Bom de Bola Parati pode apresentar novidades em 2010

Durante a cerimônia de lançamento do projeto deste ano, os organizadores receberam proposta de parceria com o Atlético e ampliação do Bom de Bola para deficientes

A Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, presidida pelo deputado Ney Leprevost, lançou, nesta terça-feira (16), o projeto Bom de Bola Parati 2009.  O evento marcou o início das atividades do programa social, educacional e esportivo, que envolve meninos e meninas de 11 a 14 anos em um grande campeonato de futebol de campo. A abertura dos jogos será nesta quarta-feira (17), às 14h, no Ginásio de Esportes de Araucária.

 Durante a sessão, os presentes puderam conhecer um pouco mais do trabalho desempenhado pela empresa Parati no setor social. No mercado nacional há mais de 30 anos, a Parati Alimentos tem como objetivo, segundo a filha do fundador da marca, Dra. Marisa Fantin, alimentar não só o corpo, mas também a alma. Durante seu pronunciamento, Marisa destacou também os projetos Bom de Ler e Repórter Bom de Bola, que fazem parte da ação social da empresa. Estou muito feliz de fazer parte de um grupo que leva conceitos de paz, solidariedade, espírito de grupo e a própria saúde aos jovens. Parabenizo o deputado Ney Leprevost e a Assembleia Legislativa pelo apoio institucional, tão importante em projetos como este, disse a vice-presidente do Instituto Cultural Parati Bom de Bola.

 O lançamento do Bom de Bola Parati 2009 também contou com a presença do ex-jogador de futebol, Paulo Rink, do juiz da Vara de Inquéritos Policiais, Pedro Corat e do presidente do Conselho Deliberativo do Clube Atlético Paranaense, Glaucio Geara, que abriu as portas do clube para talentos que venham a surgir no Bom de Bola Parati. Já desenvolvemos no Atlético programas sociais, mas temos muito interesse em trocar experiência com a Parati, que já toca o projeto há mais de 10 anos. Precisamos de jogadores, porque não dar oportunidade aos meninos e meninas do Bom de Bola?,  explicou Geara.

 Na oportunidade em que se encontravam reunidos também o secretário de Esportes de Curitiba, Rudimar Fedrigo, o secretário municipal Antidrogas, Fernando Francischini, o prefeito de Mandirituba, Machadinho, a vice-prefeita de Mandirituba, Sandra Mara Zimermann e também o presidente do SECRASO-PR (Sindicato das Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional do Paraná), Edmar Leduc; o deputado Ney Leprevost aproveitou para sugerir aos organizadores do Bom de Bola Parati que pensem em um modo de inserir no programa jovens com necessidades especiais, dando um sentido mais amplo ao projeto. Tenho orgulho de poder dizer que o projeto, que iniciou no Paraná como Piá Bom de Bola, em nossa gestão na Secretaria Estadual do Esporte e Turismo, sofreu tantas transformações positivas, possibilitando a participação também de meninas. Vou mais a frente e sugiro a organização que desenvolva um Bom de Bola para meninos e meninas com necessidades especiais em 2010, propôs Leprevost. 

Sobre o Bom de Bola Parati

Lançado em 99 no Paraná, o projeto que propõe um campeonato de futebol de campo entre meninos e meninas de 11 a 14 anos, nasceu no estado como Piá Bom de Bola, sendo rebatizado posteriormente como Bom de Bola pela inclusão de participação feminina no projeto. Em mais de 10 anos de funcionamento, estima-se que mais de 200 mil jovens tenham passado pelo programa. Em 2009, o Bom de Bola retoma sua abrangência estadual, atuando em 69 municípios, incluindo Curitiba e Região Metropolitana, Litoral, Norte Pioneiro e Campos Gerais.

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, que encabeça institucionalmente o projeto Bom de Bola Parati, é composta por: Ney Leprevost, presidente e pelos deputados Marcelo Rangel, Dr. Batista. Teruo Kato, Stephanes Junior, Tadeu Veneri e Luiz Fernandes Litro e Rosane Ferreira.

A Assembleia Legislativa do Paraná é presidida pelo deputado Nelson Justus, também entusiasta do projeto.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =