Category Archives: Em destaque

Em reunião com prefeito de Curitiba Ney Leprevost solicita construção de UPA para atender moradores de Santa Felicidade e região

Na última quinta feira (23), o deputado federal licenciado, Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná esteve reunido com o prefeito de Curitiba, Rafael Greca e com o vice-prefeito, Eduardo Pimentel.

Leprevost aproveitou a reunião para agradecer a participação da Prefeitura Municipal nas Feiras da Cidadania realizadas pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, em Curitiba.

Na oportunidade, o secretário Ney Leprevost apresentou uma reivindicação antiga e muito importante dos moradores de Santa Felicidade e região. A construção de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para atender aquelas pessoas que necessitam de assistência na área da saúde na região.

O prefeito de Curitiba, Rafel Greca, recebeu bem a proposta e se comprometeu a determinar ao secretário Luiz Fernando de Souza Jamur, da Secretaria do Governo Municipal, a realização de um estudo de viabilidade técnica.

“Disponho-me a viabilizar uma emenda federal para ajudar a custear a obra”, disse Leprevost. E concluiu: “Agradeço a gentileza e hospitalidade com que fui recebido pela equipe do gabinete do prefeito. O amor por Curitiba impulsiona o trabalho em cooperação”, concluiu.

(Via assessoria de imprensa)

Projeto Renda Agricultor beneficia 560 famílias

Recursos superiores a R$ 1 milhão já foram repassados neste ano para famílias em situação de vulnerabilidade social no projeto Renda Agricultor Familiar, do Programa Nossa Gente Paraná, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho. Ao todo, serão beneficiadas 560 famílias em 49 municípios com a soma chegando aos R$ 2.240.000,00.

Ney Leprevost, secretário da Sejuf, ressalta: “Seguir buscando a melhoria da qualidade de vida das famílias rurais e em situação de vulnerabilidade, assim como realizar atividades de inclusão produtiva no meio rural é o principal objetivo desse projeto, que se baseia nos bons resultados obtidos até aqui”.

*MUNÍCIPIO DE CÂNDIDO DE ABREU* – Este mês, mais quatro famílias de agricultores foram beneficiadas por ações de capacitação, no assentamento Terra e Vida, no munícipio de Cândido de Abreu. Essas famílias deixam de fazer a colheita manual ao receber uma ensiladeira (colhedora de forragens) que possibilitará a colheita (corte) das forragens e picagens uniformes e no estágio vegetativo correto.

Dessa forma, além de evitar esforço físico as pessoas das famílias beneficiadas economizarão dinheiro com o corte destas forragens, pois deixarão de ter gastos com aluguel de outra máquina, baixando custos de produção.

Os agricultores também receberam treinamentos dirigidos por técnicos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar / Emater (IDR-Paraná).

A (IDR-Paraná), integra o Programa Nossa Gente Paraná, no eixo Geração de Trabalho e Renda, executado pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (SEAB). Seu objetivo é promover atividades de inclusão produtiva no meio rural, em grupos de famílias em situação de vulnerabilidade social.

(Via assessoria de comunicação – Josias Lacour).

Agência do Trabalhador de Curitiba viabilizou R$ 1 milhão via Fomento Paraná para microempreendedores

A Agência do Trabalhador de Curitiba da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho começou a disponibilizar microcrédito para pequenos empresários no dia 26 de abril. Em menos de 5 meses de operação, entre os dias 26 de abril e 23 de setembro, a Agência do Trabalhador de Curitiba da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho já ultrapassou a marca do R$ 1 milhão em créditos concedidos aos microempreendedores. O secretário Ney Leprevost explica que a oferta de microcrédito nas Agências do Trabalhador é uma das ações do Programa Recomeça Paraná, do Governo Ratinho Junior, e que o objetivo é ampliar a geração de emprego e renda e, assim, fortalecer a retomada da atividade econômica no Paraná.

“Formalizamos essa parceria com a Fomento Paraná para oferecer crédito em condições especiais para apoiar projetos de pessoas que muitas vezes perderam o emprego mas possuem habilidades, sonham ter um negócio próprio e podem gerar outros empregos”, informa Leprevost.

No total foram 77 operações, sendo 44 para o setor de comércio e 33 para o de serviços. A maior parte dos empréstimos foi viabilizada pelo Banco da Mulher, com 46 operações e um total de R$ 611 mil. Pelo Micro Fácil foram outras 31 operações, com R$ 395 mil, totalizando R$ 1, 006 milhão.

“A parceria com a Sejuf é muito importante para a Fomento Paraná, porque representa mais um braço de apoio na tarefa de orientar e atender aos empreendedores, principalmente na capital paranaense”, afirma Heraldo Neves. E complementou: “Ajudar a colocar crédito acessível nas mãos dos empreendedores das diversas regiões da cidade é uma enorme contribuição para geração de emprego, renda e qualidade de vida das famílias”.

Os financiamentos viabilizaram empresas de comércio de roupas, cosméticos, equipamentos de informática, produtos de limpeza, bebidas, frutas e verduras; produtos pet; sorveteria; salão de beleza; discos; lanchonete, bar e cafeteria e artesanato. Também foram financiados profissionais autônomos como eletricista; pedreiro; web designer; serralheiro; fabricante de móveis; monitoramento e segurança; jardinagem e outros serviços.

A pandemia atingiu a comerciante Beatriz dos Anjos Feliz. Sua loja de cosméticos, “Beatrice”, no bairro do Xaxim, em Curitiba, ficou fechada durante o período de isolamento social e ela ficou sem capital para repor o estoque. “Fui à Agência do Trabalhador através do Banco da Mulher consegui um financiamento de R$ 10 mil. Consegui repor o meu estoque e o movimento já está voltando. Só vou começar a pagar o empréstimo em janeiro e as prestações cabem no meu orçamento”, conta Beatriz.

Como funciona – O microcrédito da Fomento Paraná é composto por empréstimos e financiamentos de até R$ 20 mil, com até três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento. É destinado a trabalhadores informais, empreendedores individuais e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil. A taxa de juros é a partir de 0,91% ao mês.

Para incentivar a participação feminina no mercado empresarial, se o empreendimento tem uma mulher como proprietária ou sócia a taxa de juros é ainda mais reduzida, por meio do programa Banco da Mulher Paranaense, a partir de 0,76% ao mês.

A iniciativa conta com parceria da Fomento Paraná, SEBRAE, BRDE, Sistema S e Secretaria da Educação.

O serviço de microcrédito está disponível na Agência do Trabalhador de Curitiba, que fica na rua Pedro Ivo, 503 – Centro.

(Via Assessoria de Imprensa – Edson Fonseca)

Secretaria de Justiça promove ação de conscientização no Dia Internacional contra a Exploração Sexual de Mulheres e Crianças

Uma campanha educativa, chamando a importância de se combater a Exploração de Mulheres e Crianças, foi realizada nesta quinta-feira na Rodoferroviária de Curitiba, para lembrar o Dia Internacional contra a Exploração Sexual de Mulheres e Crianças em Curitiba. A ação contou com a presença do Secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost.

“A data relembra a importância de desenvolver e aprimorar medidas de enfrentamento desse crime invisível, difícil de identificar, porém muito frequente. O cenário se torna ainda mais grave com a escassez de informação e divulgação associada ao crime de exploração sexual, principalmente de mulheres e meninas. Ações como esta, que realizamos na Rodoviária de Curitiba, são necessárias”, ressaltou o secretário e deputado Ney Leprevost.

A ação em comemoração ao Dia Internacional contra a Exploração Sexual, celebrado sempre no dia 23 de setembro, foi realizada pela Sejuf em parceria com o Departamento de Política da Mulher, JOCUM Curitiba (Jovens Com Uma Missão) e a Rede um Grito Pela Vida.

(Via assessoria de comunicação – Josias Lacour).

Instituto Dr. Ney Leprevost realiza Festa das Crianças e incentiva leitura

O Instituto Dr. Ney Leprevost, em parceria com o Instituto Anjo Azul e empresas privadas, professoras e voluntários, realiza na sexta-feira, dia 08 de outubro, das 17h às 20 horas, na Associação União Vila Sandra, a tradicional Festa do Dia das Crianças.

Na oportunidade, haverá distribuição de livros educativos, brinquedos, guloseimas e muitas brincadeiras pedagógicas para as crianças.

“O Instituto Dr. Ney Leprevost não tem fins lucrativos, não recebe e não pleiteia verbas públicas e leva o nome do advogado, humanista, ex-procurador geral de Justiça e ex-prefeito de Curitiba, Dr. Ney Leprevost e tem prestado apoio às necessidades de muitas famílias em situação de vulnerabilidade social desde o início da pandemia do novo coronavírus”, explica Carina Zanier, presidente do Instituto.

Quem quiser colaborar como voluntário pode entrar em contato com o Instituto através dos canais: Instagram @institutodrneyleprevost; Facebook Instituto Dr. Ney Leprevost; e-mail: institutodrneyleprevost@gmail.com ou também fazer uma doação de brinquedos.

Serviço:
Festa do Dia das Crianças
Dia 08 de outubro de 2021 (sexta-feira)
Horário: das 17 às 20 horas
Local: Associação União Vila Sandra
Endereço: Rua João Dembisnki,nº 1301, Vila Sandra/CIC

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho estuda implantação de Centro de Qualificação Profissional em Paranaguá

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, encaminhou para estudo técnico e financeiro para a possível implantação de um Centro de Qualificação Profissional em Paranaguá. A proposta é uma reivindicação da Prefeitura do município do Litoral, que ouviu sugestão de empresários locais que precisam de mão de obra capacitada para assumir as vagas disponíveis.

A sugestão foi apresentada a Leprevost pelo secretário de Trabalho e Assuntos Sindicais de Paranaguá, João Lozano, que propôs um plano municipal para a unidade, que atenderia a jovens e pessoas com deficiência.

“Já dei o parecer favorável em relação ao mérito e vamos estudar agora a viabilidade da ideia e espero que seja concretizada. Apoio as ações de empregabilidade e geração de renda para a nossa população. O emprego é o melhor programa social que um governo pode oferecer à população. O cidadão empregado tem a autonomia de sustentar sua família com dignidade”, afirma o secretário Ney Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Edson Fonseca).

Agências do Trabalhador oferecem vagas para pessoas com deficiência

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho realizou nesta terça-feira (21), nas Agências do Trabalhador do Paraná, uma ação exclusiva para marcar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, batizada como Dia D. O secretário Ney Leprevost destacou a iniciativa como parte de outras ações de garantias dos direitos das pessoas com deficiência beneficiários reabilitados do INSS.

“O Dia D é de atendimento exclusivo para esses trabalhadores, para que eles possam superar as próprias limitações e também para fazer com que as empresas aproveitem o potencial dos profissionais”, afirma o secretário Ney Leprevost.

A iniciativa da Sejuf foi executada pelo Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda e pelo Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência.

*EMPRESAS PARCEIRAS* – A ação ofereceu vagas para as pessoas com deficiências nas 216 agências do Paraná, disponibilizadas por empresas parceiras, que receberam os currículos para análise e encaminhamento para entrevista.

“Nós oferecemos vagas em todas as 216 agências do Paraná, sendo que 350 delas estão sendo intermediadas pela Agência do Trabalhador de Curitiba. Na capital, estamos com mais de 20 empresas fazendo as entrevistas para agilizar a contratação desse trabalhador com carteira assinada”, explicou Suelen Glinski, chefe do Departamento do Trabalho, da Sejuf.

A iniciativa atraiu centenas de candidatos na Agência de Curitiba. “Moro com minha família e estou parado há três anos. Vim atrás de uma oportunidade de auxiliar administrativo ou recepcionista”, contou Erilis Gritten, de 26 anos.

*RELATÓRIO DE VAGAS DISPONÍVEIS* – De acordo com o relatório da Intermediação da Mão de Obra (IMO), de janeiro a agosto deste ano, vinculado ao Ministério do Trabalho, o Paraná tem 4.053 postos de trabalho para pessoas com deficiências, as Agências do Trabalhador encaminharam 3.585 candidatos e 566 já estão trabalhando efetivamente.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Ney Leprevost lança 3ª curso Fortis e novo Mapa de Georreferenciamento da Força-Tarefa Infância Segura

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, reforçou o compromisso do Governo Ratinho Junior na defesa e garantia de direitos das crianças e adolescentes durante o lançamento da 3ª edição do Curso Fortis Paraná e do novo Mapa de Georreferenciamento da Força-Tarefa Infância Segura. O evento aconteceu na terça-feira, dia 21, no Palácio das Araucárias e reuniu representantes do Governo Estadual, do Tribunal de Justiça, Ministério Público, OAB, secretarias municipais, conselho tutelar e de Organizações da Sociedade Civil.

“A Fortis funciona e é um sucesso porque além do Poder Público, as pessoas das instituições públicas e da sociedade civil que estão aqui têm compromisso com as crianças e adolescentes. Esse trabalho é fundamental e nosso objetivo é qualificar os nossos profissionais e técnicos para facilitar a identificação de qualquer violência. A criança é a prioridade número um dessa gestão”, afirma Leprevost.

A 3ª edição do curso Fortis será realizada entre os dias 15 e 23 de outubro de forma online e é destinado a profissionais que atuam no combate à violência contra crianças e adolescentes. “O objetivo da ação é fortalecer a rede de proteção integral à criança e ao adolescente”, explica Silvio Jardim, chefe do Departamento de Justiça da Sejuf.

Serão oferecidos oito cursos diferentes: Fundamentos Jurídicos da Política de Proteção à Criança e Adolescente; Formulação e Gestão da Política Pública da Criança e do Adolescente; Tipos de Violência, Situação de Vulnerabilidade e Risco; Trabalho Infantil; Escute Especializada, Revelação Espontânea e Depoimento Especial; Criança e Adolescente na Era Digital; Redes de Atenção/Proteção, Serviços e Fluxos de Atendimento à Criança e Adolescente; Justiça Restaurativa e Cultura de Paz.

As inscrições podem ser feitas no site da Escola de Gestão – www.ead.pr.gov.br – a partir do dia 1º de outubro. Os candidatos precisam estar com o cadastro atualizado no site. Cada pessoa poderá se inscrever em até dois dos oitos cursos ofertados. Após feita a inscrição, o curso estará disponível na própria plataforma a partir do dia 15. A formação é certificada pela Escola de Gestão do Paraná.

No mesmo evento foi apresentada a nova versão do Mapa GeoFortis Paraná, que localiza as unidades que compõem toda a Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente Paranaense. O mapa disponibiliza de forma ágil e integrada as informações sobre a cobertura de proteção às crianças e adolescentes e permite o contato com os profissionais das instituições.

Também participaram do evento; diretores, coordenadores; chefes de Departamentos da Sejuf; Luciana Linero, Ministério Público; Bruno Muller, Defensoria Pública; Arlete Kubota, Tribunal de Justiça; Carla Aguiar, Secretaria de Saúde; Marisa Costa, Ministério Publico; Silvia Leão, OAB/PR; Rosineide Frez, Secretaria de Educação; João Carlos, Conselho Tutelar; Luciano Inácio, ACTEP; Rodrigo Grochoski, Secretaria de Segurança Pública; Jhonathan Braghin, Secretaria de Planejamento; Maria Christina, ITDH; Jeferson Abage, CRIAI; Maria Isabel, NRE Curitiba; Aline Justus, Escola de Gestão; Natália Vasconcelos, da Relevante – Mobilização Social; Ana Dronneau Santos, da Central Integrada de Apoio Familiar; Simone Martins, da Central Integrada de Apoio Familiar; Viviane Vincentim, Projeto Elos Invisiveis; Ângela Mercer, da Secretaria Estadual de Educação; Vanessa Franciele Alves, Secretaria de Assistência Social do Município de Nova Cantu; Luciana Antunes Becker, Celepar; Rosane Nelma, ITDH; Ligia Cassilha, Igreja avivamento Bíblico e Michel, representantes da Jocum (Jovens Com Uma Missão).

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho incentiva crianças a plantar árvores

Uma apresentação das crianças do Coral Vivace, do projeto Educa, da Prefeitura de Colombo, marcou a comemoração do Dia da Árvore, nesta terça-feira (21) na Secretaria de Justiça, Família e Trabalho. Na oportunidade, o secretário Ney Leprevost distribuiu mudas de ipês para as crianças do coral.

“Essas árvores vão crescer junto com essas crianças e esperamos que elas tenham um futuro melhor”, disse Leprevost lembrando que o governo Ratinho Junior já plantou 2,5 milhões de árvores em todo o Paraná”.

As crianças são atendidas pelo projeto social Educa e moram no Bairro Mauá, antiga Vila Zumbi. “Nós atendemos as crianças de 6 a 14 anos com o objetivo de formá-los para serem jovens aprendizes”, destaca a secretária de Assistência Social e primeira-dama de Colombo, Elis Lazarotto.

As mudas de ipê, distribuídas pelo secretário Ney Leprevost, serão plantadas no Parque Zumbi dos Palmares, em Colombo, que será inaugurado na próxima quinta-feira (23).

(Via Assessoria de Imprensa – Edson Fonseca)

Projeto do “Mercado Social” é apresentado ao secretário Ney Leprevost

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, recebeu a visita do vereador de Curitiba, Osias Moraes, que apresentou o projeto “Mercado Social”, desenvolvido pela Igreja Universal, da qual o vereador é pastor. A iniciativa dá a oportunidade para que famílias em situação de vulnerabilidade possam escolher alimentos, ao invés de receberam uma cesta básica fechada.

De acordo com o vereador, os fieis com mais recursos doam alimentos à igreja, os pastores visitam as comunidades mais pobres e distribuem cupons com um determinado número de pontos. Esses pontos equivalem ao valor dos alimentos que podem ser retirados no “Mercado Social”.

“Nós estamos abertos a parcerias de voluntariado e às boas ideias. Temos em comum o objetivo de atender à comunidade, principalmente às pessoas em vulnerabilidade social”, afirma o secretário Ney Leprevost.

O vereador conta que a iniciativa tem obtido um resultado importante no resgate da autoestima dos beneficiados. “As pessoas que recebem o cupom, que não são necessariamente fieis da igreja,dizem ficar felizes pela sensação de estar realizando compras”, explica Ozias Moraes.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Carretas do Conhecimento abrem 1.936 novas vagas para cursos em 36 municípios

O programa Carretas do Conhecimento, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, está com 1.936 vagas abertas para cursos profissionalizantes em 36 municípios do Paraná. A iniciativa do Governo do Estado é executada pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, em parceria como Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Volkswagem. O objetivo é qualificar pessoas para ocuparem postos de trabalho no Estado.

“Priorizamos a geração de empregos no Estado. O governo tem realizado trabalho intenso para atrair investimentos e novas empresas para o Paraná, e elas precisam de bons profissionais, de trabalhadores qualificados e preparados para entrar no mercado de trabalho”, avalia o secretário Ney Leprevost.

Essa nova etapa do projeto inicia no próximo dia 27, com 75% das aulas on-line e 25% presenciais, de acordo com os protocolos sanitários determinados pela Secretaria Estadual de Saúde. Será um total de 104 turmas nas habilitações de Elétrica Automotiva; Informática Básica; Refrigeração; Mecânica Industrial; Corte e Costura Industrial; Instalações Elétricas; Manutenção de Motocicletas e Panificação.

Nessa etapa os cursos serão oferecidos em Curitiba, Cascavel, Fazenda Rio Grande, Goioerê, Itapejara D’Oeste, Londrina, Marechal Cândido Rondon, Ponta Grossa, Antonina, Balsa Nova, Campo Magro, Capitão Leônidas Marques, Colombo, Contenda, Francisco Beltrão, Pato Branco, Pitanga, União da Vitória, Arapoti, Coronel Vivida, Nova América da Colina, Santa Cecília do Pavão, Itaperuçu, Rio Branco do Sul, São João do Ivaí, são Pedro do Ivaí, Barbosa Ferraz, Nova Prata do Iguaçu, Maria Helena, Pinhais, Campo Largo, Farol, Mariluz, Pinhal do São Bento, Salto do Lontra e Santo Antônio da Platina.

As informações sobre os locais dos cursos, datas e pré-inscrição podem ser obtidas no site https://www.justica.pr.gov.br/Pagina/PROGRAMA-CARRETA-DO-CONHECIMENTO-2021 ou nas Agências do Trabalhador dos municípios.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho retoma ações do Programa Paraná Cidadão em Balsa Nova

Nos próximos dias 22, 23 e 24, o município de Balsa Nova, Região Metropolitana de Curitiba, recebe as ações do Projeto Paraná Cidadão, do Governo do Estado do Paraná. A iniciativa leva serviços gratuitos de diversas áreas para atender aos cidadãos.

A coordenação do Paraná Cidadão é realizada pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, que articula ações e estabelece parcerias com órgãos e entidades municipais, estaduais, federais e sociedade civil. As equipes da Sejuf vão oferecer serviços de documentação, tarifa social de água e luz, orientação jurídica, atendimento a pessoas idosas e com deficiência e intermediação de vagas de trabalho, através do cadastramento de currículos, e ofertas de cursos de qualificação.

A emissão do RG depende do agendamento prévio no município, em função das novas normas adotadas pelo Instituto de Identificação do Paraná.

O projeto foi paralisado em março do ano passado, após etapa realizada no município de Abatiá, Norte Pioneiro, em função da pandemia. Com a melhora dos indicadores sanitários, a Sejuf conseguiu retomar o contato com a população, sempre respeitando as medidas sanitárias adotadas em cada município.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Agências do Trabalhador terão Dia D para atendimento exclusivo para pessoas com deficiência

O secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho, acaba de informar que as Agências do Trabalhador do Paraná realizam no próximo dia 21 de setembro, Dia Nacional da Pessoa com Deficiência, a ação batizada como Dia D. Será um dia de atendimento exclusivo para pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados do INSS para o mercado de trabalho. A iniciativa é da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda e Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência.

O atendimento será realizado mediante agendamento pelo site www.justica.pr.gov.br/trabalho

Os candidatos às vagas disponíveis serão atendidos o dia inteiro, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

“Vamos priorizar o atendimento para que esses trabalhadores possam superar as próprias limitações e também para fazer com que as empresas aproveitem o potencial dos profissionais”, afirma o secretário Ney Leprevost.

*EMPRESAS PARCEIRAS* – A Sejuf pretende oferecer vagas para as pessoas com deficiências nas 216 agências do Paraná, ofertadas por empresas parceiras, que receberão os currículos para análise e encaminhamento para entrevista. Em Curitiba, 18 empresas colocaram 260 vagas à disposição dos candidatos.

As empresas participantes deverão atender ao artigo 93 da Lei nº 8.213/91, que determina que os empregadores com 100 ou mais funcionários devem preencher de 2% a 5% dos seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas com deficiência, em um índice que varia de acordo com a quantidade total de empregados.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Força-Tarefa Infância Segura realiza 3ª edição do curso EaD para fortalecimento do sistema de Garantia de Direitos da Criança e Adolescente

A Força-tarefa Infância Segura, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho vai promover um curso de formação à distância destinado a profissionais do combate à violência contra crianças e adolescentes. Será a 3ª edição do Curso Fortis Paraná, que inicia na próxima terça-feira (21) e vai até o dia 13 de outubro. O objetivo da ação é contribuir com o fortalecimento da rede de proteção integral à criança e ao adolescente.

Participarão gestores e técnicos da área da proteção à criança e ao adolescente, conselheiros tutelares e conselheiros de direitos. A formação é certificada pela Escola de Gestão Pública do Paraná e serão oferecidos oito cursos diferentes: Fundamentos Jurídicos da Política de Proteção à Criança e Adolescente; Formulação e Gestão da Política Pública da Criança e do Adolescente; Tipos de Violência, Situação de Vulnerabilidade e Risco; Trabalho Infantil; Escute Especializada, Revelação Espontânea e Depoimento Especial; Criança e Adolescente na Era Digital; Redes de Atenção/Proteção, Serviços e Fluxos de Atendimento à Criança e Adolescente; Justiça Restaurativa e Cultura de Paz.

“Entendemos ser de extrema importância a capacitação interdisciplinar continuada dos profissionais que fazem parte do sistema de garantias de direitos da criança e do adolescente”, afirma o secretário Ney Leprevost.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e Tribunal de Justiça levaram serviços públicos gratuitos e 300 empregos para moradores do Sítio Cercado nesta sexta

A população do Bairro Novo, em Curitiba, teve a chance de encontrar vagas de emprego no próprio bairro nesta sexta-feira (17). As oportunidades foram oferecidas através da Feira da Cidadania, organizada pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho com apoio do Tribunal de Justiça do Paraná. No total, foram 300 vagas de emprego em seis empresas parceiras.

A Feira da Cidadania leva serviços públicos gratuitos à população. O evento foi realizado no Centro de Esportes e Lazer Bairro Novo (Rua Ourizona, 681 – Sítio Cercado) e tem como objetivo atender à comunidade com serviços gratuitos em diversas áreas. No evento desta sexta-feira foram realizados 1.62 atendimentos.

Além das vagas de trabalho, a comunidade teve acesso à orientação a pessoa com deficiência; ID Jovem – Benefício para jovens de 15 a 29 anos; atendimento aos migrantes; atendimento à pessoa idosa; orientações e atendimentos as mulheres vítimas de violência; orientação de crédito para micro e pequenas empresas; atendimento no Ônibus Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça; Sanepar (atendimento ao cliente); Pastoral da criança (orientações sobre cuidados na 1ª infância) e serviços do Detran.

“Estamos proporcionando a inclusão social por meio de um atendimento individualizado e humanizado nas Feiras da Cidadania, oferecendo diversos serviços sem custo para a melhoria da qualidade de vida da população que mais precisa”, explica o secretário Ney Leprevost reforçando que a intenção é levar a feira a todas as regionais de Curitiba.

A ação mostrou-se efetiva, com pessoas que procuravam trabalho já encaminhado para o emprego. “Hoje consegui a tão esperada oportunidade”, conta Severiano, que conquistou uma das vagas oferecidas pelo Supermercado Condor da região.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca)

Em Umuarama, Ney Leprevost lança Postos Avançados da Agência do Trabalhador para região e assina parcerias do Governo do Paraná nas áreas da Criança e do Idoso com municípios

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná realizou nesta quinta-feira (16), no município de Umuarama, mais uma etapa do “Programa de Interiorização”. No evento, o secretário Ney Leprevost explicou o objetivo da ação, que é de aprofundar a integração da pasta com gestores e entidades municipais da região.

“O programa era para ter começado no primeiro trimestre de 2020, mas aconteceu a pandemia, tivemos que adiá-lo e agora estamos conseguindo ir aos municípios e trazer os nossos serviços, com orientações para as gestões municipais e apresentando os programas da Sejuf”, afirma o secretário.

Em Umuarama, o secretário Ney e representantes de mais de 40 municípios assinaram termos de adesões a importantes programas da pasta, como o Nossa Gente Paraná. “É o maior programa social da história do Estado e foi criado na gestão do governador Ratinho Junior para atender às famílias em situação de vulnerabilidade social”, contou Leprevost.

Também foram firmadas adesões ao Força Tarefa Infância-Segura (Fortis), de prevenção e combate aos crimes contra a criança; a implantação de postos avançados das Agências do Trabalhador; parcerias para a formação dos conselhos municipais da juventude; a adesão das prefeituras a “Carteira do Autista” e a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa.

Participaram também do evento o secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva, o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo do Paraná, Márcio Nunes; o deputado estadual Delegado Fernando Martins; prefeitos da região, vice-prefeitos, secretários municipais, vereadores, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Umuarama, Orlando Luiz Santos; o chefe do Escritório Regional da Sejuf, Francisco Bosch e o gerente da Agência do Trabalhador local, Reginaldo Barros e demais autoridades.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho leva feira de serviços ao Bairro Novo

A Feira da Cidadania com serviços públicos gratuitos chega ao Bairro Novo e Sítio Cercado nesta sexta-feira (17). O evento será realizado no Centro de Esportes e Lazer Bairro Novo (Rua Ourizona, 681 – Sítio Cercado) e tem como objetivo atender à comunidade com serviços gratuitos em diversas áreas.

O evento contará com a presença do secretário Ney Leprevost e os serviços estarão disponíveis à população entre 9h e 15h.

Na feira do Bairro Novo, a comunidade terá acesso a assessoria feita por equipe da Agência do Trabalhador para cadastro e oferta de vagas de emprego na região; orientação a pessoa com deficiência; ID Jovem – Benefício para jovens de 15 a 29 anos; atendimento aos migrantes; atendimento à pessoa idosa; orientações e atendimentos as mulheres vítimas de violência; orientação de crédito para micro e pequenas empresas; atendimento no Ônibus Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça; Sanepar (atendimento ao cliente); Pastoral da criança (orientações sobre cuidados na 1ª infância) e serviços do Detran.

“Estamos proporcionando a inclusão social por meio de um atendimento individualizado e humanizado nas Feiras da Cidadania, oferecendo diversos serviços sem custo para a melhoria da qualidade de vida da população que mais precisa”, explica o secretário Ney Leprevost reforçando que a intenção é levar a feira a todas as regionais de Curitiba.

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho realiza Programa de Interiorização em Umuarama

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná realiza nesta quinta-feira (16), no município de Umuarama, mais uma etapa do “Programa de Interiorização”. O evento tem como objetivo aprofundar a integração da pasta com gestores e entidades municipais da região. A ação ocorrerá durante todo o dia no auditório do hotel Caiuá Premium, na Avenida Presidente Castelo Branco, 3745.

As 14 horas, o secretário Ney Leprevost vai apresentar programas e ações da Secretaria aos gestores municipais e empresários da região. Leprevost também irá assinar termos de adesão dos municípios da região para implementar os Postos Avançados das Agências do Trabalhador. As prefeituras também terão a oportunidade de aderir ao programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa; Força-Tarefa Infância Segura; programa Carretas do Conhecimento e Carteira do Autista.

“É importante integrar as pessoas que fazem o atendimento de ponta nos municípios, com a estrutura de funcionamento da pasta. A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho envolve diversas áreas importantes do Governo Ratinho Junior, como políticas públicas das crianças, dos adolescentes, das pessoas idosas, das mulheres, das pessoas com deficiência, defesa do consumidor e assistência social, além da intermediação da mão de obra no mercado de trabalho e da qualificação profissional”, explica o secretário Ney Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa)

Secretário Ney Leprevost informa que Agência do Trabalhador de Colombo disponibiliza 1.000 vagas de emprego a partir desta segunda-feira

A semana começa com uma ótima notícia para quem procura emprego na Região Metropolitana de Curitiba. O secretário estadual Ney Leprevost informa que a Agência do Trabalhador de Colombo, vinculada à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, disponibiliza 1.000 vagas de emprego a partir desta segunda-feira, dia 13. “As vagas são para trabalhar de Atendente Receptivo na empresa Plansul, que está se instalando em Colombo. Não precisa de experiência, uma excelente oportunidade para jovens em busca do primeiro emprego”, afirma Ney.

Ney destaca ainda que a Secretaria tem feito um trabalho proativo de captação de vagas junto as empresas do Paraná. Somente nesta semana estão sendo ofertadas 3.344 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Destas, 1.659 estão disponíveis nas Agências de Curitiba e Região Metropolitana.

“Somos responsáveis pela captação e intermediação de vagas nas 216 Agências do Trabalhador no Estado. A parceria do governo do estado com os municípios é fundamental para ajudar os trabalhadores do Paraná a encontrar uma boa colocação no mercado profissional. Emprego com carteira assinada é o melhor de todos os programas sociais”, complementou Ney.

“Esse pacote de vagas de emprego é fruto de mais uma parceria de nossa gestão. A Plansul é uma empresa de referência em todo o País e nas próximas semanas estará iniciando um novo projeto em nosso município, gerando emprego e renda. Fizemos questão de negociar para que possa ser dada a oportunidade do primeiro emprego para nossos jovens”, destaca o prefeito da cidade Hélder Lazarotto.

O coordenador de Orientação Profissional e responsável pela gerência da Agência do Trabalhador no município, André Santos, diz que os pré-requisitos para contratação das vagas ofertadas pela Plansul são: ser maior de 18 anos, possuir o ensino médio completo, ter conhecimento básico de internet, disponibilidade de trabalho de segunda a sábado para trabalhar em turnos entre 08h e 21h. O local de trabalho será no bairro Maracanã e o salário de R$ 1.100,00 + vale-alimentação, vale-transporte e plano de saúde.

Os interessados devem enviar currículo para o e-mail: agenciadotrabalhador@colombo.pr.gov.br ou para o WhatsApp: 41 3666.6066 entre os dias 13 a 20 de setembro de 2020. Após o envio dos currículos será agendada entrevistas entre os dias 23 a 30 de setembro.

Mais informações: Agência do Trabalhador do Guaraituba localizada na Estrada da Ribeira, 55 ou pelos telefones 41 3666.6066 / 41 3666.4150.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretário Ney Leprevost destaca importância do Código de Defesa do Consumidor para garantia de direitos nas relações de consumo

Considerada uma das leis mais avançadas do mundo na área do consumo, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) completa 31 anos neste sábado (11 de setembro). “Mais que um dispositivo legal, o CDC vem cumprindo, ao longo das três últimas décadas, a função de harmonizar e equilibrar a relação entre consumidores e empresas”, informou o secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost.

No Paraná, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, por meio do Procon, é a responsável por orientar, educar, proteger e defender os consumidores contra abusos praticados pelos fornecedores de bens e serviços nas relações de consumo.

“Além de utilizar como base o Código de Defesa do Consumidor, o Procon da Secretaria de Justiça informa constantemente os consumidores sobre os seus direitos com dicas de como se proteger de possíveis golpes, como agir ao se sentir lesado por alguma empresa ou prestador de serviço”, afirmou o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

Ney também revelou que nessa época de pandemia, o Procon intensificou o atendimento online através dos sites www.consumidor.gov.br e www.procon.pr.gov.br para assegurar que todas as reclamações dos consumidores fossem atendidas.

A chefe do Procon-PR, Cláudia Silvano, esclareceu que “os atendimentos presenciais estão sendo feitos apenas para pessoas idosas e com deficiência e que os funcionários do Procon continuam trabalhando internamente para receber e endereçar as reclamações que chegam pelos canais online”.

*Atendimentos no 1º semestre do ano* – O Procon-PR, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do governo do Paraná, registrou no primeiro semestre de 2021 um total de 92.050 reclamações, sendo que 80% dos casos registrados foram solucionados.

A maior quantidade de reclamações chegou através da plataforma consumidor.gov.br com 64.816 casos, seguida de 27.234 contestações registradas pelos canais digitais do órgão estadual do consumidor. Esses números refletem um aumento de 7% em relação ao mesmo período de 2020, quando o Procon registrou 84.630 atendimentos.

As principais áreas que obtiveram maior número de reclamações neste período foram empresas de telecomunicações, telefonia e serviços financeiros e as reclamações estão sendo resolvidos em aproximadamente 15 dias através dos vários canais de atendimentos online.

*Pessoas idosas* – Desde o início do ano, o Procon atendeu 3.605 consumidores com mais de 60 anos, sendo que 1.389 reclamaram sobre bancos e instituições financeiras.

*Canais de atendimento do Procon*:

CONSUMIDOR.GOV.BR
https://www.consumidor.gov.br/pages/principal/?158704046

FAÇA AQUI SUA RECLAMAÇÃO (SE A EMPRESA RECLAMADA NÃO ESTIVER NA PLATAFORMA CONSUMIDOR.GOV.BR)
http://www.procon.pr.gov.br/modules/inscrit_quest/formulario.php?codigo=24

ESCREVA PROCON
http://www.procon.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=83

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Projeto do “Teste do Bracinho” de Ney Leprevost é aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna obrigatória a aferição da pressão arterial – o chamado teste do bracinho – nas consultas pediátricas em crianças a partir de 3 anos de idade.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Diego Garcia, ao Projeto de Lei 4274/20, do deputado federal licenciado, Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná.

De acordo com o relator, deputado Diego Garcia “a hipertensão arterial é um grave problema de saúde pública, que pode ocorrer em decorrência de doenças cardíacas, renais, vasculares, entre outras, ou pode também aparecer de forma isolada, sem causa definida”.

O “Teste do Bracinho” é feito com um aparelho simples chamado esfigmomanômetro, é indolor e afere a pressão arterial. O exame não gera nenhum ônus extra para o Poder Público, já que todas unidades de saúde já utilizam este mesmo equipamento para medir a pressão de adultos.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 23% da população apresenta hipertensão arterial sistêmica. Estima-se que 4 % da população com idade inferior a 18 anos apresente hipertensão arterial, e ainda que a prevalência da doença na faixa dos 3 anos de idade varie de 2 a 13 %, daí a recomendação da prática de aferição da pressão arterial a partir dos três anos.

De acordo com o projeto do deputado Ney Leprevost, além de realizar o exame o Poder Público ficará encarregado de organizar campanhas educativas para divulgar o tema com o objetivo de conscientizar a população brasileira sobre o diagnóstico e tratamento da doença.

“O objetivo do projeto é identificar precocemente níveis elevados de pressão arterial em crianças para iniciar o tratamento o mais rápido possível”, disse Leprevost.

Agora o projeto será analisado em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Via Assessoria de Imprensa)

Mais de mil jovens aderiram ao ID Jovem no mês de agosto

No mês de Agosto, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através da Coordenação de Políticas Públicas para a Juventude, reforçou as ações de divulgação para o programa ID Jovem (Identidade Jovem) e possibilitou o cadastro de 1.233 jovens aptos para obter a identificação. O documento possibilita acesso aos benefícios de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual.

Somente na primeira semana de agosto, em um mutirão realizado nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), nos municípios da Região Metropolitana: Colombo, Campo Largo, Fazenda Rio Grande, Almirante Tamandaré e Pinhais foram cadastrados quase 200 pessoas por dia, totalizando 974 jovens.

“A ideia é que cada vez mais jovens usufruam dos seus direitos. A meta do programa é garantir aos jovens de baixa renda acesso a benefícios relacionados ao direito à cultura, território e mobilidade”, disse o secretário Ney Leprevost.

A ID Jovem também isenta o portador do pagamento de inscrição em concursos públicos e vestibulares de universidades e institutos federais, bem como da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

COMO SE CADASTRAR – O cadastro ou até mesmo a revalidação do ID Jovem pode ser feita totalmente por meio virtual, através do aplicativo ID Jovem 2.0 (disponível para Android e iOs) ou, diretamente no site https://idjovem.juventude.gov.br

O documento é válido por 180 dias e o benefício pode ser utilizado até mesmo por quem já concluiu os estudos.

Para o jovem ter acesso ao ID Jovem, ele também precisa estar cadastrado no CADÚNICO, que é um instrumento de coleta de dados que tem como objetivo identificar famílias de baixa renda no país.

Para realizar o cadastro no CADÚNICO basta acessar https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/

(Via assessoria de imprensa).

Secretário Ney Leprevost faz reconhecimento público a entidades que atendem vulneráveis

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, fez o reconhecimento público, nesta sexta-feira (10), 32 entidades que realizam trabalhos sociais no Paraná, de atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade. A ação complementou as homenagens do Dia do Voluntariado, comemorado em 28 de agosto, quando outras 70 entidades receberam o reconhecimento.

Leprevost entregou os certificados no evento realizado no espaço Fani Lerner, no Palácio das Araucárias. “Foi um reconhecimento público às entidades que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social, crianças e idosos, ajudam hospitais, e tantas outras”, disse Ney Leprevost.

O secretário lembrou também a importância da parceria dos voluntários com o Poder Público. “Acredito que nessa época de pandemia é muito importante termos a consciência de que as instituições que trabalham com voluntários fizeram algo formidável para evitar que as pessoas passassem fome, para ajudar a distribuir máscaras, orientar a população e tantas outras ações”, disse Leprevost.

(Via assessoria de imprensa).

Jovens internos da socioeducação vão ter carteira de trabalho física

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e a Superintendência Regional do Trabalho do Governo Federal assinaram nesta sexta-feira (10) um protocolo para que os jovens internados para cumprir medidas socioeducativas tenham acesso às carteiras de trabalho físicas. A medida se explica pelo fato de o documento ter passado a ser emitido somente virtual. A questão é que esses jovens não têm acesso ao telefone celular.

O acordo prevê também uma série de ações para o objetivo de implementar políticas públicas que contribuam para a inserção social dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação e restrição de liberdade.

“É preciso despertar nos adolescentes o interesse pelo mundo do trabalho e dar condições para que eles possam se reinserir na sociedade”, diz o secretário Ney Leprevost.

A parceria foi assinada pelo secretário; pelo superintendente Regional do Trabalho, Paulo Kronéis; pelo chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo da Sejuf, David Pancoti; pela chefe do Departamento de Trabalho, Suelen Glinski e o coordenador da Rede das Agências do Trabalhador do Paraná, Walmir dos Santos.

“Com o Cartão Futuro, os cursos de qualificação e a documentação adequada, como a carteira de trabalho, nós estamos dando as condições para que esse jovem possa ter novas oportunidades”, explica David Pancotti.

“Com o trabalho nas unidades socioeducacionais, também temos a oportunidade de cadastrar as famílias desses jovens para que se candidatem às vagas de emprego nas agências do Trabalhador”, afirma Suellen Glinski.

(Via assessoria de imprensa).

Ney Leprevost realiza interiorização da Secretaria de Justiça na região de Guarapuava e destaca a parceria do Governo com os setores produtivos para gerar empregos no Paraná

A adesão de novos municípios ao Programa Nossa Gente Paraná, do governo Ratinho Júnior; a instalação de novos Postos Avançados das Agências do Trabalhador e uma série de outras ações da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho foram apresentadas nesta quinta-feira em Guarapuava, para os gestores municipais da região. O evento faz parte do programa de interiorização dos serviços da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e visa aproximar o Poder Público da população.

O evento desta quinta-feira (2) foi realizado no Centro de Eventos Cidade dos Lagos, em Guarapuava. No local, técnicos da Sejuf, representantes dos municípios e a comunidade debateram os programas e as possibilidades de implantação. Participaram da etapa 36 municípios das regiões de Guarapuava, Irati e União da Vitória.

De acordo com o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, é importante integrar as pessoas que fazem o atendimento de ponta nos municípios, com a estrutura de funcionamento da pasta.

“Nós iríamos começar o programa de interiorização no primeiro trimestre de 2020, mas que infelizmente tornou-se impossível na época, devido à pandemia. Sabemos o quanto foi difícil o período da pandemia para os setores produtivos, no entanto, é bom lembrar que sempre em períodos após calamidades, guerras e pandemias, o mundo teve grande desenvolvimento e essa é a nossa esperança”, afirma Ney Leprevost.

Além da área de emprego, a interiorização envolve programas e projetos das áreas de assistência social, proteção à mulher e da criança e do adolescente, com o Ônibus Lilás e a Força-Tarefa Infância Segura.

“O governo do Paraná tem nos auxiliado em tudo, temos as portas abertas em Curitiba e hoje é reflexo nas ações desenvolvidas aqui na cidade. Guarapuava tem vivido um momento de desenvolvimento, graças a ações como essas”, disse o vice-prefeito de Guarapuava, Samuel Ribas de Abreu.

O setor produtivo da cidade também esteve presente no evento, para debater parcerias na área de ofertas de vagas de emprego, através das Agências do Trabalhador e também na formação de mão de obra, através das Carretas do Conhecimento.

“Fico feliz em ver os setores comercial e industrial reunidos para discutir esses assuntos. Todos aqui certamente estão percebendo as transformações pelas quais a nossa cidade vem passando nos últimos tempos”, declarou a presidente da Associação Comercial de Guarapuava, Elaine Scartezini Soares de Meirelles.

Nessa etapa houve a adesão de 39 municípios aos programas da Sejuf: Guarapuava, Bituruna, Boa Ventura de São Roque, campina do Simão, Candoi, Cantagalo, Cruz Machado, Fernandes Pinheiro, Foz do Jordão, General Carneiro, Gioixin, Guamiranga, Antonio Olinto, Inácio Martins, Irati, , Laranjal, Mallet, Marquinho, Palmital, Paul Freitas, Paulo Frontin, Pinhão, Pitanga, Porto Vitória, Prudentópolis, Rebouças, Reserva do Iguaçu, Rio Azul, Rio Bonito do Iguaçu, Santa Maria do Oeste, São Mateus do Sul, Teixeira Soares, Turvo, União da Vitória Virmond, Laranjeiras do Sul, Porto Barreiro,. Porto Rico e Nova Tebas.

INÍCIO DA INTERIORIZAÇÃO – O primeiro evento foi realizado no dia 18 de agosto, em Cornélio Procópio, com a participação de municípios paranaenses do Norte Pioneiro. Na oportunidade foram assinados protocolos para a instalação de mais 15 postos avançados das agências do trabalhador. Além disso, foram estabelecidas novas parcerias para a qualificação de mão de obra, com as Carretas do Conhecimento e adesão de 36 municípios para participar do Programa Nossa Gente Paraná em parceria com o BID. Os 36 municípios também aderiram à Força-Tarefa infância Segura (Fortis). O programa Carretas do Conhecimento, que disponibiliza cursos de qualificação gratuitos, estará presente em mais 12 municípios, assim como ao programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Ebap).

(Via Assessoria de Imprensa)

Ney Leprevost viabiliza R$400 mil para Piraquara investir no esporte

O deputado federal licenciado Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná garantiu o repasse de R$ 400 mil reais em emendas, por meio de seu suplente, para o município de Piraquara investir na área do esporte.

Com os valores, a prefeitura vai revitalizar o  Estadio Municipal Mathias Jacomel e o

Ginasio de Esportes Gilberto Alves do Nascimento.

“Eu sempre digo que o esporte é vida, o esporte é saúde, o esporte é uma excelente ferramenta para manter as crianças, os adolescentes e os jovens longe da rua, longe do crime e dentro da escola”, disse Ney.

(Via assessoria de imprensa )

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho presta reconhecimento público as pessoas que destinaram parte de seu imposto de renda para o projeto “Parques Acessíveis”

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, prestou reconhecimento público nesta terça-feira (31) para as pessoas que destinaram parte do imposto de renda para viabilizar o projeto “Parques Acessíveis”. O plano consiste na implantação de brinquedos acessíveis em parques públicos, permitindo assim a integração entre crianças e adolescentes com e sem deficiência.

Os recursos arrecadados serão destinados ao Banco de Projetos e atenderão as solicitações dos municípios. Para a execução do projeto são necessários cerca de R$ 940 mil e a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho segue em campanha para alcançar a meta.

Os brinquedos que fazem parte do projeto são: um carrossel acessível, uma balança e uma gangorra adaptadas, o que assegura o direito da pessoa com deficiência em usufruir estes espaços. Todos os brinquedos possibilitam a utilização por crianças e adolescentes com e sem deficiência.

“A ideia do projeto é proporcionar a todas as crianças e adolescentes com deficiência maior acessibilidade, permitindo assim a inclusão no lazer e a convivência com outras crianças”, destacou o secretário Ney Leprevost.

Banco de Projetos – O Banco de Projetos destina recursos recebidos por meio de processo de dedução do Imposto de Renda. No momento da declaração, as pessoas físicas podem destinar até 3% do imposto devido para o Fundo Estadual da Infância e Adolescência. Mas, ao longo do ano, é possível destinar e posteriormente deduzir até 6% na declaração de IRPF para o ano seguinte.

(Via assessoria de imprensa).

Governador sanciona Lei que amplia faixa etária atendida pelo Cartão Futuro

O governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou nesta segunda-feira (30) a Lei nº 20.084/19 que amplia para 21 anos a idade máxima dos jovens que podem ser beneficiados pelo programa Cartão Futuro. Lançado em dezembro de 2019, o programa incentiva a contratação de jovens aprendizes por empresas paranaenses para dar oportunidade do primeiro emprego e atendia, até então, a faixa etária dos 14 aos 18 anos.

A nova lei prevê novas alterações no programa. Uma delas é voltada aos empregadores que não estão conseguindo cumprir a cota mínima estabelecida pela legislação. Segundo a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), os estabelecimentos são obrigados a empregarem e matricularem em cursos profissionalizantes um número de aprendizes que equivale de 5% a 15% dos seus funcionários. O novo texto abre uma exceção para o período que durar a pandemia da Covid-19.

Outro ponto é que os aprendizes que não conseguirem participar da formação prática nas empresas onde foram contratados, em razão do isolamento social imposto pela pandemia, poderão fazer apenas a formação teórica oferecida pelas instituições de aprendizagem.

Com as alterações no Cartão Futuro, a expectativa do Governo do Estado é incentivar a contratação e manutenção de até 15 mil contratos de trabalho de aprendizes no Paraná, preferencialmente nas microempresas e empresas de pequeno porte. A expectativa é que 20 mil novos contratos sejam assinados com as mudanças na Lei.

Somente neste ano, o programa recebe investimento de R$ 58 milhões. A maior parte desse valor – R$ 50 milhões – é oriunda do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) e foi aprovada pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca). O complemento é pago com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

“Este é o maior programa no Brasil para o primeiro emprego do jovem aprendiz, que estimula a continuidade do trabalho e abre oportunidades aos jovens paranaenses neste momento delicado de pandemia”, ressalta o secretário estadual de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

*SUBVENÇÃO* – O empregador que mantiver contratos ativos com aprendizes recebe do governo estadual uma subvenção econômica mensal de R$ 300,00 por 90 dias. Em caso de contratação de jovem aprendiz com deficiência, egresso de unidades prisionais, do Sistema de Atendimento Socioeducativo ou que estejam cumprindo medidas socioeducativas o subsídio passa para R$ 450,00.

Já nas novas contratações de aprendizes menores de 21 anos, mesmo que em substituição aos aprendizes que encerrarem seus contratos de aprendizagem neste período de pandemia, os empregadores terão acesso à subvenção de R$ 500,00 por mês, pelo período de 60 dias.

Os empregadores são responsáveis pelo pagamento, ao aprendiz, das demais verbas salariais devidas, além dos encargos trabalhistas e previdenciários relativos ao total da remuneração do aprendiz, não podendo ser desconsiderado da base de cálculo de encargos o valor da subvenção de que trata a Lei.

“Sabemos como é difícil para as pessoas que estão começando conquistarem a primeira vaga no mercado de trabalho. Com o cartão futuro o Governo do Estado paga uma parte do salário do jovem aprendiz e a empresa paga a outra parte”, esclareceu o secretário Ney Leprevost, reforçando o convite para outras empresas aderirem ao programa.

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria de Justiça ganha primeiro e segundo lugar em Prêmio Nacional do CNJ

*A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Atendimento Socioeducativo e do Cense Londrina II, conquistou o recebeu o prêmio “Prioridade Absoluta do Conselho Nacional de Justiça” pelo projeto “Clube da Leitura” (1º lugar) e “Se Liga RAPaz” (2º lugar) pela categoria Poder Público. Esse é um reconhecimento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a 58 boas práticas voltadas à promoção, valorização e respeito ao direto das crianças e adolescentes colocadas em prática pelo Poder Judiciário e sociedade civil organizada.

“Dividimos essa premiação com todos os servidores das unidades socioeducativas do Paraná. Graças ao comprometimento e união de todos os profissionais dos Censes, os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas têm a oportunidade de desenvolver atividades educacionais e pedagógicas inovadoras e de qualidade”, informou o secretário Ney Leprevost.

O prêmio foi criado para estimular a excelência na sistemática e disseminação de informações agregadas à eficiência na prestação jurisdicional. “O projeto ‘Clube da Leitura’ e o segundo colocado, o ‘Se Liga RAPaz’, plantou sonhos em quem sempre acreditou em uma socioeducação simples, afetiva, que pode trabalhar todos os temas e sair da velha lógica prisional para reviver sonhos na gente”, disse o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antonio Pancotti.

A premiação está prevista para ocorrer em solenidade no dia 1º de dezembro, com as respectivas ações inseridas no Portal de Boas Práticas do CNJ.

(Via assessorial de imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e Superintendência Geral de Ação Social prestam reconhecimento público a voluntários de entidades

Para marcar o Dia Nacional do Voluntariado, comemorado neste sábado (28), a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná e a Superintendência Geral de Ação Solidária prestaram reconhecimento público nesta sexta-feira (27) para 70 entidades que realizam trabalhos voluntários no Estado. A solenidade foi realizada no auditório do Museu Oscar Niemeyer e contou com a presença do secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost e da primeira-dama do Estado, Luciana Saito Massa, que é presidente do conselho de Ação Solidária.

“Foi uma ação pública para reconhecer o trabalho das entidades que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social, crianças, idosos, além de ajudarem no atendimento de pacientes em hospitais. Acredito que nessa época de pandemia é muito importante a gente ter a consciência de que as instituições que trabalham com voluntários fazem algo formidável”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

A primeira-dama, Luciana Massa, liderou a campanha que rendeu ao Paraná o título de “Estado Mais Solidário do Brasil”, no programa do Ministério da Cidadania, Pátria Voluntária. “Eu só tenho a agradecer a cada uma dessas entidades e também a iniciativa do secretário Ney Leprevost em valorizar as instituições que tanto fizeram para ajudar no atendimento às pessoas que estão passando por momento difícil neste momento”, disse Luciana Massa.

(Via Assessoria de Imprensa)

Jovens internados nas Unidades Socioeducativas da Secretaria de Justiça ganham 28 laboratórios de informática

As 28 unidades socioeducativas do Paraná, administradas pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho através do Departamento de Atendimento Socioeducativo (Dease), receberam neste mês novos computadores para a implementação de laboratórios de informática. Os equipamentos vão possibilitar a realização de atividades educacionais e pedagógicas inovadoras e de qualidade junto aos adolescentes em medidas socioeducativas.

“Temos que incentivar a readaptação do jovem socioeducando para seu retorno à sociedade”, declarou o secretário Ney Leprevost.

Dentre os equipamentos, estão computadores desktop, notebooks e pendrives. Além do mobiliário necessário para a implementação desses laboratórios, como alguns móveis, armários e mesas.

“Todas as Unidades Socioeducativas, incluindo os Centros Socioeducativos de Internação e Internação Provisória e as Casas de Semiliberdade, foram contemplados nesse projeto e disponibilizaram um espaço da Unidade para que fossem implementados os laboratórios de informática”, disse o chefe do Dease, David Antonio Pancotti.

Ao todo, serão disponibilizados 217 computadores e 94 pendrives. Este projeto tem o apoio financeiro do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), que disponibilizou os recursos financeiros para sua execução do projeto direcionando atividades educacionais online aos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas nas Unidades do Estado.

A ação faz parte do projeto “Inovar para Educar” que tem como objetivo fornecer subsídios para a implementação dos laboratórios de informática para a realização de atividades educacionais e pedagógicas inovadoras e de qualidade junto aos adolescentes em medidas socioeducativas. Com esse avanço, cursos e outras atividades pedagógicas podem ser realizadas sem interferir em outros espaços das Unidades e, assim, obter mais êxito em seus objetivos.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Comunidade do Tatuquara recebeu serviços gratuitos na Feira da Cidadania da Secretaria de Justiça

A comunidade do Tatuquara recebeu nesta sexta-feira (27) a Feira da Cidadania. A ação da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho oferece serviços gratuitos do Governo do Paraná aos cidadãos. O evento foi realizado no Centro de Esporte e Lazer Santa Rita, no bairro Tatuquara, em Curitiba, e leva ofertas de emprego, o ID Jovem, atendimento aos idosos, imigrantes, pessoas com deficiência, além de serviços da Sanepar e do Detran, é o governo no bairro.

Em formato de mutirão, a Feira da Cidadania aproxima o cidadão das ações que o governo do Estado oferece. “Estamos proporcionando a inclusão social por meio de um atendimento individualizado e humanizado nas Feiras da Cidadania, oferecendo diversos serviços sem custo para a melhoria da qualidade de vida da população que mais precisa”, explica o secretário Ney Leprevost. O secretário afirmou ainda que a intenção é levar a Feira a todas as regionais de Curitiba.

Um dos destaques da Feira no Tatuquara foi a Agência do Trabalhador de Curitiba, que conseguiu com empresas parceiras da região 100 vagas de emprego com carteira assinada. “Visitamos as empresas durante a semana para poder atender a demanda dos que procuram emprego aqui”, conta Rafael Santos, gerente da Agência do Trabalhador de Curitiba. Um exemplo é o Thomas, que esteve na feira e saiu contratado por uma rede de supermercados. “Estou muito feliz e agradeço a vocês que vieram aqui ajudar a gente”, comemorou.
.
(Via Assessoria de Imprensa).

Cartão Futuro da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho tem adesão do município de Paranaguá

O Governo do Estado oficializou nesta quinta-feira (26) a adesão do município de Paranaguá ao Programa Cartão Futuro, que é executado pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná. O convênio foi assinado pelo secretário estadual Ney Leprevost e pelo prefeito de Paranaguá Marcelo Roque e tem como principal objetivo incentivar a empregabilidade para os jovens aprendizes que estão entrando no mercado de trabalho. A iniciativa, que foi criada na gestão do governador Ratinho Junior, também tem como proposta garantir o emprego dos jovens que já estão empregados através de incentivos às empresas e com isso evitar as dispensas decorrentes da crise econômica provocada pela pandemia da Covid-19.

“Sabemos como é difícil para as pessoas que estão começando conquistarem a primeira vaga no mercado de trabalho. Com o cartão futuro o Governo do Estado paga uma parte do salário do jovem aprendiz e a empresa paga a outra parte”, esclareceu o secretário Ney Leprevost, reforçando o convite para outras empresas aderirem ao programa.

O empregador que mantiver contratos ativos com aprendizes recebe do governo estadual uma subvenção econômica mensal de R$ 300,00 por 90 dias. Em caso de contratação de jovem aprendiz com deficiência, egresso de unidades prisionais, do Sistema de Atendimento Socioeducativo ou que estejam cumprindo medidas socioeducativas o subsídio passa para R$ 450,00.

A empresa Terminais de Contêineres de Paranaguá também participou do evento, garantindo a participação no programa com a manutenção dos jovens aprendizes que fazem parte do seu quadro de funcionários.

Ney destacou ainda a parceria firmada com o município através do prefeito Marcelo Roque e do secretário municipal do Trabalho e Assuntos Sindicais, João Lozano, e lembrou da importância da Agência do Trabalhador de Paranaguá representada pela gerente Daniele Vilarinho.

Em 2021, o governo Ratinho Junior irá investir R$ 58 milhões no programa. A maior parte desse valor – R$ 50 milhões – é oriunda do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) e foi aprovada pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca). O complemento é pago com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. A expectativa do Governo do Estado é incentivar a contratação e manutenção de até 15 mil contratos de trabalho de aprendizes no Paraná.

Durante o evento, também aconteceu a adesão ao programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Ebapi) pelos prefeitos de Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná. O programa tem como meta incentivar a promoção de ações destinadas ao envelhecimento ativo, saudável, sustentável e cidadão da população.

(Via assessoria de imprensa).

Paraná tem o melhor mês de julho na criação de empregos desde 2010

O Paraná manteve o ritmo de criação de empregos. O Estado registrou saldo positivo de 14.492 empregos de carteira assinada, o melhor resultado para o mês de julho desde 2010, quando o saldo positivo entre admissões e dispensas havia sido de 12.723. O dado é do Caged, do Ministério do Trabalho. Durante o mês foram 123.891 contratações e 109.399 dispensas.

O saldo acumulado do ano é de 219.337 de novos empregos. O resultado mantém o Paraná entre os cinco estados que mais criaram novas vagas em 2021 – assim como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina, demonstrando a recuperação econômica após a fase mais crítica da pandemia. O comparativo com julho de 2020 comprova a recuperação da empregabilidade no Paraná – no ano passado o mês teve um saldo positivo de 8.833 e em 2019 foi de 571.

O indicador que mais reflete a recuperação de setores atingidos pela crise sanitária é o setor de comércio e serviços, que foi o responsável pela criação de 10.749 novas vagas em julho, ficando à frente da indústria em geral, que abriu 2.844 novos postos de trabalho. O setor da construção também obteve um resultado importante com um saldo positivo de 834 empregos de carteira assinada.

“Estes resultados indicam a considerável melhora na retomada da geração de empregos do Paraná. As ações conjuntas do governador Ratinho Júnior para atrair novas empresas e as atitudes proativas desenvolvidas pela nossa equipe na Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, através das Agências do Trabalhador, buscando as vagas com carteira assinada junto às empresas, estão dando resultado”, afirma o secretário Ney Leprevost.

A criação de vagas ocorre em ritmo mais acelerado nos centros urbanos do Estado, uma vez que os empregos são no comércio e setor de serviços. Curitiba foi a cidade que mais criou, com 4.440 novos empregos; seguida de Maringá com 1.009; Londrina, 859; Cascavel 720; São José dos Pinhais, 584; Umuarama, 276; Toledo, 201; Apucarana 148; Campo Largo, 144 e Ponta Grossa, 132.

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho repassa R$ 729 mil a entidades de voluntariado

Na Semana do Voluntariado, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho repassou recursos para entidades paranaenses que atendem a idosos e crianças no Paraná. Foram contempladas a Associação Beneficente Curitibana; Recanto de Esperança de Curitiba; Associação Antônio e Marcos Cavanis, de Ponta Grossa; Associação Lar Rosas Unidas de Marechal Cândido Rondon e Asilo São Vicente de Paulo, do município de Castro. No total foram destinados R$ 729 mil para as instituições.

“Durante a pandemia, se não fosse o trabalho realizado por essas entidades, a situação das pessoas em vulnerabilidade teria sido bem pior”, afirma o secretário Ney Leprevost.

A Associação Beneficente Curitibana recebeu R$ 80 mil; o Lar das Rosas Unidas, de Marechal Cândido recebeu R$ 200 mil e o Asilo São Vicente de Paulo, de Ponta Grossa, recebeu R$ 197 mil. Essas entidades atendem a pessoas idosas e receberam recursos do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso do Paraná. O Recanto Esperança de Curitiba, que recebeu R$ 150 mil, e a Associação Antônio e Marcos Cavanis, de Ponta Grossa, que recebeu R$ 101 mil, trabalham com crianças em situação de vulnerabilidade. As duas instituições tiveram repasses do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paraná.

“É bom ter a atenção do gestor público e o reconhecimento de que trabalhamos como parceiros para atender aqueles que precisam na nossa comunidade”, disse Padre João Holanda, representante da Associação Antônio e Marcos Cavanis.

(Via Assessoria de Imprensa)

No Dia da Infância, Secretaria de Justiça, Família e Trabalho realiza ação de conscientização sobre direitos da criança

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, através do Departamento de Políticas para a Criança e o Adolescente e da Força-Tarefa Infância Segura, vinculada ao Departamento de Justiça, promoveu nesta terça-feira, 24, data em que é celebrada o Dia da Infância, ações de conscientização sobre os direitos da criança.

Durante uma das ações, realizada na rua XV de Novembro, em Curitiba, foram distribuídos exemplares do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e foi feita uma exposição de brinquedos tradicionais e símbolos da infância.

O secretário Ney Leprevost fez questão de acompanhar a ação e lembrou que o Estado está avançando na área da infância com políticas públicas direcionadas ao segmento, como o Orçamento Criança e o programa Criança Feliz, que é voltado a primeira infância (até 06 anos de idade). “Hoje o Paraná é referência na proteção à criança para todos os estados do Brasil”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa Pedro Mariucci Neto).

Agência francesa escolhe o Paraná como referência em empregabilidade no Brasil

Pelo seu ótimo desempenho na colocação de trabalhadores no mercado de trabalho, o Paraná foi selecionado pela agência francesa Pôle Emploi para estabelecer parceria com a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e beneficiar todas as 216 Agências do Trabalhador. No Brasil foram somente dois estados escolhidos, sendo que Roraima foi o outro selecionado.

O objetivo da parceria é melhorar o sistema de tecnologia para atendimento ao trabalhador e também para a geração de dados e relatórios sobre a intermediação de vagas. Na França, são mais de dez mil agências do trabalhador que funcionam em parceria com a iniciativa privada.

“O Paraná foi o quarto Estado do Brasil que mais gerou emprego neste ano. O esforço do governo Ratinho Júnior de atrair investimentos e indústrias tem apresentado excelentes resultados. Da nossa parte, estamos trabalhando para oferecer uma mão de obra de qualidade e de forma rápida e organizada, através das nossas Agências do Trabalhador”, analisa o secretário Ney Leprevost.

Essa rede das Agências do Trabalhador do Paraná garantiu ao Estado a liderança nacional na oferta de vagas, no número de encaminhamentos, no número de trabalhadores colocados com carteira assinada no mercado de trabalho. De acordo com o relatório divulgado pela pesquisa Intermediação de Mão de Obra (IMO), do Ministério do Trabalho, as Agências do Trabalhador do Paraná, no primeiro semestre, ofereceram mais de 86 mil vagas, encaminharam mais de 202 mil candidatos a emprego e conseguiram efetivar mais de 49 mil contratações.

Pôle Emploi – O grupo Pôle Emploi é composto por 54.500 agências em toda a França. As unidades desempenham serviços semelhantes às Agências do Trabalhador, encaminhando candidatos a emprego e captando vagas com empregadores. A agência francesa conta com um corpo de conselheiros, treinadores, especialistas no relacionamento comercial, digital e direito social.

(Via assessoria de imprensa).

Agência francesa escolhe o Paraná como referência em empregabilidade no Brasil

Pelo seu ótimo desempenho na colocação de trabalhadores no mercado de trabalho, o Paraná foi selecionado pela agência francesa Pôle Emploi para estabelecer parceria com a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e beneficiar todas as 216 Agências do Trabalhador. No Brasil foram somente dois estados escolhidos, sendo que Roraima foi o outro selecionado.

O objetivo da parceria é melhorar o sistema de tecnologia para atendimento ao trabalhador e também para a geração de dados e relatórios sobre a intermediação de vagas. Na França, são mais de dez mil agências do trabalhador que funcionam em parceria com a iniciativa privada.

“O Paraná foi o quarto Estado do Brasil que mais gerou emprego neste ano. O esforço do governo Ratinho Júnior de atrair investimentos e indústrias tem apresentado excelentes resultados. Da nossa parte, estamos trabalhando para oferecer uma mão de obra de qualidade e de forma rápida e organizada, através das nossas Agências do Trabalhador”, analisa o secretário Ney Leprevost.

Essa rede das Agências do Trabalhador do Paraná garantiu ao Estado a liderança nacional na oferta de vagas, no número de encaminhamentos, no número de trabalhadores colocados com carteira assinada no mercado de trabalho. De acordo com o relatório divulgado pela pesquisa Intermediação de Mão de Obra (IMO), do Ministério do Trabalho, as Agências do Trabalhador do Paraná, no primeiro semestre, ofereceram mais de 86 mil vagas, encaminharam mais de 202 mil candidatos a emprego e conseguiram efetivar mais de 49 mil contratações.

Pôle Emploi – O grupo Pôle Emploi é composto por 54.500 agências em toda a França. As unidades desempenham serviços semelhantes às Agências do Trabalhador, encaminhando candidatos a emprego e captando vagas com empregadores. A agência francesa conta com um corpo de conselheiros, treinadores, especialistas no relacionamento comercial, digital e direito social.

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e Abrasel proporcionam cursos gratuitos para profissionais de restaurantes com vagas de empregos garantidas

Uma parceria firmada entra a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel) resultará na inserção de 162 novos profissionais qualificados para trabalharem no segmento gastronômico.

A parceria foi assinada nesta segunda-feira (23) entre o secretário Ney Leprevost e o diretor executivo da Abrasel-PR, Luciano Bartolomeu. Estão sendo oferecidos os cursos de cozinha a la carte, cozinha de buffet, atendimento em salão e caixa. Os alunos recebem bolsa integral da Abrasel, que conta com recursos financeiros da Fomento Paraná e do BRDE.

Os cursos são oferecidos a jovens de 18 a 29 anos de Curitiba e Região Metropolitana. Os selecionados têm direito a uniforme, material didático e a vale-transporte, sendo que no final do curso serão encaminhados automaticamente aos restaurantes cadastrados para contratação com carteira assinada, com salário inicial de R$ 1.400,00.

“Cursos profissionalizantes são oportunidades que os trabalhadores têm para se capacitar e aumentarem as chances de conseguir um emprego melhor”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

“Essa parceria foi muito importante para o nosso segmento, uma vez que não existem cursos gratuitos de qualidade no setor, ao mesmo tempo em que os estabelecimentos têm muitas vagas que precisam ser preenchidas”, afirma Luciano Bartolomeu da Abrasel.

O processo seletivo para o curso tem quatro fases: avaliação de ficha de inscrição, redação, entrevista telefônica e presencial com teste de personalidade. As inscrições podem ser feitas por meio do link bit.ly/36ShMy0

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e Fael oferecem cursos gratuitos para microempreendedor

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, assinou nesta segunda-feira (23) uma parceria com Faculdade Educacional da Lapa (Fael) para o oferecimento de cursos gratuitos em seis áreas. Os cursos serão virtuais e divulgados pelas agências do trabalhador do Paraná.

A Fael vai fornecer a formação de: Orientação de como ser um microempreendedor individual; Plataforma Google Forms; Educação Financeira; Imposto sobre a Renda de Pessoa Física; Emprego e Carreira e Pré-incubadora de Negócios Fael.

Alguns desses cursos atendem ao perfil das pessoas que procuram as agências de emprego do Estado, como é o caso da orientação para ser um microempreendedor individual. Hoje, as agências oferecem microcréditos para os candidatos abrirem pequenos negócios. Outro tema relacionado é o “Emprego e Carreira”, que orienta os candidatos a uma vaga de trabalho de como se comportar em uma entrevista ou elaborar um currículo.

“Principalmente no primeiro emprego, muitos jovens não sabem por onde começar e a nossa Secretaria está empenhada em ajudá-los a ingressar no mercado de trabalho”, explica o secretário Ney Leprevost.

A coordenadora de Extensão e Responsabilidade da Fael, Vera Lucia Costa, diz que os cursos fazem parte da base nacional curricular e têm capacidade de atender as pessoas de qualquer município. “A parceria atende a nossa política de responsabilidade social. Os nossos cursos oferecem oportunidades para o público que procura as agências do trabalhador”, afirma.

“Lançamos uma série de ações para a empregabilidade e qualificação profissional, com o objetivo de inserir no mercado de trabalho cada vez mais gente, pois o emprego é melhor programa social”, afirma Leprevost.

Mais informações podem ser obtidas através do link: faelflix.com.br/sessao-2?type=tutors&search=1109492

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho já registrou 2.696 Carteiras de Identificação da Pessoa Autista

O Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho aprovou e registrou 2.696 carteiras de identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. O documento garante a prioridade no atendimento em serviços públicos – em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social – e também privados – como farmácias, supermercados, bancos e outros estabelecimentos comerciais.

O secretário Ney Leprevost destacou a importância da iniciativa. “Trabalhamos muito para que viabilizar essa iniciativa no Paraná. Somos um dos primeiros estados do Brasil a adotar esta iniciativa. Muitas vezes a pessoa não tem como comprovar que está no espectro, então o grande benefício é ter identificação, evitando assim o preconceito ou interpretações equivocadas”, explicou o secretário Ney Leprevost.

O aumento pela procura do documento, que é gratuito, ocorreu entre abril e início de agosto deste ano, com a concessão de 1.443 novos registros.

“O cidadão entra pelo portal www.carteiradoautista.pr.gov.br e preenche os dados, com isso será gerada uma carteira digital. As informações coletadas serão empregadas na criação de um banco de dados que servirá para aprimorar os serviços já oferecidos. A pessoa também poderá imprimir a carteirinha, que vai conter um QRCode com todos os dados, agilizando a burocracia que antes existia, demorava-se demais para conseguir a carteira. Os números comprovam o quanto esse serviço tem sido eficiente”, afirmou o presidente da Celepar, Leandro Moura.

O programa para cadastramento e criação do banco de dados está sendo coordenado pelo Departamento da Política para Pessoa com Deficiência, chefiado por Felipe Braga Côrtes, da equipe de Leprevost e o desenvolvimento da plataforma foi feito pela Celepar.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho realiza ações em prol da população em situação de rua

A pandemia agravou as dificuldades da população que está em situação de rua. Embora o cuidado direto destas pessoas seja responsabilidade das prefeituras, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho tem realizado uma série de ações para, pelo menos, diminuir o sofrimento dessas pessoas. No Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua, celebrado em 19 de agosto, o secretário Ney Leprevost destaca a necessidade de sensibilizar as pessoas para promover a defesa, a proteção, e a promoção dos direitos fundamentais previstos na Constituição.

A Sejuf atua através do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política da População em Situação de Rua, que tem realizado ações de destaque durante este ano. No início do inverno, enviou nota técnica aos 399 municípios paranaenses bem como aos Conselhos Municipais da Assistência Social, alertando a necessidade de providências de acolhimento, alimento e agasalhos.

No mês de Agosto, durante as baixas temperaturas, foram realizados, em parceria com a Defesa Civil e demais órgãos, alertas e distribuídos mais de cinco mil quilos de alimentos, além de cobertores, agasalhos e sopas. Equipes da Sejuf percorreram as ruas de Curitiba, nos três dias de maior frio, para oferecer agasalhos e acolhimento.

“É fundamental olhar para o próximo e fazer uma boa ação. Além do frio, convivemos com essa pandemia devastadora, o que torna nossas ações ainda mais importantes. Quero agradecer de coração a todos aqueles que ajudaram”, afirma o secretário Ney Leprevost.

A Comissão da Secretaria realizou um levantamento do número de pessoas que estão em situação de rua no Paraná. No total, 9.653 pessoas foram inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, destes: 42 pessoas do gênero feminino de 0 a 17 anos; 957 do mesmo gênero de 18 à 60 anos; e 48 deste gênero com mais de 60 anos. Do gênero masculino, segmenta-se em 69 pessoas de 0 a 17 anos; 7.866 pessoas de 18 a 60 anos; e 671 com mais 60 anos.

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho faz repasse de R$ 588 mil para atender crianças em vulnerabilidade

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho fez um repasse de R$ 588.632,56 para atender crianças e adolescentes em vulnerabilidade, assistidos pelo Centro Educacional Marista Irmã Eunice Benato. O recurso foi captado através do “Banco de Projetos” e aprovado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca).

“Nosso objetivo é melhorar a estrutura das instituições civis e estimular ainda mais o desenvolvimento de ações voltadas à promoção, defesa e garantia de direitos das nossas crianças e adolescentes”, explica o secretário Ney Leprevost.

O Banco de Projetos é uma fonte de captação de recursos para estimular as Organizações da Sociedade Civil apresentam propostas para implantação, estruturação e desenvolvimento de ações que promovam a garantia e os direitos fundamentais de crianças e adolescentes. Com a autorização do Cedca, as entidades conseguem captar junto às empresas doações de imposto de renda.

O Centro Marista atua em três municípios do Paraná, Curitiba, Guaraqueçaba e Itapejara do Oeste. A expectativa da instituição é de atender cerca de 600 crianças e adolescentes.

(Via Assessoria de Imprensa)

Em menos de 20 dias, Ônibus Lilás da Secretaria de Justiça Família e Trabalho já percorreu 10 municípios do Paraná levando atendimento as mulheres vítimas de violência

Somente nestes 20 primeiros dias do mês de agosto, o Ônibus Lilás da Secretaria de Justiça Família e Trabalho já percorreu 10 municípios do Paraná e esteve no bairro Santa Felicidade, em Curitiba, levando atendimento a mulheres vítimas de violência. O veículo itinerante já passou por Fazenda Rio Grande, Toledo, São Pedro do Iguaçu, Formosa do Oeste, Assis Chateaubriand, Guaíra, bairro Santa Felicidade (Curitiba), Porto Vitória, General Carneiro, União da Vitória e Cruz Machado.

“Este é mais um instrumento que a nossa secretaria oferece no enfrentamento à violência contra mulheres. Ele simboliza um marco contra qualquer agressão e celebra, nesse Agosto Lilás, os 15 anos da Lei Maria da Penha”, disse o secretário Ney Leprevost.

Na unidade móvel, as mulheres recebem informações sobre a conscientização dos seus direitos, além de obter atendimento psicológico, social e orientação jurídica e são atendidas diretamente por psicólogas, assistentes sociais e assistentes jurídicas.

“Foram atendidas em média 100 mulheres de todas as faixas etárias por dia nos municípios que já percorreu. A maior procura foi para conhecer o ônibus, saber sobre os direitos da mulher e buscar material gráfico informativo e cartilhas orientativas”, disse a chefe do Departamento de Garantias de Direitos da Mulher, Mara Sperandio.

No interior da unidade móvel é feito o atendimento ao enfrentamento da violência e, no entorno, são propostas outras ações também voltadas para as mulheres, como palestras, aferição de pressão e diabetes.
São ao todo duas unidades móveis do Ônibus Lilás que percorrem o estado e o agendamento acontece em parceria com as prefeituras municipais.

“Nossa regional recebeu o Ônibus Lilás e atendemos 16 municípios da região, inclusive Guaíra. Foi uma grande satisfação poder ter essa semana toda de atendimentos”, declarou a técnica do Escritório Regional de Toledo e idealizadora do roteiro para o Agosto Lilás, Vanessa Daiana Galdino Sanches Lange.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Conselho Estadual dos Direitos da Mulher convoca eleições para representantes das Organizações da Sociedade Civil

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho informa que o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedm) está com inscrições abertas para as entidades interessadas em representar a Sociedade Civil no biênio 2021/2023. As eleições estão marcadas para o dia 7 de outubro e a inscrições pode ser feita até o dia 10 de setembro através do e-mail cedmpr.inscricoes@gmail.com

Entidades não-governamentais que têm trabalhos voltados ao atendimento, promoção e defesa dos direitos da mulher, com atuação no Estado do Paraná podem participar do processo eleitoral e, também, a Organização da Sociedade Civil que se enquadrar em uma das seguintes modalidades: Instituições de Ensino Superior – IES; Entidades, redes e articulações feministas e de defesa dos direitos das mulheres; Entidades de caráter sindical, associativa, profissional ou de classe que atuem na defesa da democracia e na promoção da igualdade social e dos direitos das mulheres.

“A recomposição do Cedm é fundamental para que o Paraná tenha um conselho forte e plural, que possa fazer frente à onda crescente de feminicídios e violências contra as mulheres, na busca por políticas públicas que garantam qualidade de vida sob todos os aspectos sociais”, declarou a presidente de Conselho Estadual dos Direitos da Mulher – PR, Maria Isabel Corrêa.

As 13 vagas da Sociedade Civil serão ocupadas por: uma vaga para as Instituições de Ensino Superior; oito vagas para as entidades e articulações feministas de defesa dos direitos das mulheres; quatro vagas para as entidades e articulações de caráter sindical, associativa, profissional ou de classe que atuem na defesa da democracia e na promoção da igualdade social e dos direitos das mulheres, seguindo os critérios estabelecidos pelo parágrafo único, do artigo 16, do Regimento Interno do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher – CEDM/PR – http://www.cedm.pr.gov.br/sites/cedm/arquivos_restritos/files/migrados/File/publicacoes/Regimento-interno-CEDM-alterado-junho.pdf

As entidades da sociedade civil poderão ser habilitadas apenas para votar na assembleia de eleição ou para votar e serem candidatas. Para mais informações e detalhes sobre o edital, basta acessar o link: http://www.cedm.pr.gov.br/Pagina/Eleicoes-CEDM ou ligar no telefone 41 3210-2851 ou pelo e-mail cedm@sejuf.pr.gov.br com a secretária-executiva do Conselho, sra. Fernanda Marchione.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Ação “50+” de empregos para maiores de 50 anos começou na Agência do Trabalhador de Curitiba

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, realizou nesta quinta-feira (19) uma ação de empregabilidade para pessoas com mais de 50 anos. A iniciativa contou com a participação de 17 empresas, que disponibilizaram 400 vagas na Agência do Trabalhador de Curitiba.

A retomada da economia pós-pandemia tem sido uma das preocupações do Governo do Estado e a Sejuf tem feito sua parte na promoção da empregabilidade nas 216 agências do trabalhador do Paraná, como no último dia 12, que promoveu o mutirão do Primeiro Emprego para o público jovem.

De acordo com o secretário Ney Leprevost o projeto “50 mais” é o início de um programa de empregabilidade para pessoas com mais de 50 anos de idade. “A maior dificuldade para uma pessoa nesta faixa etária é voltar ao mercado de trabalho. Nossa ideia é dar esta oportunidade aos que tem mais de 50”, explica o secretário Ney Leprevost.

A iniciativa atraiu centenas de candidatos para a Agência do Trabalhador de Curitiba. Boa parte das pessoas foi encaminhada para a entrevista de emprego. “Eu estava assistindo TV e fiquei sabendo das vagas de emprego e achei maravilhoso, porque acima de 50 está tão difícil”, disse Josélia Padilha das Neves, de 73 anos, candidata a uma das vagas.

(Via Assessoria de Imprensa)

Secretário Ney Leprevost leva postos avançados das Agências do Trabalhador a 31 municípios do Norte e Norte Pioneio. Parcerias foram assinadas em Cornélio Procópio durante evento de interiorização da secretaria de Justiça

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, esteve nesta quarta-feira (18) no município de Cornélio Procópio liderando o processo de interiorização da pasta. A iniciativa contou com presença de diversos prefeitos do Norte e do Norte Pioneiro.

De acordo com o secretário, é importante integrar as pessoas que fazem o atendimento de ponta nos municípios, com a estrutura de funcionamento da pasta. A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho envolve diversas áreas importantes do Governo Ratinho Junior, como políticas públicas das crianças, dos adolescentes, das pessoas idosas, das mulheres, das pessoas com deficiência, defesa do consumidor e assistência social, além da intermediação da mão de obra no mercado de trabalho e da qualificação profissional.

A agenda do secretário Ney Leprevost na região começou em um encontro com empresários. “O motivo da minha vinda é para colocar à disposição o nosso trabalho. Muito obrigado pelos empregos que vocês geram, muito obrigado por confiarem no Paraná e na nossa gente”, disse Leprevost.

As equipes da Secretaria que participam da ação apresentam os projetos e programas que estão em andamento e as suas aplicações nas realidades locais das diversas regiões do Estado. A Sejuf tem oferecido apoio para as pessoas encontrarem empregos, através das 216 Agências do Trabalhador e nesta quarta o secretário assinou parcerias com os prefeitos para instalação de 31 Postos Avançados e da qualificação dos trabalhadores com as Carretas do Conhecimento.

“Queremos agradecer ao governo do Estado e ao amigo Ney Leprevost. A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho é de suma importância para o Paraná, porque a preocupação de todo governante hoje é o pós-covid. A gente está chegando a um momento de equilíbrio da pandemia, no Paraná e na nossa região, e a preocupação de toda a classe empresarial é fazer com que haja ofertas de trabalho, para que as pessoas possam viver com dignidade”, afirmou o prefeito de Cornélio Procópio, Amin Annouche.

A parceria da secretaria com as empresas foi muito bem recebida pelo empresariado local: “Para nós é importante essa aproximação que o secretário Ney faz. É uma honra muito grande receber o governo no interior para que essa aproximação seja produtiva”, declarou Eduardo César Quero, presidente da Associação Comercial de Cornélio Procópio.

Além da área de emprego, a interiorização envolve programas e projetos das áreas de assistência social, proteção à mulher e da criança e do adolescente, com o Ônibus Lilás e a Força-Tarefa Infância Segura.

(Via assessoria de imprensa).

Paraná abre crédito para jovens empreendedores e incentivos para empresas que contratam primeiro emprego

O Governo do Paraná lançou nesta segunda-feira (16) dois convênios para os jovens do Paraná, com incentivo às empresas para a contratação de trabalhadores de 18 a 29 anos e também para a concessão de microcréditos para jovens empreendedores. As parcerias foram firmadas pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), representado pelo seu vice-presidente, Wilson Bley, e a Fomento Paraná, através do presidente da instituição, Heraldo Alves das Neves.

“Queremos atender os jovens que estão abrindo seu negócio e começando a ter sua primeira oportunidade como empresário, ou o jovem que já tem o seu negócio acontecendo e deseja ampliá-lo. Essa é uma linha de crédito subsidiada, o que quer dizer que, no mercado financeiro, não terá juro tão barato”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Essas linhas de crédito são acessíveis para pessoas físicas ou jurídicas que buscam fomentar seu negócio sem comprometer o fluxo de caixa da empresa com parcelas de empréstimos elevadas. Além da burocracia reduzida, os empréstimos de linhas de fomento cobram taxas de juros menores do que o mercado financeiro, possibilitando ao empreendedor conseguir um aporte maior por uma parcela menor.

“O Paraná está em um momento de retomada da economia. A empregabilidade é um indicador importante de que estamos no caminho certo. Somos o quarto Estado do Brasil que mais gerou novas vagas e o primeiro do Sul,” ressalta o secretário Ney Leprevost.

A parceria com o BRDE irá viabilizar o projeto Jovem Empreendedor. O objetivo é oferecer uma linha de crédito para incentivar as empresas na contratação do público jovem (de 18 a 29 anos).

O convênio com a Fomento Paraná será para viabilizar novas linhas de crédito para apoiar empreendedores jovens que desejam investir em um negócio próprio. O microcrédito é composto por empréstimos e financiamentos de até R$ 20 mil, com até três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento. É destinado a trabalhadores informais, empreendedores individuais e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil.

De acordo com o coordenador de Políticas Públicas para a Juventude, Samuel Tives, “o apreço pelo empreendedorismo tem conquistado cada vez mais adeptos nos últimos tempos, especialmente entre os jovens, que estão deixando de lado a busca por carreiras em grandes empresas para tomarem conta do próprio negócio”, disse.

O presidente do Conselho Estadual da Juventude do Paraná, Marcos Costa, destacou o esforço do governo em encontrar soluções para os jovens diante do cenário de crise. “Durante a pandemia fomos atrás de soluções, que resultaram em ações como essa, que parece simples, mas terá impacto nas vidas de milhares de jovens”, afirmou Costa.

As linhas de crédito da Fomento Paraná serão disponibilizadas nas 216 Agências do Trabalhador do Paraná. Já as linhas de crédito do BRDE serão disponibilizadas no próprio local, Av. João Gualberto, 570 – Alto da Glória, Curitiba – PR, mediante agendamento prévio durante a pandemia, e também de forma online através do site https://www.brde.com.br/

Além do governador, Carlos Massa Ratinho Junior, do secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, do vice-presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Wilson Bley, e do presidente da Fomento Paraná, Heraldo Alves das Neves, também participaram do evento o vice-governador, Darci Piana, o secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva, o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputavo Hussein Bakri, o deputado Nelson Luersen, presidente do Conselho Estadual da Juventude, Marcos Costa, o coordenador da J…
[17:50, 16/08/2021] Ney: Semana começa com 3.781 vagas ofertadas pelas Agências do Trabalhador

As 216 Agências do Trabalhador do Estado ofertam nesta semana 3.781 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Destas, 1.845 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) é responsável pela captação e intermediação de vagas nas Agências do Trabalhador no Estado. ““Este é um reflexo direto da nossa gestão proativa em encaminhar as pessoas para estas empresas e qualificar a mão de obra”, afirma o secretário Ney Leprevost, reforçando a importância do trabalho proativo da captação de vagas junto as empresas do Paraná.

A maioria dos postos de trabalho ofertada nas unidades do Paraná é para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para operador de telemarketing (543), auxiliar administrativo (455), alimentador de linha de produção (212) e ajudante de carga e descarga de mercadoria (111).

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelos sites empregabrasil.mte.gov.br e http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais

A Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento está sendo feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br

É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

VAGAS EM DESTAQUE – A agência do Trabalhador de Curitiba tem vagas para início imediato: 32 vagas de auxiliar de linha de produção, 22 vagas de assistente de vendas, 2 vagas de mecânico diesel, 1 vaga de borracheiro e 1 técnico em segurança do trabalho.

ATENDIMENTOS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador de seu município. Na capital paranaenses, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através do link: https://www.justica.pr.gov.br/Trabalho

(Via assessoria de imprensa).

Semana começa com 3.781 vagas ofertadas pelas Agências do Trabalhador

As 216 Agências do Trabalhador do Estado ofertam nesta semana 3.781 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Destas, 1.845 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) é responsável pela captação e intermediação de vagas nas Agências do Trabalhador no Estado. ““Este é um reflexo direto da nossa gestão proativa em encaminhar as pessoas para estas empresas e qualificar a mão de obra”, afirma o secretário Ney Leprevost, reforçando a importância do trabalho proativo da captação de vagas junto as empresas do Paraná.

A maioria dos postos de trabalho ofertada nas unidades do Paraná é para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para operador de telemarketing (543), auxiliar administrativo (455), alimentador de linha de produção (212) e ajudante de carga e descarga de mercadoria (111).

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelos sites empregabrasil.mte.gov.br e http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais

A Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento está sendo feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br

É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

VAGAS EM DESTAQUE – A agência do Trabalhador de Curitiba tem vagas para início imediato: 32 vagas de auxiliar de linha de produção, 22 vagas de assistente de vendas, 2 vagas de mecânico diesel, 1 vaga de borracheiro e 1 técnico em segurança do trabalho.

ATENDIMENTOS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador de seu município. Na capital paranaenses, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através do link: https://www.justica.pr.gov.br/Trabalho

(Via assessoria de imprensa).

Programa Nossa Gente Paraná da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho já entregou 598 casas para a população em vulnerabilidade

O Programa Casa Fácil, vinculado ao Nossa Gente Paraná da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, chegou nesta semana à marca de 598 casas entregues à população em 22 municípios do Estado, sem nenhum custo. Nesta semana foram repassadas 32 moradias em Flórida e outras 25 em Prudentópolis. Nesta sexta-feira (13), o governador entrega as unidades de Centenário do Sul e Itaguajé

No momento, 822 unidades estão em diferentes etapas de execução. Desde 2019, já foram investidos R$ 108 milhões pelo Governo do Estado, resultado de uma parceria da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“Este investimento do governo Ratinho Junior vai proporcionar as famílias mais vulneráveis melhores condições de vida e novas oportunidades com dignidade e inclusão. Trabalhamos muito para conseguir os recursos para estas obras com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)”, ressaltou o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

A seleção das famílias que recebem as casas é feita entre os inscritos no cadastro da Cohapar, com renda de até dois salários mínimos e participantes de programas assistenciais, incluindo o Nossa Gente. A prioridade é para as famílias com menor renda e que comprovem capacidade de financiamento. Também há prioridade de atendimento para idosos, pessoas com deficiência ou chefiadas por mulheres, bem como residentes em áreas de risco ou impróprias.

Todas as casas são compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, em lotes e cujos modelos arquitetônicos permitem ampliações futuras pelos proprietários. As regiões onde são construídas as casas recebem intervenções urbanas através do programa Paraná Cidades.

(Via Assessoria de Imprensa)

Banco C6 é multado pelo Procon-PR em 90 mil reais por realizar empréstimos não solicitados pelos consumidores

O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, autorizou nesta quinta-feira (12/08) que o Procon-Pr , órgão vinculado a Secretaria de Justiça, multe em R$ 90 mil o Banco C6 por prática abusiva e outras infrações que ferem o Código de Defesa do Consumidor.

Em todo Paraná consumidores reclamaram que foram surpreendidos com empréstimos consignados não solicitados e com o desconto das parcelas em suas contas destinadas ao recebimento de benefícios de aposentadoria e pensão do INSS.

Ao conceder empréstimo sem solicitação e fazer o desconto das respectivas parcelas, o Banco C6 cometeu prática abusiva. Além disso, a empresa aproveitou-se da idade e do fato dos consumidores serem titulares de aposentadoria e pensão, e usou os dados das pessoas sem o devido consentimento, transferindo aos consumidores o ônus de comprovar que os contratos não eram válidos.

De acordo com o secretário Ney Leprevost “os consumidores não solicitaram nem autorizaram esses empréstimos e, ao procurarem o C6, não conseguiram resolver a situação. Dai a aplicação das multas”, afirmou.

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Agências do Trabalhador do Paraná oferecem mais de 1300 vagas em ações do Primeiro Emprego no Dia Internacional da Juventude

As 216 Agências do Trabalhador do Paraná, vinculadas à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, ofereceram mais de 1.300 vagas destinadas a jovens candidatos ao Primeiro Emprego. A ação fez parte das comemorações do Dia Internacional da Juventude. Só na agência de Curitiba foram ofertados 362 empregos com carteira assinada.

Os jovens tiveram guichês especiais para o atendimento. A maioria das vagas de Curitiba é para operador de telemarketing, mas também foram ofertados postos de técnico de enfermagem e auxiliar de linha de produção.

“Foi uma maneira feliz e eficaz de comemorar o Dia Internacional da Juventude. Convidamos as empresas parceiras para oferecer as vagas para os jovens que querem ingressar no mercado de trabalho”, afirma o secretário Ney Leprevost.

A iniciativa atraiu mais de 500 jovens para a agência de Curitiba. Boa parte dos jovens foi encaminhada para a entrevista de emprego. O sucesso da iniciativa fez com que o secretário Ney Leprevost determinasse manter o guichê especial para atendimento aos jovens por mais uma semana.

“Muitos jovens não sabem nem por onde começar a procurar o emprego. As nossas agências não são meros intermediadores de emprego, temos a função também de orientar os jovens de como buscar a sua vaga”, disse Leprevost.

Nas agências de outros municípios, o destaque foi para Palotina, com a Cooperativa C. Vale, que ofereceu 200 vagas aos jovens do município. Em Paranaguá, a ação ofereceu cursos de capacitação e realizou o recadastramento de pessoas que buscam o primeiro emprego.

Leprevost reforçou que a Secretaria também, oferece cursos de capacitação em todo o Paraná, através das Carretas do Conhecimento. “Também em breve vamos lançar o mesmo tipo de ação para empregar as pessoas com mais de 60 anos”, contou o secretário.

(Via Assessoria de Imprensa)

Ney Leprevost é homenageado pelo Lions Clube Internacional

Nesta quarta feira (11), Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná e deputado federal licenciado, recebeu homenagem da Associação Internacional de Lions Clubes (Distrito LD-1).

O texto do certificado diz que “Leprevost recebe a honraria em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao leonismo, ao próximo, à pátria e ao mundo”.

Ney recebeu o diploma das mãos do Governador do Distrito LD-1, Sr. João Jorceli Almeida que estava acompanhado da sua esposa, Genezi de Freitas Almeida e do presidente do Lions Clubes do Bairro Portão, de Curitiba, Sr. Joél Lobo.

Ney Leprevost agradeceu a comenda de mérito leonístico. “Fiquei muito honrado com a homenagem que recebi do Lions Clube Internacional. Faço questão de dividi-la com todos que realizam ações construtivas em prol da sociedade brasileira”, afirmou Ney.

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho realiza ação do primeiro emprego em todo Paraná e oferece mais de 200 vagas para jovens em Curitiba

Com o objetivo de estimular a contratação de jovens paranaenses que estão à procura do primeiro emprego, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento do Trabalho e da Coordenação de Políticas Públicas para a Juventude, vai realizar na próxima quinta-feira (12), Dia Internacional da Juventude, o “Dia do primeiro emprego”.

Nesta data será destinado espaço ao primeiro emprego nas 216 Agências do Trabalhador do Paraná. As agências atenderão prioritariamente os jovens com guichês exclusivos. Na Agência do Trabalhador de Curitiba (R. Pedro Ivo, 503 – Centro, Curitiba – PR), cerca de 10 empresas já estão confirmadas para às 14 horas e 30 minutos e mais de 200 vagas estarão disponíveis.

“Esta é mais uma oportunidade que a gestão do governador Ratinho Júnior construiu para os jovens do Estado ingressarem no mercado de trabalho, gerando oportunidades e garantindo o direito à empregabilidade da juventude”, afirma o Secretário Ney Leprevost.

O dia 12 de agosto é o Dia Internacional da Juventude, data definida por resolução da Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 1999, numa resposta a recomendação da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, reunida em Lisboa, de 8 a 12 de agosto de 1998.

O propósito da data é celebrar é ampliar o debate sobre questões pertinentes a juventude, e é nesse sentido que a ação vai atuar, reforçando o art.14 do Estatuto da Juventude, Lei nº 12.852, de 5 de agosto de 2013, que garante ao jovem o direito à profissionalização, ao trabalho e à renda, exercido em condições de liberdade, equidade e segurança, adequadamente remunerado e com proteção social.

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho promove reunião com chefes dos Escritórios Regionais para fortalecer a interiorização dos serviços

O secretário Ney Leprevost se reuniu nesta terça-feira, no Palácio das Araucárias, em Curitiba, com os chefes dos escritórios regionais da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho para fortalecer a interiorização dos serviços da pasta. No encontro, onde participaram todos os chefes dos departamentos da pasta, foram apresentados os projetos e programas que estão em andamento e as suas aplicações nas realidades locais das diversas regiões do Estado.

A ideia foi passar informações do funcionamento das ações, de como ter acesso aos recursos, das documentações necessárias e como prestar contas das realizações. O próximo passo será levar o pessoal técnico da Sejuf para identificar as particularidades de cada regional e ajudar a superar os eventuais obstáculos na aplicação dos programas e projetos, conforme orientação do governador Ratinho Junior.

“Os chefes dos Escritório Regionais são fundamentais para levar os serviços da Secretaria para todos os paranaenses. São eles que representam a nossa secretaria nos municípios do Estado”, disse o secretário Ney Leprevost..

De acordo com o Leprevost, é importante integrar as pessoas que fazem o atendimento de ponta nos municípios, com a estrutura de funcionamento da pasta. A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho envolve diversas áreas importantes do governo, como o atendimento a criança, a proteção da mulher, da pessoa idosa, da pessoa com deficiência, as ações sociais aos mais vulneráveis, a proteção ao consumidor e a intermediação da mão de obra no mercado de trabalho, além da capacitação através de cursos profissionalizantes.

“Essa reunião é muito importante, pois representa a união de todos os servidores da Secretaria em benefício dos paranaenses”, disse a chefe do Escritório Regional de Londrina Deise Tokano.

Já a chefe do Escritório Regional de União da Vitória, Gabrielle Bakri, elogiou a iniciativa do secretário Ney Leprevost reforçando que “estas reuniões servem para esclarecer dúvidas e fortalecer a atuação da Secretaria em todos os municípios do Paraná“.

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretário Ney Leprevost assina autorização para retomada das Carretas do Conhecimento em 36 municípios

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, se reuniu nesta segunda-feira (9) com representantes de 36 municípios do Paraná para assinar autorização de nova etapa do programa Carretas do Conhecimento. A iniciativa, que leva cursos de formação profissional para as localidades, tem qualificado mão de obra para ocupar vagas disponíveis nas diversas regiões do Paraná.

“Priorizamos a geração de empregos no Estado. O governo Ratinho Jr. Fez um forte trabalho para atrair investimentos e novas empresas para o Paraná e que precisam de bons profissionais, de trabalhadores qualificados e preparados para entrar no mercado de trabalho. Os prefeitos têm o papel de ajudar a conscientizar a população sobre a necessidade do trabalhador se qualificar”, avalia o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Nessa nova etapa, as carretas estarão presentes nas cidades de Pinhal de São Bento, Salto do Lontra, Santa Cecília do Pavão, Nova América da Colina, Rio Branco do Sul, Itaperuçu, São João do Ivaí, São Pedro do ivaí, Colombo, Francisco Beltrão, Pitanga, União da Vitória, Campo Largo, Farol, Santo Antônio da Platina, Mariluz, Cascavel, Itapejara D’Oeste, Pinhais, Ponta Grossa, Barbosa Ferraz, Goioerê, Nova Prata do Iguaçu, Maria Helena, Contenda, Capitão Leônidas Marques, Antonina, Pato Branco, Fazenda Rio Grande, Arapoti, Londrina, Coronel Vivida, Balsa Nova, Campo Magro, Marechal Cândido Rondon e Curitiba.

As novas turmas começam a ter aulas no dia 27 de setembro. Serão oferecidos nove cursos, com 80 horas de duração. Em função da pandemia, 75% dos alunos recebem o conteúdo on-line e 25% tem aulas presenciais.

O projeto Carreta do Conhecimento é uma parceria lançada da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, com a Fundação Grupo Volkswagen e o Senai-PR. Os cursos são oferecidos gratuitamente nas carretas. Nessa nova etapa, estarão abertas as inscrições para a formação nas áreas de Instalações Elétricas; Mecânica, Industrial; Mecânica Automotiva; Panificação; Confecção; Elétrica Automotiva; Informática Básica; Refrigeração de Aparelhos de Ar-condicionado e Manutenção de Motocicletas.

“Esses cursos são oportunidades que os trabalhadores têm para se capacitar e aumentarem as chances de conseguir um emprego melhor. Com as Carretas do Conhecimento estamos formando profissionais com qualificação para o mercado do trabalho”, completa Leprevost.

Os prefeitos destacam o sucesso da iniciativa e relatam a grande procura pelos cursos, esgotando as vagas em poucas horas. “Em Pinhais, temos filas de espera pelas vagas dos cursos das Carretas do Conhecimento. Se pudéssemos ampliaríamos o programa em nosso município”, afirma a prefeita de Pinhais, Marli Paulino.

(Via Assessoria de Imprensa)

Procon-PR da Secretaria de Justiça identifica que 76,8% desconhecem cuidados para efetuar pagamento com cartão de aproximação

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, por determinação do Secretário Ney Leprevost, realizou, através do Procon-Pr, uma pesquisa para verificar o nível de conhecimento dos consumidores paranaenses em relação ao recurso “Pagamento por Aproximação” ou “Contactless”, presente em boa parte dos cartões de crédito e de débito. As respostas apontam que a maior parte dos consumidores não tem informações suficientes sobre o assunto: 76,8% desconhecem os cuidados e 67,5% não se sentem seguros para pagar contas utilizando a função.

De acordo com Ney Leprevost, secretário da Justiça, Família e Trabalho, “a tecnologia tem facilitado muito a vida dos cidadãos e é um caminho sem volta, mas deve vir acompanhada de informações que garantam que os consumidores sejam protegidos e não acabem tendo qualquer tipo de prejuízo”.

Na prática, essa funcionalidade – cuja utilização aumentou bastante na pandemia – possibilita que o consumidor faça suas transações/pagamentos/compras sem precisar inserir o cartão nas máquinas dos estabelecimentos, nem precisar digitar sua senha e com isso acaba se protegendo de eventual contaminação pelo Covid-19.

“É uma facilidade que pode esconder alguns perigos. Nem todo mundo sabe quais são os valores máximos para cada operação. Você pode pagar até R$ 200 por operação e se o cartão for furtado, e o consumidor não perceber imediatamente, pode sofrer um grande prejuízo”, alerta Claudia Silvano, chefe do Procon-PR.

O resultado da pesquisa mostrou que 77,4% dos entrevistados relataram que não receberam informação de seu banco sobre o recurso. Ainda de acordo com a pesquisa, 67,5% dos entrevistados afirmaram que não sentem seguros utilizando o recurso de “Pagamento por Aproximação” por várias razões: medo de ter seu cartão roubado e terceiros utilizarem com facilidade; eventual aproximação de maquinetas por terceiros mal intencionados, no transporte público ou em aglomerações; entre outros.

Claudia Silvano avalia que os bancos e as bandeiras emissoras dos cartões deveriam assegurar que o consumidor pudesse escolher se quer ou não desativar a funcionalidade, o que hoje não é possível, segundo informações obtidas junto a Abecs – Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, em reunião solicitada pelo Procon-PR e Procons Municipais do estado.

“As empresas de cartões deveriam também garantir que os consumidores fossem prévia e adequadamente informados sobre os valores máximos para cada transação, informação que 76,8% dos entrevistados relataram desconhecer”, afirma Claudia.

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 23/07/2021 e contou com 940 entrevistados.

(Via Assessoria de Imprensa)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho destina R$ 8,5 milhões para atender crianças e adolescentes vítimas da pandemia

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho está cadastrando os municípios para os projetos de ações para crianças e adolescentes que sofreram impactos em virtude da pandemia. Serão destinados R$ 8,5 milhões aprovados pelo Fundo para a Infância e Adolescência e deliberado pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente para atender crianças que perderam pais, pessoas da família que contribuíam com a renda familiar, ou ainda que sofreram impactos psicológicos em função de isolamento social.

O prazo para que os municípios façam a adesão ao termo que habilita os recursos encerra no dia 30 de setembro. E até o momento, 58 prefeituras já apresentaram o seu plano de ação. O dinheiro será destinado para pagar bolsa auxílio e subsidiar as famílias que ficarem com a guarda das crianças órfãs da pandemia e também para as famílias de crianças ou adolescentes que tenha perdido alguma pessoa que compunha renda familiar.

“Felizmente somos gestores responsáveis e previdentes, e tínhamos deixado recursos reservados para socorrer as crianças na pandemia”, explica o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

Além das bolsas pagas diretamente às família, os recursos também serão destinados para desenvolver ações das famílias acolhedoras, casas lares, aquisição de móveis e itens de informática necessários para dar acesso à educação. Também estão previstas adequações externas nos locais de acolhimento, para a instalação de brinquedos e para a prática de esportes.

Outra ação importante a ser implantada com esses recursos é para a implantação de programas de saúde mental, para tratar o luto, ansiedade, depressão e outras situações de impacto psicológico proveniente do isolamento social provocado pela pandemia.

“O nosso maior interesse é atender da melhor maneira possível às crianças e os adolescentes do Estado do Paraná que estão passando por esse período tão delicado e já sofreram tanto em virtude da pandemia”, destaca Ângela Mendonça, chefe do Departamento de Políticas para Criança e Adolescente da Sejuf.

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho vai encaminhar 2 mil candidatos a emprego na região Norte do Estado

O secretário Ney Leprevost anunciou nesta sexta-feira que a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho vai levar oportunidade de emprego para os moradores da região Norte do Paraná através do ônibus “Emprega Mais Paraná”. Entre os dias 18 e 31 de agosto, o veículo itinerante vai percorrer os municípios de Rolândia, Pitangueiras e Prado Ferreira com objetivo de identificar potenciais candidatos para preencher cerca de duas mil vagas oferecidas pelas empresas JBS, LAR e Curtume Vanzela.

“A minha obsessão e do governo Ratinho Junior é a geração de empregos e renda para nossa gente. Para isso, vamos atualizar os cadastros e os currículos dos trabalhadores da região para atender às demandas desses grandes empregadores para facilitar a contratação”, afirmou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Paralelamente, o escritório regional de Rolândia, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, vai dar apoio às prefeituras atendidas para que o processo de encaminhamento dos candidatos às vagas seja agilizado. “Vamos atualizar os cadastros e os currículos dos trabalhadores da região para atender às demandas dos empregadores”, disse a responsável pelo Departamento do Trabalho e da Geração de Renda da Secretaria, Suelen Glinski.

Se houver necessidade, a Secretaria de Justiça também vai viabilizar, através dos cursos ofertados pelas Carretas do Conhecimento ou de parcerias locais, a formação e qualificação da mão de obra para poder suprir a necessidade do mercado.

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho participa de ação para a apreensão e combate ao uso de cigarros eletrônicos comercializados ilegalmente

A Força-Tarefa Infância Segura (Fortis) e o Procon da Secretaria de Justiça Família e Trabalho participaram de uma operação  para o  combate e apreensão de cigarros eletrônicos, conhecidos como “vapers” bem como outros produtos relacionados ao ramo de tabacaria, de origem estrangeira, suspeitos de contrabando ou descaminho. A ação foi em conjunto com a Ação Integrada de Fiscalização Urbana, Receita Federal, Urbanismo e Guarda Municipal.

Foram fiscalizados três estabelecimentos nos bairros Xaxim, Sítio Cercado e Centro e realizada a apreensão de 6.287 essências de narguilé, 3.014 essências líquidas para cigarros eletrônicos, 862 cigarros eletrônicos (vapers) e 168 acessórios para cigarros eletrônicos (ponteira, refil e carregadores). O cigarro eletrônico ainda tem a sua comercialização proibida no país.

“Essa operação aconteceu para tentar barrar o crescente uso e a comercialização ilegal deste aparelho que é mais nocivo que o próprio cigarro convencional”, disse o secretário Ney Leprevost.

De acordo com o relatório da OMS, o cigarro eletrônico pode desencadear o aumento do uso de cigarros pelas crianças. O relatório aponta que as essências usadas no cigarro eletrônico com sabores doces, de frutas ou bebidas alcoólicas também deveriam ser banidas, já que elas tornam o produto ainda mais atrativo para adolescentes e não-fumantes. Por parecerem menos prejudiciais do que os cigarros tradicionais, eles podem representar ameaças para adolescentes e fetos de mulheres grávidas que usam esse tipo de produto.

“Nós da FORTIS achamos esse tipo de operação muito importante e vamos estreitar ainda mais essas parcerias em ações que visem o cuidado e a proteção de nossas crianças e adolescentes”, afirma Silvio Jardim, chefe do Departamento da Justiça da Sejuf.

A chefe do Procon-PR, Cláudia Silvano, afirma que “fiscalizar a venda desse tipo de produto, que é proibida pela legislação, significa proteger não somente o patrimônio, mas sobretudo a vida do consumidor, especialmente o público jovem”.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Força-Tarefa da Secretaria de Justiça forma 2.461 profissionais para rede de proteção à criança

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, realizou nesta terça-feira, 3 de agosto, a entrega simbólica para 6 participantes dos certificados dos cursos realizados pela Força-Tarefa Infância Segura (Fortis), vinculada ao Departamento de Justiça da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná. No total foram qualificados 2.461 alunos.

Em seu discurso, o secretário reafirmou que o objetivo é tornar o Paraná o Estado mais seguro do Brasil para as crianças. “É muito importante dar a estrutura necessária e promover a formação continuada aos profissionais que atuam na prevenção e no enfrentado das violências contra crianças e adolescentes ”, disse o secretário Ney Leprevost.

O curso foi voltado para os profissionais, técnicos e gestores que atuam com crianças e adolescentes, conselheiros tutelares e conselheiros de direitos, estudantes, comunidade e interessados nesta temática e contou com os profissionais das Instituições Signatárias da Fortis e demais parceiros, ministrando as aulas e palestras.

Uma das formandas, a assistente social Márcia Margarete Pszedimirski, que atua como coordenadora dos programas Família Acolhedora e Criança Feliz do município de Fernandes Pinheiro, expressou através de um vídeo toda sua satisfação com o curso. “No início, eu tive uma certa resistência pela forma de apresentação online, mas depois eu me apaixonei. Meu eterno agradecimento para toda equipe por compartilhar esse conhecimento conosco”.

Para o chefe do Departamento de Justiça, Silvio Jardim, “fortalecer a rede de atendimentos e enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes, assim como disponibilizar acervo de materiais e informações referente a esta temática, além de orientar e sensibilizar a sociedade da importância deste tema e fornecer informações dos serviços públicos disponíveis para o atendimento faz com que esse enfrentamento à essa violência seja ainda mais efetivo”.ee

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretaria de Justiça promove ações do “Criança Feliz” para incentivar aleitamento materno

No mês de Agosto, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho vai intensificar ações para conscientização e esclarecimento sobre a importância do aleitamento materno. Para isso, a equipe responsável pelo programa Criança Feliz, da Sejuf, está realizando a campanha “Agosto Dourado”, sobre a relevância de alcançar maiores índices do aleitamento materno mínimo.

“A ideia é divulgar a importância do aleitamento materno, assim como capacitar os profissionais que trabalham no Programa Primeira Infância do Sistema Único de Assistência Social”, disse o secretário Ney Leprevost reafirmando que o objetivo é adotar esse procedimento como uma ação padrão de estimulação ao desenvolvimento infantil.

A capacitação é destinada a visitadores, supervisores e coordenadores municipais do Programa Criança Feliz e será realizada na modalidade à distância (EaD), nos dias 10, 17, 24 e 31 de agosto (terças-feiras), das 14 às 16 horas e transmitidas ao vivo pelo canal do YouTube da Sejuf: www.abre.ai.com/sejuf

A carga horária total é de 20 horas de curso e os participantes que realizarem as atividades propostas após cada palestra, terão direito ao certificado.

De acordo com a idealizadora da campanha, a residente técnica da Coordenação Estadual do Programa Criança Feliz, Karen Alves, “a atenção à primeira infância do Programa Criança Feliz tem como sua finalidade o desenvolvimento integral da criança através de ações de apoio e orientação parental à estimulação precoce atrelada ao fortalecimento de vínculos. É de suma importância somarmos as campanhas a favor da proteção e do cuidado na primeira infância, sendo o aleitamento materno um dos pilares do desenvolvimento infantil físico, motor, nutricional, cognitivo, emocional e social, nos primeiros mil dias de vida da criança,” disse.

Abaixo o calendário e aulas para a capacitação:

*10/08/21*

Palestrantes: Dra. Gisele Reisdoerfer Galina (Secretária Municipal da Assistência Social de Clevelândia, Profª Universitária de Odontologia no Centro Universitário UNISEP); e Psic. Karen Alves (Residente técnica na Coordenação Estadual do PCF, pós-graduanda em Psicologia do Desenvolvimento e em Gestão Pública)

Tema: Necessidade(s) de sucção oral do bebê, mamadeira, chupeta e amamentação: Qual a relação entre tudo isso?

*17/08/21*

Palestrantes: Dra. Nancy Assad (Pediatra, idealizadora do Programa Cegonha Feliz em Campo Mourão); e Enf. Obstetra Cássia Bardelotti (Enfermeira obstetra na Maternidade Brígida e consultora de aleitamento).

Tema: Como ajudar na amamentação e na superação de dificuldades/desafios do aleitamento.

*24/08/21*

Palestrantes: Nutricionista materno-infantil e Psicopedagoga Liziane Mery Laufer Rodrigues (Nutricionista na Secretaria Municipal de Educação de Curitiba – atua no “Programa Mama Nenê”, autora de livros sobre introdução alimentar e amamentação).

Tema: Aspectos nutricionais do aleitamento: Leite fraco e outros mitos, como desconstruí-los e evitar o desmame precoce.

Palestrantes: Terapeuta Ocupacional Ms. Vanessa Vargas Bobber (TO no CAPS Infantil de Araucária e no Instituto Florescer Atenção Materno-Infantil); e Fonoaudióloga Fernanda Vilanovas Almeida (AMCIP e Centro de Excelência em Recuperação Neurológica).

Tema: Especificidades do aleitamento materno em bebês prematuros e/ou com deficiência.

*31/08/21*

Palestrante: Educadora Perinatal e Doula Vivian Nicolli Brenny Pasini; Profissionais da equipe municipal do PCF de Francisco Beltrão.

Tema: Como atua um profissional, não enfermeiro ou médico, no incentivo e apoio ao aleitamento materno?

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretário Ney Leprevost anuncia retorno do Ônibus Lilás para orientação das mulheres vítimas de violência

No mês de Agosto, em que se comemora os 15 anos da Lei Maria da Penha, o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, anunciou o retorno às ruas do Ônibus Lilás. A unidade móvel voltou a funcionar semana passada em Campina Grande do Sul e esta semana, terça e quarta-feira, no município de Fazenda Rio Grande.

O Ônibus Lilás é um programa desenvolvido pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, por meio do Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher, que oferece orientação contra violência doméstica e familiar, direitos da mulher, orientação psicológica, orientação jurídica e assistência social para mulheres.

“Políticas públicas são importantes para a prevenção e enfrentamento da violência. Os nossos ônibus são preparados para garantir a privacidade e sigilo no atendimento individual das mulheres”, diz o secretário Ney Leprevost.

Para atender a população nos diversos municípios, todos os protocolos de segurança foram adotados para que os atendimentos presenciais aconteçam de forma segura no interior do ônibus, apenas uma pessoa por vez será atendida.

A unidade conta com dois consultórios, onde as mulheres podem fazer as denúncias e são acolhidas pelas psicólogas. As vítimas também recebem orientação jurídica de onde e como podem buscar ajuda. As pessoas atendidas têm acesso a material gráfico para conscientização de seus direitos.

“O Paraná trabalha fortemente para que as mulheres se sintam protegidas, o Ônibus Lilás é mais um instrumento para isso”, afirmou a chefe do Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher, Mara Sperandio.

Abaixo a agenda do Ônibus Lilás para o mês de agosto:

03/08 – Prefeitura de Fazenda Rio Grande – das 9h às 17h

04/08- Prefeitura de Fazenda Rio Grande – das 9h às 17h

09/08 – Prefeitura Municipal de Toledo – das 9h às 17h

10/08 – Prefeitura Municipal de Assis – das 9h às 17h

11/08 – Prefeitura Municipal de Formosa do Oeste – das 9h às 17h

12/08 – Prefeitura Municipal de Maripá – das 9h às 17h

13/08 – Prefeitura Municipal de Guaíra – das 9h às 17h

25/08 – Prefeitura Municipal de Medianeira – das 9h às 17h

26/08 – Prefeitura Municipal de Medianeira – das 9h às 17h

30/08 – Rio Branco do Sul – das 9h às 17h

31/08 – Rio Branco do Sul – das 9h às 17h

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretaria de Justiça abre concurso público para 69 vagas na Socioeducação

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Atendimento Socioeducativo, disponibiliza 69 vagas para preenchimento nas Unidades Socioeducativas. A Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (SEAP), anunciou o reagendamento das provas do Concurso Público para o dia 06 de agosto de 2021.

“Considerando a flexibilização das medidas de isolamento social e retorno gradual das atividades presenciais, foi possível o reagendamento das provas do concurso”, disse o secretário, Ney Leprevost.

São 19 vagas para ingresso no cargo de Técnico de Enfermagem que tem exigência de nível médio e ainda curso técnico de Enfermagem. O salário base é de R$ 1.554,33, mais Gratificação de Atividade em Unidade Penal ou Correcional Intramuros (GADI), de R$ 1.608,04, por jornada de 40 horas semanais. Assim, os vencimentos iniciais totalizam R$ 3.162,37.

Para nível superior há vagas nos cargos de enfermeiro (6 vagas), médico (14 vagas), odontólogo (3 vagas), psicólogo (20 vagas) e terapeuta ocupacional (7 vagas). A exigência é de nível superior com graduação em conformidade com a função a ser desempenhada e registro regular no respectivo órgão de classe para as funções cujo exercício profissional esteja regulamentado por lei. O salário base é de R$ 3.730,42, mais GADI de R$ 1.455,34 para médicos e de R$ 1.994,78 para as demais funções. Assim, médicos recebem R$ 5.185,76 em jornada de 20 horas semanais e os demais cargos terão proventos de R$ 5.725,20 em jornadas de 40 horas na semana.

“As provas serão realizadas nas cidades de Cascavel, Curitiba e Maringá e tem duração de 05 horas, com questões objetivas e discursivas”, informou o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antonio Pancotti.

Além desta etapa das provas objetiva e discursiva, os candidatos passarão por mais 5 etapas: avaliação de títulos, avaliação psicológica, visita técnica, investigação social e avaliação médica.

O concurso reserva ainda 10% das vagas para candidatos negros e 5% para pessoas com deficiência.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Paraná ganha Centro de Atendimento Integrado para Crianças vítimas de violência

O Paraná foi escolhido para implantação do primeiro Centro de Atendimento Integrado para Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência. O projeto piloto será no município de Paranaguá, região Litorânea, e contará com investimento do Governo do Estado, através da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, no valor de R$ 1,6 milhão, recurso deliberado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca) e aprovado pelo Fundo da Infância e da Adolescência (Fia).

O protocolo de intenções foi assinado nesta segunda-feira (02) pela ministra Damares Alves, pelo vice-governador Darci Piana, pelo secretário de estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, pelo secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha e pelo prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque.

“Esta iniciativa é fruto de uma parceria do governo do Paraná com o governo federal, por meio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que mostra integração na política pública para beneficiar as nossas crianças”, afirma o secretário Ney Leprevost complementando que o centro é uma iniciativa pioneira, que servirá de modelo para o resto do país.

O secretário Ney destacou ainda que a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho tem atuado de forma dinâmica para a garantia de direitos das crianças e dos adolescentes. “Temos programas importantes lançado nesta gestão como a Força-Tarefa Infância Segura, os Órfãos da Covid e o Orçamento Criança e Adolescente, que mostra a transparência do Governo do Estado na utilização dos recursos”, detalha Leprevost.

“O Paraná hoje é uma referência na defesa do direito das crianças e dos adolescentes. Além do centro, que vai colocar em prática o atendimento interdisciplinar, o Estado será o primeiro a ter todos os seus conselhos tutelares completamente equipados”, detalha o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha.

Também está sendo repassado 30 carros para serem utilizados pelos conselhos tutelares do Estado. Os veículos foram adquiridos com emendas de parlamentares paranaenses na Câmara dos Deputados e no Senado.

“Queremos que todos olhem para o Paraná e vejam o excelente trabalho que o governador Ratinho Junior e o secretário Ney Leprevost estão fazendo para proteger as crianças”, afirma a ministra Damares.

O evento contou com presença da primeira-dama do Paraná, Luciana Saito Massa, secretários de estado, autoridades municipais, deputados federais, deputados estaduais, além do prefeito Marcelo Roque de Paranaguá.

(Via Assessoria de imprensa).

Semana começa com 3.147 vagas de empregos com carteira assinada oferecidas pelas Agências do Trabalhador da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho

As 216 Agências do Trabalhador do Estado ofertam nesta semana 3.147 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Destas, 759 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

De acordo com o secretário Ney Leprevost, os bons índices que o Paraná vem obtendo nacionalmente na geração de empregos e recuperação econômica deve-se a capacidade de atração de investimentos do governo do Estado e do trabalho que a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho tem feito na captação e intermediação de vagas pelas Agências do Trabalhador e na qualificação da mão de obra através das Carretas do Conhecimento e de cursos EaD realizados em parceria com diversas entidades. “O governador Ratinho Junior tem se empenhado muito nisso e nós também na Secretaria de Justiça, Família e Trabalho temos feito um trabalho intenso”, afirma o secretário Ney Leprevost, reforçando que emprego é o melhor de todos os programas sociais.

A maioria dos postos de trabalho ofertada nas unidades do Paraná é para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para operador de telemarketing ativo e receptivo (274), auxiliar administrativo (282), abatedor de aves (116), e alimentador de linha de produção (145).

A Agência do Trabalhador de Curitiba disponibiliza vagas para contratação imediata.

*ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS* – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelos sites empregabrasil.mte.gov.br e http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais

A Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento está sendo feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br

É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

*OFERTA DE VAGAS* – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

*ATENDIMENTOS* – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato com a Agência do Trabalhador de seu município. Na capital paranaenses, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento é feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através do link: https://www.justica.pr.gov.br/Trabalho

(Via assessoria de imprensa).

Ney Leprevost reforça ações em Campina Grande do Sul

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, Ney Leprevost, esteve nesta quinta-feira (29/07) no município de Campina Grande do Sul , oportunidade em que foi recebido pelo prefeito, Bihl Zanetti.

Na condição de deputado federal licenciado, Ney Leprevost destinou através do suplente uma emenda no valor de 200 mil reais para ajudar a saúde do município.

Na oportunidade, o secretário Ney Leprevost visitou o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) onde foi recebido pela coordenadora, Leticia Silveira e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) onde foi recebido pela coordenadora, Joice Ceccon.

Ney também esteve na Agência do Trabalhador de Campina Grande do Sul onde foi recepcionado pela coordenadora da Agência , Maria Carolina,
pelo secretário de indústria e comércio, Venicio Ferreira e pelo vereador, Felipe Veiga.

“ O governo do Paraná, através da secretaria de Justiça, Família e Trabalho está alinhado com os municípios para realizar desenvolvimento social. O prefeito Bihl Zanetti é nosso grande parceiro nestas ações de prevenção e empregabilidade”, afirmou Ney .

Na sequência, o secretário foi acompanhar os programas Emprega Mais Paraná e Ônibus Lilás, da secretaria de Justiça, Família e Trabalho que estão realizando ações no município. No Centro de Artes e Esportes Unificados, Deonyzio Zanetti, Ney foi recebido pela coordenadora, Sandra Mara Coradir.

Depois o secretário esteve no Centro de Especialidades Médicas Antônio Souza , onde foi recebido pelo secretário de saúde, Michel Paladino.

Na ocasião, o secretário Ney Leprevost e o prefeito Bihl Zanetti, assinaram o termo de adesão ao programa Cartão Futuro com o Hospital Angelina Caron. Na oportunidade, a diretoria do hospital agradeceu ao governador Ratinho Júnior e ao secretário Ney Leprevost pelos R$ 2,4 milhões de reais repassados pelo Banco de Projetos da secretaria de Justiça, Família e Trabalho. O hospital também recebeu uma emenda federal de Ney no valor de 500 mil reais.

Ney ainda esteve na empresa Ivo Recap , onde foi recebido pelo proprietário Adalberto Moreno, que gera mais de 500 empregos diretos no Paraná.

E foi visitar a empresa de isopor Macro Term, onde foi recebido pelo proprietário Elias A. Abram, que gera mais de 50 empregos diretos .

Ney ainda esteve na Total Telas Soluções em Cercamentos , onde foi recebido pelo proprietário , Leandro Ferreira, que gera mais de 70 empregos diretos.

E para finalizar o secretário Ney Leprevost esteva na secretaria de esportes onde foi recebido pelo secretário, Helton Colere.

(Via assessoria de imprensa)

Ney Leprevost determina mobilização total da equipe da secretaria de Justiça e Família para proteger pessoas em vulnerabilidade do frio intenso que chega ao Paraná

Atendendo as diretrizes estabelecidas pelo Governo Ratinho Junior, o secretário Ney Leprevost determinou que todos os Departamentos da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, principalmente o Departamento de Assistência Social e os 24 Escritórios Regionais se mobilizem junto aos municípios e permaneçam em alerta para proteger os paranaenses mais vulneráveis da onda de frio intensa que atinge o Estado a partir desta quarta-feira.

Uma das ações que será realizada é a campanha de arrecadação de cobertores com o tema “Doe cobertor e Aqueça com Amor”, que será realizada nesta quarta-feira (28), das 8h30 às 17h, no estacionamento externo do Palácio das Araucárias, no Centro Cívico. As doações serão realizadas no sistema drive-thru, ou seja, não será necessário sair do veículo para doar e todos os cuidados serão tomados para evitar a disseminação da Covid-19. A iniciativa tem como objetivo ajudar aquelas pessoas que se encontram em extrema vulnerabilidade social.

Também será efetuada a distribuição de roupas de frio arrecadadas através da campanha Aquece Paraná. A Campanha foi idealizada pela primeira-dama e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa e pela Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS), vinculada à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, e arrecadou roupas, calçados, cobertores, roupas de cama e outros itens em bom estado de uso para destinar a pessoas em situação de vulnerabilidade social de todas as regiões do Estado.

Outra ação da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho foi a elaboração de uma Nota Técnica para orientar às gestões municipais de Assistência Social e órgão de proteção social como Defesa Civil, para atuarem de forma articulada no cuidado, proteção e atendimento as pessoas em vulnerabilidade e risco social diante das condições climáticas adversas de frio intenso, considerando os dias que se seguem entre 28 de julho e 1º de agosto.

A preocupação maior é com às populações mais vulneráveis e de risco social, como o caso da população em situação de rua, migrantes, refugiados, povos e comunidades tradicionais, idosos, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes.

Além disso, a pandemia do COVID–19 trouxe complicações e riscos de saúde associados a doenças respiratórias e imunológicas, bem como desafios socioeconômicos que agravam ainda mais as condições de desigualdade diante das adversidades climáticas. Nesse sentido as demandas exigem esforços compartilhados e conjuntos das várias políticas setoriais, instituições governamentais e não governamentais, bem como um trabalho descentralizado dos governos federal, estaduais e municipais.

*Entre as recomendações que foram reforçadas para os municípios estão*:

Realizar um rápido levantamento das demandas específicas de populações vulneráveis e em risco social em seu território procurando identificar: população em situação de rua, desabrigados, migrantes e refugiados, povos e comunidades tradicionais, a fim de avaliar suas necessidades mais urgentes.

Articular ações das equipes locais da Assistência Social e da Defesa Civil, de forma a identificar e compartilhar estruturais e recursos humanos no sentido de prover o melhor atendimento à população.

Com a área da saúde e sua rede de atendimento incluindo os consultórios de rua, atender possíveis casos de hipotermia e outros atendimento necessários.

Com demais secretarias e instituições locais prestar apoio nos atendimentos.

Fazer uso de possíveis serviços e benefícios socioassistenciais, dispondo de recursos federais, estaduais e municipais, em caráter emergencial.

Ampliar as buscas ativas no Serviço Especializado em Abordagem Social com objetivo de oferta de Acolhimento Institucional, Benefícios Eventuais, Programas de Transferência de Renda por meio da inclusão na rede socioassistencial.

Utilizar-se de estratégias de sensibilização e acolhida da população em situação de rua que visem adesão aos serviços de acolhimento disponíveis.

Fomentar junto à população em geral a realização de doações de acordo com a necessidade local.

Possibilitar e oferecer aos indivíduos e famílias acolhidas ou desabrigados materiais como: roupas, cobertores, alimentação, água, materiais de higiene e limpeza; com objetivo de atender as necessidades básicas e emergenciais.

Ofertar benefícios eventuais conforme regulamentação local e respeitando Decreto nº 6.307/2007, o qual dispõe sobre os riscos, perdas e danos que caracterizam a vulnerabilidade temporária e podem afetar a integridade dos indivíduos e famílias.

Intensificar a oferta de vagas de acolhimento considerando a oferta de locais temporários como, por exemplo, hotéis, pousadas, ginásios, igrejas, escolas entre outros, podendo ser utilizadas estruturas de abrigo previstas nos planos de contingência municipal.

Garantir o atendimento aos grupos prioritários como idosos, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes, possibilitando os encaminhamentos necessários.

Orientar os municípios sobre a existência de saldos referentes aos recursos extraordinários do Ministério da Cidadania em decorrência da pandemia do Covid-19. Caso os municípios apresentem saldos desses recursos, conforme pontuado no documento: *“Nota Conjunto nº 2/2020, da Secretaria Nacional de Assistência Social e da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil”*, podem executá-los nas medidas de enfretamento acima, pois a emergência ocasionada pelas baixas temperaturas tende a provocar aglomerações de pessoas mais vulneráveis nos espaços públicos. Portanto, os recursos extraodinários necessitam contribuir para a diminuição do risco de transmissão da Covid-19 e manutenção dos serviços socioassistenciais.

A nível estadual os municípios cofinanciados para os serviços destinados a população em situação de rua precisam atentar para possíveis saldos em conta que também podem ser utilizados para custeio, capital e recursos humanos nas estratégias de enfrentamento do frio intenso, de acordo com as deliberações e resoluções específicas de cada um deles.

(Via assessoria de imprensa).

Ônibus Emprega Mais Paraná vai atender moradores de Campina Grande do Sul e São José dos Pinhais

O ônibus “Emprega Mais Paraná” estará atendendo os moradores dos municípios de Campina Grande do Sul nesta quarta-feira, dia 28, e de São José dos Pinhais no sábado, dia 31. A iniciativa leva oportunidades de emprego para as pessoas dos municípios.

“As vagas de emprego são disponibilizadas diretamente com as empresas e direcionadas para a população através do ônibus itinerante da Agência do Trabalhador”, disse o secretário, Ney Leprevost.

No mês de agosto, o ônibus itinerante passará pelos municípios de Francisco Alves, Maria Helena, Alto Paraíso, Xambrê, Brasilândia do Sul, Rolândia, Paranavaí e Maringá percorrendo as região Oeste e Noroeste do Estado.

Suelen Glinski Rodrigues dos Santos, chefe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda da Sejuf diz que “através do levantamento dos profissionais desempregados na região e da qualificação profissional, conseguimos subsidiar a demanda dessas grandes empresas que estão se instalando nas regiões do Estado”.

O coordenador da Gestão do Trabalho e Emprego, Walmir dos Santos, afirmou que a determinação do secretário Ney Leprevost é levar os serviços do Sine para todas as cidades do Estado, seja através do atendimento nas unidades físicas das Agências do Trabalhador, do ônibus itinerante ou dos Postos Avançados nas cidades que não tem uma unidade de atendimento. “Queremos que as oportunidades de emprego cheguem em quem realmente precisa”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa).

Projeto Círculo de Cuidados Online da Secretaria de Justiça e do Tribunal de Justiça segue com apoio aos servidores do Sistema Socioeducativo do Paraná

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Atendimento Socioeducativo em parceria com o Tribunal de Justiça do Paraná, realiza desde julho de 2020, o Projeto Círculo de Cuidados Online. O programa busca por meio de práticas restaurativas promover um espaço de cuidado e escuta aos servidores do Sistema de Atendimento Socioeducativo do Paraná.

Inicialmente realizado de forma presencial, os círculos foram adaptados para a modalidade online devido as restrições impostas pela pandemia da Covid-19. Segundo o Secretário Ney Leprevost, “o projeto Círculo de Cuidados Online se concretizou como uma das muitas formas de reinvenção do Sistema Socioeducativo, promovendo, em tempos de distanciamento, a possibilidade do encontro, da conexão e da identificação entre servidores de diferentes localidades e realidades”, disse.

Outra novidade neste ano foi a alteração no formato de organização do projeto, onde a prioridade foi que a realização dos encontros estivesse alinhada com as demandas das unidades e dos servidores, para promover tanto a autonomia quanto a voluntariedade dos participantes.

Na opinião do Chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo – Dease, David Antonio Pancotti, “o uso de práticas restaurativas, a partir de seu modo coletivo, transdisciplinar e dialogável de resolver atritos e reparar danos, encontra um terreno bastante fértil para aplicabilidade nas unidades socioeducativas do Paraná, criando-se os mais variados cenários para o seu bom aproveitamento, como demonstrado nos resultados já alcançados”, disse.

(Via Assessoria de Imprensa).

Roteirista da série “Caso Evandro” fala ao Grupo de Trabalho da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho

O jornalista e roteirista Ivan Mizanzuk fez uma longa fala nesta terça-feira (27/07) ao Grupo de Trabalho sobre o “Caso Evandro: Apontamentos para o Futuro”, instituído pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

A comissão iniciou os trabalhos no último dia 15, por determinação do secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, com o objetivo de apontar sugestões para que os mesmos erros do passado não aconteçam no futuro.

Além de representantes da Secretaria de Justiça, o grupo conta com a participação do Ministério Público do Paraná, Polícia Científica, Secretaria Estadual de Segurança Pública, Tribunal de Justiça do Paraná, Defensoria Pública do Paraná, Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR), Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) e Conselho Permanente Dos Direitos Humanos (COPEDH-PR).

Mizanzuk foi convidado pelo Grupo de Trabalho para realizar uma fala espontâneo, em função do reconhecimento do seu trabalho na elaboração do podcast que deu origem à série documental “Caso Evandro”. O roteirista começou a investigar afirma que começou a trabalhar nas investigações em 2018, que resultaram em um podcast de 36 episódios.

“Acredito que o Caso Evandro é resultado de uma histeria coletiva, que ocorreu em alguns lugares do Brasil no início dos anos 90. Além disso, o caso é um show de imperícias técnicas”, conta Mizanzuk.

O autor do podcast afirma também que acredita na inocência dos sete acusados e que esse grupo de trabalho é uma esperança de um novo caminho para o caso.

De acordo com o secretário não serão feitas investigações, mas sim um levantamento de erros para uma reavaliação de atitudes. A meta é estruturar planos de condutas para evitar novos casos de desaparecimento de crianças no Paraná.

“É preciso conhecer os erros do passado, para acertar no futuro. Por isso dou meus parabéns ao trabalho de jornalismo investigativo feito pelo Ivan, que será uma grande contribuição ao Paraná”, conclui Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho é pioneira em canal de denúncias para combater o tráfico de pessoas

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, por meio do Departamento de Justiça e do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado do Paraná (NEPT), desenvolveu, de forma pioneira, um Canal de Denúncia para combater o tráfico de pessoas. A implementação dessa ferramenta atende uma determinação do secretário Ney Leprevost, que pediu agilidade ao Departamento responsável. “Essa é mais uma iniciativa que a nossa Secretaria desenvolveu para conscientizar as pessoas e combater esse tipo de crime. É inaceitável ver que em pleno ano de 2021, ainda existem pessoas que são vendidas como mercadoria ou que são escravizadas”, disse.

O endereço eletrônico é https://www.justica.pr.gov.br/Denuncias-de-trafico-de-pessoas e todas as denúncias dos crimes que violam a Lei nº 13.344, de 6 de outubro de 2016 e o Protocolo de Palermo e o Art. 149-A do Código Penal, podem ser feitas anonimamente ou não e serão recebidas pelo Departamento de Justiça, através do NEPT, que analisará o caso concreto e dará os devidos encaminhamentos para as autoridades competentes.

“O tráfico de pessoas, segundo o Art 3º do protocolo de Palermo, é caracterizado pelo recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de pessoas, por meio de ameaça ou uso da força ou outras formas de coerção, de rapto, de fraude, de engano, do abuso de poder ou de uma posição de vulnerabilidade ou de dar ou receber pagamentos ou benefícios para obter o consentimento para uma pessoa ter controle sobre outra pessoa, para o propósito de exploração,” ressalta o diretor do Departamento de Justiça, Silvio Jardim.

Para a Coordenadora do NETP, Silvia Cristina Xavier, “trata-se de um marco importante para a política de enfrentamento ao tráfico de pessoas que, além do disque denúncia 181, poderá utilizar este canal no Estado do Paraná, possibilitando o resgate da vítima e à população, a repressão desse crime bárbaro que acomete cada vez mais a população por tratar-se de crime silencioso, velado e invisível à nossa sociedade”, concluiu.

*Campanha do Coração Azul*

A Assembleia Geral da ONU instituiu o dia 30 de julho como o Dia Mundial do Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e, portanto, nos dias de 26 a 30 de julho de 2021, o Núcleo de Enfrentamento de Pessoas do Estado do Paraná, coordenado pelo Departamento de Justiça, promoverá a 7ª Semana Nacional De Mobilização Contra O Tráfico De Pessoas – Campanha Coração Azul. A ação é em permanente interlocução com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Secretaria Nacional de Justiça e Cidadania, Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNIODC) e entidades da sociedade civil organizada.

Entre os objetivos da campanha destacam-se: ampliar o conhecimento e a mobilização da sociedade, das instituições públicas e privadas e das redes para o enfrentamento ao tráfico de pessoas, ampliar a participação da sociedade civil e indivíduos, divulgar as ações nacionais desenvolvidas para o enfrentamento ao tráfico de pessoas. Para tanto, já foram convocados os 399 municípios paranaenses para que iluminem na cor azul monumentos importantes de suas cidades durante a semana de mobilização.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretário Ney Leprevost participa de ação contra o feminicído

Para marcar o Dia Estadual do Combate ao Feminicídio no Paraná, celebrado nesta quinta-feira, 22 de julho, o secretário Ney Leprevost, participou da campanha de conscientização contra esse crime no calçadão da Rua XV. O objetivo foi destacar a importância de denunciar qualquer violência contra as mulheres, seja ela física, psicológica, moral, sexual ou patrimonial e esclarecer as pessoas que toda e qualquer agressão deve ser combatida.

A ação foi realizada pelo Departamento de Garantia dos Direitos da Mulher da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, com a presença do “Ônibus Lilás”, posicionado na Praça Osório. Foram distribuídos materiais orientativos em defesa dos direitos da mulher, alertando contra todos os tipos de violência.

“É importante que toda a sociedade fique atenta e não aceite a violência contra a mulher. Seja violência física, emocional, sexual, patrimonial, moral ou psicológica. Nenhuma mulher a menos aqui no Paraná”, disse o secretário Ney reforçando a necessidade das pessoas denunciarem qualquer tipo de violência através do telefone 181 ou do 190.

Além do trabalho de divulgação à população no evento da Rua XV, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, fez uma divulgação online de conscientização nas suas redes sociais.

“Viemos fazer uma conscientização de defesa dos direitos da mulher. Hoje é um dia que todas as ações deve ser voltada para esse tema. Chega de feminicídio, nenhuma mulher a menos”, disse Mara Sperandio, chefe do Departamento de Garantias do Direito da Mulher da Sejuf.

As campanhas de conscientização vão destacar a importância e a gravidade do tema, como: “A violência começa silenciosa e vai evoluindo de forma gradativa”, “Ao menor sinal de agressão, denuncie, para que não se torne um feminicídio”, “O amor constrói, o ódio destrói”.

“Gostei de ser atendida pelo Ônibus Lilás. Conversei com a psicóloga e com a advogada. Queria deixar um recado para todas as mulheres que sofrem com esses machões de cozinha, para que elas não desistam de procurar a Justiça e relatem o que elas passam, registrem queixa e não cruzem os braços para que no futuro tenham um final feliz”, disse Erenilda, comerciante do Sítio Cercado, que procurou o atendimento no Ônibus Lilás.

Participaram da ação a superintendente da Ação Solidária, Cristina Ricordi, que esteve representando a primeira-dama, Luciana Saito Massa, a profissional Luciana Burko Maciel, representando a Câmara da Mulher e a vice-governadoria e também representantes de várias entidades.

*Lei sancionada pelo governador* – O dia 22 de julho foi instituído como uma data especial para incentivar e unificar ações de prevenção à violência contra a mulher, através da Lei 19.873/2019, proposta pelo Governo do Estado, aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

(Via Assessoria de Imprensa).

Secretário de Justiça Ney Leprevost instala Conselho Gestor do Fundo Estadual dos Interesses Difusos

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, realizou, nesta quarta-feira (21), a instalação e posse dos membros do Conselho Gestor de Defesa dos Interesses Difusos no biênio 2021/2023. A cerimônia aconteceu na sala Fani Lerner do Palácio das Araucárias, em Curitiba, e foi transmitida ao vivo pelo canal YouTube da Sejuf.

O Conselho Estadual de Defesa dos Interesses Difusos foi criado na Lei Estadual Nº 20.094/2019 regulamentado pelo Decreto Estadual Nº 5309/2020, junto à estrutura da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho – SEJUF, com a finalidade de gerir o Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos.

Tem como objetivo principal a prevenção e reparação dos danos causados a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico urbano, por infração à ordem econômica, à ordem urbanística, à honra e à dignidade de grupos raciais, étnicos ou religiosos, ao patrimônio público e social e a outros interesses difusos e coletivos.

“A instituição deste Conselho é mais um nó que a nossa gestão está desatando. Como Secretaria da Justiça precisamos defender os direitos fundamentais e a cidadania. É um conselho democrático, composto por representantes de vários setores da sociedade Civil”, afirma o secretário Ney Leprevost.

O conselho gestor do FEID é composto por representantes da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (órgão responsável), Secretaria da Fazenda, Secretaria da Educação e do Esporte, Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Defensoria Pública, Ministério Público e representante de entidades sociais. Regulamentado pela Assembleia Legislativa.

“É um passo histórico para o Paraná. A prática dos conselhos e a necessidade dos recursos são permanentes. O Estado precisa ter uma face garantista”, disse a presidente do Conselho, Ângela de Mendonça.

Os recursos do fundo são provenientes de indenizações decorrentes de condenações e acordos judiciais dessa natureza, além de contribuições espontâneas e eventuais acordos de cooperação internacional.

DIREITOS DIFUSOS – Os direitos difusos ingressaram na legislação com a Constituição Federal e são aqueles que atendem a um grupo de pessoas ou a coletividade afetada por alguma situação extremada, e cujos prejuízos não podem ser calculados individualmente. Os processos que citam direitos difusos costumam envolver conflitos coletivos de ordem econômica e social.

Serão 12 representantes Governamentais indicados pelo Poder Executivo e 06 representantes eleitos da Sociedade Civil. Ainda serão indicados os suplentes da Secretaria da Fazenda e da Defensoria Pública. Segue a relação:

I – Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho:
a) Titular: Angela Christianne Lunedo de Mendonça
b) Suplente: Ana Zaiczuk Raggio

II – Secretaria de Estado da Fazenda:
a) Titular: Eduardo Moreira Lima Rodrigues de Castro

III – Secretaria de Estado da Educação e do Esporte:
a) Titular: Clésio De Martins Prado
b) Suplente: Cristiano Barros Homem Del Rei

IV – Procuradoria-Geral do Estado:
a) Titular: Mariana Cristina Bartnack Roderjan
b) Suplente: José Carlos Machado de Brito Filho

V – Defensoria Pública do Estado do Paraná:
a) Julio Cesar Duailibe Salem Filho

VI – Ministério Público do Estado do Paraná:
a) Maurício Kalache
b) Leonardo Dumke Busatto

VII – Representantes de entidades da Sociedade Civil:

a) Instituto Os Guardiões Da Natureza:
1. Titular: Vânia Mara Moreira dos Santos
2. Suplente: Luana Maria Gryszyszyn

b) Grupo Dignidade:
1. Titular: Mateus Cesar Costa
2. Suplente: Marcel Jeronymo Lima Oliveira

c) Associação de Amigos de Pessoas Especiais:
1. Titular: Marielly Marcondes Pedroso
2. Suplente: Taynara Cassimiro Dala Rosa

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria da Justiça, Família e Trabalho repassa R$ 318 mil para assistência as pessoas idosas em Ponta Grossa e Palmeira

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, repassou nesta terça-feira R$ 318 mil para mais duas entidades de assistência social no Paraná. Os recursos são do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso e serão destinados ao atendimento a pessoas acolhidas nas entidades Asilo São Vicente de Paulo, de Ponta Grossa e Lar Acelino, de Palmeira.

“Nossa gestão é voltada para garantir os direitos fundamentais da pessoa idosa, e com isso assegurar um envelhecimento digno, sem qualquer forma de discriminação, de violência e de violação dos direitos”, disse o secretário, Ney Leprevost, lembrando que valorização da pessoa idosa é uma das prioridades na gestão do governador Carlos Massa “Ratinho” Junior.

O Asilo São Vicente de Paulo recebeu R$ 168 mil, para serem aplicados no projeto “Salvando Vidas”. A entidade atende 104 pessoas idosas. “Também fomos muito atingidos pela pandemia. Esses recursos serão importantes para atender a nossa comunidade, inclusive com a compra de uma ambulância para as emergências”, destaca o vice-presidente do Asilo, Jair Gonçalves Filho.

O Lar Acelino, de Palmeira, realiza o acolhimento institucional de pessoas idosas e recebeu R$ 150 mil. A entidade atua no município há 54 anos. “Os idosos são como crianças. Eles gostam de passear, dançar, fazer ginástica. Os recursos serão importantes para contratar assistentes sociais e professores de educação física”, explica o vice-presidente da entidade, Vilson Argenta.

Também participaram da reunião a assistente social, Mayara Lucia Martins e o chefe de gabinete da Sejuf, Guilherme Feltrin.

(Via assessoria de imprensa).

Secretário Ney Leprevost é convidado para palestrar aos jovens no Congresso Arquidiocesano da Juventude

No dia 31 de julho, último sábado do mês, o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, vai falar sobre os projetos desenvolvidos para os jovens no governo do Estado, durante o Congresso Arquidiocesano da Juventude, em Curitiba.

Leprevost atende ao convite de um dos organizadores do evento e coordenador da Juventude da Arquidiocese de Curitiba, padre Luís Fernando.

O encontro será realizado no Santuário Nossa Senhora do Carmo e, segundo os organizadores, deve reunir cerca de 180 a 200 jovens.

(Via assessoria de imprensa).

Assis Chateaubriand vai receber Carretas do Conhecimento e melhorias na Agência do Trabalhador

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, alinhou com o prefeito de Assis Chateaubriand, Valter Aparecido Souza Correia, benefícios na área do trabalho para o município.

Durante o encontro, ficou acertado que as Carretas do Conhecimento estarão em breve na cidade do Oeste do Paraná, oferecendo cursos gratuitos profissionalizantes. Além disso, a Agência do Trabalhador receberá melhorias uma vez que também servirá para recrutar mão de obra para a indústria Frimesa que já está sendo construída na região e já gera cerca de mil empregos na obra.

(Via assessoria de imprensa).

Secretário Ney Leprevost empossa novos membros do Conselho Estadual de Promoção de Igualdade Racial

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, realizou, nesta terça-feira (20), a posse dos novos membros do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial para o biênio 2021/2023. A cerimônia aconteceu na sala Fani Lerner, no Palácio das Araucárias, em Curitiba, e foi transmitida pelo canal YouTube da Sejuf.

“O racismo é uma chaga que precisa ser extirpada da nossa sociedade e o conselho tem papel fundamental neste enfrentamento”, afirmou o secretário Ney Leprevost durante a cerimônia de posse.

Além do secretário, Ney Leprevost, a solenidade contou com participação da chefe do Departamento de Promoção e Defesa dos Direitos Fundamentais e Cidadania (Dedif), Ângela Christianne Lunedo de Mendonça e sua equipe técnica, que deram as boas-vindas aos 13 representantes Governamentais indicados pelo Poder Executivo e aos 14 representantes eleitos da Sociedade Civil.

Consepir – Composto por membros do governo e representantes de entidades da sociedade civil organizada, o Consepir tem como papel principal deliberar, consultar e fiscalizar as ações governamentais que promovam a igualdade racial, redução das desigualdades sociais, econômicas, políticas e culturais, além de monitorar e fiscalizar políticas públicas voltadas para a população negra.

Confira abaixo a relação dos representantes Governamentais e da Sociedade Civil:

Representantes Governamentais

1 – SEJUF – Secretaria da Justiça, Família e Trabalho – SEJUF
Titular: Maiara de Almeida Abreu
Suplente: André de Toledo Azzolini
Titular: Jefferson Silva de Souza
Suplente: Victor Hugo Florentino Ribeiro

2 – SEAB – Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento
Titular: Ademar Florentino
Suplente: Cláudia Aparecida Quintino

3 – SETI – Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
Titular: Richard Alexandre Mota Dinkchaysen
Suplente: Luiz Paulo Gomes Mascarenhas

4 – SEDU – Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas
Titular: Mikhaella Latauro Camargo
Suplente: Kamila Conte Kunz

5 – SEED – Secretaria de Estado da Educação e Esporte – SEED/área da Educação
Titular: Angela Regina Mercer de Mello Nasses
Suplente: Galindo Pedro Ramos

6 – SEDEST – Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo
Titular: Levi Gomes de Lima Junior
Suplente: Letícia Salomão

7 – SEPL – Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes
Titular: Jhonathan Braghini
Suplente: Eliseu Raphael Venturi

8 – SESA – Secretaria de Estado da Saúde
Titular: Lucimar Pasin de Godoy
Suplente: Rosane Souza Freitas

9 – SESP – Secretaria da Segurança Pública
Titular: Victor Bruno da Silva Menezes,
Suplente: Claudio Marques Rolin e Silva

10 – ALEP – Assembleia Legislativa do Paraná
Titular: Tadeu Veneri
Suplente: Goura Jorge Gomes de Oliveira Brand

11 – SECC – Secretaria da Comunicação Social e da Cultura
Titular: Ourival Santos Neto
Suplente: Ellen Cunha do Nascimento

12 – CASA CIVIL
Titular: Saul Dorval da Silva
Suplente: Denilto Laurindo

13 – Secretaria de Estado da Educação e Esporte – SEED/área do Esporte
Titular: Luiz Fernando Laguna
Suplente: Milton Francisco Do’o

Representantes da Sociedade Civil

1 – Associação Comunitária dos Ciganos de Condado (ASCOCIC)
Titular: Maria Jane Soares Targino
Suplente: Maurício de Castro Cristo

2 – Associação Brasileira Cultural Educacional Assistencial Corisco Capoeira e Lutas Corporais.
Titular: Ademilson Costa Sousa
Suplente: Adegnar José da Silva

3 – Associação da Comunidade Remanescentes Quilombolas Xavier de Arapoti.
Titular: Silmara Aparecida Xavier Carneiro
Suplente: Mariluz Marques Follmann

4 – Associação de Capoeira Zoeira Nagô Centro de Preservação Cultural Afro Brasileiro
Titular: Geraldo Ferreira da Silva
Suplente: Alexandre César

5 – Associação Terra Indígena Rio das Cobras
Titular: Neoli Kafy Rygue Olibio
Suplente: Francisco Pelizette fag tanh dos Santos

6 – Conselho Mediúnico do Brasil – Federação Paranaense de Culto Afro Brasileiro (CEBRAS)
Titular: Dourival Braz Simões
Suplente: Acacio Lima de Oliveira

7 – Conselho Regional de Serviço Social (CRESS/PR)
Titular: Tatiana de Fátima Santos
Suplente: Alexsandra Aparecida de Jesus M. Cortes

8 – Conselho Regional de Psicologia (CRP/PR)
Titular: Sirlene de França Souza
Suplente: Maria José de Souza El Saad

9 – Federação das Associações de Moradores do Estado do Paraná (FAMOPAR)
Titular: Marcos Aparecido Soares
Suplente: Edvaldo Viana

10 – Instituto Internacional de Prevenção às Drogas (IIPDROG) –
Titular: Luzia Messias da Silva
Suplente: Harley Basílio da Silva

11 – Instituto do Movimento de Estudo da Cultura Afro-Brasileira (IMECAB)
Titular: Vagner Nogueira
Suplente: Sidnei Santos Silva

12 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná – NEABI Campus Colombo
Titular: Carine Rossane Piassetta Xavier
Suplente: Maura Aparecida de Paula Santos

13 – Liga Brasileira de Capoeira (LBC)
Titular: Robson Jaime Pereira
Suplente: Leônidas Sabino

14 – ÒdáráÀjé dos Òrisás do Culto Yorubá
Titular: Roseli dos Santos Freitas
Suplente: Antônio José Teixeira

(Via assessoria de imprensa – Luana Pires).

Conselhos tutelares do Paraná serão totalmente equipados

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, recebeu nesta terça-feira (20) a confirmação da estruturação completa de todos os conselhos tutelares no Estado. A informação foi dada pelo secretário Nacional dos Direitos da Criança, vinculado ao Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Maurício Cunha.

“Tenho orgulho de ser paranaense porque o Estado é uma referência nacional de políticas para as crianças. Quero parabenizar o Paraná por ser o primeiro Estado do Brasil a rejeitar os efeitos da PEC 109, que permitiria a retirada de recursos de programas da infância para pagar dívidas que não têm relação com a área”, afirmou o secretário.

Cunha esteve em Curitiba para anunciar também a instalação de um novo tipo de atendimento às crianças vítimas de violência. Será implantado em Paranaguá, com o lançamento no dia 2 de agosto, o Centro Integrado de Atendimento às Crianças e Adolescentes vítimas de violência. “É uma iniciativa pioneira, que vamos reunir vários serviços em um mesmo local para atender às crianças e adolescentes vítimas de violência, a exemplo do que é feito hoje na Casa da Mulher Brasileira”, completou o secretário.

A unidade de Paranaguá será implantada com recursos do Conselho Estadual de Defesa da Criança e Adolescente, no valor de R$ 1,8 milhão “O secretário nacional trouxe boas notícias ao Paraná. Quero agradecer a nossa bancada federal que destinou parte das emendas de bancada para equipar totalmente os nossos conselhos tutelares”, afirmou Ney Leprevost.

Além da implantação do novo centro, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos também vai repassar 28 carros para serem utilizados pelos conselhos tutelares do Estado. “O Paraná já tem política semelhante, com a atuação da Força-Tarefa Infância Segura, com ações intersetoriais, criada há dois anos”, informa a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Ângela Mendonça.

O secretário Ney destacou ainda a importância da parceria com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, comandado pela ministra Damares Alves, que tem trazido bons programas para o estado. “A proteção à criança no Paraná é uma das nossas prioridades e estamos conseguindo trabalhar para alcançar os objetivos”, completou Leprevost.

(Via assessoria de imprensa).

Secretário do Trabalho, Ney Leprevost, informa que a semana começa com 2.741 vagas de emprego ofertadas através das Agências do Trabalhador

As 216 Agências do Trabalhador do estado, vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná disponibilizam nessa semana, 2.741 vagas de empregos com carteira assinada nas empresas. Dessas vagas, 1.506 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Sejuf é responsável pela intermediação de mão de obra e captação de vagas nas Agências do Trabalhador do Estado. “Este é um reflexo direto do esforço do governador Ratinho Junior para atrair empresas para o nosso Estado e da nossa gestão proativa em encaminhar as pessoas para estas empresas e qualificar a mão de obra para que os empresários do Brasil e do mundo saibam que aqui no Paraná tem gente competente e preparada”, disse o secretário Ney Leprevost.

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná são para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para operador de telemarketing ativo e receptivo (270 vagas), auxiliar de linha de produção (245 vagas), abatedor de aves (221 vagas) e auxiliar administrativo (206 vagas).

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

A Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento está sendo feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br. É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost defende voto digital com comprovante impresso auditável

A comissão especial do voto impresso na Câmara dos Deputados propõe mudanças no mecanismo de votação, com a adoção de um comprovante impresso do voto. Ou seja, o que está em discussão no momento não é a volta às cédulas de papel, mas sim a impressão de um comprovante do voto, que continuará a ser feito na urna eletrônica.

“Acredito que seja valida a discussão, análise e possível aprovação do voto impresso auditável. Se aprovado, o voto impresso será um mecanismo que propiciará mais confiança ao eleitor e ao próprio processo eleitoral. A urna eletrônica será mantida, se trata apenas da inclusão de comprovantes de papel que possam ser conferidos para fins de auditoria. Isto é, um reforço no nosso sistema eleitoral”, afirmou Ney Leprevost, deputado federal licenciado para exercer a função de secretário de justiça.

O comprovante, por sua vez, seria depositado de forma automática e sem contato manual em outra urna. Técnicos que defendem o voto impresso dizem que se ele for bem aplicado pode aumentar ainda mais a segurança do sistema eleitoral brasileiro, com mais uma camada de auditoria importante.

Segundo o relatório da PEC, a apuração dos registros impressos de voto utilizará processos automatizados com programas de computador independentes dos programas carregados nos equipamentos de votação eletrônica com uma tecnologia que permitirá a conferência visual do conteúdo antes de sua contabilização.

Atualmente a Justiça Eleitoral ressalta que não há qualquer comprovação de fraude no sistema em vigor. Porém, todo software está sujeito a vulnerabilidades.

(Via assessoria de imprensa)

Secretário Ney Leprevost lança “Postos Avançados ” das Agências do Trabalhador na região Sudoeste e prestigia formandos da “Carreta do Conhecimento” no Oeste

O secretário Ney Leprevost cumpriu uma extensa agenda nos municípios da região Sudoeste do Estado. O primeiro compromisso foi um encontro com o prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana, onde ficou acertado que o ônibus da Carreta do Conhecimento vai qualificar gratuitamente os trabalhadores do município que se inscreverem nos cursos. “Nossa meta é qualificar o maior número dos trabalhadores para que estas pessoas consigam um emprego digno com melhores salários”, disse Ney.

Em seguida, o secretário se deslocou até o município de Marmeleiro para conhecer a primeira delegacia do Brasil “Amiga da Criança”. “Conversei com o prefeito Paulo e com o delegado Fabiano sobre o atendimento na delegacia e vou levar até o governador Ratinho Junior a ideia deste espaço, que é referência em atendimento humanizado e possui local digno para atender o cidadão, principalmente as pessoas com deficiência, os idosos e as crianças.”

A próxima agenda foi o lançamento do Posto Avançado das Agências do Trabalhador no município de Itapejara do Oeste, o primeiro a receber este novo projeto da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho. A ação faz parte do projeto “Emprega Mais Paraná”, e tem como objetivo atender os trabalhadores em todos os 399 municípios do Paraná e facilitar o acesso à busca de vagas de trabalho. Além da assinatura do termo de adesão feita pelo prefeito de Itapejara do Oeste, Vilmar Schmoller, mais 17 municípios formalizaram a intenção de receber os Posto Avançados. São eles: Bela Vista da Caroba, Boa Esperança do Iguaçu, Bom Jesus do Sul, Cruzeiro do Iguaçu, Enéas Marques, Flor da Serra do Sul, Nova Esperança do Sudoeste, Pérola D’Oeste, Pinhal de São Bento, Pranchita, Salgado Filho, Bom Sucesso do Sul, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Saudades do Iguaçu, Sulina e Vitorino.

“A ação foi pensada e desenvolvida para proporcionar uma economia a muitos trabalhadores que hoje tem um gasto adicional de deslocamento de seus domicílios até as cidades que têm uma Agência do Trabalhador”, explicou o secretário Ney Leprevost lembrando que nem todos têm condições de pagarem internet para acessar os serviços online. “É uma alternativa criada pelo governo Ratinho Junior para dar oportunidade igualitária para todos os paranaenses”, complementou Ney.

Nestes Postos Avançados, além do atendimento ao trabalhador que busca uma colocação do mercado de trabalho formal, também será realizado o atendimento daquelas pessoas que necessitam solicitar seu benefício do seguro desemprego. Além disso, essas unidades facilitarão o acesso do trabalhador à capacitação profissional, ao microcrédito e demais programas relacionados à política de trabalho, emprego e renda.

O outro compromisso foi em Cascavel, onde o secretário Ney Leprevost e o vice-prefeito, Renato Silva, entregaram os certificados de conclusão dos cursos de Corte e Costura e Panificação oferecidos gratuitamente para 111 trabalhadores do município através do projeto Carretas do Conhecimento.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost coloca Força Tarefa Infância Segura na prevenção ao vape

Preocupado com o bem estar das crianças paranaenses, o deputado federal licenciado, Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho determinou a Força Tarefa Infância Segura a elaboração urgente de uma campanha preventiva sobre os perigos dos cigarros eletrônicos e outros dispositivos vaporizadores, chamados de vape.

Estudos apontam que o surgimento desses dispositivos contribuiu para aumentar a exposição dos adolescentes à nicotina.

Os pais têm que ficar atentos pois quem usa cigarro eletrônico fica dependente.  A nicotina, frequentemente usada nos vaporizadores, confere uma série de riscos à saúde dos adolescentes, incluindo anormalidades no desenvolvimento do hipocampo e do córtex cerebral.

Segundo alguns estudos, os jovens que usam o cigarro eletrônico passam a fumar o cigarro convencional em poucos meses.

“O cérebro ainda em desenvolvimento das crianças e dos adolescentes os deixa mais vulneráveis aos efeitos da nicotina e de outras drogas”, disse Ney.

De acordo com especialistas, os líquidos comercializados para vaporização contêm propilenoglicol ou líquidos derivados de glicerina vegetal com nicotina, substâncias saborizadoras, metais e outros produtos químicos. Já os líquidos de sabor doce têm uma quantidade maior ainda de produtos químicos.

