Linha de ônibus Interhospitais completa 12 anos atendendo gente do interior e da capital

Em seu primeiro mandato como vereador de Curitiba, Ney Leprevost, que hoje é deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde, idealizou um projeto na área da saúde pensando não só na capital, mas em todo o Paraná: a linha de ônibus Interhospitais.

 Criado diante da necessidade que os pacientes advindos do interior do Estado tinham de deslocamento fácil e eficiente, a linha liga os principais hospitais de Curitiba e outros importantes centros de saúde, tendo se consolidado como uma alternativa eficiente de transporte coletivo, disponibilizando estrutura para portadores de deficiências físicas e visuais, contando com elevadores adaptados e sinalizadores auditivos. Hoje, estima-se que, por dia, os ônibus transportem mais de mil pessoas, ligando os principais hospitais e centros médicos da capital.
 
 Ney conta que a idéia surgiu de um pedido de sua amiga, a freira Irmã Glacy, do Hospital de Clínicas, que acompanha o dia a dia dos pacientes residentes de outras cidades que buscavam tratamento em Curitiba. A Irmã Glacy me pediu que criasse uma linha de ônibus específica para os centros de medicina, pois os pacientes que chegavam à Rodoferroviária, em sua maioria, não sabiam se locomover na capital. Fiz a proposição e a Prefeitura, através da URBS, colocou em prática esta idéia inovadora, lembra o deputado.

Por onde passa o Interhospitais

 O trajeto da linha foi pensado para atender toda a população que desembarca na Rodoferroviária, passando por hospitais e centros de saúde da capital. Os conhecidos ônibus brancos circulam em um raio de raio de cinco quilômetros, rodando diariamente 700 quilômetros, em, aproximadamente, 36 viagens. O preço da passagem é o mesmo da Rede Integrada de Transporte (R$2,20). O ponto de partida é a Estação Rodoferroviária, para atender pessoas que chegam de outras cidades para receber tratamento de saúde em Curitiba. Os ônibus tem ponto na Unimed Alto da XV, Clínica de Fraturas/Hospital do Coração, Hospital Oswaldo Cruz, Hospital Cajuru,Hospital das Nações, Hospital de Clínicas, Unidade de Saúde Mãe Curitibana, Hospital Evangélico, Hospital Militar, Hospital Nossa Senhora das Graças, Hospital Pequeno Príncipe e Laboratório Frischmann-Aisengart. Os ônibus passam perto de vários outros estabelecimentos da área de saúde.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 3 =