Bom de Bola Parati 2010 começa a ser planejado

O ano de 2010 mal começou a já se iniciaram os preparativos para a temporada 2010 do projeto Bom de Bola Parati. O projeto social, esportivo e educacional reúne cinco mil meninos e meninas de 11 a 14 anos no campeonato de futebol.

 A expectativa para esta edição do programa é aumentar ainda mais a participação: em 2009 foram incorporados representantes dos Campos Gerais, Centro Sul e Norte Pioneiro, além de Curitiba e Região Metropolitana e do Litoral do Estado. Ao todo, foram 69 municípios do Estado participando do torneio. Agora o projeto volta a contar com a participação de equipes de escolas, e não mais de seleções em cada município.

 É uma forma de retomarmos o conceito de quando o projeto chegou ao Paraná, em 1999. Queremos mais o envolvimento das escolas, de mais crianças. Aumenta o cunho social do projeto, diz Adair Guth, diretor do Bom de Bola.

 No Paraná, o Bom de Bola Parati conta com o apoio da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, presidida pelo Deputado Ney Leprevost, que já estava envolvido com o projeto em 99, quando ele foi instalado no estado. Na época, o deputado ocupava a cadeira de secretário do Esporte e do Turismo do Paraná e ajudou a Parati a ancorar o programa no estado: O Bom de Bola é um dos grandes projetos de cunho esportivo-social desenvolvidos pela iniciativa privada. Tenho orgulho de ter participado dele desde o início. A Comissão de Saúde está ao dipor dos organizadores, disse.

SOBRE O BOM DE BOLA PARATI: O Projeto Bom de Bola é um campeonato escolar que promove o esporte amador, a educação para a cidadania e o desenvolvimento humano, democrático e integral de crianças e jovens. É destinado a meninos e meninas de 11 a 14 anos matriculados em escolas públicas e particulares onde acontece os campeonatos escolares de futebol.

 A partir de uma visão que concebe o esporte como atividade sócio-educativa e cultural, o projeto é um esforço permanente dos educadores e organizadores para melhor preparar os jovens para a vida e a educação do tempo livre.

 Todas as atividades relacionadas ao projeto buscam a formação e o desenvolvimento integral das crianças, promovem o espírito de equipe, a colaboração e o respeito mútuo, sem deixar a competição transformar-se em rivalidade e inimizade. Em todas as etapas, a presença do educador e da família cumpre um papel essencial.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =