Ney Leprevost cobra cumprimento de ordens judiciais para fornecimento de remédios: