Piraí do Sul inaugura o primeiro CRAS

Município batizou o centro de atendimento de Dona Maria Cândida Fanchin Abrão avó do deputado Ney Leprevost

  Um momento histórico é assim que a secretária do Trabalho, Emprego e Promoção Social de Piraí do Sul, Daniella Bett, avalia a instalação do primeiro Centro de Referência de Assistência Social CRAS no município.

 Segundo Daniella, há muito se aguardava a instalação de um centro que pudesse atender a demanda das famílias em situação de risco em Piraí: O espaço utilizado para o nosso CRAS é o de uma antiga creche, que agora deverá abrigar um verdadeiro centro de capacitação e orientação dos que mais precisam. Nossa meta é atingir diretamente 3.500 famílias, prestando cerca de 700 atendimentos por mês, detalha.

 O espaço que conta com uma equipe com psicólogos, pedagogos, instrutores, administrativos objetivando melhor capacitação profissional foi batizado de Maria Cândida Fanchin Abrão, por sugestão do próprio prefeito, Antônio El-Achkar: uma homenagem a uma figura querida por toda a comunidade piraiense, fundadora da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APMI), do Hospital Santo Antônio, tendo também presidido o Instituto Paranaense dos Cegos.

 Já em fevereiro, o CRAS em Piraí do Sul deu início às suas atividades. Na segunda-feira (22) a primeira turma de mulheres da comunidade fez o curso de família: qualidade de vida e controle do orçamento familiar, desenvolvido em parceria com o Senar.

 O que pouca gente sabe é que, além de ter sido exemplo de voluntariado para a gestão pública e para a população, Dona Cândida também foi exemplo na própria família: inspirou as práticas de solidariedade e assistência aos mais necessitados ao seu neto: o deputado Ney Leprevost.

 Para o parlamentar, a homenagem é motivo de grande orgulho: Ter o primeiro CRAS de Piraí do Sul batizado com o nome de minha avó é um motivo de grande orgulho para toda família, pois sabemos o papel importante desempenhado por ela no setor social durante toda sua vida. É uma maneira de estender sua obra a ainda mais famílias que precisam de ajuda e orientação, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − três =