NEY LEPREVOST NA LUTA PARA BAIXAR O PREÇO DAS BICICLETAS

O deputado Ney Leprevost recebeu a visita em seu gabinete dos empresários do setor de bicicletas que foram manifestar a preocupação do  segmento  devido ao aumento de impostos  ocasionado pelo decreto que inclui o produto no sistema de substituição tributária.

 

Para se ter uma idéia da gravidade do problema,  os empresários exemplificaram que uma bicicleta que custava em fevereiro deste ano R$ 592,16,  com a entrada em vigor do decreto estadual   passou a custar R$ 717,26 em março.  

 

O deputado Ney Leprevost voltou a fazer gestões junto  a Secretaria de Estado  da Fazenda  solicitando que seja revogado o decreto.

O sistema  que já entrou em vigor no dia 1º. de março enquadra no regime de substituição tributária,  alimentos, bicicletas, brinquedos, material de limpeza, artefatos de uso doméstico, papelaria e instrumentos musicais .

Ney Leprevost pediu em regime de urgência a revogação desta decisão, pois o impacto para as micro e pequenas empresas é desastroso. Primeiro pela antecipação do recolhimento e segundo porque é arbitrada uma margem de lucro sobre as operações que muitas vezes não corresponde à realidade, o que faz com que as empresas paguem mais impostos e por tabela aumentem preços.

Na comitiva de empresários do setor de bicicletas em visita ao deputado Ney Leprevost :  Ivo Lucas Siebert ,  proprietário da Pedale Bikes; Marcelo Cristian da Cruz, proprietário da Baike Tech; Jaime Nunes da Silveira Filho, Alexandre T. Nunes da Silveira e Mario Alexandre Kramar, da Cicles Jaime. Também esteve presente   Henrique Lenz César Filho, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Paraná (ABIH-PR).

  

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 9 =