NEY LEPREVOST ASSINA MANIFESTO DA AMP CONTRA PEC DA IMPUNIDADE

O deputado Ney Leprevost, líder do PSD na Assembléia Legislativa do Paraná, assinou manifesto contra a PEC 37, também conhecida como PEC da Impunidade.
De autoria do deputado federal Lourival Mendes (PT do B Maranhão) a proposta acrescenta um parágrafo ao artigo 144 da Constituição Federal, para estabelecer que a apuração de infrações penais seja competência exclusiva das polícias. Atualmente, por prerrogativa constitucional, o Ministério Público, o Tribunal de Constas, a Receita Federal e os poderes legislativos federal e estadual também podem investigar atividades criminosas.
Se essa PEC da Impunidade já existisse, jamais teria acontecido o julgamento dos réus do mensalão. Pois o que desencadeou o indiciamento na Polícia Federal e o processo na Procuradoria Geral da República, foi uma CPI no Congresso Nacional, afirmou Ney.
Leprevost também promoveu reunião entre o presidente da Associação do Ministério Público do Paraná, Wanderlei Carvalho da Silva; o procurador de justiça Domingos Thadeu Ribeiro da Fonseca e o promotor de justiça Carlos Alberto Choinski; com o deputado federal Eduardo Sciarra, que lidera uma bancada de 51 deputados federais na Câmara. Sciarra se posicionou contra a PEC 37 e manifestou apoio ao Ministério Público.
Não é porque um ou outro promotor comete pirotecnias que o país deve privar a sociedade das investigações sérias que o Ministério Público faz, principalmente, em relação a crimes do colarinho branco. O erro é exceção, e não regra, entre promotores e procuradores de justiça, defendeu Leprevost.
Na foto o presidente da AMP, Dr. Wanderlei Carvalho da Silva; o deputado federal Eduardo Sciarra;o deputado estadual Ney Leprevost; o promotor de justiça, Dr. Carlos Alberto Hohmann Choinski e o procurador de justiça, Dr. Domingos Thadeu Ribeiro da Fonseca.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 14 =