Leprevost faz pronunciamento pedindo elucidação do crime que chocou Rio Branco do Sul

Deputado pede que Ministério Público acompanhe investigações

O deputado Ney Leprevost fez pronunciamento neta terça-feira (02), na Assembleia Legislativa, pedindo elucidação rápida do crime que chocou Rio Branco do Sul: o assassinato do prefeito Adel Rutz, em pleno centro da cidade, às 20 horas de segunda-feira.

O prefeito era um jovem, tinham só 36 anos. Estava no primeiro mandato e era muito popular. A política do Paraná não pode virar um bang bang. Este crime tem que ser elucidado e os culpados punidos, afirma Leprevost.

O parlamentar disse acreditar que o COPE e os delegados da Homicídios que estão investigando o caso são competentes e tem plenas condições de chegarem à autoria do crime, mas pediu que o Ministério Público acompanhe todas as investigações: Como se trata de um prefeito, é importante que o MP acompanhe a investigações para evitar qualquer protecionismo a eventuais mandantes, afirma Ney.

Leprevost lembrou que a Região Metropolitana de Curitiba está cada vez mais perigosa: Parece que a vida humana vale menos a cada dia. Sem um prefeito não tem segurança, imaginem o cidadão trabalhador que volta para casa sozinho altas horas da noite. O governo precisa aumentar o contingente policial e remunerar melhor, militares e civis, defendeu Ney.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 12 =