NEY PROPÕE A CRIAÇÃO DE CENTRO DE REABILITAÇÃO DE DEFORMIDADES FACIAIS CAUSADAS PELO CÂNCER

O deputado Ney Leprevost enviou correspondência oficial ao Secretário de Estado da Saúde, Michelle Caputo Neto, propondo que a SESA institua o serviço de reabilitação de deformidades crânio-faciais para cancerosos de rosto e pacientes mutilados por acidentes, através da criação de um centro especializado e também de parceria via SUS.

Segundo dados do Grupo em Defesa da Cidadania Defenda-se, entidade que está implantando uma estrutura de atendimento em Curitiba, o número de casos de tumores faciais aumentou de forma significativa nos últimos anos, chegando a 640.000 novos casos/ano em todo o Brasil. Destes, 4% são malignos e acabam sendo responsáveis por 3% das mortes por câncer.

Além destes números expressivos, o que mais sensibiliza nesta modalidade de câncer é que ele deforma ou mutila de tal maneira o rosto dos portadores, que sua vida social, laboral e até mesmo familiar é completamente anulada.

Muitos pacientes cometem suicídio ao se verem sem o globo ocular, sem orelhas e nariz, ou com o maxilar e a arcada dentária deformados por um tumor do tamanho de uma laranja. As imagens são impressionantes e é urgente que se faça algo, declarou Ney.

Existem hoje em condições extremas e imediatas para tratamento clínico, cirúrgico e psicológico mais de mil casos na espera urgente de um chamado. Os tratamentos variam ente R$ 10.000,00 e R$ 50.000,00 e incluem próteses de silicone para a reconstrução facial.

Os principais fatores de risco para o câncer facial são idade acima de 40 anos, abuso do álcool, exposição solar demasiada e sem proteção, má higiene dentária, próteses dentárias mal adaptadas, herpes vírus I e o tabagismo, que aumenta em 15 vezes o risco.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − sete =