notícias

Fique por dentro das últimas notícias do Ney Leprevost pelo seu WhatsApp.

Em palestra no Conselho Regional de Administração Ney Leprevost aponta os problemas e propõe soluções para o futuro de Curitiba

Compartilhe!

Na manhã desta terça feira, a convite do presidente do Conselho Regional de Administração do Paraná (CRA-PR), Marcello Crispiniano Padula, o deputado Ney Leprevost ministrou palestra na Casa do Administrador, no bairro Água Verde.

A iniciativa faz parte do ciclo de palestras “Café com Administradores”, promovido pelo CRA-PR para debater as políticas públicas para o planejamento de uma cidade mais humana.

Durante sua palestra, Ney Leprevost discorreu sobre os principais problemas vividos pelos curitibanos nas áreas da saúde, habitação, mobilidade e segurança pública. Além de apresentar suas propostas, cobranças e soluções para enfrentá-los através de gestão eficiente, transparente, solidária e participativa.

“Como coordenador da Frente Parlamentar da Medicina, encaminhei expediente oficial à Prefeitura Municipal de Curitiba cobrando providências urgentes para o atendimento das mais de 206 mil consultas e exames que aguardam na fila de espera da rede pública de saúde. Isto é desumano, a fila tem que andar. Acredito que saúde tem que ser prioridade, ao lado da educação e da segurança pública”, afirmou Leprevost.

Outra questão levantada pelo parlamentar é referente aos dados apresentados pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), em que Curitiba registrou um déficit habitacional de mais de 90 mil moradias. Segundo os dados, 43.461 famílias vivem em alguma das 322 favelas espalhadas pela capital paranaense e outras 7.400 famílias moram em um dos 93 loteamentos irregulares da cidade.

“Preocupado com o número alarmante de favelas em Curitiba, protocolei na Assembleia Legislativa um projeto de lei criando a Política Estadual de Desenvolvimento Urbano e Socioeconômico de Favelas, inspirado no Projeto Favela 3D desenvolvido pelo Instituto Gerando Falcões. O projeto busca o desenvolvimento humano integral das favelas e a promoção da cidadania por meio de tecnologias inovadoras em equipamentos, moradia e estrutura comunitária que têm o poder de transformar as favelas em espaços dignos para os moradores”, disse Ney.

Ney Leprevost também falou sobre a arrecadação municipal através dos radares, que apenas no ano passado, levantou para os cofres da prefeitura de Curitiba mais de R$ 220 milhões com multas de trânsito. Desse total, somente R$ 2,2 milhões, ou 1%, foram destinadas diretamente à educação no trânsito.

“Todos queremos um trânsito seguro e com motoristas dirigindo de forma responsável. Radar é para previnir acidentes, não para enriquecer a “indústria das multas”. Somente nos três primeiros meses de 2024, a Prefeitura Municipal de Curitiba arrecadou em multas R$ 60 milhões, mas apenas R$ 462 mil foram investidos em campanhas educativas para motoristas e pedestres”, concluiu Leprevost.

(Via assessoria de imprensa)

Acompanhe Minhas Redes Sociais
Política de Privacidade

ELEICAO 2022 NEY LEPREVOST NETO DEPUTADO ESTADUAL
CNPJ 47.575.001/0001-28
Todos os Direitos Reservados

Acompanhe Minhas Redes Sociais
Política de Privacidade

ELEICAO 2022 NEY LEPREVOST NETO DEPUTADO ESTADUAL
CNPJ 47.575.001/0001-28
Todos os Direitos Reservados