Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e Cedca destinam R$ 2.5 milhões para ações voltadas à pobreza menstrual

Por determinação do governador Ratinho Júnior e do secretário Ney Leprevost, representantes da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, participaram de uma reunião extraordinária do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) e conseguiram aprovar R$ 2.5 milhões que serão destinados no primeiro semestre de 2022 para ações voltadas à pobreza menstrual.

Muitas meninas faltam aulas ou deixam de comparecer ao trabalho por não terem condições financeiras de comprar um absorvente íntimo.

“De cada 4 adolescentes brasileiras, uma admitiu já ter faltado aula por não ter o absorvente íntimo. Precisamos ajudar estas moças. É uma questão de saúde pública”, afirmou Ney Leprevost.

*Lei estadual* – Em setembro deste ano, a Lei 20.717/2021 foi sancionada pelo governador do estado, Ratinho Jr, e promove o combate à pobreza menstrual em todo estado, por meio de ações que tenham como objetivos a garantia da saúde básica menstrual de pessoas com útero ativo e a prevenção contra riscos de doenças, garantindo a dignidade feminina.

(Via assessoria de imprensa – Josias Lacour).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *