felipe Lucas pediu que seja chamado para depor na próxima reunião, dia 28, o coordenador da área psiquiátrica da prefeitura de Curitiba, Marcelo Kimati. A deputada Marla Tureck solicitou também um relatório sobre a situação da psiquiatria no interior do Estado. 
A situação da saúde no Brasil é caótica. A psiquiatria, em especial, vive um momento de desassistência calamitosa. Os motivos são vários; desde incompetência até ideologização encabeçada pelo governo federal, afirma Leprevost. 

NO DIA DO MÉDICO, NEY DEFENDE MAIOR VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Neste 18 de outubro, Dia do Médico, o deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania da Assembléia Legislativa do Paraná, lembra que é preciso maior reconhecimento a estes trabalhadores da saúde, que obtêm sua recompensa, quando vêem uma vida ser salva.

 

Hoje é dia de enaltecer os bons médicos, mas devemos lembrar que trabalhar com saúde pública no Brasil é verdadeiro ato de heroísmo, afirma Ney.

 

Na opinião do deputado, o atual Governo Federal não garante investimentos mínimos na área da saúde e o que se vê é um verdadeiro caos. Sentimos pouco comprometimento das autoridades com a saúde pública. O Sistema Único de Saúde (SUS) paga muito mal pelos serviços médicos e grande parte da rede hospitalar necessita de equipamentos para que o serviço possa ser feito com competência, concluiu.

OBRAS NA BR-376 DOBRAM TEMPO DE VIAGEM E CAUSAM TRANSTORNO PARA USUÁRIOS

As obras realizadas na BR 376 têm causado transtorno para quem vai ao litoral paranaense ou catarinense. O principal problema na rodovia são as horas de espera na estrada. O trajeto entre Curitiba e Balneário Camboriú pode levar até sete horas de viagem nos finais de semana, o mesmo tempo que se leva para ir até o Rio de Janeiro de carro. Com a chegada do verão, o fluxo de veículos deve aumentar e a viagem pode se tornar ainda mais demorada por causa das chuvas.
Próximo ao município de Garuva, entre os quilômetros 674,8 e 680,4, existem trechos em que o tráfego flui apenas em meia pista. Neste trajeto, os motoristas enfrentam filas de até duas horas durante os finais de semana comuns, o que acaba dobrando o tempo de viagem. 
Em razão do transtorno que as obras causam aos usuários, o deputado estadual Ney Leprevost protocolou ofício na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e no Ministério Público Federal cobrando agilidade. As concessionárias têm que fazer um planejamento para realizar suas melhorias. Ou contratam mais funcionários para as obras andarem mais rápido ou se faz uma obra de cada vez. Os motoristas não podem ser prejudicados por um período tão grande de tempo, afirmou Ney. 
E continuou: Nove meses de obras é muito tempo prejudicando os usuários que precisam utilizar a BR 376.

DEPUTADOS MAIS VOTADOS DE CURITIBA APOIAM AÉCIO NEVES

Entre os aliados de peso do governador Beto Richa que foram prestigiar Aécio Neves nesta segunda-feira no Expo Unimed, estavam os dois deputados mais votados de Curitiba: Ratinho Junior e Ney Leprevost.
“O Brasil quer mudança e neste momento quem representa este sentimento majoritário da sociedade é o Aécio”, afirmou Ney Leprevost.
O ex-prefeito de Curitiba, Saul Raiz, de 84 anos de idade, também fez questão de ir dar um abraço em Aécio Neves. “Me reanimei com a política acompanhando o trabalho do Ney e agora sinto uma esperança imensa no futuro do Brasil vendo esta juventude vibrando com o Aécio”, afirmou Saul.

NEY LEPREVOST AGRADECE AOS ELEITORES E PEDE VOTOS PARA AÉCIO NEVES

O deputado estadual Ney Leprevost está triplamente feliz. Em primeiro lugar por ter sido o mais votado do seu partido. Em segundo lugar por ter contribuído para a expressiva vitória de Beto Richa em Curitiba. E em terceiro lugar por ter apoiado desde o primeiro turno o candidato a presidente Aécio Neves, quando este ainda estava atrás de Marina Silva.
Leprevost obteve 71.470 votos, sendo o primeiro mais votado do PSD, o segundo mais votado de Curitiba e o sexto mais votado de todo Paraná. 
Agradeço a generosidade dos paranaenses por reconhecerem nossa luta por saúde e mais inclusão social, escreveu o parlamentar que se recupera de um problema nas cordas vocais.
Vamos mergulhar na campanha do Aécio neste segundo turno. Pois acredito que ele é o mais qualificado dos dois candidatos e sinto que o Brasil quer mudanças, afirmou Ney Leprevost.

FELIZ PELA GRANDE VOTAÇÃO NEY LEPREVOST VAI FIRME COM AÉCIO

O deputado estadual Ney Leprevost está triplamente feliz. Em primeiro lugar por ter sido o mais votado do seu partido. Em segundo lugar por ter contribuído para a expressiva vitória de Beto Richa em Curitiba. E em terceiro lugar por ter apoiado desde o primeiro turno o candidato a presidente Aécio Neves, quando este ainda estava atrás de Marina Silva. 
Leprevost obteve 71.470 votos, sendo o segundo mais votado de Curitiba; atrás apenas de Ratinho Junior que foi candidato a prefeito; e foi o sexto mais votado de todo o Paraná. 
Agradeço a generosidade dos paranaenses por reconhecerem nossa luta por saúde e mais inclusão social, escreveu o parlamentar que se recupera de um problema nas cordas vocais. 
Espero estar com a voz normalizada o mais rápido possível para mergulhar na campanha do Aécio neste segundo turno. Pois acredito que ele é o mais qualificado dos dois candidatos e sinto que o Brasil quer mudanças, afirmou Ney Leprevost.  

CRESCE A “CORRENTE” DE NEY LEPREVOST

O deputado estadual Ney Leprevost, candidato a reeleição, cumpriu uma agenda movimentada e repleta de compromissos na última semana da eleição. Ele aproveitou a reta final para estar com o povo, prestar contas do seu trabalho e pedir votos.

Por onde esteve, Leprevost recebeu apoio, cumprimentos e elogios por seus projetos na Assembleia Legislativa, além de incentivo para continuar o trabalho pela saúde de qualidade para a gente do Paraná.

“Gosto de ficar perto dos eleitores. A energia que me impulsiona vem do povo. Preciso estar perto das pessoas para ter forças para lutar pelas causas em que acredito, como a saúde de qualidade para todos e a inclusão social”, afirmou Ney.

Na Assembleia Legislativa do Paraná, Ney Leprevost é presidente da Comissão de Esportes, presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Comerciários, presidente da CPI da Saúde Psiquiátrica, presidente da Frente Parlamentar de Apoio aos Empregados e Empregadores em Restaurantes, Hotéis, Pizzarias, Bares, Lanchonetes, Panificadoras, Confeitarias e Similares e líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania.

Entre os principais projetos apresentados pelo parlamentar estão a Lei da Ficha Limpa/Paraná, que veda a ocupação de cargos comissionados na administração pública do estado a pessoas que foram condenadas por crimes. A Lei do Teste do Coraçãozinho, que detecta cardiopatia congênita nos recém-nascidos. Lei que garante as grávidas o direito a acompanhante no processo do parto nos hospitais da rede pública ou conveniados do Sistema Único de Saúde – SUS. A Lei que garante aos idosos o direito a acompanhante durante internamento. A Lei de Incentivo ao Esporte de Curitiba e do Paraná. Além de várias outras leis importantes para o bem estar da população. Leprevost disse que “quem quiser contribuir com o meu mandato com ideias e sugestões pode acessar o site www.neyleprevost55669.com.br, www.facebook.com/amigoneyleprevost ou pelo e-mail contato@neyleprevost.com.br

BOPE HOMENAGEIA NEY LEPREVOST

O deputado Ney Leprevost, vai receber do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Paraná, no próximo dia 30 de outubro, homenagem pelo apoio que tem prestado ao grupamento desde sua criação, quatro anos atrás. O evento será na base do Batalhão de Operações Especiais, localizada na Avenida Marechal Floriano Peixoto, nº 1.401, no Rebouças.

De acordo com o coronel Washington Lee Abe, “esta homenagem é um reconhecimento pelo trabalho realizado pelo amigo e deputado Ney Leprevost, queremos agradecer o apoio permanente que ele tem dado ao Batalhão de Operações Especiais”, disse.

A indicação de Leprevost foi recebida com alegria pelo parlamentar. “É uma honra receber esta homenagem, quero agradecer ao coronel Washington Lee Abe e a toda equipe do Batalhão de Operações Especiais, pelo reconhecimento do nosso trabalho pelo aprimoramento e valorização dos policiais militares para que a gente do Paraná possa viver com mais segurança. Fico entusiasmado a trabalhar ainda mais pela classe”, afirmou Ney.

O Batalhão de Operações Especiais é a unidade da PM com a missão de polícia ostensiva de segurança específica, que atua na preservação e restauração da ordem pública, mediante ações e operações de polícia de choque, que age em situações de distúrbios, resgates, sequestros com reféns, controle de rebeliões em estabelecimentos penais, ações antitumultos, antiterrorismo, desativação de artefatos explosivos, escoltas especiais, defesa de pontos sensíveis e retomada de locais ou áreas ocupadas. Fica encarregado também por intervir em situações de grave comprometimento da ordem pública; operações de patrulhamento tático com vistas a combater as ações do crime organizado e de alta periculosidade.

Outras informações pelo fone (41) 3304-4836

SAUL É NEY E BRAGA

O ex-prefeito de Curitiba Saul Raiz declarou seu apoio político a candidatura de Ney Leprevost, para deputado estadual, e Felipe Braga Cortes, para deputado federal, nas eleições de 2014.

“O Ney e o Felipe são pessoas do bem. Ambos estão preparados para representar os paranaenses, seja na Assembléia Legislativa do Paraná ou em Brasília”, afirmou Saul.

De acordo com Ney, receber o apoio de Saul Raiz é gratificante. “Saul é referência de ética na política paranaense, pois sempre mostrou muita qualidade em seu trabalho”.

Lembrando que o número para votar em Ney Leprevost para deputado estadual é 55669 e do Felipe Braga Cortes para deputado federal é 4500.

Apenas dois dos 54 deputados abrem mão de salário durante período eleitoral. Ney Leprevost foi o primeiro

Um levantamento do jornal Gazeta do Povo mostrou que apenas dois dos 54 deputados estaduais abriram mão de seu salário durante o período eleitoral. Em agosto, Ney Leprevost foi o primeiro parlamentar a pedir que seus salários dos meses de agosto e de setembro fossem descontados integralmente em folha.

“Estou antenado com meus eleitores e sei que a atitude que tomei foi aprovada. Neste período eleitoral eles querem que eu esteja nas ruas expondo meu trabalho, falando sobre meus projetos e, por conta disso, sabia que não poderia ter a mesma assiduidade nas sessões legislativas”, afirma Ney.

Reportagens de toda a imprensa ainda relataram que no período eleitoral os deputados votaram assuntos de menor relevância e fizeram dois recessos. “Não acredito que seja justo receber integralmente se o trabalho está sendo feito sem a mesma intensidade”, opina o parlamentar.

Além de ter aberto mão de seu salário, Ney ainda orientou os servidores lotados em seu gabinete que participaram da campanha eleitoral a anteciparem suas férias ou pedirem exoneração.

 

NEY FAZ PROJETO PARA ACABAR COM DESTINAÇÃO ERRADA DE ENTULHOS E EXTINGUIR LIXÕES EM TERRENOS BALDIOS

Está tramitando na Assembleia Legislativa um dos 194 projetos de lei apresentados na atual legislatura pelo deputado Ney Leprevost. Na proposta o parlamentar sugere a criação dos Ecopontos, que receberiam os entulhos de construções, reformas, podas de árvores, móveis e eletrodomésticos usados.

Segundo Leprevost, a ideia é resolver os problemas gerados com a destinação errada destes materiais. O entulho é jogado de maneira ilegal em avenidas, terrenos baldios, ruas e praças e acaba gerando sérios problemas ambientais para as cidades, afirma Ney.

De acordo com o projeto os Ecopontos seriam locais de entrega voluntária e administrados pelo Poder Público, que faria a destinação correta dos materiais lá depositados.

LEI DE NEY LEPREVOST GARANTE MAIS SEGURANÇA NAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS

De autoria do deputado Ney Leprevost, a Lei 019/2012 dispõe sobre o atendimento reservado para clientes nas agências e postos de atendimento bancário no Estado do Paraná. Um dos parágrafos da Lei, diz que o local destinado aos guichês de caixa de atendimento deve ser visualmente isolado das áreas onde há circulação de clientes na agência, podendo ser realizado este isolamento por meio de biombos.

Segundo Ney Leprevost, a segurança dos usuários dos bancos estava ameaçada por informantes que se encontram no interior das agências e que determinavam as vitimas de acordo com a movimentação financeira que observavam livremente nos caixas. A Lei prevendo um espaço reservado garantiu mais segurança para os clientes.

Por causa da Lei, ficaram as agências e postos de serviços bancários do Paraná obrigados a instalar divisórias entre os caixas e o respectivo espaço reservado para clientes que aguardam atendimento, proporcionado privacidade às operações financeiras.  

NEY LEPREVOST É ACLAMADO COMO DEFENSOR DOS PERMISSIONÁRIOS, TRABALHADORES, PRODUTORES E CLIENTES DA CEASA

Em um trabalho conjunto com o Sindicato Permissionários das Centrais de Abastecimento de Alimentos no Estado do Paraná – Sindaruc, presidido por Francisco Leite, o deputado Ney Leprevost conseguiu levar na sexta-feira (22) o governador Beto Richa na Ceasa para assumir um compromisso público e firme de não permitir jamais a privatização e muito menos a mudança de local da Ceasa Curitiba.

Na oportunidade diversas lideranças conversaram com Beto e Ney.

O presidente Chico Leite propôs uma aclamação do deputado Ney Leprevost como novo padrinho da Ceasa e foi muito aplaudido. Ney vai ajudar a intermediar o diálogo com as autoridades para melhorar as condições de trabalho no local.

De acordo com Chico Leite, presidente do Sindaruc, “o Ney é uma pessoa do bem. Posso afirmar que ele é o cara, pois já conhecia o trabalho dele em prol do Hospital do Câncer. A convite do Sindaruc ele será o representante dos Ceaseiros para garantir a voz da turma que trabalha na madrugada”, concluiu.

“Quero agradecer o governador Beto Richa pela rapidez com que atendeu nosso pedido de visitar a Ceasa e pelo diálogo franco em defesa deste local fundamental para o abastecimento de Curitiba e região”, afirmou Ney.

AÉCIO RECEBE APOIO DE DEPUTADO MAIS VOTADO DE CURITIBA

Na noite de quinta-feira (25), em um grande encontro organizado pelo governador do Paraná Beto Richa, o candidato a Presidente da República Aécio Neves recebeu apoio do presidente municipal do PSD de Curitiba e deputado mais votado da capital Ney Leprevost.

Na oportunidade, Ney declarou: Estou convicto de que o Aécio é o mais preparado e o que tem a equipe mais competente para colocar o Brasil de volta nos trilhos. Nós queremos ordem, progresso, desenvolvimento econômico e geração de renda para todas as camadas da população. Por isto voto e peço o voto para o Aécio Neves presidente.

DEPUTADO NEY LEPREVOST VISITA LAR ESCOLA LUCIANE MARY PARIS

O deputado estadual Ney Leprevost visitou nesta semana o Lar Escola Luciane Mary Paris, em Colombo. Durante a visita, Ney teve a oportunidade de acompanhar o trabalho desenvolvido em prol da educação primária gratuita das cerca de 150 crianças carentes atendidas pela instituição.
De acordo com Ney, o trabalho desenvolvido pelo Lar Escola Luciane Mary Paris é exemplo a ser seguido por muitas instituições de ensino. “Lá a educação é levada a sério, com atividades extra curriculares aliadas ao ensino fundamental”, afirmou.
Em sua estrutura, o Lar Escola conta com laboratórios de informática, ginásio poliesportivo, salas de aula, refeitório, área de recreação, atendimento nutricional e psicológico. Os alunos recebem educação formal, em período integral, e podem participar também de atividades especiais, como o grupo de capoeira e de teatro. A seleção de alunos prioriza as famílias de baixa renda e em situação de risco.
“Quero parabenizar o empresário Irineu Paris, que patrocina integralmente este trabalho maravilhoso”, afirmou Ney.

LEI DE LEPREVOST GARANTE DIREITO À ACOMPANHANTE PARA GESTANTES DURANTE O PROCESSO DO PARTO

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, é autor da Lei 09/2013 que garante a presença de um acompanhante para às gestantes no processo do parto nos hospitais da rede pública ou conveniados do Sistema Único de Saúde – SUS, no Estado do Paraná. 

De acordo com o texto, compreende-se o processo de parto a admissão da gestante nas dependências do hospital, o pré-parto, o parto e o pós parto. Caberá a gestante a escolha de um acompanhante, o qual deverá ser orientado pelos profissionais que compõem a equipe de atendimento. O descumprimento da lei acarretará em penalidade na forma de multa ao estabelecimento hospitalar. 

Segundo o deputado Ney Leprevost, está comprovado por estudos médicos da Organização Mundial de Saúde que a gestante que tem acompanhante sente-se mais segura, o fato dela estar mais segura faz bem para o bebê e ela fica menos tempo internada no hospital o que gera economia pra rede de saúde. Existia uma lei federal que dava esse direito, mas não era cumprida, pois não estabelecia punições para as maternidades e hospitais que não respeitassem a lei. No Paraná é lei e o hospital ou maternidade que se negar a permitir que a gestante esteja acompanhada durante o período de internamento para ter o seu bebê pode ser punido. Então as mulheres devem cobrar este direito que está assegurado pela constituição estadual, disse.

ONG AGRADECE NEY POR PROJETO DE LEI PARA DEMARCAR ÁREAS DE PESCA E PROTEGER SURFISTAS E BANHISTAS

Está tramitando na Assembleia Legislativa um projeto de lei do deputado Ney Leprevost para demarcar áreas de pesca. O objetivo é garantir a segurança de surfistas e banhistas e também assegurar o trabalho dos pescadores. A proposta do deputado surgiu após uma conversa com representantes da ONG Parceiros do Mar, criada depois da morte de Renata Turra, de 23 anos, que surfava com amigos quando enroscou o leash da prancha em artefato de pesca que estava submerso a menor distância do que a mínima permitida pelo IAP.

