Ney cobra na Tribuna, ajuda do Estado para o Pequeno Príncipe

O presidente da Comissão de Saúde, deputado Ney Leprevost ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na tarde de hoje, 30, para pedir ao governador Orlando Pessuti a liberação da emenda coletiva, no valor de 1,5 milhão, em benefício do Hospital Pequeno Príncipe (HPP).
O diretor do Hospital Pequeno Príncipe, José Álvaro Carneiro, esteve em reunião da Comissão de Saúde, neste mês, para pedir socorro, pois o déficit do Hospital chegou a 7,5 milhões em 2009.
Segundo o diretor clínico do Hospital Pequeno Príncipe, Dr. Donizetti Giamberardino Filho, o Hospital corre o risco de queda na qualidade do atendimento e perda de profissionais, que estão entre os melhores do Brasil, se não conseguirem recursos para cobrir este déficit anual.
Como referência no atendimento de câncer infantil no Paraná, o HPP teve no ano passado 360 mil atendimentos, 23.500 internações e 16.500 cirurgias, sendo 70% pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Os valores repassados pelo SUS para cada serviço não cobrem o custo do Hospital, por isso o déficit só aumenta. Temos muitos projetos para captação de recursos, como os Gols do Pelé, mas não estão sendo suficientes para tapar o buraco na velocidade necessária, conta José Álvaro.
Além do problema financeiro, o Hospital também está com dificuldades para atender o grande volume de pacientes. Existe um Hospital infantil em Campo Largo que pode desafogar o HPP no que se refere às intervenções cirúrgicas, mas ainda não está funcionando a todo vapor, por limitações impostas pelo governo do estado.
O Pequeno Príncipe é um dos principais hospitais infantis do Brasil, fundamental no atendimento às crianças de todos os municípios do Paraná. É justo que o governo ajude para valer, afirma Ney Leprevost. 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dezoito =