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria da Justiça, Família e Trabalho recebe representantes dos municípios de Colombo, Adrianópolis e Figueira

Os municípios de Colombo, Adrianópolis e Figueira devem receber nos próximos dias ações de apoio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho. As pautas foram apresentadas ao secretário Ney Leprevost nesta terça-feira (13), que determinou a sua equipe técnica de gabinete o andamento das providências. Os representantes municipais estavam acompanhados do deputado federal Felipe Francischini.

A primeira-dama de Colombo e vice-presidente da Provopar local, Elisângela Lazarotto, apresentou ao secretário as necessidades de apoio da Secretaria às ações sociais do município. O grupo de Colombo contou ainda com a presença da diretora da Apae, Fabiana Tomo, a secretária da Apae, Débora Alves, o diretor de planejamento da Prefeitura, Gustavo Salles; o secretário de Planejamento, Marcello de Albuquerque e a diretora do SUAS, Adriana Lemos.

Também fizeram parte da comitiva, os prefeitos de Adrianópolis, Vandir Veterinário, e de Figueira, José Carlos Contiero. No encontro, o secretário Ney ficou de analisar a possibilidade de viabilizar cursos de capacitação na área de assistência social e a possibilidade de implementar um Posto Avançado da Agência do Trabalhador em Adrianópolis. Para o município de Figueira, o secretário ficou de programar os cursos gratuitos da Carreta do Conhecimento, buscando a qualificação dos trabalhadores da região.

(Via assessoria de imprensa)

Campanha Aquece Paraná já arrecadou 50 mil peças de roupas

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho recebeu nesta semana da Superintendência de Ação Solidária uma prévia das arrecadações da campanha Aquece Paraná. Até o momento foram doadas 48.428 peças, que já começaram a ser destinadas aos municípios para distribuição às famílias em situação de vulnerabilidade social.

O secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho, determinou que toda as estruturas da Secretaria colaborassem na campanha de arrecadação. Foram mobilizados os 24 escritórios regionais em todas as regiões do Estado. As 216 Agências do Trabalhador, espalhadas pelo Paraná, também participaram disponibilizando o espaço físico para que as pessoas dispostas a colaborar tenham mais facilidade de entregar as roupas, sapatos e cobertores. “Além do frio, convivemos com essa pandemia devastadora, o que torna essa campanha ainda mais imprescindível. É fundamental que a sociedade paranaense continue apoiando esta campanha liderada pela 1ª dama Luciana Massa”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

As doações serão recebidas até o dia xx de agosto e podem ser feitas através do aplicativo “Paraná Solidário” e também diretamente nos quartéis do Corpo de Bombeiros dos municípios do Paraná. Após a doação, é feita uma triagem e depois são formados kits, de roupas e cobertores, para serem distribuídos a partir do Corpo de Bombeiros, com a logística organizada pela Coordenadoria da Defesa Civil.

De acordo com a superintendente de Ação Social, Eugenia Ricordi, os critérios para que os municípios recebam as doações obedecem aos seguintes requisitos: maior impacto da Covid (relação entre a população e o número de casos); índice de vulnerabilidade das famílias e índice de desenvolvimento humano municipal (IDHM). De todas as peças arrecadadas, 46.500 peças já foram entregues em 93 municípios.

*Aquece Paraná* – A Campanha Aquece Paraná é uma iniciativa idealizada pela primeira-dama e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa e pela Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS), vinculada à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, e busca arrecadar roupas, calçados, cobertores, roupas de cama e outros itens em bom estado de uso para destinar a pessoas em situação de vulnerabilidade social de todas as regiões do Estado.

(Via assessoria de imprensa).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho recebe “Guia de Compliance”

Nesta terça-feira (13) o secretário de Justiça, Ney Leprevost, recebeu na Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (SEJUF) o Controlador-Geral do Estado, Raul Siqueira, para oficializar a entrega do primeiro Plano Compliance da pasta.

O documento foi elaborado a partir do levantamento realizado após minuciosa avaliação no sistema de gestão e foi realizado pela chefe do Núcleo de Integridade e Complice da Sejuf, Maria Cristina Cruz Lima.

“A Secretaria de Justiça, sob o comando do secretário Ney Leprevost, desenvolve um trabalho sério e de acordo com as normas, requisitos, legislações e condutas aplicadas no serviço público”, disse o Controlador-Geral do Estado, dr. Raul Siqueira.

O plano vai dar mais transparência e Controle da Administração pública revelando as atividades desenvolvidas pela Secretaria de Justiça de forma transparente com as responsabilidades jurídicas e normativas de cada departamento.

Na prática, “compliance” oferece mais segurança e minimiza os riscos das instituições e empresas, garantindo o cumprimento dos atos, regimentos, normas e leis estabelecidas interna e externamente. Compliance do inglês “to comply” estar em conformidade, agir de acordo.

(Via assessoria de imprensa – Edson Pires).

No dia do Estatuto da Criança, Paraná formaliza compromisso de não retirar recursos do Fundo da Infância para pagamento de dívidas

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, anunciou nesta terça-feira (13) que o Paraná é o primeiro Estado do Brasil a rejeitar os efeitos da PEC 109, que permitiria a retirada de recursos de programas da infância para pagar dívidas. A decisão já está tomada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O anúncio foi feito durante uma reunião de Leprevost com conselheiros tutelares. O grupo representou os conselhos de todo o Paraná nas ações pela comemoração dos 31 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. “A decisão do governador de não aplicar a PEC 109, que tiraria dinheiro dos programas para a infância, demonstrou que na nossa gestão a criança é mais importante. O Estatuto da Criança e do Adolescente no Paraná está sendo respeitado. Quero agradecer ao governador por isto”, disse o secretário.

Leprevost contou ainda que a Secretaria irá oferecer, a partir de setembro, um curso de qualificação para os conselheiros tutelares. Em função da pandemia, os cursos serão em modelo híbrido, com a maior parte on-line. “Essa é uma demanda que vamos atender principalmente dos novos conselheiros, que foram eleitos no ano passado e cumprirão o mandato até o fim de 2023”, afirmou Angela Mendonça, chefe do Departamento para a Criança.

O secretário entregou aos conselheiros 600 kits do Estatuto da Criança e do Adolescente. Os exemplares foram impressos pela própria Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e contêm a versão mais atualizada do ECA. “Esses kits poderão ser distribuídos pelos conselheiros para quem eles considerem que seja interessante conhecer o assunto”, afirmou Leprevost.

Os conselheiros homenagearam Leprevost com uma camiseta, com a estampa de cinco dedos coloridos que significam os cinco direitos fundamentais da criança. “O conselheiro tutelar é o nosso parceiro mais importante. Ele está lá na ponta e pode nos dar um retorno de nossas ações em benefício das crianças”, concluiu o secretário.

Os cinco direitos fundamentais da criança, previstos no ECA são: Direitos à liberdade, ao respeito e à dignidade; Direito à convivência familiar e comunitária; Direito à profissionalização e à proteção ao trabalho; Direito à educação, cultura, esporte e lazer e Direito a ser protegido de casos de violência, seja ela física ou psicológica.

(Via assessoria de imprensa).

Ney Leprevost coloca equipes da secretaria de Justiça nas ruas do Paraná fazendo prevenção da violência contra crianças neste dia em que o Estatuto completa 31 anos

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Justiça, realiza nesta terça-feira (13) ações em todo o Paraná de conscientização e combate a violência contra crianças e adolescentes.

A iniciativa tem por objetivo marcar os 31 anos da implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente no Brasil.

O trabalho de conscientização está sendo realizado pelos 24 escritórios regionais da Secretaria da Justiça, espalhados por todo o Paraná, e em Curitiba, a ação é realizada no calçadão da Rua XV, com a distribuição de cópias do Estatuto, flyers e explicações às pessoas sobre os problemas causados pelo trabalho infantil.

O secretário da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost, reafirmou o compromisso da gestão em intensificar políticas públicas que integrem um sistema que garanta os direitos das crianças. “Essa ação vem com o intuito de impactar as pessoas em geral e atuar na prevenção e repressão da exploração da mão de obra infantil, seja na área rural ou urbana”, disse.

Paralelamente, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, tem intensificado ações de apoio e de inclusão de famílias em programas de geração de renda e de qualificação profissional para que crianças não precisem trabalhar para complementar a renda familiar.

“Infelizmente o trabalho infantil é parte da vida de muitas crianças, no Brasil, no Paraná, em Curitiba e no mundo. Pedimos que não fechem os olhos para essa realidade. O Estatuto da Criança garante todos os direitos para todas as crianças”, conclui a chefe do Departamento de Políticas para Criança e Adolescente da Sejuf, Angela Mendonça.

Outra iniciativa desenvolvida pela Secretaria é executada pela Força-Tarefa Infância Segura, vinculada ao Departamento de Justiça da pasta, que desde 2019, promove campanhas educativas e ações junto a profissionais de diversas áreas com objetivo de atender efetivamente crianças e adolescentes vítimas de crimes e violências.

Para o chefe do Departamento de Justiça da Sejuf, Silvio Jardim, “o trabalho infantil continua sendo um crime intolerável que tem se potencializado nesse período pandêmico. Por isso a importância da conscientização de todos para que consigamos dar para as nossas crianças a infância que eles merecem”, disse.

(Via assessoria de imprensa)

Projeto Caixa D’água Boa da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e da Sanepar já beneficia 3.500 famílias em 134 municípios do Paraná

O projeto Caixa d’Água Boa desenvolvido pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), através do programa “Nossa Gente Paraná”, em parceria com a Sanepar já beneficiou, nesta gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost, 3.500 famílias em 134 municípios do Paraná. O recurso é do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Nesta semana, a Sejuf divulgou que foi feito um novo repasse de R$ 875 mil da fase III do projeto “Caixa D’Água Boa para beneficiar mais 875 famílias em situação de vulnerabilidade social em 33 municípios do Paraná.

“Queremos levar este projeto para o maior número possível de municípios. Ter água em casa é fundamental para a saúde, a higiene e a alimentação”, diz o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

O Caixa d’Água Boa disponibiliza uma caixa d’água e um kit de instalação para as famílias em situação de vulnerabilidade social que não possuem caixa d’água no domicílio. Estas famílias recebem capacitação para instalação adequada, e o subsídio financeiro de R$ 1.000,00 (mil reais) para viabilização da instalação.

De acordo com o coordenador do projeto da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, Everton de Oliveira, “o benefício é fundamental neste momento de estiagem no Paraná e da pandemia em que a higienização é tão necessária”.

Os municípios que receberam esse novo recurso foram: Agudos do Sul, Altamira do Paraná, Alto Paraíso, Antônio Olinto, Arapuã, Bituruna, Boa Esperança do Iguaçu, Boa Vista da Aparecida, Bom Sucesso do Sul, Campina do Simão, Curiúva, Foz do Jordão, Goioxim, Grandes Rios, Guaramiranga, Honório Serpa, Itapejara d’Oeste, Jaboti, Lindoeste, Manfrinópolis, Nova Esperança do Sudoeste, Novo Itacolomi, Paul Freitas, Pérola d’Oeste, Pranchita, Querência do Norte, Quinta do Sol, Ramilândia, Reserva do Iguaçu, Salgado Filho, Santa Amélia, São Pedro do Iguaçu e Tomazina.

*REQUISITOS* – Para participar do programa “Caixa D’Água Boa”, as famílias precisam atender cumulativamente aos seguintes critérios: residir em município que possua contrato de concessão ou programa vigente com a Sanepar; residir em domicílio abastecido pela Sanepar e que não possua caixa d’água; possuir renda familiar de até meio salário mínimo nacional por pessoa; estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e encontrar-se em situação de vulnerabilidade social conforme o Índice de Vulnerabilidade das Famílias (IVFPR) do Programa “Nossa Gente Paraná”.

(Via assessoria de imprensa – Luana de Moraes).

Ney Leprevost anuncia 8 boas notícias para os idosos do Paraná

Seguindo a orientação das políticas públicas implementadas na gestão do governo Ratinho Júnior e do secretário Ney Leprevost, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho vêm implementando ações voltadas as pessoas idosas no Paraná.

Em tempos de pandemia, o secretário destacou o investimento de R$ 1,5 milhão em Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para garantir a segurança nas Instituições de Longa Permanência para Idosos, tanto para as pessoas idosas que residem nestes locais quanto os profissionais que trabalham nas instituições.

Outra novidade será a destinação de R$ 6 milhões, aprovados pelo Conselho Estadual dos Direitos do Idoso – CEDI, para os novos Centros de Convivência da Pessoa Idosa. A ideia é fazer com que os Centros funcionem em estruturas já existentes como: clubes, associações, salões paroquiais e outros espaços.

Mais uma boa notícia é que, em parceria com a Celepar, serão desenvolvidas duas ações. A primeira será o programa “Idoso Play”, que através de podcasts vai abordar assuntos como saúde, bem-estar, cidadania e direitos das pessoas idosas. A outra iniciativa trata-se da volta do projeto “60+ e daí?”, que oferece gratuitamente cursos de smartphone para pessoas idosas. Esta ação será realizada assim que a Secretaria de Saúde liberar. “Ações como essa são importantes para a democratização da tecnologia e também para ampliar a familiaridade das pessoas idosas, facilitando o contato com familiares e amigos para participarem de redes sociais como o WhatsApp, Facebook, YouTube e Instagran”, afirma Ney.

Um ponto importante que também merece destaque é o aumento do número de municípios que aderiram às ações. “Saltamos de 167 para 378 municípios com fundos da pessoa idosa legalmente criados nesta gestão”, revela Leprevost. A previsão é que até março de 2022 mais de 80% dos municípios do estado estejam aptos a participar do programa “Vida Ativa” do Governo Federal. O secretário aponta ainda o aumento de 12 para 108 cidades que entraram no programa “Amigo da Pessoa Idosa” que qualifica as prefeituras a receberem recursos do Governo Federal. “Convidamos todos os municípios paranaenses a aderirem às propostas que tem como objetivo proporcionar à população um envelhecimento ativo, saudável, cidadão e sustentável”, conclui Leprevost.

Também nessa gestão, 12 municípios paranaenses receberam o selo “Amigo da Pessoa Idosa”, reconhecimento internacional pela OPAS (Organização Panamericana de Saúde).

(Via assessoria de imprensa).

Semana já vai começar com 2.615 vagas de empregos disponíveis nas Agências do Trabalhador

As 216 Agências do Trabalhador do estado, vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná disponibilizam nessa semana, 2.615 vagas de empregos com carteira assinada nas empresas. Dessas vagas, 1.513 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Sejuf é responsável pela intermediação de mão de obra e captação de vagas nas Agências do Trabalhador do Estado. “Ajudar os trabalhadores do Paraná a encontrar um bom trabalho é prioridade da nossa gestão. Emprego com carteira assinada é o melhor de todos os programas sociais”, disse o secretário Ney Leprevost.

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná são para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (1.264 vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo (261 vagas), abatedor de aves (210 vagas) e alimentador de linha de produção (200 vagas).

*ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS* – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

A Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento está sendo feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br. É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

*OFERTA DE VAGAS* – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho programa retomada do curso de smartphone para as pessoas idosas

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, anunciou que a volta dos cursos básicos de smartphone para as pessoas idosas, integrante do projeto “60+ e daí”, está programada para setembro de 2021 ou até antes, assim que toda população com mais de 18 anos tiver tomado a primeira dose da vacina e houver a liberação da saúde pública.

“Ações como essa são importantes para democratização da tecnologia e também para ampliar o conhecimento dos idosos, facilitando o contato com familiares e amigos que podem participar de redes sociais como o Whatsapp, Facebook, YouTube e Instagran”, disse o secretário Ney Leprevost, afirmando que o smartphone é uma ferramenta fundamental para facilitar a vida de todos, independentemente da faixa etária.

No curso, que é ofertado de forma gratuita através de uma parceria do Departamento da Política para a Pessoa Idosa da Sejuf com a Celepar, os idosos aprendem a personalizar o celular, colocar ou trocar o papel de parede, aumentar o volume, o tamanho das letras, editar e excluir contatos e, claro, ler e responder as mensagens. Também fazem parte do aprendizado, a utilização das configurações do celular (data e hora, idioma, sons, papel de parede, tela de bloqueio e segurança, alarmes, acessibilidade, personalização de atalhos e contatos), fotografar, filmar, enviar filmagens, enviar fotos, localizar os arquivos gerados e excluir itens do celular.

Projeto 60 + e daí – Idealizado pelo Departamento da Política para a Pessoa Idosa, o projeto “60+ e daí” é destinado a grupos de pessoas idosas e famílias concentradas em locais não assistidos diretamente pelo poder público como igrejas e associações de moradores. “O projeto 60+ e daí? aproxima o Estado e a população idosa por meio de divulgação do Estatuto do Idoso e dos seus direitos. É um diálogo aberto, franco e didático que acontece nos locais onde as pessoas idosas se reúnem, como igrejas, centros de convivência, pastorais e outros. Para mais informações basta entrar em contato pelo e-mail 60edai@sejuf.pr.gov.br”, disse Adriana Oliveira, chefe do Departamento da Política para a Pessoa Idosa.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretário Ney Leprevost anuncia que microcrédito já está disponível na Agência do Trabalhador de Curitiba

Trabalhadores e empreendedores que procurarem a Agência do Trabalhador de Curitiba agora podem contar com um novo serviço. Além das vagas de trabalho e seguro desemprego, a unidade agora oferece a oportunidade de contratar operações de microcrédito para apoiar a instalação ou fortalecimento de pequenos negócios. O novo serviço é uma parceria da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho com a Fomento Paraná, por meio das linhas de crédito Banco do Empreendedor e Banco da Mulher Paranaense.

“Nossas Agências do Trabalhador estão atendendo a todo vapor permitindo que milhares de vagas sejam preenchidas nas empresas, para aumentar a produção e melhorar a renda”, afirma o secretário Ney Leprevost. “E agora a partir da determinação do governador Ratinho Junior também formalizamos essa parceria com a Fomento Paraná para oferecer crédito em condições especiais para apoiar projetos de pessoas que muitas vezes perderam o emprego mas possuem habilidades, sonham ter um negócio próprio e podem gerar outros empregos”.

Em Curitiba, o serviço entrou em operação em 26 de abril e já apresenta bons resultados. A cabeleireira Roseli Oliveira Correa conseguiu crédito para fazer uma reforma no salão de beleza. “A Fomento Paraná acertou em cheio tendo como parceiro Agência do Trabalhador. F além da minha expectativa. A Agência conta com uma excelente equipe para nos atender”, relatou.

Segundo a coach Dilmara Blinski, o apoio do Estado ao profissional empreendedor nesse momento de crise na atividade econômica é essencial. “O microcrédito é uma excelente ferramenta para ajudar na sobrevivência das empresas nesse momento de dificuldade geral”, conta a empreendedora. Dilmara usou o crédito para a compra de equipamentos de uso profissional para o dia a dia.

Outro caso de sucesso da parceria Agência do Trabalhador e Fomento Paraná foi o da Maynara Nayr Lima da Fonseca, que buscava recursos para comprar matéria-prima para as vendas para o Dia dos Namorados. Com dinheiro na mão ela conseguiu comprar mercadorias à vista, com desconto, e confeccionou diversas peças, tendo excelente resultado de vendas. “O microcrédito serviu para compra de matéria-prima em grande quantidade para meu negócio e garantiu um preço melhor de compra. A outra parte do empréstimo apliquei em conhecimento para cuidar do marketing do meu negócio”, diz ela.

Maynara comemorou o resultado da iniciativa. “Eu já conhecia o microcrédito, mas não sabia como ter acesso. Quando passou a reportagem no jornal, fui logo agendar um horário para entender como realmente funciona. A parceria da Fomento e Agência do Trabalhador trouxe mais acessibilidade ao dinheiro”, concluiu.

*MICROCRÉDITO* – A oferta de microcrédito nas Agências do Trabalhador é uma das ações do Programa Recomeça Paraná – desenvolvido pela equipe do secretário Ney Leprevost na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior. O objetivo é ampliar a geração de emprego e renda com apoio das Agências do Trabalhador e parceria da Fomento Paraná, SEBRAE, BRDE, Sistema S e Secretaria da Educação e, assim, fortalecer a retomada econômica no Paraná.

O microcrédito da Fomento Paraná é composto por empréstimos e financiamentos de até R$ 20 mil, com até três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento. É destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil. A taxa de juros varia de acordo coma a análise de crédito, com disponibilidade a partir de 0,60% ao mês no Banco do Empreendedor.

Para incentivar o empreendedorismo e a participação feminina no mercado empresarial, se o empreendimento tem uma mulher como proprietária ou sócia a taxa de juros é ainda mais reduzida, por meio do programa Banco da Mulher Paranaense, a partir de 0,45% ao mês.

O limite de crédito varia de acordo com o período de atividade do empreendedor ou empreendimento. Para empreendedores informais, ou que estão iniciando uma atividade, o limite é de R$ 5 mil. O limite sobe para R$ 10 mil para quem tem uma atividade já formalizada, mas ainda não completou 12 meses de registro do CNPJ. E quem está formalizado como MEI há mais de um ano pode contratar créditos de até R$ 20 mil.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Procon da secretaria de Justiça registra mais de 92 mil atendimentos no primeiro semestre

O Procon-PR, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do governo do Paraná, registrou neste primeiro semestre de 2021 um total de 92.050 reclamações, sendo que 80% dos casos registrados foram solucionados.

A maior quantidade de reclamações chegou através da plataforma consumidor.gov.br com 64.816 casos, seguida de 27.234 contestações registradas pelos canais digitais do órgão estadual do consumidor. Esses números refletem um aumento de 7% em relação ao mesmo período de 2020, quando o Procon registrou 84.630 atendimentos.

As principais áreas que obtiveram maior número de reclamações neste período foram empresas de telecomunicações, telefonia e serviços financeiros. “Mesmo nessa época de pandemia, o Procon segue o atendimento através de suas plataformas e canais on-line para assegurar os direitos do consumidor no Paraná”, informou o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

A chefe do Procon-PR, Claudia Silvano disse que “devido à pandemia, os atendimentos e reclamações estão sendo resolvidos em aproximadamente 15 dias através dos vários canais de atendimentos on-line”.

*ATENDIMENTOS* – O Procon é responsável pela implementação e execução da política estadual de proteção, orientação, defesa e educação do consumidor. Em caso de dúvidas e reclamações o consumidor pode acessar os canais de atendimento online do Procon-PR através dos sites www.consumidor.gov.br / www.procon.pr.gov.br

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Adolescentes que cumprem medida socioeducativas farão o Encceja

Cerca de 90% dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas de internação no Paraná foram inscritos para realizar o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), marcado para os dias 13 e 14 de outubro. A iniciativa foi coordenada pela Secretaria de Justiça Família e Trabalho (Sejuf) através do Departamento de Atendimento Socioeducativo e das equipes das Unidades Socioeducativas do Estado e vai beneficiar 261 jovens.

“Essa iniciativa vai garantir boas chances no processo de formação e também no resgate da cidadania desses jovens que merecem uma nova oportunidade”, disse o secretário de Justiça Ney Leprevost.

O Encceja é uma possibilidade para que os jovens consigam o certificado do Ensino Fundamental ou Médio. A nota mínima no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos que cumprem medida socioeducativa de privação de liberdade (Encceja/PPL), edição 2021, garante que os adolescentes possam progredir nos estudos. “A oferta do Encceja nas unidades é uma ação importante do nosso Departamento para mostrar aos adolescentes que existe um novo caminho a ser seguido”, disse o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antonio Pancotti.

As provas terão questões objetivas e de redação e organizadas por área de conhecimento e respectivos componentes curriculares. Para o Ensino Fundamental serão aplicadas provas das seguintes áreas: Ciências Naturais, História, Geografia, Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Matemática, além da redação. Já para o Ensino Médio serão aplicadas provas das áreas de conhecimento de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, além da redação.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho contabiliza recorde de inscrições no edital que vai destinar recursos para projetos na defesa e garantia de direitos das Crianças e dos Adolescentes

A secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná contabilizou um recorde de inscrições no edital que vai destinar R$ 62 milhões para projetos voltados à garantia dos direitos das crianças e adolescentes. No total foram 688 propostas incluídas por Organizações da Sociedade Civil, que manifestaram o interesse de participar das ações. Os recursos estão previstos no edital 001/2021 do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente.

“A quantidade histórica de pedidos de recursos e envios de propostas demonstra o interesse das Organizações da Sociedade Civil em realizar um trabalho mais efetivo com vista na defesa e garantia dos direitos das crianças e adolescentes”, afirma o secretário Ney Leprevost.

Do total de inscritas, 461 entidades apresentaram a documentação adequada e poderão participar da próxima etapa. As propostas serão analisadas por uma comissão, que levará em conta o propósito da destinação dos recursos. As outras 227 organizações terão suas situações analisadas.

A chefe do Departamento de Política da Criança e do Adolescente, Ângela Mendonça, explica que será criada uma força-tarefa para analisar todas as propostas no prazo de dois meses. Essa etapa está prevista para ocorrer entre os dias 9 de julho a 10 de setembro deste ano.

O presidente do Cedca, José Wilson Souza, afirmou que “o grande número de entidades participantes demonstra que estamos no caminho certo, pois com a pandemia as entidades necessitam desses recursos com urgência, para atendimento das crianças e adolescentes”.

Após a avaliação da Comissão em relação à quantidade de entidades que estão aptas a participar do processo, começará a fase de análise e classificação das propostas. As propostas levarão em conta o atendimento das seguintes diretrizes: Garantia do Direito à Vida e Saúde; Garantia do Direito à Convivência Familiar e Comunitária; Garantia do Direito à Educação, à Cultura, ao Esporte e ao Lazer; Garantia do Direito à Profissionalização e à Proteção no Trabalho; Garantia do Direito às Crianças e Adolescentes com Deficiência; Garantia do Direito às Crianças e Adolescentes Indígenas e de Comunidades Tradicionais e Garantia do Direito às Crianças e Adolescentes ao enfrentamento as situações de violência.

(Assessoria de imprensa Luana Pires).

Ney Leprevost defende vacinação urgente de gestantes e lactantes

 

O deputado federal licenciado Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, declarou apoio ao Projeto de Lei (PL) 1398/2021, que altera a Lei nº 14.124, de 10 de março de 2021, para determinar a inclusão, como grupo prioritário no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, de gestantes, puérperas e lactantes.

De acordo com o texto, as gestantes, puérperas, independentemente de idade ou da existência de comorbidades serão consideradas prioridade.

O fato é que o novo coronavírus exige, cuidados especiais dessas mulheres. “Infecções pela Covid-19 oferecem mais riscos para as grávidas e seus bebês em gestação, o que exige das futuras mães doses extras de cuidados para se manterem livres do coronavírus”, afirma o Dr. Edilberto Rocha, coordenador da Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Santa Joana.

A gestação é uma condição que pode favorecer a trombose, a formação de coágulos no sangue, e a Covid-19 também. Ou seja, o perigo aumenta.

Na segunda onda da pandemia, particularmente no Brasil, observou-se aumento significativo de complicações dos quadros infecciosos entre mulheres grávidas. Por isso, a regra é: cuidados redobrados.

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná vai ampliar o atendimento aos trabalhadores com a criação de 183 “Postos Avançados” das Agências do Trabalhador

O secretário Ney Leprevost anunciou que a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, através do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda, em parceria com as prefeituras municipais vai ampliar o atendimento aos trabalhadores com a criação de 183 Postos Avançados do SINE nos municípios que não possuem Agências do Trabalhador. A ação faz parte do projeto “Emprega Mais Paraná”, e tem como objetivo atender os trabalhadores em todos os 399 municípios do Paraná e facilitar o acesso à busca de vagas de trabalho.

Cada Posto Avançado estará vinculado à Agência do Trabalhador do município mais próximo e contará com suporte dos Escritórios Regionais da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho. Os atendimentos serão realizados de forma presencial mediante agendamento e seguindo todos os protocolos das autoridades sanitárias e seguindo os decretos Estadual e Municipal.

“A ação foi pensada e desenvolvida pensando na facilidade que vai proporcionar a muitos trabalhadores que hoje tem um gasto adicional de deslocamento de seus domicílios até as cidades que têm uma Agência do Trabalhador”, explicou o secretário Ney Leprevost lembrando que nem todos têm condições de pagarem internet para acessar os serviços online. “É uma alternativa criada pelo governo Ratinho Junior para dar oportunidade igualitária para todos os paranaenses”, complementou Ney.

Nestes Postos Avançados, além do atendimento ao trabalhador que busca uma colocação do mercado de trabalho formal, também será realizado o atendimento daquelas pessoas que necessitam solicitar seu benefício do seguro desemprego. Além disso, essas unidades facilitarão o acesso do trabalhador à capacitação profissional, ao microcrédito e demais programas relacionados à política de trabalho, emprego e renda.

“Acreditamos que a ação ajudará no avanço, tanto na economia local como também no atendimento às necessidades laborais dos cidadãos com informações precisas”, disse a chefe do Departamento de Trabalho e Estímulo a Geração de Renda, Suelen Glinski.

Os Termos de Cooperação detalham que os municípios cedem um funcionário e a estrutura física para a instalação da unidade e a Sejuf oferece a capacitação ao servidor e o acesso para o gerenciamento do sistema local de intermediação de vagas de emprego.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Procon-PR aplica quase 300 mil em multas sobre o banco C6 por empréstimos não solicitados

O Procon-PR, departamento da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, multou nesta terça-feira (06) o Banco C6 em razão de reclamações apresentadas pelos consumidores durante a pandemia. A multa é de R$ 296.308,21 e a infração da instituição foi realizar empréstimos não solicitados para os consumidores mais vulneráveis, pessoas idosas e pensionistas, que por sua vez, na maioria das vezes, acabam não percebendo o valor creditado na conta, gastando a quantia que depois é descontada diretamente em sua aposentadoria.

“Fazemos um grande esforço para ajudar a resolver os problemas dos consumidores pelos canais preliminares de solução de conflitos e este é o nosso dever. Mas quando o estabelecimento infrator recusa o acordo ou a solução do problema, se sujeita à aplicação das sanções previstas na lei”, afirma o secretário, Ney Leprevost.

Os principais problemas que geram a aplicação das multas pelo Procon são referentes a cobranças indevidas e prestação de serviços sem solicitação, além de cobranças abusivas. Segundo Leprevost, a empresa foi notificada, sendo assegurada a ampla defesa e o contraditório.

Após tentativas para resolver amigavelmente a situação com a instituição, o Proncon-PR, realizou a abertura de processo administrativo, mas como as respostas apresentados pelos bancos não foram aceitas as multas foram aplicadas.

“É importante que o consumidor sempre procure o Procon-PR para formalizar a sua reclamação e acompanhe o seu extrato, a sua conta e, também, o extrato do seu benefício, caso se trate de aposentado ou pensionista”, alertou Claudia Silvano, chefe do Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-Pr).

*ATENDIMENTOS* – Devido a pandemia da Covid-19, o Procon-PR está realizando atendimento somente pelos canais digitais e oferece ao consumidor diversas formas de contato: a Simples Consulta, que tem como objetivo o esclarecimento de dúvidas na compra de produtos ou contratação de serviços; a CIP (Carta de Informações Preliminares), que demanda uma intervenção do órgão para solucionar de forma rápida as reclamações apresentadas pelos consumidores (no prazo médio de 10 dias); e o Processo Administrativo, que requer audiência de conciliação entre as partes e sujeita o fornecedor às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor.

Para reclamações, o caminho mais fácil é acessar a plataforma online www.consumidor.gov.br, também disponível em aplicativo gratuito para Android e iOS.

Mais informações sobre os Direitos do Consumidor estão no site www.procon.pr.gov.br

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho promove “Ciclo de Formação: Como Educar Direitos Humanos”

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através da Escola de Educação em Direitos Humanos (Esedh), promove nesta quinta-feira (8), das 14h às 17h, a abertura do “Ciclo de Formação: Como Educar Direitos Humanos”. O objetivo será estimular e fortalecer caminhos possíveis para a disseminação de uma cultura democrática e de reconhecimento do outro como um ser de direitos.

“Promover o debate de direitos humanos e da diversidade cultural é de extrema importância para o desenvolvimento saudável da nossa sociedade”, disse o secretário Ney Leprevost.

Ao todo serão 5 lives, que serão realizadas todas as quintas-feiras até o dia 5 de agosto de 2021, no canal do Youtube da ESEDH www.youtube.com/c/esedhpr

Segundo o coordenador da Escola de Educação em Direitos Humanos, professor Tadeu Átila Mendes, o ciclo de formação tem como objetivo “promover o debate de direitos humanos tanto quanto a diversidade cultural, sexual e religiosa; violência nos segmentos vulneráveis, questão étnico-racial, imigração e comunidades tradicionais, além de questões relacionadas à segurança alimentar e às condições contemporâneas do trabalho”, concluiu.

Professores, servidores públicos, estudantes, agentes promotores de direitos humanos e a comunidade podem participar. As inscrições podem ser feitas através do link https://www.cursos.escoladegestao.pr.gov.br/pdcweb/manterEvento.do?action=exibirEvento&codEvento=yfnmfmlfmlfml

Para receber o certificado é preciso ter 70% de presença no curso.

Os temas serão:

• 08/07
Direitos Humanos, História e Cultura
Conceitos básicos – Ms. André Bakker (Instituto Aurora);
Direitos Humanos, Alteridade e Diversidade Cultural – Ms. Fabiano Azola (USP);
Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e Dignidade Humana – Dra. Eneida Desiree (UFPR).

• 15/07
Direitos Humanos, Cidadania e Violações
Direitos Humanos, Cidadania e Democracia – Dr. Osmir Dombrowski (UNIOESTE);
Direitos Humanos, Violência, Violação e segurança pública – Dra. Samara Feitosa.

• 22/07

Direitos Humanos e Grupos Vulneráveis

Direitos Humanos, imigrantes, refugiados e apatridos – Dr José Antonio Perez Gediel (UFPR);

Direitos Humanos, criança e adolescente – Ma. Carolina Pacheco (UFPR);
Direitos Humandos, idosos e pessoas com deficiência _ Ms. Eber Santos da Silva e Ma. Dandara dos Santos Damas Ribeiro.

• 29/07
Direitos Humanos e Diversidade
Direitos Humanos e diversidade sexual – Dra. Julia Gitirana (FAE) e Ms. Victor Sugamosto Romfeld (TJPR);
Direitos Humanos e diversidade religiosa – Ms. Arthur Alexandre Maccdonal.

• 05/08
Temas Emergentes
Direitos Humanos e meio ambiente – Dr. Felipe Bueno Amaral (UNINTER);
Direitos Humanos e mundo do trabalho – Ma. Camila Sailer Rafanhim de Borba (UFPR).

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Semana começa com 2.918 vagas de emprego ofertadas pelas Agências do Trabalhador da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho

As 216 Agências do Trabalhador do estado, vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná disponibilizam nessa semana, 2.918 vagas de empregos com carteira assinada nas empresas. Dessas vagas, 1.273 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Sejuf é responsável pela intermediação de mão de obra e captação de vagas nas Agências do Trabalhador do Estado. “Nosso esforço das Agências do Trabalhador no governo Ratinho Júnior é para captar vagas e encaminhar profissionais para empregos formais, com carteira assinada”, afirma Leprevost, reforçando que a orientação é para que as Agências do Trabalhador tenham uma postura proativa e busquem as vagas diretamente com as empresas.

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná são para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (1.868 vagas), abatedor de aves (210 vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo (176 vagas) e alimentador de linha de produção (98 vagas).

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

A Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, o atendimento está sendo feito somente com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados em buscar uma oportunidade de emprego devem fazer o agendamento pelo site da Secretaria, através do endereço www.justica.pr.gov.br/trabalho

As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br. É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretário Ney Leprevost agradece apoio da comunidade na ação para atender 250 famílias em vulnerabilidade no bairro Parolin

Na sexta-feira (2) servidores da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, entregaram alimentos, roupas e cobertores na Comunidade São Sebastião, localizada no bairro Parolin em Curitiba. As doações foram feitas através de um pedido do secretário Ney Leprevost a comunidade e aos servidores da Sejuf, que se mobilizaram na arrecadação para a campanha “SOS Parolin” durante dois dias no estacionamento do Palácio das Araucárias em sistema Drive-Thru.

A campanha chamada de “SOS Parolin” é uma parceria da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e a igreja Católica, através do padre Elias Wolff e a presidente da Capela São Sebastião, Leonira Vidal, responsável pelos projetos sociais da comunidade que atende muitas famílias do bairro e moradores de rua em vulnerabilidade social.

Nesta ação foram aproximadamente, 500 peças de roupas e cobertores, quase duas toneladas de alimentos não perecíveis. Um dos apoiadores foi o Curitiba Vôlei, que fez a doação de cobertores e moletons.

“É fundamental olhar para o próximo e fazer uma boa ação. Além do frio, convivemos com essa pandemia devastadora, o que torna essa campanha ainda mais importante. Quero agradecer de coração a todos aqueles que ajudaram”, disse Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho.

“Por causa da pandemia o número de famílias cadastradas aumentou de 150 para 250 e tivemos que contar com ajuda dos parceiros como o Ney Leprevost para ajudar nas doações”, disse Leonira Vidal, responsável pelos projetos sociais da comunidade.

(Via Assessoria de imprensa – Edson Pires)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho já beneficiou 10.351 pessoas com deficiência através do sistema Passe Livre Intermunicipal

Conceder e oportunizar o acesso ao benefício de isenção tarifária no transporte coletivo intermunicipal para pessoas com deficiência é o foco do sistema Passe Livre Intermunicipal, da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná (Sejuf). Desde o início da gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost até junho de 2021, o sistema Passe Livre Intermunicipal já beneficiou 10.351 pessoas com deficiência em aproximadamente 500 unidades dos Centros de Referências de Assistência Social (Cras) cadastrados no Estado.

O benefício teve adesão de mais 14 municípios, totalizando agora 385 cidades habilitadas ao programa e representa 96,49% de abrangência no estado. “O benefício estadual assegura a isenção tarifária nos transportes coletivos intermunicipais para pessoas com deficiência e renda familiar até dois salários mínimos regionais do Paraná”, explicou o secretário Ney Leprevost.

Essa isenção se estende também às pessoas que possuem algumas doenças crônicas como insuficiência renal crônica, doença de Crohn, câncer, transtornos mentais graves, HIV, mucoviscidose, hemofilia e esclerose múltipla, desde que estejam em tratamento continuado fora do município de sua residência.

O sistema Passe Livre passou por reestruturação e está operando digitalmente, proporcionando maior rapidez e facilidade na concessão do benefício. “Este processo para implantação do sistema online foi uma parceria do nosso Departamento com os Escritórios Regionais e a Celepar e tem um importante papel na agilidade e operacionalização do benefício”, informou o chefe do Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Felipe Braga Cortes.

Para solicitar a carteira do Passe Livre é necessário comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo da residência. O Cras acessa o novo sistema eletrônico e, após a aprovação, a carteirinha chega em até 40 dias no endereço do solicitante, ou em outro endereço sugerido, ou mesmo no próprio Cras – conforme a opção escolhida por quem solicitou.

Os novos municípios que aderiram ao sistema Passe Livre são: Douradina, Reserva do Iguaçu, Campina do Simão, Pinhalão, Turvo, Altamira do Paraná, Candói, Morretes, Quedas do Iguaçu, Serranópolis do Iguaçu, Guaraqueçaba, Peabiru, Guaíra e Astorga.

Mais informações sobre o sistema Passe Livre podem ser obtidas através da página http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Programa-Passe-Livre

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost reforça ações na Lapa e Contenda

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, Ney Leprevost, esteve nesta quinta-feira (01/07) no município da Lapa, oportunidade em que foi recebido pelo prefeito, Diego Timbirussu Ribas e pelo secretario de desenvolvimento econômico, Edevir Massao Scroccaro.

Na condição de deputado federal licenciado, a pedido do ex vice prefeito Leandro Borges da Silveira, Ney Leprevost destinou através do suplente uma emenda no valor de 100 mil reais para ajudar a saúde do município.

Hoje, o secretário Ney Leprevost visitou a indústria Potencial que é a maior empresa de biodiesel do Brasil gerando 500 empregos diretos no município.

Na sequência, o secretário Ney Leprevost visitou o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), onde foi recebido pela diretora de assistência social, Ana Karina Azambuja.

Ney também esteve na Agência do Trabalhador onde foi recepcionado pelo gerente da Agência do Trabalhador da Lapa, Odinir Santos Tenório. “Na nossa gestão a geração de empregos é prioridade. Nas Agências do Trabalhador, estão disponíveis vagas de empregos com carteira assinada em diversas empresas do Paraná”.