“Encontramos guarida nas propostas do deputado Ney Leprevost, sempre solícito aos anseios da população, e interessado nos assuntos esportivos e do litoral. Assim nasceu esse projeto de lei, de uma tragédia que a cada dia vem transformando para melhor a situação do litoral do nosso Estado. Somos gratos ao deputado por esta iniciativa, conta Silvia Turra, presidente da ONG e irmã da vítima.

De acordo com o projeto, a distância entre a área de lazer e de pesca deve ser de pelo menos 400 metros, demarcada por balizas e placas.

Este projeto é muito importante para garantir a segurança dos banhistas e surfistas e não atrapalhar o trabalho dos pescadores, afirma Ney.

NEY LEPREVOST É AUTOR DA CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DA PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, é autor da Lei 77/2013 que instituiu no Paraná a semana de conscientização e valorização das pessoas com Síndrome de Dow, realizada na semana que antecede o dia 21 de março, data em que é comemorado o dia internacional da síndrome de Down.

De acordo com a presidente da Associação Reviver Dow, Marlene Dias Carvalho , essa semana é muito positiva, pois propõe ações de conscientização que cobram respeito aos deficientes físicos e batalha pelo direito das pessoas com síndrome de Down serem incluídas na sociedade. A inclusão social é um direito de qualquer pessoa e é dever do Estado garantir esse direito, quero parabenizar o deputado Ney Leprevost por essa maravilhosa iniciativa, disse.

Segundo o deputado Ney Leprevost, autor da Lei a finalidade é realizar ações eficazes de conscientização e inclusão-social das pessoas com Síndrome de Down. Deverão ser realizadas ações de conscientização e de informações básicas sobre a síndrome, através de materiais informativos e institucionais, disse.

E complementou. A elaboração dessa lei tem como principal objetivo criar condições para que a população paranaense, principalmente das áreas mais carentes, obtenham informações e orientações sobre a Síndrome de Dow, seu desenvolvimento e tratamento.

ASSOCIAÇÃO MÉDICA APOIA FORMALMENTE NEY LEPREVOST PELA SUA LUTA EM PROL DA SAÚDE

A Associação Médica do Paraná declarou formalmente apoio ao deputado Ney Leprevost para estas eleições. Um informativo da entidade indicou Ney como um deputado comprometido com a saúde e a classe médica.

Apesar de não ser médico, Ney recebeu o título de sócio honorário de nossa instituição justamente pelo apoio que nos deu neste último mandato, nos dando voz dentro da Assembleia Legislativa, disse João Carlos Baracho, presidente da entidade.

O posicionamento da entidade, segundo o material, visa defender a classe médica. Nossa Associação decidiu assumir um papel maior nesse processo eleitoral, para garantir que a saúde pública, a valorização do profissional médico e a melhoria nas condições de trabalho na medicina estejam na pauta, não só do debate político, como dos projetos e propostas de políticas públicas a serem discutidas na próxima legislatura.

Antes mesmo da declaração formal do apoio, Ney Leprevost já tinha assumido o compromisso com a entidade de fiscalizar o cumprimento dos 12% do Orçamento estadual em saúde, criar e efetivar a Comissão de Fiscalização da atuação das Operadoras de Planos de Saúde, atuar para redução do tempo de espera para atendimentos de especialidade e exames no SUS, dentre outros pontos.

Fico muito feliz em ter essa importante entidade apoiando o nosso nome. Há poucas semanas fui contemplado com o título de sócio honorário da AMP e é uma honra ter nosso trabalho reconhecido pela classe médica, disse Ney.

No atual mandato, Ney é o deputado que mais apresentou projetos e aprovou leis. Das suas 194 propostas e 40 leis aprovadas neste período, muitas delas são na área da saúde. Dentre elas a lei que garante a mamografia gratuita para prevenção do câncer, a lei que assegura o teste do coraçãozinho para recém-nascidos.

A PEDIDO DE NEY E VEREADOR ARTUR SANTOS, GUARATUBA GANHA MÓDULO POLICIAL

Foi entregue nesta sexta-feira (19) um módulo policial móvel ao 3º Pelotão da 2ª Companhia da Polícia Militar de Guaratuba. O módulo irá reforçar a segurança do município durante todo o ano e não somente na temporada de verão. O pedido foi feito pelo deputado Ney Leprevost e o vereador do município, Artur Santos.

Esse módulo é fundamental para coibir a ação dos bandidos em nosso litoral. Muitos agem no período fora de temporada porque a maioria dos veranistas não utilizam suas casas, disse Leprevost, que é coordenador do Grupo de Apoio ao Litoral do Paraná (GALP).

Esta é mais uma conquista para o nosso Município com o apoio do Deputado. Como já havia dito esse é um dos deveres de Vereador , e tenho honrado meu compromisso com a população, disse o vereador Artur Santos.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, também foram entregues módulos policiais móveis para Matinhos e Paranaguá. Todos serão utilizados de forma contínua, a cada dia em um ponto definido pela PM de cada cidade.

NEY LEPREVOST DEFENDE CENTRO DE EXCELÊNCIA DE PARAESPORTES NO PARANÁ

O deputado Ney Leprevost, presidente da Comissão de Esportes na Assembleia Legislativa, defende com a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP), a criação do Centro de Excelência de Paraesportes, destinado aos paratletas de alto rendimento.

Estamos acompanhado esse excelente projeto desde o início. O Mauro Nardini que é presidente da ADFP é nosso grande amigo e entramos na briga ao lado da ADFP e junto ao governo do Paraná pra cobrar do governo Federal os recursos que já existem no orçamento pra que este sonho se realize e para que esta obra realmente aconteça”, afirmou Ney.

Segundo o deputado, o terreno para a construção do centro já foi destinado para a entidade pela prefeitura municipal de São José dos Pinhais.

“O Estado do Paraná poderá se tornar uma referência internacional no treinamento de paratletas e o mais importante de tudo isso é que a criança que nascer com algum tipo de deficiência terá a oportunidade de ter aulas e treinar com campeões olímpicos e assim ter esperança de um futuro melhor através do esporte, disse Leprevost.

De acordo com o presidente da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP) Mauro Nardini o Centro de Excelência de Paraesportes é uma meta que precisamos alcançar e é por isso que agradeço ao deputado Ney Leprevost o apoio para este projeto que é importantíssimo para a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná, disse.

BETO RICHA ATENDE PROJETO DE LEPREVOST E DENOMINA DE DOM MOACYR VITTI O VIADUTO QUE VAI DAR ACESSO À MORRETES

No próximo dia 23 de setembro será inaugurado o viaduto que dá acesso ao município de Morretes.  Em obras desde final de abril, o viaduto, localizado na intersecção da BR-277 com a PR-804, voltará a ser utilizado e levará um nome mais do que especial. O governador Beto Richa atendeu o projeto do deputado estadual Ney Leprevost e denominará o viaduto de Dom Moacyr José Vitti.

Nada mais justo dar o nome de Dom Moacyr José Vitti a uma importante obra que vai beneficiar milhares de pessoas. É uma singela homenagem perto de tudo que o arcebispo fez por nós, disse Ney.

O arcebispo de Curitiba, Dom Moacyr José Vitti, morreu no dia 26 de junho vitimado por um enfarte. Ele tinha 73 anos.  

Viaduto – A obra foi solicitada por Ney Leprevost e pelo prefeito de Morretes, Helder Teófilo dos Santos, e é uma parceria entre o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a concessionária Ecovia. O viaduto vai beneficiar os motoristas que circulam pela rodovia. Na alta temporada, cerca de 30 mil veículos passam pelo local diariamente.  Para o prefeito Helder, a obra evitará muitos acidentes naquele local e deverá ampliar a visita de turistas a Morretes.

APROVADO PROJETO DE NEY QUE INSTITUI PREVENÇÃO PARA O MUTISMO SELETIVO

Foi aprovado nesta semana, na Assembleia Legislativa, o projeto de lei do deputado Ney Leprevost para prevenção do Mutismo Seletivo. Agora a proposta vai para 2ª e 3ª discussões e segue para sanção do governador Beto Richa.

De acordo com a proposta, será instituído o dia da conscientização do Mutismo em 31 de outubro, assim como nos Estados Unidos. Nesta data serão reforçadas as ações para ampliar o conhecimento desta síndrome.  

Precisamos ampliar o conhecimento e dar a oportunidade das crianças acometidas por esta síndrome terem o tratamento adequado. É importante também fornecer treinamento em educadores das redes municipais, estaduais e escolas particulares, afirma Ney.

Segundo reportagem da revista Crescer, o mutismo seletivo é um distúrbio que impede que a criança consiga falar na frente de pessoas que não conhece. Essa síndrome acomete 7 a cada mil pessoas e é facilmente confundida com timidez.

PROJETO DE NEY LEPREVOST INCENTIVA LEITURA DE JORNAIS E REVISTAS NAS ESCOLAS

Está tramitando na Assembleia Legislativa um projeto de Lei de autoria do deputado Ney Leprevost propondo a criação do Programa de Incentivo a Leitura de Jornais e Revistas em sala de aula, como atividade extracurricular, nos estabelecimentos públicos de ensino fundamental e médio do Estado do Paraná.  O objetivo do projeto de Lei é orientar os adolescentes e jovens para o exercício pleno da cidadania.

De acordo com o deputado Ney Leprevost os órgãos que regem a educação pública em nosso país tem como finalidade a formação integral do estudante, meta que prevê, necessariamente, que eles estejam preparados para entender a realidade em que estão inseridos e nela interferir de forma positiva e cidadã, cumprindo plenamente o que se entende como alfabetização e letramento, disse.

Segundo o texto, a ideia é Incentivar o hábito da leitura, desenvolver o senso crítico e realizar analise de jornais e revistas visando o desenvolvimento sócio cultural e do senso crítico dos alunos, mediante análise dos acontecimentos que afetam o cotidiano dos cidadãos e no conhecimento de assuntos que dizem respeito ao desenvolvimento da sociedade e do bem-estar coletivo, bem como dos fatos políticos, econômicos, científicos, educacionais e culturais, de repercussão local, nacional e internacional.

A leitura de jornais e revistas não fará parte de nenhuma disciplina específica, mas servirá como atividade extracurricular, sendo realizada de forma interdisciplinar e complementar aos conteúdos programáticos das diversas disciplinas do currículo escolar.

A Secretaria de Educação deverá inserir em sua política de capacitação aos docentes o tema da correta utilização e melhor aproveitamento dos jornais e revistas em sala de aula como instrumento mediador de informação, aproximação dos conteúdos escolares do cotidiano dos alunos, conhecimento e análise crítica da realidade social.

NEY PRESTA CONTAS NO LITORAL, REGIÃO METROPOLITANA E CURITIBA NO FINAL DE SEMANA

O deputado Ney Leprevost aproveitou o final de semana para encontrar eleitores e visitar algumas comunidades. Na ocasião, prestou contas de seu mandato na Assembleia Legislativa do Paraná.

Na sexta-feira, ele foi ao litoral do Estado. Em Paranaguá e Matinhos se reuniu com grupos de amigos e apoiadores. No sábado, visitou o comércio de Guaratuba na companhia do vereador Artur Santos e alguns amigos.

Já de volta a Curitiba, ainda no sábado, prestigiou a abertura da 6ª Festa da Luz, no Bosque São Cristovão, em Santa Felicidade. Depois foi recebido por mais de 400 amigos da CIC Sul e esteve na festa alemã da Comunidade Luterana da Cruz, no Hauer.

No domingo, na hora do almoço participou da tradicional costela fogo de chão, organizada pela diretoria do Clube Mercês, em Santa Felicidade. Depois esteve em Fazenda Rio Grande em uma grande confraternização com os amigos do vereador Julinho do Pesque. Na oportunidade falou sobre os projetos apresentados e leis aprovadas nesse mandato na Assembleia.

Na sequência foi a Mandirituba e na companhia do vereador Zé Luis, que promoveu um grande encontro com mais de 300 pessoas, falou com moradores e visitou a localidade Campestre dos Paula, onde aconteceu uma grande festa em prol da igreja.

Em Campo Magro, prestigiou a festa em prol da Capela Santo Antônio do Passaúna, e no bairro Mossunguê, em Curitiba, foi na festa em prol da Paróquia São Grato.

Terminou o domingo fazendo reuniões com amigos de Pinhais, Piraquara e Quatro Barras.

NEY LEPREVOST RECEBE DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA TÍTULO DE “SÓCIO HONORÁRIO E AMIGO DA SAÚDE”

Prestigiado pelo governador Beto Richa, o deputado recebeu o reconhecimento da classe médica e das enfermeiras pelo seu trabalho na área.

O deputado estadual Ney Leprevost recebeu nesta quarta-feira (03) homenagem da Associação Médica do Paraná. Prestigiado pelo governador Beto Richa, ele recebeu das mãos do presidente da entidade, João Carlos Baracho, o título de Amigo da Saúde e Sócio Honorário em reconhecimento ao seu trabalho na área.

Essa homenagem é um reconhecimento pelo grande trabalho, coerência e confiabilidade do Ney. O que ele diz, ele realmente faz. Apesar de não ser médico ele dedica sua vida pública à área da saúde e representa a classe médica, disse Baracho.

O médico lembrou importantes projetos do deputado como a linha de ônibus Inter Hospitais, que completou 17 anos em agosto; a lei do coraçãozinho e ainda seu trabalho como representante da Frente Parlamentar de Saúde na Assembleia Legislativa e como presidente da CPI da saúde psiquiátrica, que apura irregularidades na área.

O governador Beto Richa, que fez questão de estar no evento para parabenizar Ney, se disse orgulhoso da trajetória do deputado. Ney recebe esta homenagem com muito merecimento pelo trabalho. Fico feliz e orgulhoso em ver esse grande amigo de longa data sendo reconhecido. Ele é um dos deputados mais atuantes da Assembleia. Apoio o Ney desde o início de sua vida pública e sei que ele trabalha incansavelmente, disse o governador.

Ney Leprevost , ao receber a homenagem, dividiu o mérito com todos que trabalham na área da saúde que presentes no encontro. Divido essa homenagem com a classe dos profissionais da saúde, que dedicam suas vidas para salvar a vida de outras pessoas. Nossa luta na área da saúde irá continuar, afirmou.

Também estiveram presentes no encontro representantes de importantes entidades como a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná, Associação Paranaense de Reabilitação, Conselho Regional de Odontologia, Secretaria do Estado da Saúde, APACN, Sindicato dos Médicos e ainda funcionários de diversos hospitais e clínicas como Pequeno Príncipe, Cajuru, São Vicente, Cruz Vermelha, Erasto Gaertner, Vita, São Lucas, Hospital do Trabalhador,  Hospital de Clínicas, Hospital das Nações e muitos outros.

NEY LEPREVOST FAZ NOVO PROJETO DE PREVENÇÃO AO CÂNCER EM MULHERES

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou na Assembleia Legislativa, projeto de lei propondo a obrigatoriedade do Estado do Paraná oferecer as mulheres exame genético gratuito capaz de detectar a probabilidade de desenvolverem câncer.

De acordo com o texto, as mulheres que possuam histórico familiar de câncer de mama ou de ovários têm direito ao exame genético capaz de detectar a probabilidade do aparecimento da doença.  O exame será realizado mediante a apresentação de um laudo médico que ateste os requisitos exigidos pela lei.

Segundo o deputado Ney Leprevost, quando o câncer é detectado precocemente, as chances de cura elevam-se para mais de 70%. Esse projeto visa alertar a população sobre os riscos da doença que é atualmente uma das principais causas de morte no Brasil. Precisamos informar a população sobre a doença, os sintomas e os tratamentos existentes, disse.

Especialistas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimam que 4.700 a 19.000 novos casos da doença, apareçam por ano, mas apenas 3.400 são registrados.

NEY DEFENDE PONTE E TENTA LIMITAR ESPERA NO FERRY BOAT EM MÁXIMO 20 MINUTOS

É só chegar algum feriado ou a temporada de verão que os paranaenses e turistas já sabem o que esperar: filas imensas para atravessar o ferry boat no litoral. Em função deste problema, o deputado estadual Ney Leprevost defende a construção de uma ponte na travessia de Guaratuba. Enquanto esta alternativa não é colocada em prática, o parlamentar apresentou projeto de lei no início de julho de 2014 para limitar o tempo de espera para fazer a travessia em 20 minutos.

Segundo a proposta de Ney, que visa proteger o consumidor, as concessionárias responsáveis deverão colocar à disposição ferry boats ou balsas suficientes para que o atendimento seja efetivado em tempo razoável.

Continuo defendendo a criação da ponte de Guaratuba, acredito ser essa a melhor solução para ligar a cidade. Enquanto a ponte não é construída vamos cobrando dos responsáveis pela travessia agilidade e eficiência no serviço oferecido aos paranaenses, disse Ney.

NEY RETORNA A ASSEMBLEIA E PROTOCOLA OFÍCIO REAFIRMANDO PEDIDO PARA NÃO RECEBER SALÁRIO DURANTE A CAMPANHA

O Deputado Ney Leprevost protocolou hoje na mesa executiva da Assembleia Legislativa um ofício reafirmando o pedido para que seu salário referente ao mês de setembro seja descontado integralmente em folha, a exemplo do que já havia solicitado no dia 19 de agosto.

Leprevost também abriu mão dos recursos referentes a ressarcimentos de gastos parlamentares dos meses de agosto e setembro.

Além disto, orientou os servidores lotados em seu gabinete que desejam participar de campanhas eleitorais a anteciparem suas férias ou pedirem exoneração.

O Parlamentar retornou nesta terça-feira de sua licença para participar das votações na sessão plenária (foi apreciado um projeto de sua autoria) e para evitar dúvidas legais já que o regimento interno da casa é omisso sobre o fechamento ou não dos gabinetes nos casos de licenças não remuneradas.

Estou antenado com meus eleitores. Eles querem que eu esteja nas ruas neste período de campanha, expondo meu trabalho, falando sobre meus projetos, exercendo a cidadania no processo democrático; sem receber salário da Assembleia, afirma Ney.