Sessão Solene na ALEP marca os 120 anos da imigração judaica no Paraná

A homenagem é prova da sensibilidade de Ney Leprevost, afirma presidente da Federação Israelita do Paraná

Ninguém sabia quem eram
De onde vieram
Nem para onde iam

Mas quando apareceram,
Todos os olhos,
Resplandeceram em chamas

De uma terra estrangeira,
De um país longínquo,
Chegaram como pássaros,
Com sua alegria e seu riso

O poema acima, de Chaim Nachman Bialik, expressa bem o cenário de 1889, quando os primeiros judeus chegaram aqui: de tradição estritamente rural, o Paraná começou a desenvolver praticamente o comércio e a indústria com a chegada das primeiras famílias judias ao estado.

No novo lar, o povo escolhido encontrou um contexto totalmente oposto do clima de anti-semitismo latente na Europa. Segundo o presidente da Federação Israelita do Paraná, professor Manoel Knopfholz, a comemoração desses 120 anos de imigração é bastante emblemática: Nós judeus costumamos dizer que você viva até os 120 anos, trata-se de uma data muito importante para nós. Nossos ancestrais desembarcaram em um país jovem, que vivia um momento muito parecido com o desejo de liberdade e prosperidade deles. Hoje, podemos dizer que, graças ao trabalho de nossos pais e avós, estamos integrados à comunidade paranaense e os frutos dessa integração são benéficos para todos, por exemplo, na administração pública, em que temos vários nomes de destaque, afirma Knopfholz.

Como forma de homenagear e agradecer a grande contribuição que a comunidade judaica trouxe ao estado, o deputado Ney Leprevost promove nesta quinta-feira (22), às 11 horas, no Plenarinho do Centro Legislativo, uma sessão solene para marcar os 120 de imigração judaica no Paraná. Leprevost ressalta a contribuição dos imigrantes: Os nossos irmãos judeus transformaram a economia da região, trazendo valores de solidariedade e confiança de sua cultura milenar. A chegada de imigrantes decidiu o desenvolvimento de Curitiba, na época em que um novo ritmo de crescimento foi conferido, marcando hábitos e costumes, destaca o parlamentar.

Ney acredita que a sessão simboliza o reconhecimento pela luta pela conquista de espaço e respeito: O Paraná, por uma tradição histórica multicultural, era um ambiente fabuloso para receber todo tipo de gente. No entanto, a tradição de produção rural paranaense não facilitou a fixação dos judeus por aqui. Hoje, no entanto, assistimos nosso estado se destacar em inúmeras áreas por conta de expoentes da comunidade judaica, diz Leprevost.

A COMUNIDADE JUDAICA AGRADECE: O presidente da Federação Israelita do Paraná, professor Manoel Knopfholz, em nome da comunidade judaica, agradeceu ao deputado Ney Leprevost pela proposição do evento e aproveitou para destacar a ação do parlamentar: É extremamente feliz, oportuna e contextual essa homenagem; vinda de uma pessoa que tem uma sensibilidade como a do deputado. O Ney é um brasileiro como todos nós, que tendo descendência libanesa, teve a magnitude de homenagear uma etnia co-irmã. A comunidade se vê muito gratificada e enaltece o trabalho do deputado neste sentido, conclui.

SERVIÇO:
Sessão solene em comemoração aos 120 anos da imigração judaica no Paraná
Quinta-feira, 22 de outubro, às 11 horas
Plenarinho do Centro Legislativo do Paraná

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =