Ney Leprevost faz projeto para melhorar auto-estima de mulheres que operaram câncer de mama

O deputado Ney Leprevost protocolou, na Câmara Federal, Projeto de Lei que inclui a dermopigmentação paramédica como serviço assistencial complementar do Sistema Único de Saúde (SUS), para mulheres que fizeram cirurgia de câncer de mama.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama é o tipo mais comum de câncer entre as mulheres no mundo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), cerca de 70% das pacientes diagnosticadas com câncer de mama no Brasil, precisam recorrer à mastectomia. Um procedimento em que toda a mama é retirada, incluindo o tecido mamário, e, às vezes, outros tecidos próximos.

A técnica de dermopigmentação paramédica é uma alternativa que contribui para melhorar a autoestima e o bem-estar das pacientes que passaram por cirurgia de remoção de mama. Através dela é possível redesenhar aréolas mamárias, disfarçar cicatrizes, camuflar manchas e realizar correções estéticas.

“Todos os procedimentos de micropigmentação paramédica, tem um impacto muito significativo na melhoria da qualidade de vida das mulheres que tiveram que enfrentar consequências graves do câncer de mama”, disse Ney.
(Via assessoria de imprensa)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =