NEY LEPREVOST DENUNCIA MINISTÉRIO POR NEGAR PREVENÇÃO AO CÂNCER DE MAMA

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual de Saúde e Cidadania denunciou o Ministério da Saúde junto à Procuradoria Geral da República em razão da Portaria 1.253 impedir o exame de mamografia para mulheres com menos de 50 anos. A medida  imposta pela Portaria restringiu o repasse de verbas da União aos municípios.
Leprevost é autor da Lei Estadual que assegura a realização de exames de mamografia para todas as mulheres do Paraná, visando a detecção precoce do Câncer de Mama, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (World Cancer Report 2008 OMS).  A medida adotada pela União também contraria a Lei Federal 11.664/2008, em vigor desde abril de 2009, que assim como a Lei Estadual 16.600/2010, garante os mesmos direitos as mulheres brasileiras.
Segundo Ney Leprevost as cidadãs brasileiras não podem ser afetadas por uma decisão errônea do Governo Federal que restringe o repasse de verbas da União aos Municípios para custear os exames de mamografia. Está provado em países desenvolvidos, como Suécia, Noruega e outros tantos, que o método mais eficaz de diagnosticar precocemente o câncer de mama é fazendo o exame radiológico. O Governo Federal precisa rever suas decisões que prejudicam a população. Essa medida é descabida. Esta portaria federal é um verdadeiro desrespeito ao ser  humano. Continuo na luta para que seja revista esta decisão, disse Ney.  

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 11 =