NEY LEPREVOST PROPÕE CRIAÇÃO DE PRONTO ATENDIMENTO CARDIOLÓGICO E REABILITAÇÃO CARDÍACA

O deputado Ney Leprevost em parceria com a professora universitária de Fisioterapia, Educação Física e Enfermagem, Bárbara Coelho, enviou documento oficial a Prefeitura Municipal de Curitiba propondo a criação da  primeira Unidade Pública de Pronto Atendimento Cardiológico e de Reabilitação Cardíaca na capital.
De acordo com Ney, nesta primeira fase a proposta é inaugurar uma Unidade de Pronto Atendimento Cardiológico e de Reabilitação Cardíaca utilizando uma estrutura já existente. “A sugestão inicial foi o Hospital do Idoso, até por ser um local que deve concentrar a maior parte das pessoas que sofrem com doenças cardíacas”, afirmou.
A professora universitária, Bárbara Coelho, afirma que a equipe de atendimento será multidisciplinar, composta por profissionais de diversas áreas de saúde e educação que, de forma integrada, desenvolverá ações preventivas e um acompanhamento integral ao paciente. “A avaliação diagnóstica levará em conta a condição física do enfermo, estado nutricional, condições psicológicas e saúde em geral”, adiantou Bárbara. 
Após o período de avaliação, o objetivo será viabilizar a construção de um Centro de Referência na Prevenção e Tratamento de Doenças Cardíacas que atenda pacientes de todo o Estado.
“Através da parceria com uma instituição de ensino superior, a ideia é que o Centro desenvolva pesquisas com a finalidade de evitar os riscos de doenças cardíacas virando referência no País”, explicou o parlamentar.
As doenças cardiovasculares em idosos são mais comuns e podem ser genéticas ou resultado de hábitos como má alimentação, tabagismo ou sedentarismo. Os sintomas são variáveis e estão associados ao tipo de doença que o indivíduo tem. Normalmente, os sintomas só começam a aparecer em fases em que a doença já está instalada, dificultando a sua prevenção. Alguns sintomas podem ser: dificuldade em respirar, dor no peito, desmaio, alterações no ritmo cardíaco.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 17 =