Delegado federal e juiz da Vara de Inquéritos Policiais apoiam projeto de monitoramento das lan houses

O projeto de lei, APROVADO EM 1ª DISCUSSÃO, que prevê a obrigatoriedade de cadastro de usuários de lan houses e monitoramento destes estabelecimentos comerciais recebeu apoios de peso: o juiz de Direito da Vara de Inquéritos Policiais, Pedro Luiz Sanson Corat e o delegado de Polícia Federal Ademir Gonçalves se manifestaram a favor da proposta.

Para Ademir Gonçalves, ex-delegado regional da PF no Paraná, a proposta vem para facilitar o controle policial. É uma ideia muito boa, que evita crimes, como desvio de dinheiro e de pedofilia, que na maioria das vezes são cometidos em através de lan houses, explica Gonçalves.

Segundo o magistrado responsável pela Vara de Inquéritos Policiais de Curitiba, o Paraná precisava de um projeto como este há muito tempo O projeto de lei de autoria do Deputado Ney Leprevost vem preencher uma lacuna até hoje existente, no que pertine ao controle das atividades realizadas através das chamadas lan houses. Percebe-se, de há muito tempo, que em tais ambientes ocorrem invariavelmente crimes praticados pela internet, sem que haja nenhum controle efetivo. Desta forma, todos nós somos vítimas virtuais de crimes cibernéticos, sem que seja possível descobrir a autoria quando a iniciativa ocorra dentro de uma lan house. Agora, com o controle de entrada, com o controle da freqüência, tempo, horário e nome de usuários, será possível evitar a ocorrência de crimes, diminuí-los e na ocorrência destes, será possível identificar a respectiva autoria. Está de parabéns o Deputado Ney Leprevost e os demais deputados estaduais ao legislarem de maneira tão nobre e eficiente, cujo projeto com certeza será sancionado pelo nosso ilustre Governador, destaca Corat.

O projeto deverá ir novamente a Plenário na semana que vem para sua segunda e terceira votações, posteriormente será remetido ao Governador Roberto Requião para sanção ou veto.

O secretário de Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, também garantiu que a lei será cumprida no Paraná. A informação está no site da rádio CBN.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − cinco =