Depois o secretário Ney Leprevost esteve no município de Contenda, na sede provisória da prefeitura . Na ocasião, foi recebido pelo prefeito , Antônio Adamir Digner o “Mostarda” , pela secretária de assistência social , Angela Mayer de Souza DignerJaime, pelo secretário de administração , Pedro César Rychuv Santos, pelo diretor de indústria e comércio, Fernando Gomes, pelo chefe de gabinete, Emanuel Souza e Silva e pela secretaria de governo , Silvana Cavalim de Souza.

Na Agência do Trabalhador do município, Ney foi recebido pelo diretor, André Luis Oliveira Carvalho. Na oportunidade, conheceu a servidora Letícia , que empregou muitas pessoas através da Agência do Trabalhador de Contenda e que hoje se aposentou.

“Fiz questão de ir pessoalmente agradecê-la pelos anos de vida dedicados a prestar serviços ao próximo”, disse Ney.

Ney Leprevost ainda foi visitar as futuras instalações da fábrica da Bosch, uma nova metalurgica que vai gerar 400 empregos na Região Metropolitana de Curitiba.

(Via Assessoria de Imprensa )

Secretaria de Justiça arrecada alimentos e cobertores para ajudar famílias em situação de extrema vulnerabilidade no Parolin 

A campanha “S.O.S Parolin” criada e idealizada pelo secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, com apoio da igreja Católica, através do padre Elias Wolff e da presidente da Capela São Sebastião, Leonira Vidal, está arrecadando cestas de alimentos e cobertores para auxiliar 250 famílias do bairro Parolin, em Curitiba, em situação de extrema vulnerabilidade social.

“As pessoas estão participando pra valer. Somos muito gratos. Não se trata de caridade, mas de ação de responsabilidade social”, explica Leprevost.

As doações de alimentos continuarão sendo recebidas amanhã (01/07) das 8h30 às 17 horas, no estacionamento externo do Palácio das Araucárias, sede da Secretaria de Justiça Família e Trabalho, através do sistema drive-thru.

Essa ação soma-se a outras ações já realizadas pela sociedade e pelo próprio governo do Estado, como a “Aquece Paraná” e “Cesta Solidária”, lideradas pela primeira dama Luciana Massa através da Superintendência Geral de Ação Solidária da Sejuf em conjunto com a Defesa Civil.

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Secretaria de Justiça e Abrasel firmam parceria para oferecer cursos profissionalizantes gratuitos para jovens e 1º emprego 

O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, recebeu nesta terça-feira (29) a visita do presidente da Abrasel, Nelson Goulart que estava acompanhado do diretor executivo, Luciano Ferreira Bartolomeu.

Na oportunidade, firmaram parceria para oferecer cursos profissionalizantes gratuitos para jovens que estão à procura do primeiro emprego. No total, serão disponibilizadas 162 vagas, distribuídas em nove turmas.

Os cursos oferecidos serão nas áreas de cozinha a la carte, cozinha de Buffet, atendimento em salão e caixa. Ao final do curso os alunos sairão empregados.

“Cursos profissionalizantes são oportunidades que os trabalhadores têm para se capacitar e aumentarem as chances de conseguir um emprego melhor”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

De acordo com Nelson Goulart Junior, presidente da Abrasel, não existem cursos gratuitos de qualidade no setor ao mesmo tempo em que os estabelecimentos têm muitas vagas que precisam ser preenchidas.

Participaram da reunião, a chefe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda da (Sejuf), Suelen Glinski e o assessor técnico, Milton Kubicke.

Em breve as inscrições estarão disponíveis no site: http://www.justica.pr.gov.br

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho promove arrecadação de alimentos e cobertores para ajudar moradores do bairro Parolin, em Curitiba

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná vai realizar nesta quarta-feira (30 de junho) e quinta-feira (01 de julho), das 8h30 às 17h, no estacionamento externo do Palácio das Araucárias, Centro Cívico, uma ação de arrecadação de alimentos e cobertores para ajudar os moradores que se encontram em vulnerabilidade social no bairro Parolin, em Curitiba. As doações serão realizadas no sistema Drive-Thru, ou seja, não será necessário sair do veículo para doar e todos os cuidados serão tomados para evitar a disseminação da Covid-19.

Chamada de “SOS Parolin”, a ação tem apoio da igreja Católica, através do padre Elias Wolff e da presidente da Capela São Sebastião, sra Leonira Vidal, que fica a frente dos projetos sociais.

Devido a pandemia o número de famílias cadastradas em situação de extrema vulnerabilidade naquele bairro aumentou de 150 para 250. “É fundamental olhar para o próximo e fazer uma boa ação. Além do frio, convivemos com essa pandemia devastadora, o que torna essa campanha ainda mais imprescindível. Quero convocar a sociedade paranaense para que colabore e doe o que puder, neste momento é importante ajudar quem mais precisa”, disse Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho.

(Via #Equipe)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e ADVB lançam curso online com dicas para auxiliar pequenos empresários a vender na internet

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho em parceria com a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB-PR), oficializaram nesta segunda-feira (28) a parceria para disponibilizar o curso online “Dicas para Vender Mais” para auxiliar os pequenos empresários que sofreram e sofrem com a crise econômica, causada pela pandemia da Covid-19.

O objetivo é apresentar módulos com orientações de como utilizar o mundo virtual para oferecer seus produtos / serviços. No conteúdo, estão dicas de comunicação, redes sociais, marketing digital, vendas, atendimento e prospecção de clientes. O material foi desenvolvido com exclusividade para o governo do Estado do Paraná e reforça a importância do marketing digital e do próprio marketing para alcançar os objetivos de vendas

“O conteúdo é gratuito, rápido e prático. Ajuda o pequeno empresário a alavancar seu negócio em tempos de pandemia”, informou o secretário Ney Leprevost.

O presidente da ADVB/PR, Ney Braga Alves, disse que “os vídeos são apresentados em formato de pílulas, para que o pequeno empresário ou profissional autônomo tenha à mão um material fácil e prático, de grande relevância para ajudar a alavancar seu negócio”.

Para ter acesso ao curso “Dicas para Vender Mais”, acesse o site https://www.justica.pr.gov.br/ e https://advbpr.com.br/

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost entrega veículo para a Agência do Trabalhador de Guaratuba

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná (Sejuf), Ney Leprevost, repassou nesta segunda-feira (28), as chaves de um veículo Fiat Uno ao prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, para ser utilizado pelos servidores da Agência do Trabalhador de Guaratuba.

A entrega foi feita pelo secretário, Ney Leprevost no estacionamento do Palácio das Araucárias, em Curitiba. O veículo foi adquirido com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

“O governador Ratinho Junior e eu somos muito gratos ao desempenho das equipes das Agências do Trabalhador. Emprego com carteira assinada é o melhor programa social”, afirmou Ney.

Na oportunidade, o prefeito Roberto Justus agradeceu ao secretário Ney Leprevost. “Este veículo veio numa hora muito boa, pode ter certeza que vai fazer a diferença na geração de empregos na nossa cidade”, afirmou.

Além do secretário Ney Leprevost e do prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, participaram da entrega do veículo o diretor geral da (Sejuf), Cristiano Ribas, o vice prefeito de Guaratuba, Edison Camargo, o gerente da Agência do Trabalhador de Guaratuba, Adelar Rosa Feijó, e a chefe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda da (Sejuf), Suelen Glinski.

(Via assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho avança no socorro aos órfãos da Covid

Com o intuito de prestar auxílio aos bebês, crianças e adolescentes que perderam pais, mães e demais familiares para a COVID-19, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), por meio do Departamento de Políticas para Criança e Adolescente, realiza, no dia 25 de junho, às 10 horas, a reunião online “Perdas parentais em virtude da pandemia da COVID-19”, no canal do Youtube da Sejuf – http://abre.ai/sejufparana

O encontro virtual irá tratar sobre a deliberação nº 24/2021, a qual viabiliza recursos provenientes do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) aos municípios para atender essa parcela da população. “Felizmente somos gestores responsáveis e previdentes, e tínhamos deixado recursos reservados para socorrer as crianças na pandemia. Pedi a dra. Ângela para apresentar ao Conselho da Criança (CEDCA) um programa de 8 milhões de reais para ajudar os avós ou responsáveis legais no sustento destas crianças”, informou o secretário Ney Leprevost.

O encontro, que é mais uma das estratégias que a Secretaria vem adotando para minimizar os impactos financeiros e psicológicos daqueles que se tornaram órfãos da COVID-19, abordará temas fundamentais, como: bolsa auxílio para viabilização de Guarda subsidiada à família extensa, benefício eventual, ações de adequação para as instituições de acolhimento institucional e programas de saúde mental para elaboração do luto.

(Via assessoria de imprensa – Luana de Moraes)

Ney Leprevost é homenageado pelo Hospital Erasto Gaertner

Na quinta-feira (17), Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná e deputado federal licenciado, recebeu homenagem do Hospital Erasto Gaertner.

O texto do certificado de agradecimento diz que “Leprevost recebe a honraria especial por todo apoio dedicado ao Hospital Erasto Gaertner no enfrentando a pandemia. E que graças a sua colaboração foi possível equipar a entidade com duas novas UTIs de atendimento a pessoas com Covid-19”.

Ney também viabilizou 4 milhões em emendas impositivas para o hospital onco pediátrico Erastinho. Quem assina a homenagem feita em nome de Família Erastiana é o superintendente do Hospital Erasto Gaertner, Adriano Lago.

Ney Leprevost agradeceu a homenagem e destacou a importância do Hospital Erasto Gaertner no atendimento aos pacientes oriundos do Sistema único de Saúde (SUS).

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Secretaria de Justiça vai disponibilizar postos avançados das Agências do Trabalhador nos Escritórios Sociais do Departamento Penitenciário para ajudar os egressos na ressocialização

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná vai disponibilizar postos avançados das Agências do trabalhador nos 12 Escritórios Sociais do Departamento Penitenciário – Depen – para ajudar os egressos do sistema penitenciário na ressocialização através de orientação profissional.

O termo de cooperação técnica foi assinado nesta quinta-feira, dia 17, pelo secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost e pelo diretor-geral do Depen, Francisco Alberto Caricati. “Entendemos que as pessoas que cumpriram sua pena e retornam ao convívio com a sociedade, precisam e devem trabalhar”, disse o secretário Ney Leprevost, complementando que a iniciativa vai facilitar o acolhimento, cadastro e o encaminhamento para vagas de trabalho.

A chefe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda, Suelen Glinski, explica que “o compromisso das Agências do Trabalhador é ceder o treinamento, qualificar a pessoa responsável dentro do Escritório Social da Depen, para que ela tenha acesso e saiba operar o sistema para intermediação de mão de obra e captação de vagas junto aos empregadores visando à inserção dos egressos com qualidade e rapidez ao mercado de trabalho”.

Os pontos das Agências do Trabalhador nos escritórios serão nos municípios de: Curitiba, Cascavel, Londrina, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Paranavaí, Campo Mourão, Maringá, Ponta Grossa, Cruzeiro do Oeste e Toledo.

Também participaram da reunião o diretor-geral da Sejuf, Cristiano Ribas, a chefe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda, Suelen Glinski, a assessora do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda, Liza Marie Fortes e o vice-diretor geral do Departamento Penitenciário, Luiz Francisco da Silveira.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

 

Seminário “Cidadania em Tempos Digitais” realizado pela secretaria de Justiça em parceria com TJ e MP está disponível no YouTube

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, em parceria com o Tribunal de Justiça e o Ministério Público do Paraná, reuniu digitalmente mais de 600 pessoas para acompanhar o seminário online “Cidadania em Tempos Digitais”. O objetivo foi apresentar temas de interesse público através de uma nova forma de convívio social.

A abertura do evento apresentou a reflexão do procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Paraná, Gilberto Giacoia, sobre o momento pandêmico. “É um momento difícil que a humanidade atravessa, essa pandemia, esse flagelo trouxe uma nova ordem de reflexão existencial para nós todos”, disse.

Em seguida, o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador José Laurindo, falou sobre a dificuldade de se manter e exercer a cidadania nos tempos de pandemia e destacou a importância do Seminário através das plataformas digitais, “esse momento de impossibilidade de praticarmos a cidadania olho no olho, faz com que tenhamos urgência de trabalharmos nas plataformas virtuais e desenvolver politicas públicas inerentes a essa prática. Entender o conceito de cidadania digital é essencial para fomentar a conscientização das pessoas quanto ao uso responsável da internet”, afirmou.

O secretário Ney Leprevost completou a abertura do seminário fazendo um agradecimento aos participantes e destacando a importância de eventos virtuais que estimulem o exercício da cidadania. “A frequência constante de utilização do mundo virtual hoje é uma nova realidade. Devido a pandemia, essa é a maneira que temos de levar informações e cidadania para as pessoas”, concluiu.

Após a abertura, a primeira palestra foi com a dra. Angela Mendonça, chefe do Departamento de Políticas para Crianças e Adolescentes da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho. Para ela, “especialmente nesse período da pandemia, precisamos o tempo todo, tanto na efetivação das políticas púbicas, quanto no âmbito dos debates, junto ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança, estarmos atentos a ideia da integralidade. Nunca foi tão importante reassumirmos o artigo primeiro do Estatuto da Criança e do Adolescente, que estabelece a doutrina da proteção integral”, disse. Ela apresentou o tema Sociedade unida na prevenção a violência contra a criança.

Os próximos convidados foram Ney Braga Alves, presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing – ADVB-Pr e Gislayne Muraro, diretora executiva da ADVB Paraná, apresentando a palestra “Marketing digital para alavancar o comércio” e oficializando o lançamento do curso online “Dicas para Vender Mais”, uma parceria com a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, que vai auxiliar os profissionais apresentando vídeos curtos, de até 3 minutos, sobre os temas: prospecção e relação com clientes, assessoria de imprensa, acesso ao crédito no live commerce, google meu negócio, aplicativos úteis e gratuitos, networking, negociação, otimização em redes sociais, entre outros.

Seguindo o cronograma do Seminário, o advogado Célio Pereira Oliveira Neto apresentou o tema “Homeoffice com responsabilidade e cumprimento dos deveres”, mostrando a tendência de continuarmos na modalidade de teletrabalho. “Não da forma que estamos vivendo hoje, mas de uma forma que seja estruturada. A realidade não será de um teletrabalho em tempo integral, mas em um sistema hibrido, como já vem sido adotado”, disse. Ele ainda destacou empresas que adotaram o método e estão satisfeitas com as economias geradas.

Joice Valcarcel, psicóloga social, especialista em Projetos Sociais, analista de projetos da Associação dos Amigos do HC, falou sobre o tema: Saúde física e mental dos idosos em isolamento social”. A psicóloga ainda ressaltou a importância da mobilização para coibir a violência contra as pessoas idosas através de denúncias nos canais apropriados.
Encerrando o simpósio, Claudia Silvano, chefe do Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON, falou sobre os direitos dos consumidores em época de pandemia. “O nosso objetivo de todos os dias, a nossa missão é assegurar que o cidadão consumidor tenhas os seus direitos minimamente respeitados, finalizou.
O seminário está disponível para visualização no canal do Youtube da Sejuf: http://abre.ai/sejufparana

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Governo lança na Região Oeste o programa Emprega Mais Paraná

Ação desenvolvida pela Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho busca aproximar empresas com vagas disponíveis de potenciais candidatos, usando a intermediação das Agências do Trabalhador, além de ofertar capacitação de mão de obra.

O Governo do Estado lançou nesta quarta-feira (16), em Palotina, na Região Oeste, o programa Emprega Mais Paraná. A ação desenvolvida pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) busca aproximar empresas com vagas disponíveis de potenciais candidatos usando a intermediação das Agências do Trabalhador, além de ofertar capacitação de mão de obra.

Um ônibus itinerante oferecerá os mesmos serviços em municípios que não contam com agências físicas. O Paraná conta atualmente com 216 unidades das agências do trabalhador espalhadas por 54% dos 399 municípios do Estado. A cerimônia de lançamento do programa ocorreu na sede da cooperativa C. Vale, uma das primeiras a aderir ao projeto.

“A obsessão do Paraná e do governo Ratinho Junior é a geração de empregos. E nada melhor para marcar o lançamento deste programa do que estar presente em uma região tão importante do Estado, que oferece milhares de postos de trabalhos por meio de cooperativas como a C. Vale”, afirmou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. “O foco do programa é fazer a intermediação entre empregado e empregador, se colocar à disposição para facilitar a contratação”.

Nesta primeira fase, para dar largada ao programa, as Agências do Trabalhador de Palotina, Toledo e Assis Chateaubriand já colocaram à disposição 170 vagas. São todas contratações voltadas para a construção civil, em projetos de expansão da própria C. Vale, Plusval e Frimesa – a C.Vale tem participação societária nas outras duas corporações.

Quando as obras forem finalizadas, em 2022, o Emprega Mais Paraná vai ofertar 2.164 postos para diferentes setores das indústrias em construção. Atualmente, somente a C. Vale emprega mais de 12 mil pessoas na região.

“O mundo busca duas coisas hoje: saúde e emprego. Nós temos isso em abundância aqui, ao oferecer qualidade de vida e 18.330 postos de trabalhos para um futuro breve”, destacou o presidente da C.Vale, Alfredo Lang. “Essa conta é só entre a C.Vale, Plusval e a Frimesa de Assis Chateaubriand”. O cálculo envolve a ampliação da industrialização de frangos, peixes e suínos.

Chefe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda da Sejuf, Suelen Glinski explicou como o programa vai funcionar na prática. “Através do levantamento dos profissionais desempregados na região e da qualificação profissional, conseguiremos subsidiar a demanda dessas grandes empresas que estão se instalando nas regiões do Estado”, ressaltou.

De acordo com o planejamento da Sejuf, o programa iniciado no Oeste do Paraná será ampliado para outros municípios e regiões.

(Via Agência de Notícias)

Semana começa com mais de 3 mil vagas de emprego ofertadas através das Agências do Trabalhador da Secretaria de Justiça

As 216 Agências do Trabalhador, vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná disponibilizam nesta semana, 3.007 vagas de empregos com carteira assinada nas empresas do Paraná. Dessas vagas, 1.357 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Sejuf é responsável pela intermediação de mão de obra e captação de vagas nas Agências do Trabalhador do Estado. “A geração de empregos é a nossa obsessão. Dar aos paranaenses a oportunidade de terem trabalho com carteira assinada é o melhor de todos os programas sociais. Por isto, cada vez mais, estamos intensificando as parcerias com as empresas”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná são para os setores da indústria, serviços e construção civil. As principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (1.934 vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo (226 vagas), alimentador de linha de produção (159 vagas) e abatedor de aves (152 vagas).

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS – Devido ao aumento de casos da Covid-19, os atendimentos presenciais na Agência do Trabalhador Central da capital, vinculada à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, estão suspensos, sendo que os interessados em vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

Em Curitiba, o atendimento é feito pelo chat http://sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos fones 41 3883-2208, 3883-2212, 3883-2224, 3883-2223, 3883-2225, 3883-2234, 3883-2257 e 3883-2259 de segunda a sexta-feira das 09h às 17h. As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos telefones 41 3883-2214, 3883-2251, 3883-2252 e 3883-2256. É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

Na capital, para realizar oferta de vagas poderá ser realizado contato através dos telefones 41 3883.2220, 3883.2218, 3883.2241, 3883.2245 e 3883.2236.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretário Ney Leprevost recebe equipe da Coordenação da Juventude para aprovar novos projetos para os jovens

Nesta quinta-feira, o secretário Ney Leprevost recebeu a equipe da Coordenação de Políticas Públicas para Juventude da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho para avaliar os projetos desenvolvidos no setor. Um deles, a Escola de Formação de Novos Líderes, tem como objetivo qualificar o maior número de jovens e identificar o perfil empreendedor de novos talentos. Funcionará no sistema EAd e também de forma presencial, após a pandemia.

Outro projeto apresentado foi o programa que oferece microcrédito para os jovens, uma parceria da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho com a Fomento Paraná, que tem como objetivo oferecer crédito subsidiado para jovens empreendedores.

Além do secretário Ney Leprevost, participaram da reunião o coordenador Samuel Tives, os assessores Douglas Miranda, Murilo Lazarotto e o assessor de gabinete Guilherme Feltrin.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretário Ney Leprevost coloca as 216 Agências do Trabalhador da Secretaria de Justiça na campanha Aquece Paraná

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, colocou as 216 Agências do Trabalhador na campanha Aquece Paraná. “É fundamental olhar para o próximo e fazer uma boa ação. Além do frio, convivemos com essa pandemia devastadora, o que torna essa campanha ainda mais imprescindível. Quero convocar toda a sociedade paranaense para que colabore e doe o que puder, neste momento é importante ajudar quem mais precisa”, ressaltou Ney Leprevost.

Nessa ação, as Agências do Trabalhador da Secretaria de Justiça, servirão como ponto de coleta das doações para posteriormente repassarem os itens arrecadados para o Corpo de Bombeiros dos municípios.

Além das Agências, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho mobilizou os 24 Escritórios Regionais da pasta para fortalecer a campanha e reunir o maior número de doações para as pessoas que estão sofrendo com as baixas temperaturas no Estado.

Aquece Paraná – A Campanha Aquece Paraná é uma iniciativa idealizada pela primeira-dama e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa e pela Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS), vinculada à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, busca arrecadar roupas, calçados, cobertores, roupas de cama e outros itens em bom estado de uso para destinar a pessoas em situação de vulnerabilidade social de todas as regiões do Estado.

Aplicativo – É possível realizar doações pelo aplicativo Paraná Solidário. Para doar usando o App, basta acessar o site http://www.aqueceparana.pr.gov.br/, apontar a câmera do celular para o QR Code que aparece na tela e fazer o download do aplicativo, que está disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS.

Ao abrir a ferramenta, é preciso fazer um cadastro de doador. Assim que fizer o login, o usuário é direcionado diretamente para as doações do Aquece Paraná, podendo escolher a categoria do produto a ser doado: agasalhos ou cobertores.

Os doadores devem descrever e adicionar fotos dos produtos e confirmar o envio. O aplicativo mostra então as instituições mais próximas que precisam daquela doação. O contato com a entidade para acertar os detalhes sobre a entrega é feito pela própria ferramenta, ficando sob responsabilidade da entidade ou do doador.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost pede reabertura da Base de Divisão de Operações Aéreas do Paraná

O deputado federal licenciado Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, encaminhou documento ao Ministério da Justiça e Segurança Pública solicitando a reabertura da Base de Divisão de Operações Aéreas (BOA-PR).

O pedido foi feito por ofício ao parlamentar pelo Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Paraná (SINPRF-PR). No documento, os policias rodoviários solicitam a reabertura da Base de Divisão de Operações Aéreas, apresentando relatórios das atividades da Divisão e ressaltando que a mesma foi responsável por grande parte dos salvamentos aeromédicos em rodovias paranaenses, e que os policiais também atuavam na prevenção e combate ao contrabando e tráfico de drogas nas regiões de fronteira do Estado do Paraná.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Paraná, essa base vai ajudar muito no atendimento aos acidentes nas rodovias de Curitiba e Região Metropolitana.

“Quando há vidas em jogo qualquer minuto é fundamental e o helicóptero é uma ferramenta essencial. A Divisão de Operações Aéreas presta um atendimento rápido e de qualidade. A agilidade e a eficiência salvam vidas e ampliam a segurança. E isso é de uma importância inquestionável”, afirmou Leprevost.

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Agências do Trabalhador da Secretaria de Justiça disponibilizam 3.040 vagas de emprego

As 216 Agências do Trabalhador do estado, vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) disponibilizam nesta quarta, quinta e sexta, 3.040 vagas de empregos com carteira assinada nas empresas do Paraná. Dessas vagas, 1.173 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Sejuf é responsável pela intermediação de mão de obra e captação de vagas nas Agências do Trabalhador do Estado. “A determinação da nossa gestão é sempre para que as agências tenham postura pro ativa e busquem as vagas diretamente com as empresas”, explicou o secretário Ney Leprevost.

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná são para os setores da indústria, serviços, comércio e construção civil. As principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (2.001 vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo (190 vagas), abatedor de aves (165 vagas)e alimentador de linha de produção (107 vagas). Em Curitiba, chama a atenção, a oferta de mais de 100 vagas na área de enfermagem .

*ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS* – Devido ao aumento de casos da Covid-19, os atendimentos presenciais na Agência do Trabalhador Central da capital, vinculada à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, estão suspensos, sendo que os interessados em vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

Em Curitiba, o atendimento é feito pelo chat http://sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos fones 41 3883-2208, 3883-2212, 3883-2224, 3883-2233, 3883-2225, 3883-2234, 3883-2257 e 3883-2259 de segunda a sexta-feira das 09h às 17h. As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site http://sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos telefones 41 3883-2214, 3883-2251, 3883-2252 e 3883-2256. É possível habilitar seu Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

*OFERTA DE VAGAS* – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

Na capital, para realizar oferta de vagas poderá ser realizado contato através dos telefones 41 3883.2220, 3883.2218, 3883.2241, 3883.2245 e 3883.2236.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Governo do Estado envia projeto que beneficia idosos para aprovação na Assembleia Legislativa

Pensando em uma melhor qualidade de vida para as pessoas idosas, o Governo do Estado do Paraná encaminhou para Assembleia Legislativa o Projeto de Lei (PL) nº 257/2021, que garante gratuidade ou desconto na aquisição de bilhetes de passagem de transporte em linhas coletivas intermunicipais às pessoas idosas.

Elaborado pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Políticas Públicas para Pessoas Idosas, a iniciativa visa assegurar para as pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e com renda igual ou inferior a 2 salários-mínimos a gratuidade ou desconto na aquisição de bilhetes de passagem de transporte em linhas coletivas intermunicipais. “Mesmo sabendo das dificuldades em viajar nessa época de pandemia, o objetivo da nossa gestão é deixar como legado esse benefício para as pessoas idosas”, disse o secretário Ney Leprevost, reforçando o posicionamento que a pessoa idosa é prioridade na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Para a chefe do Departamento de Políticas Públicas para Pessoas Idosas, Adriana Oliveira, este é avanço na garantia de direitos da pessoa idosa. “É um sonho prestes a se tornar realidade. A gratuidade é uma medida humanitária e que vai facilitar muito a vida das pessoas idosas do nosso Estado”, concluiu.

A proposta – Deverão ser disponibilizados dois assentos gratuitos por veículo. Se esses assentos já estiverem preenchidos, será oferecido um desconto de no mínimo 50% no valor da passagem para os demais assentos. O benefício deve ser garantido em todos os horários e em todos os veículos (convencional, executivo e leito) e as passagens deverão ser reservadas ou adquiridas nos pontos terminais ou nos pontos intermediários devidamente autorizados, com antecedência mínima de três horas antes da partida.

As próprias empresas de transporte ficarão responsáveis pela isenção de cobrança e pelos descontos a serem fornecidos aos beneficiários. Caso os assentos disponibilizados para os idosos não sejam ocupados, a venda dos mesmos será autorizada.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Canal Online para denúncias de baladas clandestinas da Secretaria de Justiça recebeu 112 registros no último final de semana

O canal online para denúncias de baladas clandestinas, criado pela Secretaria de Justiça Família e Trabalho, recebeu no último final de semana um total de 112 registros de denúncias de baladas clandestinas.

Segundo o secretário Ney Leprevost, “o canal continua recebendo todas as denúncias para ajudar a polícia a combater as baladas clandestinas, que estão em total desrespeito a lei e as normas de saúde pública, causando imensos danos à população que está se cuidando durante a pandemia. E mais, essas pessoas podem colocar a vida de seus pais e demais familiares em risco”, alertou Ney Leprevost, secretário de Justiça no governo de Carlos Massa Ratinho Júnior.

Em funcionamento desde o final do mês de março e sob a responsabilidade do Departamento de Justiça da Sejuf, o canal para denúncias de baladas clandestinas durante a pandemia da Covid-19, já recebeu ao todo 434 registros de festas ilegais em todo o Estado. As denúncias são encaminhadas para a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU).

“Nesse tempo difícil de pandemia a ação do Estado se faz ainda mais necessária para garantir que todos os protocolos sanitários sejam cumpridos e, assim, evitar a proliferação do vírus e novas mortes”, comentou o chefe do Departamento de Justiça, Silvio Jardim.

O canal criado pela Sejuf serve de apoio aos já existentes da segurança, principalmente para receber denúncias de aglomerações que já ocorreram ou que ainda vão acontecer. O Departamento de Justiça da Secretaria faz uma triagem das denúncias recebidas e auxilia a polícia na responsabilização dos envolvidos. Tudo que for recebido pela Sejuf é repassado para as autoridades policiais. Desta maneira, os canais da Sesp ou da Guarda Municipal, por exemplo, focam apenas nas denúncias de festas ou reuniões que estejam acontecendo em tempo real.

Link para realizar a denuncia: http://www.justica.pr.gov.br/denunciacovid

Recomendações – Anexar os prints de convites e conversas em grupos sobre as baladas clandestinas; fotos e vídeos dos eventos irregulares que já aconteceram ou qualquer informação extra que materialize a denúncia.

Se alguém constatar a realização da balada clandestina no momento simultâneo que ela está acontecendo, a Sejuf alerta para que ligue imediatamente no telefone 190 ou para a guarda de seu município e relate a ocorrência criminosa.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost é homenageado pela Santa Casa

Nesta terça-feira (01), Ney Leprevost, atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná e deputado federal licenciado, recebeu homenagem da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba.

O texto do diploma conferido diz que “Leprevost recebe a honraria pela sua relevante atuação em prol da Saúde dos paranaenses”.

Recentemente, Ney viabilizou uma emenda de 500 mil reais para ajudar a Santa Casa .

Ney recebeu a homenagem das mãos do gerente de Relações Institucionais da Santa Casa, Marco Sanfelice e do diretor administrativo financeiro, José Osvaldo Portugal.

Na oportunidade, Leprevost agradeceu a homenagem e destacou a importância das Santas Casas no atendimento aos pacientes oriundos do Sistema único de Saúde (SUS).

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Secretaria de Justiça promove novo encontro para socioeducandos com o rapper Rappin Hood

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho através do Departamento de Atendimento Socioeducativo, por meio do Cense Londrina II, realizou mais uma edição do encontro virtual Oficina de RAP “Se Liga RAPaz”. Dessa vez o evento contou com a presença de Rappin Hood, rapper, compositor, produtor, apresentador e ativista brasileiro. O artista reconhecido e militante do Hip Hop, fala com a força de quem viveu, cresceu e ainda hoje fortalece e faz da luta desse movimento um caminho de superação e aposta no potencial transformador do rap diante das realidades e desafios da juventude, especialmente das periferias.

“A música transforma as pessoas, sendo uma excelente forma de apresentar uma nova visão da vida e tratar o processo de ressocialização de uma forma mais humana. O engajamento entre todos os participantes e convidados do projeto é fundamental para o sucesso do mesmo, que tem como objetivo fazer com que os adolescentes acreditem que é possível mudar a realidade por mérito e trabalho”, disse o secretário Ney Leprevost.

Adolescentes de outras Unidades Socioeducativas participaram do encontro, totalizando 110 adolescentes conectados e participando do encontro. “O projeto traz o interesse dos adolescentes por esse estilo musical que mostra com uma visão crítica a realidade e que os aproxima do histórico e do valor do movimento hip hop, enquanto instrumento de reflexão”, afirmou o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antonio Pancotti.

Conforme o diretor do CENSE Londrina II, Amarildo de Paula, “o programa utiliza os elementos da cultura do hip hop, o rap, como instrumento de reflexão com os adolescentes, apostando em seu potencial de promover desenvolvimento do pensamento crítico sobre contextos sociais, violências, ideologias, vivências pessoais e suas nuances”.

“A oficina propõe um cenário e uma linguagem que traz o sentido para a reflexão, enxergar melhor a si e o mundo que o cerca e buscar outros caminhos”, disse a assistente social que coordena esta atividade, Andressa F. Candido.

Participaram do projeto as unidades: CENSE Londrina II e I, CENSE Maringá, CENSE Laranjeiras do Sul, CENSE Toledo, Semi Umuarama, CENSE Joana Richa, CENSE Santo Antônio da Platina, CENSE Cascavel II, CENSE São José dos Pinhais, CENSE Ponta Grossa, CENSE Fazenda Rio Grande, CENSE Campo Mourão e Lar Analia Franco.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Encontro virtual promovido pela Secretaria de Justiça reúne 54 palestrantes e mais de 700 participantes para discutir sobre a proteção à criança e ao adolescente

Com o objetivo de fomentar a reflexão e o diálogo sobre o combate e exploração de crianças e adolescentes, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Justiça e da Força-Tarefa Infância Segura (Fortis), promoveu no mês de maio a 3ª edição do Simpósio Intersetorial de Proteção à Criança e ao Adolescente.

O Simpósio foi realizado de forma remota e com transmissão ao vivo pelo Canal da SEJUF-PR no YouTube. Os encontros foram realizados todas as terças e quintas-feiras do mês de Maio e reuniram um total de 54 palestrantes de 27 instituições que trabalham no Sistema de Garantia de Direitos das Crianças e dos Adolescentes, para discutir temas como: “Fluxos na Rede de Proteção”, “Lei nº 13.431/2017” – que estabelece o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência, “Família na Era Digital e a Proteção às Crianças e aos Adolescentes”, “Psiquiatria Infantil e Padiatria: a Criança e o Adolescente em tempos de pandemia” e a “Figura da mãe em tempos de pandemia”. Foram em média 1.500 visualizações em cada dia de palestras.

“A terceira edição do Simpósio trouxe temas atuais diretamente e relacionados com a pandemia, sempre mostrando que cuidar e proteger as nossas crianças e adolescentes é dever e responsabilidade de todos”, afirmou Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho.

O processo de inscrição e certificação de participação no evento ficou sob a responsabilidade da Escola de Gestão do Paraná, que contou com a inscrição e certificação de 729 participantes.

“Estamos fazendo a nossa parte enquanto Força-Tarefa Infância Segura para fortalecer o Sistema e a Rede de Proteção e de Garantia de Direitos das Crianças e dos Adolescentes do Estado do Paraná, essa é nossa forma de agir, incentivados pelo nosso secretário Ney Leprevost, não medimos esforços para levar a vocês o que de melhor podemos oferecer, contribuindo para a reflexão e formação de todos os que atuam nessa temática de tamanha importância”, afirmou o chefe do Departamento de Justiça e coordenador-geral da Fortis, Silvio Jardim.

Todos os vídeos da transmissão do Simpósio estão disponíveis no Canal do YouTube da SEJUF-PR: https://abre.ai/sejufparana

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale)

Secretário Ney Leprevost conquista para profissionais da Assistência Social inclusão na prioridade da vacinação contra a Covid-19

O secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, conquistou para os trabalhadores da Assistência Social vacinação contra a Covid-19.

“Lutei muito pela inclusão dos profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) na prioridade para vacinação. Eles estão desde o início trabalhando na linha de frente, socorrendo as famílias em situação de vulnerabilidade social. Agradeço ao governador Ratinho Júnior, ao chefe da Casa Civil Guto Silva e ao secretário de saúde, doutor Beto Preto, e toda sua equipe pela compreensão e apoio”, disse o secretário Ney.

Segundo informações da Secretaria Estadual da Saúde, a vacinação dos trabalhadores, que atuam nos CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), CREAS (Centro de referência especializada em Assistência Social) e Casas e Unidades de Acolhimento, será feita a partir da remessa de 352.750 doses da vacina Astrazeneca enviadas na sexta-feira passada para as Regionais de Saúde e que serão distribuídas para os municípios.

Os municípios responsáveis pela vacinação devem solicitar documento ou declaração que comprove a vinculação ativa do profissional com o local de atuação relacionada com a atividade de assistência social.

Recentemente, o secretário Ney Leprevost, em um trabalho realizado pela Secretaria através do Departamento de Assistência Social, conseguiu junto ao govenador Ratinho Junior e ao chefe da Casa Civil, Guto Silva, incluir os serviços de assistência social como essenciais no decreto nº 7.145/2021.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretaria da Justiça, Família e Trabalho mobiliza servidores e arrecada mais de 2 mil itens para campanha Aquece Paraná

Os servidores da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná contribuíram para a campanha Aquece Paraná e realizaram nesta quinta e sexta-feira (27 e 28) doações de roupas, calçados, cobertores e outros itens em bom estado de uso. Foram arrecadadas mais de 2 mil peças de inverno.

O secretário da Justiça, Ney Leprevost também aproveitou a oportunidade e contribuiu com as doações. “É fundamental olhar para o próximo e fazer uma boa ação. Hoje os servidores da secretaria contribuíram para a campanha e eu quero convocar toda a sociedade paranaense para que colabore e doe o que puder, neste momento é importante ajudar quem mais precisa”, disse Leprevost.

A ação foi realizada em sistema Drive-Thru, seguindo as medidas de prevenção a Covid-19.

CAMPANHA – A iniciativa idealizada pela primeira-dama e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa e pela Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS) vinculada à Secretaria de Justiça, busca arrecadar roupas, calçados, cobertores, roupas de cama e outros itens em bom estado de uso para destinar a pessoas em situação de vulnerabilidade social de todas as regiões do Estado.

Quem quiser colaborar pode usar o aplicativo Paraná Solidário, que faz a conexão do doador com entidades socioassistenciais de todo o Estado. Há ainda pontos de coletas espalhados pelo Paraná, montados nos quartéis do Corpo de Bombeiros, além do esquema de drive-thru em datas pré-determinadas.

(Via assessoria de imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretaria de Justiça reforça investimentos no Departamento Socioeducativo para dar novas oportunidades aos adolescentes em conflito com a lei

Com o objetivo de proporcionar uma nova oportunidade aos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho continua sua política de investimentos no Departamento de Atendimento Socioeducativo – DEASE para valorizar os servidores da socioeducação e melhorar a qualidade dos serviços desenvolvidos pelo setor.

Somente entre os anos de 2019 e 2021, período da gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost, foram investidos mais de R$ 134 milhões em materiais pedagógicos, aquisição de nova frota de veículos, equipamentos de segurança, rádio comunicadores, computadores, entrega de EPI’s para conter o avanço da Covid-19, novas obras, construção de novas Unidades, reformas e manutenção dos Centros de Socioeducação e das Casas de Semiliberdade.

Para o secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, os investimentos proporcionam um avanço na política da socioeducação e beneficiam os socioeducandos e os socioeducadores. “Nossa prioridade é oferecer uma segunda oportunidade aos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e mostrar que existe um novo caminho a ser seguido, seja através da educação, atividades pedagógicas ou das artes e esporte”, disse Ney, complementando que o investimento traz melhorias não só aos adolescentes, mas também ao dia a dia dos servidores que atuam no sistema socioeducativo e se empenham neste processo de transformação de vidas, complementou.

Os recursos que chegam ao setor socioeducativo são originários de parcerias com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, com o Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente e do Tesouro. Com eles é possível obter algumas conquistas como a do socioeducando do CENSE Londrina II que foi aprovado no vestibular e vai cursar faculdade de matemática.

Missão – O Dease, vinculado à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Estado do Paraná, tem como missão coordenar e executar a política estadual de atendimento socioeducativo a adolescentes e jovens em conflito com a lei, bem como de seus familiares.

Gratificação de Atividade em Unidade Penal e Correcional Intra Muros (GADI) – Outra ação da Secretaria de Justiça foi a interlocução e criação de um Grupo de Trabalho (GT) para elaborar proposta de alternativas possíveis para reformular a Gratificação de Atividade em Unidade Penal e Correcional Intra Muros (GADI) e as distribuições de cargos e funções no QPPE na Socioeducação.

Esse Grupo de Trabalho (GT) foi criado pelo Decreto Governamental 6556, que tem como proposta construir o Projeto de Lei que transforma a função de Agente de Segurança Socioeducativo para o cargo de Agente de Segurança Socioeducativo, permanecendo no Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE). A proposta está tramitando pela Secretaria da Fazenda, de lá será encaminhada para Casa Civil e então segue até a Assembleia para aprovação final.

O Agente Socioeducativo receberá em substituição a GADI o Adicional de Atividade Socioeducativa (AAS) de forma permanente, ou seja, esse benefício será incorporado a aposentadoria. Considerando o estudo realizado pelo Grupo de Trabalho, a referida transformação, não implicará em aumento de despesa pois o AAS será exatamente o mesmo valor pago atualmente a GADI.

Esta situação não significa que a SEJUF/DEASE desconsiderou os demais servidores, e em momento oportuno, enviará uma proposta de carreira que contemple todos os servidores da Socioeducação, tão logo as finanças do Estado permitam incorporar o impacto financeiro correspondente.

