Torcedor que brigar terá que ficar na delegacia em dias de jogos

Mal começou o ano de 2010 e o deputado estadual Ney Leprevost já está trabalhando a todo vapor: a equipe do parlamentar tirou janeiro para fazer pesquisa e levantar todos os projetos protocolados em 2009 e ainda não votados.

Dentre os projetos de lei propostos por Leprevost em 2009, está o número 726, que estabelece procedimentos a serem adotados em relação aos torcedores de clubes desportivos no estado do Paraná, de extrema importância para a segurança dos freqüentadores de jogos de futebol.

Segundo Leprevost, o objetivo é punir os responsáveis por brigas, vandalismo e desordem nesses eventos esportivos: Não podemos permitir que pais deixem de levar seus filhos aos jogos de futebol por culpa da inconseqüência de alguns integrantes da torcida, que promovem tumulto, diz Leprevost. Não vamos mais assistir aos abusos praticados por algumas pessoas que, se aproveitam da aglomeração e do evento desportivo e praticam crimes; se beneficiando da lacuna da legislação atual e do suposto anonimato por estarem em meio à turba, acrescenta.

 Queremos que caravanas de torcedores ou grupo composto por mais de 20 pessoas, inclusive de outros estados, informem todos os nomes dos integrantes, RG e endereço, bem como o tempo de permanência na cidade à autoridade de segurança designada para esse fim, explica o parlamentar.

Um dos artigos do projeto menciona que torcedores detidos sejam cadastrados pela Secretaria de Segurança Pública e conduzidos à autoridade judiciária, devendo após o devido processo legal apresentar-se, pelo prazo determinado, na delegacia mais próxima de sua residência nos dias e horários de jogos de seu time, onde poderá prestar serviços à comunidade e se informar sobre exercício da cidadania, com leituras apropriadas. Os estádios deverão também armazenar monitoramento de imagens que colaborem em eventuais investigações. Por sua vez, a autoridade policial deverá manter um arquivo com o nome e identificação dos policiais envolvidos em conflitos com torcedores, afastando-os preventivamente nos próximos eventos desportivos, caso constatado o excesso de violência em suas atuações, afirma Ney.

Ney propõe ainda que a Polícia Militar crie um comando especial para atuar em eventos desportivos, musicais e culturais de grande concentração de pessoas, com hierarquia sobre os demais Batalhões naquele dia e evento.

Segundo o deputado, grande parte das propostas de lei por ele protocoladas surgem de sugestões e contato da própria população: Recebo inúmeros emails e contatos diariamente de cidadãos que acompanham nosso trabalho e querem participar do meu mandato, relata.

FALE COM O NEY: As suas idéias, sugestões e propostas para melhorar o Paraná podem virar projetos de lei. Entre em contato com o deputado Ney Leprevost pelo site www.neyleprevost.com.br e fale com o deputado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 7 =