Ney propõe Livro que não é lixo para Prefeitura de Curitiba

O presidente da Frente Pró-Leitura, Ney Leprevost encaminhou ofício para a Fundação Cultural de Curitiba, solicitando a criação do programa Livro que não é lixo.
O objetivo é conscientizar a população contra o desperdício deste patrimônio cultural tão necessário para a educação e cultura.
Recentemente vimos nos jornais, uma escola que jogou no lixo vários livros que estavam em perfeitas condições de uso. Isso não pode mais acontecer, vamos incentivar o hábito da leitura, os livros que não são mais utilizados na sua casa podem ser de grande valia para outras pessoas que não tem recursos para comprar, diz Ney Leprevost.  
Pela proposta encaminhada por Ney para a Prefeito de Curitiba, a Fundação Cultural destinará os livros a bibliotecas, escolas, creches, asilos e hospitais.
A idéia chegou ao parlamentar através das redes sociais, mais precisamente o Facebook, e foi sugerida pelo publicitário Beto Vivas.
O programa contempla a existência de um pequeno caminhão do Livro que não é lixo que iria nas residências recolher os livros usados.
Se o projeto der certo na capital, ele poderá ser adotado em outras cidades, afirma Leprevost.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − dois =