Quatro Barras é campeão do Bom de Bola Parati 2009

Equipe venceu Paranaguá por 3 a 2 e ficou com o título invicto na categoria masculina

Quatro Barras (Colégio Estadual Elias Abraão) venceu Paranaguá (Instituto de Educação) por 3 a 2 e sagrou-se campeão masculino do Bom de Bola Parati 2009. A partida foi realizada no último domingo, no Couto Pereira, em Curitiba, na preliminar de Coritiba x Fluminense. O mesmo estádio já havia recebido a final feminina, em 14 de novembro, vencida por Contenda na disputa com Matinhos.

A equipe da região metropolitana venceu a competição de forma invicta, mas levou sufoco o tempo todo na decisão, tanto que o próprio técnico, Devid Pereira, reconheceu a supremacia do time litorâneo. Eles jogaram mais do que nós, mas tivemos competência para definir o jogo no contra-ataque, disse. Já o técnico de Paranaguá, José Francisco, afirmou que a apreensão pelo atraso da equipe em virtude de problemas com o ônibus, que quase valeu a derrota por WO, atrapalhou um pouco o rendimento dos meninos. Não vou usar isso como desculpa, mas eles ficaram muito nervosos, com medo de não chegarem a tempo. Isso se refletiu no campo, explicou José Francisco.

Com a bola rolando, no entanto, o nervosismo se transformou em energia e Paranaguá começou sufocando Quatro Barras, que não conseguia sair do seu campo de defesa. Porém, no primeiro lance de ataque, Quatro Barras chegou ao gol. Depois de bola levantada na área, o atacante Pedro desviou de cabeça e fez 1 a 0, aos 9 minutos do primeiro tempo.

O ritmo do jogo não se alterou. Paranaguá continuou dominando e chegou ao empate aos 17 minutos, numa bela jogada de Bruno Martins, que avançou pela esquerda e bateu cruzado para fazer 1 a 1. Ainda no primeiro tempo Paranaguá quase virou o placar, num chute do atacante Juninho, que acertou o travessão.

No segundo tempo, o panorama da partida não se alterou. Apesar de Quatro Barras ter passado a tocar mais a bola no meio de campo, foi Paranaguá quem continuou pressionando. A equipe do litoral pecava no preciosismo nas finalizações e perdia várias chances de gol. Já Quatro Barras aproveitou melhor as chances que teve. Como aos 6 minutos, quando o lateral Tiago Veiga aproveitou o rebote da zaga e chutou forte, na entrada da área, para marcar 2 a 1. Exatos 6 minutos depois, no contra-ataque, Quatro Barras chegou ao terceiro. O meia Kayron avançou pela esquerda e, mesmo caído, bateu cruzado, fazendo 3 a 1. Paranaguá foi para o tudo ou nada e ainda fez o segundo, com Leandro, aos 14 minutos. Nos últimos momentos da partida, Paranaguá pressionou muito e ainda acertou o travessão, mas não conseguiu marcar.

Raça ajudou na conquista do título – Para o técnico de Quatro Barras, Devid Pereira, apesar do melhor futebol do adversário, o título ficou em boas mãos devido à raça do time. A equipe estava esgotada e o Kayron jogou contundido porque quis ajudar. Por isso, a vitória é um prêmio ao esforço desses meninos, declarou.

O meia Kayron incorporou o espírito de luta do time. Mesmo com dores na perna, ele ainda fez um golaço e foi às lágrimas no fim do jogo. É indescritível jogar no Couto Pereira, fazer um gol e ainda ficar com o título. Não estava mais aguentando de tanta dor, mas valeu todo o esforço. Estou muito emocionado.

Números – O Bom de Bola Parati, projeto social e esportivo envolvendo meninos e meninas de 11 a 14 anos em jogos de futebol de campo, chegou ao final depois de sete meses de competição. Foram mais de 200 jogos e de 600 gols. O projeto envolveu 60 municípios e mais de 100 escolas, num total de cerca de 4 mil meninos e meninas. O Bom de Bola é realizado pela Parati S.A com o apoio da Assembleia Legislativa do Paraná, por meio da Comissão de Saúde presidida pelo deputado Ney Leprevost – e da Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal Antidrogas, além do apoio dos municípios participantes. Foi um sucesso absoluto a edição de 2009 do Bom de Bola. Isso nos dá ainda mais forças para fazer o projeto crescer em 2010., disse Adair Guth, coordenador do Bom de Bola Parati.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 10 =