De acordo com o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antônio Pancotti, “este foi mais um avanço nas melhorias propostas na gestão do Secretário Ney Leprevost para os servidores da socioeducação“.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Paraná é referência na geração de empregos com 32,7% das vagas ocupadas no país por intermédio das Agências do Trabalhador

O Paraná mantém o bom fluxo na recuperação econômica e segue na crescente dos bons números para a geração de empregos. No Brasil, das 97.880 mil pessoas colocadas no mercado de trabalho pelo Sistema Nacional de Emprego, 32,7% das vagas foram ocupadas pelas Agências do Trabalhador da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) nos quatro primeiros meses de 2021.

Com isso, o estado segue na liderança do ranking da Secretaria de Políticas Públicas de Emprego do Ministério da Economia, com 32.034 mil trabalhadores com empregos formais pelas 216 Agências do Trabalhador e se torna referência nacional na intermediação de empregos. No segundo lugar está o Ceará com (13.860 colocados), seguido de São Paulo (9.004 colocados) e Minas Gerais (6.464).

Segundo secretário da Justiça, Ney Leprevost, “essa ação da Secretaria complementa a política de atração de investimentos determinada pelo governador Ratinho Junior. Buscamos nos aproximar da iniciativa privada para acelerar a colocação dos trabalhadores no mercado, fazendo com que o Paraná gere mais emprego e renda”.

Os setores que mais colocaram vagas nos quatro primeiros meses do ano pelas agências foram: Indústria; Serviços; Comércio; Agropecuária e Construção Civil.

Box 2
54% das vagas disponíveis nas Agências do Trabalhador do Paraná foram preenchidas no quadrimestre de 2021

Do total de oportunidades disponibilizadas pelas Agências do Trabalhador do Paraná (58.928 vagas) no quadrimestre deste ano, 54% das vagas foram ocupadas (32.034 colocados).

O trabalho proativo de captação de vagas é realizado pela equipe do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) cumprindo a orientação do secretário Ney Leprevost.

Segundo a chefe do Departamento do Trabalho da Sejuf, Suelen Glinski, “por determinação do secretário Ney Leprevost, nós promovemos de maneira on-line capacitações, realizamos todo o acompanhamento e supervisão técnica com a intermediação de mão de obra junto aos profissionais que atuam na ponta com as agências, fomentando assim a geração de empregos e renda”.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Projeto de Ney Leprevost que exige atestado de antecedentes criminais para trabalhar em escola recebe parecer favorável da Comissão de Educação

O projeto de Lei nº 237/2019 de autoria do deputado licenciado Ney Leprevost, que requer apresentação de atestado de antecedentes criminais para a admissão de funcionários em estabelecimentos de ensino escolar regular e pré-escolas, públicas e privadas, destinados ao atendimento de crianças, recebeu parecer favorável da relatora da Comissão de Educação da Câmara Federal, deputada Chris Tonietto.

De acordo com o texto, as instituições de ensino que atendem crianças de até 12 anos devem exigir atestado de antecedentes criminais dos funcionários contratados, sendo proibida a contratação de pessoas que tenham sobre si sentença penal condenatória transitada em julgado, independentemente da natureza do crime praticado.

O parlamentar explica que casos em que crianças são maltratadas e até agredidas por pessoas que se dizem profissionais do ensino são comuns no Brasil. “O Estado tem o dever de proteger a vida e a integridade física de todos, mas, sem dúvida alguma, deve priorizar as crianças nas políticas de prevenção a violência”, afirmou Leprevost.

Tramitação

O projeto será analisado conclusivamente pelas comissões de Educação; Trabalho, Administração e Serviço Público; Seguridade Social e Família; e Constituição, Justiça e de Cidadania.

(Via assessoria de imprensa)

Ney Leprevost reforça ações em Quatro Barras

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, Ney Leprevost, esteve nesta quinta-feira (13/05) no município de Quatro Barras, oportunidade em que foi recebido pelo prefeito, Loreno Bernardo Tolardo e pelo vice-prefeito, Jarbas Mocelin.

Na condição de deputado federal licenciado, Ney Leprevost destinou através do suplente duas emendas no valor total de 300 mil reais para a saúde e assistência social do município.

Hoje, o secretário Ney Leprevost visitou o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), onde foi recebido pela secretaria municipal de desenvolvimento social e família, Ieda Inês Tolardo.

Ney também esteve na Agência do Trabalhador. “Na nossa gestão a geração de empregos e a recuperação da economia são prioridades. Nas Agências do Trabalhador, estão disponíveis vagas de empregos com carteira assinada em diversas empresas do Paraná”.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Secretário de Justiça Ney Leprevost assina termo de cooperação para segurança das crianças e adolescentes do Paraná

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, assinou nesta quinta-feira o “termo de cooperação do serviço integrado para recebimento e monitoramento das denúncias de violência e crimes contra crianças e adolescentes no Paraná”, um documento para garantir a segurança das crianças e adolescentes.

Esta é uma das ações coordenada pelo Ministério Público do Paraná e que englobam o Pacto Infância Segura. “Essa iniciativa vai facilitar e agilizar a comunicação e o gerenciamento de ações efetivas após as denúncias recebidas de abuso e violência contra as crianças e adolescentes no Estado”, disse o secretário Ney.

Além do secretário Ney Leprevost, também já assinaram o documento o procurador-geral de Justiça do Estado, dr. Gilberto Giacoia e o secretário de Segurança Pública do Paraná, coronel Rômulo Marinho Soares.

O documento foi entregue pelo major Tsuruda e pelo capitão Todisco, ambos da Secretaria da Segurança Pública (Sesp), que estavam acompanhados pelo diretor do Departamento de Justiça da Sejuf, Silvio Jardim.

(Via assessoria de imprensa – Edson Pires).

Ney Leprevost convoca sociedade paranaense a colaborar com a campanha Aquece Paraná 2021

O Governo do Estado deu início oficialmente nesta quarta-feira (12) à campanha Aquece Paraná 2021. Na oportunidade, o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná (Sejuf), Ney Leprevost, reforçou, durante o lançamento, a importância de realizar essa boa ação. “Além do frio, convivemos com essa pandemia devastadora, o que torna essa campanha ainda mais imprescindível. Quero convocar toda a sociedade paranaense a colaborar”, ressaltou o Leprevost.

A iniciativa idealizada pela primeira-dama e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa e pela Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS) vinculada à Secretaria de Justiça, busca arrecadar roupas, calçados, cobertores, roupas de cama e outros itens em bom estado de uso para destinar a pessoas em situação de vulnerabilidade social de todas as regiões do Estado. A cerimônia de abertura ocorreu por meio de um drive-thru na área externa do Teatro Guaíra.

Quem quiser colaborar pode usar o aplicativo Paraná Solidário, que faz a conexão do doador com entidades socioassistenciais de todo o Estado. Há ainda pontos de coletas espalhados pelo Paraná, montados nos quartéis do Corpo de Bombeiros, além do esquema de drive-thru em datas pré-determinadas.

*DRIVE* – Além do drive-thru organizado no Teatro Guaíra, estão programados outros eventos semelhantes no local ao longo da campanha, com datas previstas para os dias 28 de maio, 18 de junho e 26 de julho.

*PRESENÇAS* – Além do secretário Ney Leprevost, participaram da cerimônia de abertura da campanha o presidente da Celepar, Leandro Moura; o diretor comercial da RIC Record, Gilson Bette; e o jornalista e apresentador da RIC Record, Jasson Goulart.

Crédito das fotos Valdelino Pontes

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretaria de Justiça, Tribunal de Justiça e Ministério Público do Paraná se unem para debater alternativas de práticas restaurativas como medidas socialmente úteis em substituição penal

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, participou nesta quarta-feira (12) de uma reunião online com representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público sobre o projeto “Sistema de Aplicação de Medidas Socialmente Úteis como Substitutivo Penal”, de autoria do presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador José Laurindo de Souza.

Com participação do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná, dr. Rui Muggiati, do procurador de Justiça do MP-PR, dr. Olympio de Sá Sotto Maior Neto, do promotor de Justiça do Ministério Público do Paraná, dr. Odoné Serrano, do Juiz da 1ª Vara de Execuções Penais, dr. Eduardo Lino Bueno Fagundes Júnior e dos representantes da Sejuf, Antônio Devechi (diretor-geral) e Victor Hugo Ribeiro Florentino dos Santos (assessor técnico), a a reunião teve como objetivo unir esforços entre os Poderes para fomento e ampliação do sistema, visando a implementação de soluções de conflitos e de cidadania à população, por meio de práticas restaurativas – forma efetiva para a reparação de danos, restauração de vínculos, promoção de responsabilizações, permitindo integração e pacificação comunitária.

Também foram discutidas a aplicação de penas alternativas destinadas a crimes de menor potencial ofensivo como: a prestação pecuniária, a prestação de serviço à comunidade, a submissão a tratamento para dependentes de álcool e drogas e sobre os grupos reflexivos para os casos de violência doméstica e o aprimoramento das atividades relativas ao sistema de aplicação de medidas socialmente úteis como substitutivo penal.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Governo e Cedca repassam R$ 7,6 milhões captados pelo Banco de Projetos ao hospital infantil Pequeno Príncipe

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost, formalizaram nesta quarta-feira (12) termo de fomento para o repasse de R$ 7.694.001,21 milhões à Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro – Hospital Pequeno Príncipe. Os recursos são oriundos do Banco de Projetos do Fundo da Infância e Adolescência, do Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente FIA/Cedca.

O valor total repassado será destinado ao Projeto “Pela Vida III” inscrito pela instituição no Banco de Projetos da Sejuf. “O Hospital Pequeno Príncipe é o maior hospital exclusivamente pediátrico do país. Graças a destinação do recurso aprovado pelo Cedca, serão beneficiadas crianças e adolescentes de 0 a 18 anos”, destacou o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

O representante do Hospital Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro assinou também a formalização do termo que tem como objetivo dar execução do Projeto para efetivar o direito à vida e à saúde de crianças e adolescentes mediante a promoção de assistência hospitalar e ambulatorial; a formação e educação continuada dos profissionais de saúde e o fomento à inovação e à pesquisa científica, contribuindo para a melhoria a qualidade de vida e redução da mortalidade infantil.

De acordo com o presidente do Cedca, José Wilson de Souza, “o banco de projetos tem como intuito captar recursos para cofinanciamento de projetos, programas e ações voltados a proteção de crianças e adolescentes e dar transparência quanto à destinação dos recursos do Fundo Estadual para a Infância e Adolescência (FIA/PR)”.

*COMO DOAR PARA O BANCO DE PROJETOS DA SEJUF* – Pessoas físicas podem destinar ao Fundo Estadual para Infância e Adolescência (FIA/PR), até 6% do valor devido do Imposto de Renda apurado na declaração de ajuste. Já as pessoas jurídicas, até 1% sobre o lucro real. A doação pode ser destinada à projetos inscritos no Banco de Projetos ou ainda, à conta geral do FIA/PR e podem cofinanciar o projeto total ou parcialmente.

Para doar e acompanhar os projetos cadastrados no Banco de Projetos basta acessar o link e seguir o passo a passo: http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Contribua-com-o-FIA-Estadual-Parana

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho mobiliza Escritórios Regionais para apoiar a campanha Aquece Paraná 2021

Por determinação do secretário Ney Leprevost, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) mobilizou os 24 Escritórios Regionais da pasta para fortalecer a campanha “Aquece Paraná” e reunir o maior número de doações de roupas, calçados e cobertores para as pessoas que estão em vulnerabilidade social e sofrendo com as baixas temperaturas no Estado.

Segundo o secretário Ney Leprevost, a mobilização dos escritórios regionais da Sejuf tem como objetivo atender os paranaenses que mais precisam nos 399 municípios do Estado. “A ação é mais do que necessária considerando os impactos da pandemia da Covid-19”, disse Ney.

Os municípios que contam com escritórios regionais da Sejuf são: Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Curitiba, Foz Do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ibaiti, Irati, Ivaiporã, Jacarezinho, Laranjeiras do Sul, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Pitanga, Ponta Grossa, Toledo, Umuarama e União da Vitória.

*LANÇAMENTO DA CAMPANHA* – Idealizada pela primeira dama do Estado do Paraná, Luciana Saito Massa, e pela Superintendência Geral de Ação Solidária da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, em parceria com o Grupo RIC Record TV, a campanha será lançada, no sistema drive noturno, nesta quarta-feira (12), das 19h30 às 20h30, no Teatro Guaíra, em Curitiba.

Observação: É importante que seja feita higienização antes de entregar os produtos para doação.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Paraná teve o melhor abril dos últimos sete anos com cerca de 11 mil colocados pelas Agências do Trabalhador, revela secretário Ney Leprevost

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, anunciou hoje (10/05) que o mês de abril foi o melhor dos últimos sete anos na colocação de profissionais no mercado de trabalho com carteira assinada pelas 216 Agências do Trabalhador do Governo do Paraná. Foram 10.877 mil pessoas que conseguiram emprego no mês.

Desse número, 557 foram encaminhados e conseguiram empregos via aplicativo Sine Fácil – App para consultar vagas de emprego disponíveis de acordo com o perfil profissional.

A geração de empregos e recuperação econômica são prioridades do governo Ratinho Junior. “Gerar empregos é o melhor programa social que um governo pode proporcionar, somos muito gratos às empresas paranaenses que são fundamentais para inserção de pessoas no mercado de trabalho”, afirmou Ney.

Os setores que mais empregaram pelas Agências foram: Indústria (4.980 colocados); Serviços (2.110); Comércio (1.921) e Agropecuária (985), mercado da construção (561), informação e comunicação (150), organismo internacional (126), financeiro (26) e administração pública (16).

O ranking das ocupações que mais contrataram foram: alimentador de linha de produção (3.900 vagas), trabalhador volante da agricultura (461 vagas) e operador de telemarketing ativo e receptivo (398 vagas).

Número de colocados pelas Agências entre abril de 2015 a 2021:

Abril de 2021 – 10.877
Abril de 2020 – 2.966 (início da pandemia da Covid-19)
Abril de 2019 – 7.434
Abril de 2018 – 6.346
Abril de 2017 – 6.496
Abril de 2016 – 6.220
Abril de 2015 – 8.845

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretário de Justiça, Ney Leprevost, pede que Polícia Federal investigue ex-presidente de OSC por desvio de verba do PPCAAM

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, enviou expediente ao Diretor-Geral da Polícia Federal, delegado Paulo Gustavo Maiurino, pedindo a investigação e a possível prisão, preventiva ou cautelar, do ex-presidente da Associação para a Vida e Solidariedade – Avis, entidade executora do Programa de Proteção de Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte – PPCAAM/PR.

No documento, Ney denuncia que foram efetuados dois saques vultosos de valores da conta corrente da entidade executora do programa. O primeiro no valor de R$ 300 mil reais em 19.03.2021 e o segundo no valor de R$ 280 mil reais em 23.03.2021.

“Pessoas que desviam verbas de programas tocados por OSC’s não podem ficar impunes diante de atos tão graves”, afirma Ney.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

BRF vai criar mais 400 empregos diretos com ampliação de unidade em Francisco Beltrão

A empresa de alimentos BRF anunciou nesta terça-feira (4) durante reunião com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o vice-governador Darci Piana, o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o secretário de Agricultura, Norberto Ortigara, o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex e o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin e o CEO da BRF, Lorival Luz, que vai expandir suas unidades no Paraná. Com a ampliação, a empresa que já emprega 18.457 trabalhadores vai gerar 400 novos postos de trabalho diretos para produção de perus na unidade de Francisco Beltrão, na região Sudoeste do estado.

De acordo com o secretário Ney Leprevost, esta é uma ótima notícia. “Estamos atuando sob liderança do governador Ratinho Júnior, em parceria direta com as empresas do Paraná, com o objetivo de gerar novos empreendimentos, renda e mais empregos”, afirmou Leprevost.

A modernização e ampliação da planta – que é voltada principalmente à produção de frangos – inclui a integração de mais 200 aviários, além de investimentos na fábrica de rações e no incubatório. O início da produção está previsto para novembro. A estimativa é produzir 7,5 mil aves por dia na unidade, a partir do segundo trimestre de 2022, gerando 400 novos empregos diretos.

A BRF é uma das maiores produtoras de alimentos do mundo, abarcando marcas como Sadia, Perdigão e Qualy. Presente em mais de 130 países, possui mais de 100 mil colaboradores diretos.

No Paraná, além das seis unidades industriais e do centro administrativo, a empresa também possui um Centro de Distribuição em Londrina. Entre os produtos fabricados no Estado estão cortes de frangos (como peito, coração, coxa e sobrecoxa, steak e nuggets), de suínos (linguiça, apresuntado, bacon), margarinas, lasanhas, tortas, pizzas e sobremesas.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto – com informações da AEN-PR)

Gerdau vai gerar 300 novos empregos diretos em Araucária

A Gerdau Brasil vai retomar no segundo semestre deste ano as operações de produção de aço na unidade localizada em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba. A intenção é criar 300 novos empregos diretos na região, nos setores da construção civil, infraestrutura e indústria.

As tratativas para a retomada das atividades foram alinhadas nesta terça-feira (04), em reunião no Palácio Iguaçu entre o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o vice-governador Darci Piana, o secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, o presidente da Paraná Invest, Eduardo Beking e a diretoria da maior empresa brasileira produtora de aço.

O investimento total para o retorno das atividades é de R$ 55 milhões. “É sempre bom receber notícias de investimentos. Mesmo com a pandemia, os investidores continuam apostando no Paraná e na capacidade de trabalho da nossa gente. Batemos recordes seguidos de carteiras assinadas em 2021 e esses investimentos privados ajudarão o Estado a ter um horizonte ainda melhor nos próximos meses”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

De acordo com o secretário Ney Leprevost, “a volta da Gerdau é uma notícia extraordinária. Agora, ela vem para atuar na sua plenitude, gerando empregos diretos. Tenho certeza de que isso vai movimentar muito não apenas a economia de Araucária, mas de toda a Região Metropolitana de Curitiba”.

“Estamos otimistas com as boas perspectivas apresentadas para o mercado doméstico. Com o reinício da produção, a empresa visa seguir atendendo o aumento da demanda por aços longos no Brasil, bem como otimizar o fornecimento de produtos aos clientes em todo o País”, afirma Marcos Faraco, vice-presidente da Gerdau.

A Gerdau possui oito filiais comerciais no Paraná, que são como grandes lojas de venda e distribuição de produtos de aço. Elas estão localizadas em Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Maringá, Pato Branco, Ponta Grossa e Umuarama.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto – com informações da AEN).

Socioeducando do CENSE Londrina II é aprovado no vestibular e vai cursar faculdade de Matemática

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, através do Departamento de Atendimento Socioeducativo (DEASE), faz a ressocialização de adolescentes que cometeram atos infracionais e cumprem medidas socioeducativas. Um exemplo bem sucedido do programa, que tem como objetivo oferecer uma nova oportunidade aos jovens, é P.H.S.A, de 18 anos, egresso do CENSE Londrina II, que foi aprovado no Sistema de Seleção Unificada (SISU), após realizar a prova do Enem PPL, enquanto estava cumprindo medida socioeducativa.

Além das atividades pedagógicas de rotina com os jovens, a equipe do CENSE Londrina II organizou a preparação para a sua participação no exame com o objetivo do resultado ser usado para o seu acesso ao ensino superior. Essa ação foi possível a partir da articulação realizada pelo DEASE/SEJUF junto ao INEP/MEC, que garante a participação dos adolescentes da Socioeducação no ENEM PPL.

“A educação é a ferramenta mais poderosa para que os jovens possam reconstruir um caminho para o exercício pleno da cidadania e a nossa Secretaria oferece oportunidades de desenvolvimento pessoal, social e educacional”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

“A ação contou com o envolvimento e apoio da equipe multiprofissional e da equipe de segurança da Unidade, passando inclusive a construir uma rotina diferenciada para seu estudo e preparação. E, por fim, foi realizada sua inscrição para o exame”, comentou o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antonio Pancotti.

P.H.S.A teve a medida extinta em audiência de reavaliação em março, mas optou por dar continuidade ao acompanhamento das ações necessárias a participação no SISU, sustentando o contato com a equipe do CENSE. Após a realização da prova, o jovem, procurou a equipe da Unidade para inscrever-se no SISU, escolhendo o curso de Licenciatura em Matemática. Com sua pontuação, o adolescente ficou em sexto lugar na ampla concorrência para realização do curso, obtendo sua aprovação.

“Me sinto muito contente com a minha conquista, dando orgulho para todos que acreditaram em meu potencial. O cumprimento da Medida Socioeducativa foi um período onde meu único foco foi estudar, era um lugar para isso e para me preparar para a vida. No nosso crescimento nos iludimos com muitas coisas, algumas nos derrubam, mas temos que aproveitar as oportunidades que nos dão para sermos melhores,” comemorou e agradeceu o jovem.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost é homenageado no aniversário de Guaratuba

( Via #Equipe)

Nesta quinta-feira, 29 de abril, foi comemorado o aniversário de 250 anos de fundação de Guaratuba.

O governador Ratinho Júnior e os secretários João Carlos Ortega, Ney Leprevost, Guto Silva e Márcio Nunes foram recebidos pelo prefeito Roberto Justus, pelo vice Édson Camargo e pelos vereadores do município para a inauguração de uma série de obras.

Na oportunidade, Ney Leprevost, deputado federal licenciado e atual secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, foi homenageado com a “Comenda de 250 anos” de Guaratuba, concedida a pessoas que se destacam em sua atuação em prol do município.

Ney recebeu a homenagem das mãos dos vereadores Alaor Miranda e Edna Castro. Ele agradeceu a honraria: “Frequento Guaratuba desde criança, amo esta cidade e sou grato pelo reconhecimento ao nosso trabalho” e destacou “a importância de investimentos no turismo o ano inteiro para geração de empregos e renda no litoral”.

Diversas autoridades prestigiaram o evento. Entre elas, os deputados estaduais Nelson Justus e Alexandre Curi, além de representantes do poder Judiciário e prefeitos do litoral .

(Via #Equipe)

Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência registra aumento nas ocorrências durante os três primeiros meses de 2021

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAM), vinculado ao Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, registrou no primeiro trimestre de 2021 um aumento de quase 50% de ocorrências se comparado ao ano anterior. Esse ano, já foram gerados 192 atendimentos de caráter psicológico, social e jurídico. Já em 2020, foram 503 atendimentos abertos.

“É inadmissível toda e qualquer violência contra as mulheres”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

*ATENDIMENTOS* – O CRAM continua o atendimento presencial as mulheres vítimas de violência doméstica durante a pandemia do coronavírus. Todos os protocolos foram adotados para garantir a segurança tanto das atendentes quanto das denunciantes. As orientações estão sendo feitas com horário marcado e podem ser agendadas pelo telefone 41.3338.1832 das 13h às 17h. As assistências psicológicas e jurídicas também continuam sendo oferecidas de forma gratuita.

*VIOLÊNCIA* – O Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher informa que em caso de violência doméstica os canais de denúncia são os telefones 180 (nacional) e 181 (estadual), que funcionam 24 horas por dia. O disque denúncia 181 está num ambiente seguro, com certificação digital, para que as vítimas possam fazer sua denúncia com segurança. Não é necessário se identificar e o sigilo das informações será preservado.

A chefe do Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher da Sejuf, Mara Sperandio, orienta que “caso o crime que deseja denunciar esteja acontecendo no momento da denúncia, o recomendado é ligar para o 190 – telefone do serviço de emergência da Polícia Militar do Paraná”.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost anuncia abertura de vagas para cursos das Carretas do Conhecimento Online em 17 municípios do Paraná

O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná (Sejuf), Ney Leprevost, anunciou nesta quarta-feira (28), que a segunda e a terceira etapa dos cursos das Carretas do Conhecimento Online estão com vagas abertas para os municípios de Campo Largo; Cascavel; Colombo; Francisco Beltrão; Foz do Iguaçu; Guarapuava; Londrina; Marechal Cândido Rondon; Palmas; Paranaguá; Paranavaí; Pato Branco; Ponta Grossa; Santo Antônio da Platina; Toledo; Umuarama e União da Vitória.

Os cursos disponíveis são: Panificação; Eletricidade Predial; Corte e Costura Industrial; Mecânica de Automóveis; Mecânica de Motocicleta; Elétrica Automotiva; Informática Básica; Mecânica Industrial e Refrigeração Residencial.

“Esses cursos são oportunidades que os trabalhadores têm para se capacitar e aumentarem as chances de conseguir um emprego melhor. Com as Carretas do Conhecimento estamos formando profissionais com qualificação para o mercado do trabalho”, disse o secretário Ney Leprevost.

Os interessados podem realizar a pré-inscrição pelo link: http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/PROGRAMA-CARRETA-DO-CONHECIMENTO-2021 e aguardar um telefonema para confirmação da inscrição.

Os cursos disponíveis nos municípios podem ser acessados pelo cronograma de atividades, através do link: http://www.justica.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2021-04/para_o_site_localidades_-_cursos_e_datas_previstas_-_carretas_do_conhecimento_2021_presencial_conectado_1.pdf

O projeto Carreta do Conhecimento é uma parceria lançada na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost, por meio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, com a Fundação Grupo Volkswagen e o Senai-PR.

Para mais informações referentes as localidades, municípios e dúvidas para inscrições, entrar em contato pelo e-mail: carretasdoconhecimento@sejuf.pr.gov.br

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência registra aumento nas ocorrências durante os três primeiros meses de 2021

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAM), vinculado ao Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, registrou no primeiro trimestre de 2021 um aumento de quase 50% de ocorrências se comparado ao ano anterior. Esse ano, já foram gerados 192 atendimentos de caráter psicológico, social e jurídico. Já em 2020, foram 503 atendimentos abertos.

“É inadmissível toda e qualquer violência contra as mulheres”, afirmou o secretário Ney Leprevost.

*ATENDIMENTOS* – O CRAM continua o atendimento presencial as mulheres vítimas de violência doméstica durante a pandemia do coronavírus. Todos os protocolos foram adotados para garantir a segurança tanto das atendentes quanto das denunciantes. As orientações estão sendo feitas com horário marcado e podem ser agendadas pelo telefone 41.3338.1832 das 13h às 17h. As assistências psicológicas e jurídicas também continuam sendo oferecidas de forma gratuita.

*VIOLÊNCIA* – O Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher informa que em caso de violência doméstica os canais de denúncia são os telefones 180 (nacional) e 181 (estadual), que funcionam 24 horas por dia. O disque denúncia 181 está num ambiente seguro, com certificação digital, para que as vítimas possam fazer sua denúncia com segurança. Não é necessário se identificar e o sigilo das informações será preservado.

A chefe do Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher da Sejuf, Mara Sperandio, orienta que “caso o crime que deseja denunciar esteja acontecendo no momento da denúncia, o recomendado é ligar para o 190 – telefone do serviço de emergência da Polícia Militar do Paraná”.

(Via assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Centro de Informações para Migrantes e Refugiados já atendeu mais de 13 mil pessoas na gestão de Ratinho Junior e Ney Leprevost

Com a missão de auxiliar e prestar todo o suporte aos migrantes e refugiados que chegam ao Paraná, O Centro de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas (Ceim), órgão vinculado à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, já atendeu na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost, 13.538 mil pessoas em pouco mais de dois anos. Ao todo, desde sua existência, em 2016, o Ceim já realizou 19.784 mil atendimentos.

Mesmo durante a pandemia e com atendimento online, devido às medidas sanitárias decretadas pelas autoridades sanitárias, o Ceim não parou com as orientações sobre os serviços públicos. Somente no primeiro trimestre de 2021, foram 482 novos atendimentos. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone: (41) 3224-1979 ou pelo e-mail: ceim@seju.pr.gov.br

Segundo o secretário de Justiça, Ney Leprevost, “o número de atendimentos demonstra o compromisso da nossa gestão em receber com dignidade as famílias que vêm em busca de uma nova vida, de novas oportunidades”, diz o secretário Ney Leprevost.

NACIONALIDADES – As nacionalidades com maiores registros neste ano foram Venezuela, Cuba, Haiti, Peru, Angola e Colômbia, sendo que as principais orientações são para regularização de documentos, atendimento psicossocial, busca de uma vaga de emprego e revalidação de diploma.

De acordo com os dados da Secretaria, a maioria dos migrantes que procura o Ceim-PR está entre 30 aos 59 anos e é formada por homens, que buscam trabalho, orientação para elaboração de currículo e para reinserção no mercado de trabalho.

EDUCAÇÃO E TRABALHO – O migrante pode revalidar no Paraná, por meio do centro, o ensino fundamental e médio, além de se matricular no ensino regular. Ainda há a possibilidade de encaminhamento para o mercado de trabalho. Para isso, é feito o cadastro no portal do Ministério do Trabalho; verificação de vagas disponíveis; elaboração e impressão de currículos; organização de documentação para contratação; orientação profissional e informações sobre cursos de qualificação profissional e agendamento de atendimento para emissão da carteira de Trabalho (CTPS).

No campo jurídico, é feito todo o acompanhamento legal para que seja possível regularizar o status migratório, distribuição de informações sobre o acesso à justiça gratuita, regularização documental, tipos de vistos, autorização de residência e solicitação de refúgio.

Na assistência social, são prestados atendimentos com a interlocução dos órgãos, como Centros de Referência e Centros Especializados de Assistência Social (Cras e Creas), bem como Centros POP; com entidades da sociedade civil referente a casos de acolhimento e recepção de migrantes, encaminhamentos para a realização do cadastro único para verificação de benefícios eventuais e a intermediação de acolhimento institucional.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Paraná cria 78.484 mil empregos formais com carteira assinada no primeiro trimestre de 2021

Mesmo tendo passado pelo pior momento da pandemia nos últimos meses, o Paraná manteve os bons números e registrou saldo positivo de empregos com carteira assinada no primeiro trimestre de 2021, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (28). A economia paranaense gerou 78.484 mil novos empregos formais no acumulado do ano, colocando o estado como o quarto melhor resultado do País, atrás apenas de São Paulo (253.460 postos); Minas Gerais (108.109) e Santa Catarina (87.127).

A recuperação econômica é prioridade na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Este resultado mantém a boa perspectiva do Governo no cenário da recuperação de empregos. É o esforço coletivo de toda a equipe para incentivar a abertura de novas vagas junto as empresas, o que se torna efeito da política ativa de estímulos adotada em nossa gestão”, disse o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Os setores que mais se destacaram em março foram: Indústria Geral (5.572 postos gerados), com maior participação da Indústria de transformação (5.414 novos empregos formais criados), seguido pelo Comércio com (2.068 postos criados); a Construção Civil (1.884); Agricultura (1.319) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (664).

NOVAS OPORTUNIDADES NA PANDEMIA – Inês Aparecida Moreira, 57 anos, estava um ano sem trabalhar e conseguiu emprego recentemente pela Agência do Trabalhador de Curitiba. “Baixei o app Sine Fácil e na sequência consegui agendar um o horário na agência, onde fui bem atendida. De acordo com o meu perfil escolheram uma vaga que eu me encaixava e logo marcamos a entrevista que deu certo, fui contratada na sequência pela a empresa Posigraf”.

Inês ainda destacou que o atendimento na agência do trabalhador foi essencial para conseguir um emprego. “É extremamente importante este acompanhamento, pois eu tive todo o acesso possível de maneira prática e rápida, até eu conseguir um emprego”.

Já para o venezuelano Eládio Javier Leandro Ramos que veio para o Brasil em busca de um recomeço, conseguir um novo emprego foi essencial para começar uma nova vida. “Cheguei ao Paraná há pouco mais de cinco meses e logo descobri pela internet as oportunidades de emprego ofertadas pela Agência do Trabalhador. Imediatamente agendei um horário e fui até o posto de atendimento, onde fui muito bem atendido e consegui uma vaga para soldador em uma empresa de Curitiba. Sou muito grato por conseguir essa oportunidade aqui”.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretaria de Justiça mobiliza municípios para fortalecer o Sistema de Assistência Social

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná encerrou neste mês de abril a primeira etapa do Ciclo de Fortalecimento da Interiorização do Sistema Único de Assistência Social no Paraná (SUAS). O objetivo segue a determinação do secretário Ney Leprevost, em aproximar a gestão estadual das gestões municipais e fortalecer a comunicação para melhorar a execução da política pública de Assistência Social.

O secretário Ney Leprevost explica que devido a mudança de gestão municipal, muitos prefeitos e secretários apresentaram dúvidas técnicas sobre o funcionamento de repasses promovidos aos municípios e que os encontros online foram o meio encontrado nesta época de pandemia da Covid-19 para não deixar os gestores municipais sem orientação. “Nosso objetivo é orientar os técnicos para que o recurso seja destinado para ações que atendam as famílias na superação da vulnerabilidade social, situação de risco ou violação de direitos”, esclareceu Ney.

Os encontros foram conduzidos pela chefe do Departamento de Assistência Social, Larissa Marsolik, que explicou sobre o funcionamento de repasses promovidos aos municípios e os esforços empreendidos em prol da otimização da operação de cofinanciamento. “Por meio da modalidade Fundo a Fundo, o Estado autoriza o repasse de recursos do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas) direto para os fundos municipais de assistência social, tornando os serviços acessíveis à população”.

Larissa destacou ainda a luta do secretário Ney Leprevost pela vacinação imediata dos trabalhadores da Assistência Social contra a COVID-19, e também a importância da atuação dos Escritórios Regionais que, em conjunto dos municípios, constroem e desenvolvem ações especificas em cada região.

Dentre os gestores participantes, a secretária municipal de Ação Social de Campo Magro e presidente do Colegiado de Gestores Municipais de Assistência Social do Estado do Paraná, Márcia Regina Ferreira da Silva, relatou a importância de fortalecer ações do SUAS com os municípios. “Foi um momento de aproximação, diálogo vivência e troca de experiências entre os gestores da política de Assistência Social, na efetivação e o andamento do sistema em cada cidade”.

Desde março, foram realizados 21 encontros virtuais, organizados conjuntamente pelo Departamento de Assistência Social (DAS) e os 22 Escritórios Regionais (ERs) da Sejuf. Participaram ao todo representantes de 356 municípios, totalizando aproximadamente 800 pessoas, entre prefeitos, secretários municipais, gestores e técnicos. Também participaram dos encontros o diretor de Desenvolvimento Social da Sejuf, Jackson Pitombo Cavalcante Filho, o coordenador dos Escritórios Regionais da Sejuf, Amilton Antônio de Oliveira, o presidente do Conselho Estadual de Assistência Social – Ceas, Adrianis Junior e demais representantes do conselho.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Secretaria de Justiça do Paraná e Ministério dos Direitos Humanos realizam programa de combate a crimes digitais contra crianças

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e o Ministério da Mulher e Direitos Humanos implementaram nesta sexta-feira (23), durante o webinar “Programa Reconecte em Foco” o Programa Reconecte no Paraná. O termo de acordo técnico foi oficializado pelo secretário da Justiça, Ney Leprevost e a secretária Nacional da Família, Angela Vidal Gandra.

O Paraná foi o primeiro estado brasileiro a aderir ao Programa Reconecte Brasil. O Acordo Técnico para implementação conjunta do Programa Reconecte, objetiva desenvolver ações para o uso inteligente das tecnologias digitais nos aspectos da Saúde, da Família, da Educação, da Segurança e da Cultura.

“Orientar a família, as crianças e conscientizar os profissionais que atuam na proteção à infância sobre o uso saudável das tecnologias é uma tarefa extremamente necessária nos dias atuais”, afirmou o secretário de Justiça do Paraná, Ney Leprevost.

A ministra Damares Alves também participou da reunião virtual e comentou sobre proteção virtual na infância ser um tema emergente. “Na pandemia vimos aumentar o número de crianças e adolescentes que sofreram e sofrem violências virtuais. Por isso, devemos alertar toda a sociedade sobre o que acontece no mundo online. O programa Reconecte com certeza será uma experiência impar para testar na pratica os efeitos sociais da política pública que a gente quer que alcance todo o pais”.

A parceria tem como objetivo executar as seguintes ações: Promover novas versões do Curso Detox Digital PR vinculado à ação cinco do Pacto Infância Segura do Paraná; aplicar o Curso de capacitação EAD da Secretaria Nacional da Família do Programa Reconecte para os servidores dos Escritório Regional da Sejuf, com vagas extensivas a profissionais de toda a rede de proteção; e nova capacitação para famílias e adolescentes, através de reunião de pais e/ou seminário sobre o tema.

Além de desenvolver ações que enalteçam atividades culturais, artísticas e esportivas para crianças e adolescentes a fim de prevenir o uso compulsivo de tecnologias digitais.

O Programa também tem o foco para o enfrentamento e a prevenção dos riscos e efeitos nocivos do uso inadequado e até criminoso das tecnologias, como: lesões por esforço repetitivos, patologias musculares, cyberbullying, aliciamento e pedofilia online, vício em jogos eletrônicos, sexting, grooming, entre outros, segundo os eixos: Saúde, Cultura Digital, Tecnologia e Dignidade Humana, Segurança Digital e Educação.

Para a secretária Nacional da Família, Angela Gandra, “a era digital foi um grande impacto na nossa vida e temos que estar preparados cada vez mais para essas novas tecnologias. O mundo tecnológico aproxima os distantes, afasta os próximos, e essa é uma relação frágil que precisamos aprender a lidar”.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Agência do Trabalhador de Curitiba retoma os atendimentos presenciais com novidade: serviço para contratação de microcrédito

A partir desta segunda-feira (26), a Agência do Trabalhador de Curitiba terá novidade. Os trabalhadores além de buscar vagas de emprego e seguro desemprego poderão contratar linhas de microcrédito, para pequenos negócios com o Banco do Empreendedor e Banco da Mulher Paranaense. Os atendimentos presenciais retornam com horário marcado, das 9h às 17h. Os interessados podem realizar o agendamento prévio pelo site: http://www.justica.pr.gov.br/Trabalho

“A ideia é transformar as Agências do Trabalhador do Paraná em Agências do Empreendedorismo, com foco no perfil empreendedor”, conta o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

MICROCRÉDITO – O microcrédito da Fomento Paraná é composto por empréstimos e financiamentos de até R$ 20 mil, com até três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento. É destinado a trabalhadores informais, empreendedores individuais e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil. A taxa de juros é a partir de 0,91% ao mês.

Para incentivar a participação feminina no mercado empresarial, se o empreendimento tem uma mulher como proprietária ou sócia a taxa de juros é ainda mais reduzida, por meio do programa Banco da Mulher Paranaense, a partir de 0,76% ao mês.

O limite de crédito varia de acordo com o período de atividade do empreendedor ou empreendimento. Para empreendedores informais, ou que estão iniciando uma atividade, o limite é de R$ 5 mil. O limite sobe para R$ 10 mil para quem tem uma atividade já formalizada, mas ainda não completou 12 meses de registro do CNPJ. E quem está formalizado como MEI há mais de um ano pode contratar créditos de até R$ 20 mil.

O serviço de microcrédito é uma das ações do Programa Recomeça Paraná – desenvolvido pela equipe do secretário Ney Leprevost na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior – que tem como intuito ampliar a geração de emprego e renda, com apoio das Agências do Trabalhador com a parceria da Fomento Paraná, SEBRAE, BRDE, Sistema S e Secretaria da Educação e, assim, fortalecer a retomada econômica no Paraná.

CAPACITAÇÃO NAS AGÊNCIAS – Além disso, nesta segunda e terça-feira, (26 e 27), das 08h às 12h, o SEBRAE vai capacitar toda rede de 216 Agências do Trabalhador, além dos Escritórios Regionais da Sejuf, sobre a qualificação que daremos aos trabalhadores participantes do programa recomeça Paraná, que também vão receber o auxílio financeiro do governo.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Governador formaliza Orçamento Criança. A iniciativa da secretaria de Justiça é pioneira no Brasil

(Observação: As fotos das crianças são de antes da pandemia.)

Mais uma grande conquista para a execução da política estadual de atendimento à criança e ao adolescente no Paraná. A proposta de implementação do Orçamento Criança, apresentada pela gestão do secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, foi oficializada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O documento assegura a aplicação de recursos estaduais na execução das políticas sociais públicas nas áreas de proteção à infância e adolescência e fortalece a identificação dos programas, projetos e atividades que farão parte do planejamento orçamentário no estado.

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, agradeceu mais essa conquista voltada às crianças e adolescentes. “A criança é prioridade na nossa gestão. Recentemente conseguimos oficializar o Criança Feliz para a primeira infância e agora, depois de um grande trabalho de nossa equipe, o Paraná se torna o pioneiro no país com o Orçamento Criança, que é importantíssimo para facilitar a fiscalização de como é aplicado o dinheiro que existe no estado destinado as crianças”.

A implantação do OCA teve atuação direta do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) e garante a efetivação do exercício pleno dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes no orçamento público estadual, por meio de ferramentas de gestão que evidencie os gastos públicos com crianças e adolescentes e suas famílias, bem como as sobreposições existentes nas diversas secretarias.

“O Orçamento Criança vai permitir à sociedade civil e, especialmente, aos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente verificar o uso dos recursos públicos nas políticas direcionadas a infância e juventude”, explica o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), José Wilson de Souza.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretaria da Justiça e Ministério da Mulher e Direitos Humanos implementam o Programa Reconecte no Paraná

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos oficializam nesta sexta-feira (23), durante o webinar “Programa Reconecte em Foco” parceria para implementação do Programa Reconecte no Paraná.

O Paraná foi o primeiro estado brasileiro a aderir ao Programa Reconecte Brasil. O Acordo Técnico para implementação conjunta do Programa Reconecte, objetiva desenvolver ações para o uso inteligente das tecnologias digitais nos aspectos da Saúde, da Família, da Educação, da Segurança e da Cultura.

O Programa também tem o foco para o enfrentamento e a prevenção dos riscos e efeitos nocivos do uso inadequado e até criminoso das tecnologias, como: lesões por esforço repetitivos, patologias musculares, cyberbullying, aliciamento e pedofilia online, vício em jogos eletrônicos, sexting, grooming, entre outros, segundo os eixos: Saúde, Cultura Digital, Tecnologia e Dignidade Humana, Segurança Digital e Educação.

De acordo com o secretário de Justiça, Ney Leprevost, “pretendemos expandir este trabalho, fortalecendo as ações de prevenção e a campanhas de uso consciente das tecnologias digitais”.

Vale acrescentar que a Força-Tarefa Infância Segura, da Secretaria de Justiça, em conjunto com o programa, busca implementar ações do Pacto Infância Segura; www.infanciasegura.pr.gov.br/sites/crianca-segura/arquivos_restritos/files/documento/2020-10/pacto_infancia_segura_15_out_2020_v_final.pdf, que prevê o combate a crimes sexuais cibernéticos cometidos contra crianças e adolescentes.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Agências do Trabalhador estão com 3.370 vagas de empregos disponíveis

A semana está com diversas vagas sendo ofertadas pelas Agências do Trabalhador, vinculadas à Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf). Estão disponíveis 3.370 oportunidades de empregos com carteira assinada nas empresas do Paraná. Dessas vagas 579 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

As Agências que mais ofertam vagas na semana são dos municípios de Marechal Cândido Rondon (822 vagas), Cascavel (418 vagas), Curitiba (258), Palotina (219), Matelândia (178 vagas), Apucarana (137), Umuarama (132), Foz do Iguaçu (129), São Jose dos Pinhais (108), União da Vitória (101). Já as principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (2.172 vagas), auxiliar administrativo (159 vagas); alimentador de linha de produção (136).

A geração de empregos e recuperação econômica são prioridades do governo Ratinho Junior. “Intermediamos vagas com a parceria de empresas do Paraná. Gerar empregos é o melhor programa social que um governo pode encampar, agradecemos as empresas paranaenses. Isso é fundamental para que possamos oportunizar o trabalhador neste momento”, salientou o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

SETORES QUE MAIS EMPREGARAM NO PRIMEIRO TRIMESTRE – Já os setores que mais colocaram vagas no primeiro trimestre de 2021 pelas agências foram: Indústria (9.057 colocados); Serviços (5.575); Comércio (3.539); Agropecuária (2.009) e Construção Civil (1.503).

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS DO TRABALHADOR – Devido a pandemia, os atendimentos presenciais nas Agências do Trabalhador estão suspensos, sendo que os interessados em vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato junto as Agências do Trabalhador de seu Município, pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

Em Curitiba e Região Metropolitana, o atendimento é feito pelo chat http://sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos fones 41 3883-2200, 3883-2212, 3883-2224 e 3883-2233 de segunda a sexta-feira das 09h às 17h.

SEGURO DESEMPREGO – Já com relação ao atendimento do Seguro Desemprego, este está acontecendo de forma presencial, somente com agendamento pelo site www.justica.pr.gov.br/trabalho

Lembramos que você poderá também habilitar seu Seguro Desemprego através do Aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS – Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

Em Curitiba, para realizar oferta de vagas poderá ser realizado contato através dos telefones 41 3883.2220, 3883.2228, 3883.2239 e 3883.2236.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Ratinho Junior e Ney Leprevost executam maior repasse da história para entidades que atendem crianças

Ações sociais que beneficiam a população em situação de vulnerabilidade, entregas de EPI’s, repasses e deliberações de recursos para socorrer vítimas de Covid-19 e para assegurar os direitos fundamentais dos paranaenses foram alguns dos serviços anunciados nesta terça-feira (20) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost.

“É mais uma forma de colaborar com as pessoas neste momento tão delicado, de crise sanitária e econômica. Muita gente se encontra em dificuldade, então o Estado precisa olhar para esses mais necessitados. É um apoio para que os paranaenses possam atravessar esse período de uma forma mais segura, com menos sobressaltos”, destacou o governador.

Um dos importantes investimentos é de R$ 62 milhões, oriundos do FIA – Fundo da Infância e Adolescente para fomentar ações de prevenção, promoção, defesa ou garantia dos direitos de crianças e adolescentes que tiveram suas vulnerabilidades acentuadas pela pandemia da Covid-19.

“Este é o maior edital de repasses de recursos do FIA para Organizações da Sociedade Civil já aprovado e em execução nos 30 anos de existência do Cedca/FIA. São ações para diminuir a repercussão da pandemia no desenvolvimento infantil, como as dificuldades funcionais e comportamentais causadas pelo isolamento social, a saúde mental de crianças e adolescentes, ações educacionais, inclusivas, de redução de evasão escolar e abandono, serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, ações de qualificação e de aprendizagem, ações de erradicação do trabalho infantil, ações com comunidades indígenas e quilombolas e ações de enfrentamento à violência”, disse o secretário Ney Leprevost.

RECOMEÇA PARANÁ – O Governo e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vão destinar inicialmente R$ 4,9 milhões para a execução ainda no primeiro semestre de 2021 das ações de qualificação, empregabilidade e renda no Paraná.

A ideia é transformar as 216 Agências do Trabalhador do Paraná em Agências do Trabalho e Empreendedorismo, com foco também no perfil empreendedor. “Serão ofertados serviços como microcrédito, além de capacitação profissional e disponibilização de auxílio financeiro para o trabalhador no valor de R$ 300 reais por durante três meses”, esclareceu o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

Essa ação será destinada para fomentar o empreendedorismo no Paraná, combinando esforços das Agências do Trabalhador do Paraná, dos Escritórios Regionais da Secretaria de Justiça com a parceria da Fomento Paraná, SEBRAE, BRDE, Sistema S e da Secretaria da Educação.

EPI’s – Investimento de R$ 1.5 milhão do Fundo Estadual dos Direitos do Idoso – FIPAR para aquisição de insumos e materiais de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) que serão repassados para 160 Instituições de Longa Permanência sem fins lucrativos do Estado do Paraná, localizadas em 125 municípios com a finalidade de atendimento emergencial durante a pandemia da Covid- 19.

PROGRAMA RENDA NOSSA GENTE – Com um investimento de R$ 10 milhões para 2021, o programa tem a previsão de atender mensalmente 24.500 mil famílias em vulnerabilidade social que receberão transferência direta de renda para complementar o Bolsa Família (famílias em extrema pobreza, com renda per capita inferior a R$ 99,00). A renda per capita é calculada a partir da soma da renda per capita gerada pelo CadÚnico com o valor do benefício do bolsa família recebido pela família.

O objetivo do programa é aumentar o poder aquisitivo da família e com isso melhorar a sua condição de vida. O valor recebido pela família é de livre utilização para atender as suas necessidades e prioridades. Essa modalidade não requer adesão por parte do município, pois a transferência é automática às famílias que recebem Bolsa Família e que estão dentro dos critérios.

ÓRFÃOS DA COVID-19 – O secretário Ney Leprevost também adiantou sobre os “Órfãos da Covid”, que tem como propósito prestar auxílio financeiro para bebês, crianças e adolescentes que perderam pais, mães e demais familiares para a COVID-19. “Felizmente somos gestores responsáveis e previdentes, e tínhamos deixado recursos reservados para socorrer as crianças na pandemia. Pedi a dra. Ângela Mendonça, que é chefe do Departamento de Políticas para Criança e do Adolescente para apresentar ao Conselho da Criança (CEDCA) um programa de 8 milhões de reais para ajudar os avós ou responsáveis legais no sustento destas crianças”, informou o secretário Ney Leprevost.

PRESENÇAS – Participaram do evento o vice-governador Darci Piana; o deputado estadual Ademar Traiano, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná; o desembargador José Laurindo de Souza Netto, presidente do Tribunal de Justiça do Paraná; o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia; o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos, José Deliberador Neto; os secretários Guto Silva (Casa Civil), Valdemar Bernardo Jorge (Planejamento e Projetos Estruturantes), Marcel Micheletto (Administração e Previdência), Norberto Ortigara (Secretaria da Agricultura e Abastecimento) e João Evaristo Debiasi (Comunicação Social e Cultura); a procuradora-geral do Estado, Letícia Ferreira; o superintendente de Diálogo e Interação Social, Mauro Rockenbach; o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Jesuítas, Junior Weiller e o deputado estadual Hussein Bakri (líder do Governo).

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Ney Leprevost anuncia investimento para construção de 11 novas sedes de Conselhos Tutelares no Paraná

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, anunciou nesta terça-feira (20) o investimento de R$ 9.020.000,00 para a construção, na gestão do governador Ratinho Junior, de 11 novas sedes dos Conselhos Tutelares nos municípios de Campo Largo, Campo Mourão, Cascavel, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Guarapuava, Jaguariaíva, Maringá, Prudentópolis, Rolândia e São Mateus do Sul. Os valores dos recursos são oriundos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) e foram deliberados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca).

Os espaços são divididos entre uma brinquedoteca, ambiente com computadores e livros, além de uma recepção, banheiros com acessibilidade, ambos com trocador de fraldas, cinco salas de atendimento individual, uma sala de reuniões, vestiários com chuveiros, uma cozinha e uma área de serviço.

As novas sedes estão sendo construídas para garantir um espaço de privacidade e individualidade, que contribuem para a atuação dos conselheiros, fortalecendo assim a sua importância e sua capacidade de diálogo com a comunidade local. “Os Conselhos Tutelares são locais que funcionam como grandes aliados para a implementação de ações e programas destinados a proteção e garantia de direitos das crianças e adolescentes”, esclareceu a chefe do Departamento de Políticas para a Criança e Adolescente da Sejuf, Angela Mendonça.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Programa Renda Agricultor atende 52 famílias indígenas do município de Turvo

No município de Turvo, localizado na região Central do Paraná, 52 famílias indígenas estão tendo a experiência com recursos do Renda Agricultor Familiar, que estão sendo investidos na geração de renda e na melhoria da qualidade de vida.

O projeto Renda Agricultor prevê o atendimento a famílias levando em conta seus aspectos culturais. Outra ação do programa Nossa Gente Paraná voltada a esse público é o projeto Inclusão Produtiva Solidária, que apoia ações de produção coletiva.

A ação faz parte do programa Nossa Gente Paraná da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná com apoio da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), para atender as famílias que vivem no campo e transfere um valor de até R$ 3 mil reais às famílias da área rural que estão em situação de vulnerabilidade social. Os recursos são do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Ney Leprevost pede a URBS reativação e ampliação da linha de ônibus Inter-Hospitais

Autor do requerimento que deu origem a linha de ônibus Inter Hospitais, Ney Leprevost encaminhou expediente a Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), com cópia ao prefeito, solicitando a reativação da linha e sua ampliação.

Os ônibus da linha Inter-Hospitais saíam da rodoviária de Curitiba e percorriam os principais hospitais e centros médicos da capital, com veículos adaptados com elevadores e sistema de som para atender pessoas com necessidades especiais.

Quando questionada, pelo vereador Alexandre Leprevost, a Urbs informou que o ônibus Inter-Hospitais foi desativado em março do ano passado, pois a “linha se tornou deficitária”, custando mais do que arrecada.

De acordo com Ney Leprevost , desde que aprovado na Câmara Municipal, quando ele ainda era vereador, o projeto nunca visou lucro: “ A ideia veio da Irmã Glaci, uma freira maravilhosa, voluntária do Hospital de Clínicas. Ela me procurou e contou o drama dos pacientes do interior que chegavam na rodoviária de Curitiba sem dinheiro e não tinham como chegar a seu destino para tratamento médico”, lembra Ney.

“A linha de ônibus Inter-Hospitais nunca visou lucro, foi criada para servir como programa social e de saúde visando transportar os profissionais de saúde e os cidadãos mais necessitados até os serviços hospitalares e laboratoriais da capital”, afirmou Ney Leprevost.

A linha de ônibus Inter Hospitais já serviu de exemplo para a Companhia Municipal de Transito e Urbanização de Londrina (CMTU), por exemplo, colocar em funcionamento a linha de ônibus InterClínicas, inspirada nela.

Paraná cria Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos

O secretário de Justiça, Ney Leprevost, informou que o governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou esta semana o decreto N° 7.298 que institui o Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos.

A estrutura e o gerenciamento do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos ficam vinculados à Escola de Educação em Direitos Humanos – Esedh, do Departamento de Defesa e Promoção dos Direitos Fundamentais e Cidadania, da Secretariada de Justiça, Família e Trabalho do Estado do Paraná.

A Esedh atua como um centro formador da Sejuf, com objetivo de capacitar profissionais e a sociedade na área de Educação em Direitos, implementando o Plano de Educação em Direitos Humanos, por meio de ações formativas.

Alguns cursos de capacitação já podem ser acessados pelo site: http://www.esedh.pr.gov.br/.

“Nosso foco é no bem-estar da sociedade paranaense como um todo, por meio de política pública que desenvolva ações destinadas à comunidade em geral no contexto da formação para a cidadania e para a garantia de direitos”, esclareceu o secretário Ney Leprevost.

COMITÊ – O Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos, será um órgão colegiado permanente e autônomo, de caráter consultivo e propositivo, terá por finalidade propor, debater, monitorar e avaliar políticas públicas na promoção e defesa da educação em direitos humanos e de contribuir para o fortalecimento das políticas afirmativas do Estado Democrático de Direito nas áreas correlatas à educação em Direitos Humanos Além de apoiar e incentivar a implementação e o monitoramento de políticas públicas de educação em direitos humanos no âmbito das secretarias signatárias do Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos – PEEDH.

O Comitê será composto por representantes titulares e suplentes dos órgãos do Estado do Paraná, de instituições de ensino superior e da sociedade civil.

(Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Secretaria da Justiça e Ministério Público se unem para redirecionar R$31 milhões do Fundo do Consumidor para saúde e assistência social as vítimas da pandemia

Com uma união de esforços da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, através da Diretoria de Justiça, Família e Trabalho, e a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Curitiba do Ministério Público do Paraná, o governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou na quarta-feira, 14 de abril, a Lei 20.532/2021, que altera a Lei 14.975 e autoriza a transferência de recursos do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor (Fecon) ao Fundo Estadual de Saúde (Funsaúde) e ao Fundo Estadual da Assistência Social (Feas), para custear ações de prevenção da pandemia de Covid-19 no estado.

A recomendação foi feita pelo promotor de Justiça Maximiliano Ribeiro Deliberador. “Essa é mais uma parceria para socorrer as vítimas da pandemia. Somos muito gratos ao dr. Gilberto Giacóia e ao dr. Maximiliano Deliberador por nos trazerem esta excelente ideia que irá ajudar as vítimas da pandemia”, afirmou o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

A lei prevê que até o final do estado de calamidade pública, 95% do montante contido no fundo seja aplicado no controle da pandemia (70% para o Fundo da Saúde e 25% para o Fundo de Assistência Social).

O Fundo Estadual de Defesa do Consumidor – FECON criado pela Lei Estadual nº 14.975, de 28/12/2005, tem por finalidade a concentração de recursos destinados ao financiamento de planos, programas ou projetos que objetivem a informação, orientação, proteção, defesa e/ou reparação de danos causados ao consumidor.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto – com informações da comunicação do MPPR).

Governo repassa mais de R$ 4 milhões para instituições que atendem pessoas idosas no Paraná

(Observação: Fotos registradas antes da pandemia).

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, autorizou nesta quinta-feira (15) o repasse de R$ 4. 729.129,81 para fortalecer ações voltadas a promoção, defesa e garantia dos direitos da pessoa idosa no Paraná.

O termo de fomento do governo Ratinho Junior assinado pelo secretário da Sejuf, Ney Leprevost, visa reforçar o apoio às instituições que abrigam idosos neste momento de pandemia pelo coronavírus. Os recursos são provenientes do Fundo Estadual do Idoso e foram aprovados pelo Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (Cedi).

Serão beneficiados 15 projetos: Viver e Acolher; Confia; Meu Velho Amigo; Dormindo Bem: Que mal tem?, Viver Bem Lar Rosas Unidas; Transporte Saudável; Convivência Solidária; Aconchego; Assegurar Assistência Digna a Pessoa Idosa Atendida na Unidade de Urgência e Emergência; Salvado Vidas; Promovendo a Autoestima das Idosas Colmeia Espírita Cristã Abegail; Bem-Estar e Qualidade de Vida aos Idosos Deficientes Visuais Acolhidos no Instituto Paranaense de Cegos; Conviver Marista; Mais Saúde Idosos e mais a aquisição de uma van adaptada.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Governo oficializa programa Criança Feliz no Paraná

( Observação: As fotos foram registradas antes da pandemia).

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, viu um grande sonho ser realizado esta semana. Tirado por ele do papel no início da sua gestão, o programa Criança Feliz, do ministério da Cidadania, agora está oficializado no Paraná. O decreto que formaliza e garante a continuidade do programa no estado foi assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e publicado na última quarta-feira (14) em Diário Oficial.

Segundo o secretário da Justiça, Ney Leprevost, “o programa ajuda as famílias no estímulo do desenvolvimento das crianças em seus primeiros anos de vida. As crianças que recebem atenção e cuidados especiais na infância se desenvolvem com mais facilidade e autonomia, tudo depende dos cuidados que elas recebem nos primeiros anos de vida, a chamada Primeira Infância”.

O programa Criança Feliz funciona através de visitas domiciliares. As visitas são ações desenvolvidas pelos técnicos na residência da família incluída no programa. Elas representam uma estratégia de aproximação dos serviços com a família atendida e, por isso, favorecem um reconhecimento mais preciso das características, potencialidades e necessidades de cada contexto, resultando em propostas de intervenção singulares, pertinentes a cada realidade.

Crianças de 0 a 3 anos recebem visita semanalmente, crianças de 3 a 6 anos recebem visita quinzenalmente e gestantes recebem visita mensalmente.

O programa se soma ainda à Força-Tarefa Infância Segura, que trabalha com ações de prevenção e repressão a crimes contra crianças, criado pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho para atender crianças dos seis aos 12 anos, a chamada segunda infância.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Caixa D’ Água Boa vai beneficiar mais 1.800 famílias no Paraná

O projeto “Caixa D’Água Boa” fase III beneficiará em 2021 mais 64 municípios e 1.800 famílias do Paraná. Lançado na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o programa é desenvolvido em parceria com a Sanepar, com objetivo de beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade social, com renda familiar per capita de até R$ 550,00, moradores da área urbana nos municípios prioritários com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), com indicadores sociais e econômicos mais críticos do Estado.

De acordo com o secretário Ney Leprevost, “até o momento já foram entregues este ano caixas d’água para 25 municípios, o que corresponde a 730 famílias beneficiadas em 2021, proporcionando assim melhores condições habitacionais das famílias em situação de vulnerabilidade social, garantindo o abastecimento durante interrupções no fornecimento de água e evitando a retirada de água da rede de distribuição durante horários de pico, contribuindo assim para o equilíbrio de todo o sistema”.

O investimento será de R$ 1,8 milhão em 2021, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Para o coordenador do projeto na Sejuf, Everton de Oliveira, “o benefício é fundamental neste momento de estiagem no Paraná e da pandemia em que a higienização é tão necessária”.

BENEFÍCIO – O Caixa d’Água Boa realiza a disponibilização de 1 caixa d’água e 1 kit de instalação para as famílias em situação de vulnerabilidade social que não possuem caixa d’água no domicílio. Estas famílias recebem capacitação para instalação adequada, e o subsídio financeiro de R$ 1.000,00 (mil reais) para viabilização da instalação.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Secretaria de Justiça apresenta pesquisa com o foco na erradicação do trabalho infantil no Paraná

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), por meio do Departamento de Assistência Social, divulgou nesta quarta-feira (14), o Panorama de Execução das Ações Estratégicas de Erradicação do Trabalho Infantil no Estado do Paraná. A pesquisa foi realizada com o apoio dos Escritórios Regionais da Sejuf e do Fórum Estadual de Prevenção ao Trabalho Infantil em 257 municípios do Paraná.

Com base neste monitoramento produzido coletivamente, foi possível identificar as principais demandas e desafios, bem como delinear o planejamento de ações, com foco na capacitação das equipes municipais e no fortalecimento das relações com outras instâncias do sistema de garantia de direitos.

Segundo o secretário de Justiça, Ney Leprevost, “os dados produzidos pela pesquisa também indicam a necessidade de fomentar o fortalecimento no combate às ações de responsabilização a empregadores de mão de obra infantil. Não podemos aceitar que este tipo de crime contra as crianças ainda aconteça”.

O relatório também apresenta números do Sistema de acompanhamento e gestão do Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vínculos extraído em março de 2021, onde há o registro de inclusão de 763 crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil em grupos de convivência de 213 municípios do Paraná.

A identificação e registro dos casos de trabalho infantil geraram dados para que a Sejuf inicie campanhas de prevenção, sensibilização e ações de erradicação do trabalho infantil nos municípios.

Um dos desdobramentos para o primeiro semestre deste ano, é o desenvolvimento do curso EaD sobre o trabalho infantil, que tem como objetivo capacitar profissionais que atuam no sistema de garantia de direitos das crianças e adolescentes nos municípios.

Para acessar o relatório Panorama de Execução das ações estratégicas de erradicação do trabalho infantil no estado do Paraná clique no link: http://www.ceas.pr.gov.br/Noticia/Panorama-de-Execucao-das-acoes-estrategicas-de-erradicacao-do-trabalho-infantil-no-estado.

(Via assessoria de imprensa – Edson Pires).

Força-Tarefa Infância Segura da secretaria de Justiça realiza ação de prevenção a violência infantil nesta quinta

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho por meio do Departamento de Justiça realizará nesta quinta-feira (15), uma ação de rua na Boca Maldita, das 14h às 16h com o intuito de divulgar a campanha “Não Engula o Choro”. Na ocasião será feita conscientização para sensibilizar a sociedade sobre os tipos de violências contra a criança e estimular a denúncia.

“A violência contra criança é uma crueldade inaceitável. Não se omita, não se cale, denuncie”, enfatizou o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

Os sinais que indicam que a criança ou adolescente sofreu alguma violência variam de acordo com a idade e tipo de agressão. Além do choro, outras reações são perceptíveis até o fim da adolescência. Em qualquer idade, é preciso prestar atenção ao surgimento, sem causa aparente, de irritabilidade constante; olhar indiferente e apatia; distúrbios do sono; dificuldade de socialização e tendência ao isolamento; aumento na incidência de doenças e hematomas.

“A violência infantil acontece todos os dias na sociedade e cada caso de vida interrompida faz com que toda infância seja atingida, por isso a Força-Tarefa Infância Segura tem o dever de atuar como garantidora dos direitos das crianças e dos adolescentes”, disse Silvio Jardim, chefe do departamento de Justiça da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

Denúncias – Em caso de suspeitas, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia pelo Disque Denúncia 181. Os atendentes encaminham as chamadas, de acordo com o caso e a urgência, para o Conselho Tutelar, a Polícia Militar ou outro órgão da rede de proteção. O serviço, disponível em todo o Estado, preserva o anonimato do denunciante.Outro canal de denúncia disponível é através do link http://www.infanciasegura.pr.gov.br/denuncia_fortis

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Ney Leprevost defende derrubada do veto que extingue obrigatoriedade da publicação de editais em jornais impressos 

O deputado Ney Leprevost encaminhou expediente à Câmara Federal e ao Líder do seu partido PSD na Câmara Federal pedindo a derrubada do veto presidencial ao 1º artigo do parágrafo 54 da Lei 14.133/21 que extingue a obrigatoriedade da publicação de editais de licitação em jornais impressos.

O pedido foi feito ao parlamentar pela Associação Nacional de Jornais do Interior do Brasil (Adjoribr), considerando que a publicidade é um imperativo constitucional que tem a finalidade de assegurar aos cidadãos brasileiros o acesso às informações ligadas aos negócios públicos e serviços públicos em geral.

De acordo com o presidente da Associação Nacional de Jornais do Interior do Brasil (Adjoribr), José Roberto Deschamps, que representa mais de 700 empresas jornalísticas do país. “O veto presidencial é um retrocesso ao processo necessário de transparência dos atos públicos”, afirmou.

“A gestão da coisa pública implica no inexorável dever do administrador de prestar contas à sociedade acerca de tudo àquilo que possa ser encarado como de interesse coletivo e social, ressalvadas, evidentemente, as matérias que se refiram à segurança do Estado”, disse Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Rodrigo França)

Cestas doadas no “Dia de Solidariedade” são entregues em vilas de Curitiba e Região Metropolitana

Cestas de alimentos doadas na campanha ““Dia de Solidariedade”, idealizada pelo secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, foram entregues neste sábado para pessoas que moram em vilas de Curitiba e da Região Metropolitana que enfrentam situação de extrema vulnerabilidade social.

“As pessoas apoiaram pra valer. Somos muito gratos. Não se trata de caridade, mas de ação de responsabilidade social para ajudar quem está passando por um momento difícil”, explica Leprevost.

O isolamento é ainda mais complicado para quem não tem o que comer. A dona de casa, Ivanilda Santos, moradora em uma comunidade no bairro Ganchinho, em Curitiba, não escondeu o sorriso e a felicidade em receber a cesta de alimentos.

Essa ação de voluntários e servidores da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho soma-se a outras já realizadas pela sociedade e pelo próprio governo do Estado, como a Cesta Solidária, liderada pela primeira dama Luciana Massa através da Superintendência Geral de Ação Solidária da Sejuf em conjunto com a Defesa Civil.

(Via Assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Secretário de Justiça pede que sociedade não se cale diante da crueldade contra crianças

Nesta sexta-feira, o secretário de Justiça Ney Leprevost, reforçou o apelo a toda sociedade paranaense para que ajude as autoridades a identificarem e prevenirem crimes contra as crianças.

“A violência contra criança é uma crueldade inaceitável. Não se omita, não se cale, denuncie”, enfatizou o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

A Força-Tarefa Infância Segura da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, disponibiliza um portal que apresenta o mapeamento da rede de proteção as crianças nos 399 municípios do Paraná. Lá estão os contatos dos órgãos que atuam na rede de proteção a crimes contra à infância.

As denúncias em casos de violência contra a criança podem ser realizadas de maneira sigilosa através do telefone *181* e também pelo site: http://www.infanciasegura.pr.gov.br/denuncia_fortis

A Força-Tarefa Infância Segura tem como objetivo apoiar no Estado do Paraná a integração das políticas públicas dos sistemas de justiça, segurança pública, assistência social, educação e saúde, mediante ações articuladas, coordenadas e efetivas para a prevenção, bem como, para o acolhimento e o atendimento integral às crianças e as adolescentes vítimas de crimes e violências.

(Via Assessoria de Imprensa- Luiz G. Mazza Neto).

Ney Leprevost pede vacinação urgente de taxistas

Os táxis estão praticamente fazendo papel de ambulâncias. Dia e noite transportam pessoas contaminadas pela Covid 19 para hospitais, clínicas, laboratórios e consultórios médicos. Representantes da categoria procuraram o deputado Ney Leprevost, secretário de Justiça, para relatar o desespero em relação aos casos de infecção, hospitalização e mortes que se multiplicaram nos últimos 40 dias.

Em expedientes formais encaminhados ao Ministério da Saúde e a prefeitura de Curitiba, Leprevost solicita que os taxistas tenham direito a vacinação urgente contra a Covid-19 após a vacinação prioritária de idosos, pessoas com deficiência, pessoas com comorbidades e pessoas com doenças raras.

“A imunização desta categoria é primordial para garantir sua saúde e dos passageiros, visto que não existe nenhuma possibilidade de desempenharem suas funções em regime home office. Defendemos a vacinação urgente de todos brasileiros. Mas enquanto não chegam vacinas em número suficientes, categorias como taxistas, motoristas de aplicativos e de veículos de transporte coletivo e outras que estão expostas ao contato diário com muitas pessoas, precisam ser imunizadas para o bem de toda sociedade,” afirma Ney.

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Ney Leprevost recebe comitiva de entidades de saúde ligadas a Igreja Católica e reforça parcerias

O secretário Ney Leprevost recebeu na quinta-feira (08), na Secretaria de Justiça, Família e Trabalho uma comitiva ligada a Igreja Católica e entidades de saúde para conversar sobre ações em parceria.

Uma das pautas discutidas foi sobre a Escola Especializada Primavera, que atende crianças e adolescentes com défict intelectual e múltiplas deficiências. A instituição oferta Ensino Fundamental – 1º e 2º Ciclo até os 15 anos e 11 meses e também a Educação de Jovens e Adultos – EJA, a partir dos 16 anos.

Outro assunto foi sobre o apoio para viabilizar a transmissão televisiva da missa de Corpus Christi, tradicional evento da comunidade cristã.

Já com os representantes do hospital San Julian, Hospital Nossa Senhora das Graças e Maternidade Matter Dei, foram alinhadas parcerias na área social.

Participaram da reunião, o dr. Luis Cagliari Santos, da Escola Especializada Primavera, o padre Juarez Lopes Rangel e o diácono Sidney Lemos, o coordenadores da Ação Evangelizadora, o gerente de Projetos Sociais do Hospital Nossa Senhora das Graças e Maternidade Mater Dei, Eduardo de Oliveira Filho, o vice-presidente do Hospital San Julian, Meron Daczuk Neto

(Via assessoria de imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Mais de 5 mil famílias são beneficiadas pelo Programa Renda Agricultor das secretarias de Justiça e Família e Agricultura 

No intuito de incentivar pequenas propriedades e ampliar a qualidade de vida dos paranaenses, o programa “Renda Agricultor Paraná” atualmente beneficia mais de 5 mil famílias em situação de vulnerabilidade social da área rural de 156 municípios prioritários – em regiões com baixo IDH – com renda per capita mensal de até R$ 170.

A ação faz parte do programa Nossa Gente Paraná da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná com apoio da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, para atender as famílias que vivem no campo e transfere um valor de até R$ 3 mil reais às famílias da área rural que estão em situação de vulnerabilidade social. Os recursos são do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

De acordo com o secretário da Justiça, Ney Leprevost, por determinação do governador Ratinho Junior, “os recursos do Renda Agricultor são investidos na geração de renda e na melhoria da qualidade de vida, como pequenas reformas que melhoram o saneamento básico, incentivo à produção para consumo próprio e impulso para o desempenho das atividades agrícolas.

RECURSOS – Em 2020, o Renda Agricultor Familiar destinou R$ 1,7 milhão a pequenos produtores paranaenses, mas o investimento para este ano quase dobrou. O Governo do Estado viabilizou R$ 3 milhões para atender outras mil famílias até o final de 2021. O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, comemora os resultados. “Estamos conseguindo ajudar os agricultores familiares, que são prioridade nas políticas públicas do Estado, a crescer e tornar seu produto mais competitivo no mercado”, diz.

INCENTIVO – O produtor Jean Freire da Silva Santos, de Marilândia do Sul, na região Norte do Paraná, trabalhou a vida toda na lavoura com o pai. Mas, no ano passado, ele e a esposa, Cristina Ferreira Martins, buscaram um novo caminho no próprio sítio. Agora, o casal investe em estufas para olericultura e planeja aumentar a produção neste ano, garantindo uma renda importante para o sustento dos cinco filhos. A estruturação da propriedade foi possível com a ajuda do programa Renda Agricultor Familiar, do Governo do Estado.

Jean Santos teve acesso ao benefício porque está inscrito no CadÚnico e no programa Família Paranaense. Após contato do IDR-Paraná, o agricultor explicou a necessidade de melhorias na propriedade de um alqueire e, com apoio técnico, desenvolveu um projeto para construção de estufa, aquisição de mudas e equipamentos como filtro e gotejador. “A ajuda dos técnicos foi essencial para nós, eles foram bastante atenciosos e deram dicas do que poderia ser feito no sítio”, conta o produtor.

Agora, o casal está financiando mais duas estufas, aderiu ao Cadastro de Produtores Rurais – CAD/PRO e, no próximo ano, tem o objetivo de integrar o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), regularizações importantes para ter acesso a mais projetos de custeio e investimento.

(Via assessoria de imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Prazo para entidades que atendem crianças pleitearem benefício de R$ 75 mil vai até 3 de maio

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, por meio do Departamento da Política da Criança e do Adolescente (DPCA), prorrogou para 3 de maio o prazo de envio das propostas do Edital de Pequenos Reparos. “Este edital é exclusivamente para as instituições que necessitam de reparos na infraestrutura, fortalecendo a rede socioassistencial da política da criança e do adolescente no estado”, esclareceu o secretário da Sejuf, Ney Leprevost.

Os valores repassados serão de até R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais) por instituição que atende crianças e adolescentes. Os recursos foram disponibilizados através do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), pela Deliberação 085/2019 do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca).

(Via assessoria de imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Procon-PR registra mais de 47 mil atendimentos digitais no primeiro trimestre de 2021

O Procon-PR da Secretaria de Justiça registrou neste primeiro trimestre de 2021 aproximadamente 47.644 mil reclamações, sendo 35.410 mil da plataforma consumidor.gov.br e 12.234 mil dos canais digitais do órgão estadual do consumidor. Esses números refletem um aumento de 10% em relação ao mesmo período de 2020, quando o Procon que atendia também de maneira presencialmente registrou 42.606 mil atendimentos.

As principais áreas que obtiveram maior número de reclamações neste período foram empresas de serviços financeiros, telecomunicações, telefonia e transportes públicos. “Mesmo com a pandemia, o Procon continuou atendendo por suas plataformas e canais on-line, para assegurar os direitos do consumidor no Paraná. Criamos ferramentas virtuais para que a população pudesse fazer sua reclamação sem precisar sair de casa, do trabalho, evitando aglomerações e consequentemente uma eventual contaminação”, esclareceu o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

O Procon é responsável pela implementação e execução da política estadual de proteção, orientação, defesa e educação do consumidor. “O Procon Paraná disponibiliza vários canais de atendimentos, por isso faça sua reclamação, esse é um ato de cidadania. Temos que buscar nossos direitos, pois quando fazemos isso mudamos o comportamento dos fornecedores”, disse a chefe do Procon-PR, Claudia Silvano.

ATENDIMENTOS DIGITAIS – Devido à intensificação da pandemia da Covid-19, o órgão estadual do consumidor está atendendo pelas plataformas digitais.

Em caso de dúvidas e reclamações o consumidor pode acessar os canais de atendimento online do Procon-PR através dos sites www.consumidor.gov.br / www.procon.pr.gov.br.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Secretaria de Justiça empossa novos membros do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa

Ontem, quarta-feira (07), a secretaria de Justiça, Família e Trabalho, empossou os novos membros eleitos que irão compor o Conselho Estadual dos Direitos do Idoso do Paraná (CEDI), no biênio 2021/2023. A solenidade de posse aconteceu por meio do canal da Sejuf no Youtube: http://abre.ai/sejufparana.

A eleição, que aconteceu no dia 19 de março por meio eletrônico e simultaneamente em todas as regionais, elegeu 12 entidades da Sociedade Civil, já o segmento governamental foi indicado pelo Poder Executivo. “A presidente eleita para o biênio foi Adriana Santos de oliveira, chefe do Departamento da Política da Pessoa Idosa da Sejuf”, informou o secretário de Justiça Ney Leprevost.

Os conselheiros que representam as seguintes organizações não governamentais eleitas são: AMAI – Associação Mandiritubense de Amigos dos Idosos; Ação Social do Paraná; Instituto Paranaense de Cegos – IPC; Pequeno Cotolengo do Paraná; Serviço de Acolhimento Institucional para Idosos de São Vicente de Paulo de Castro; Associação Hospitalar Bom Jesus; Associação São Francisco de Assis; Pastoral da Pessoa Idosa; Associação dos Idosos Aposentados e Pensionistas do Sudoeste do Paraná – IAPPESP; Centro de Excelência à Atenção e Gerontologia – CEGEN; Associação de Proteção ao Idoso de Ourizona; Centro de Convivência da Terceira Idade de Querência do Norte.

O segmento governamental é composto por: Secretaria de Justiça, Família e Trabalho com os departamentos da Política da Pessoa Idosa, Departamento da Assistência Social e Gestão de Fundos; SEAP – Secretaria da Administração e da Previdência; SEEC – Secretaria da Comunicação Social e da Cultura; SEDEST – Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo; SEED – Secretaria da Educação e do Esporte; SEIL – Secretaria de Infraestrutura e Logística; SESA – Secretaria da Saúde; SESP – Secretaria da Segurança Pública; COHAPAR (Companhia de Habitação do Paraná); SETI – Superintendência de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Canal online criado pela Secretaria de Justiça para denúncias de baladas clandestinas já recebeu 112 registros

Em funcionamento desde o final do mês de março, o canal online criado pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho para denúncias de baladas clandestinas durante a pandemia da Covid-19 já recebeu 112 registros de festas ilegais em todo o Estado, todas encaminhadas as autoridades de segurança.

Uma das recomendações para que a denúncia seja feita é anexar os prints de convites e conversas em grupos sobre as baladas clandestinas; fotos e vídeos dos eventos irregulares que já aconteceram ou qualquer informação extra que materialize a denúncia.

Se alguém constatar a realização da balada clandestina no momento simultâneo que ela está acontecendo, a Sejuf alerta para que ligue imediatamente no telefone 190 ou para a guarda de seu município e relate a ocorrência criminosa.

Para realizar a denuncia de baladas clandestinas que ainda irão acontecer, o endereço do link é: http://www.justica.pr.gov.br/denunciacovid

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Secretario Ney Leprevost empossa coordenador geral de gestão e novo diretor de justiça

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost empossou nesta quarta feira o novo coordenador geral de Gestão da pasta, Cristiano Meneghetti Ribas que irá acumular a função de chefe de gabinete.

Para diretor de Justiça e Cidadania, cargo em que estava Ribas, Leprevost escolheu o advogado Paulo Sena que já exercia, e continuará também exercendo, a função de chefe do departamento de Direitos Fundamentais da Sejuf.
“ Ambos são homens de caráter, competentes e alinhados ao meu estilo austero, solidário e livre de amarras ideológicas na gestão da secretaria”, afirmou Ney.
“Deles só exijo dedicação aos cidadãos paranaenses, lealdade e postura implacável contra qualquer desvio de conduta na gestão pública”, ressaltou Ney.

(Via assessoria de imprensa – Rodrigo França)

Sejuf e Agência de Fomento formalizam parceria que garante microcrédito de até 20 mil reais nas Agências do Trabalhador

Nesta terça-feira (06) foi assinado pelo secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost e pelo diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves, um acordo de cooperação para oferecimento de linhas de microcrédito para pequenos negócios com o Banco do Empreendedor e Banco da Mulher Paranaense.

A operação começará a valer a partir do dia 26 de abril em Curitiba e é uma das ações do Programa “Recomeça Paraná”desenvolvido pela Sejuf na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior – que tem como intuito ampliar a geração de emprego e renda, com apoio das Agências do Trabalhador e, assim, fortalecer a retomada econômica no Paraná.

A ideia é transformar as Agências do Trabalhador em “Agências do Trabalho e Empreendedorismo”.

“Neste primeiro momento serão ofertados serviços como microcrédito, além de capacitação profissional”, revela o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

“A parceria com a Sejuf é muito importante para a Fomento Paraná, porque representa mais um braço na tarefa de orientar e atender aos empreendedores”, afirma Heraldo Neves.

MICROCRÉDITO – O microcrédito é composto por empréstimos e financiamentos de até R$ 20 mil, com até três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento. É destinado a trabalhadores informais, empreendedores individuais e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil. A taxa de juros é a partir de 0,91% ao mês.

Para incentivar a participação feminina no mercado empresarial, se o empreendimento tem uma mulher como proprietária ou sócia a taxa de juros é ainda mais reduzida, por meio do programa Banco da Mulher Paranaense, a partir de 0,76% ao mês.

O limite de crédito varia de acordo com o período de atividade do empreendedor ou empreendimento. Para empreendedores informais ou que estão iniciando uma atividade, o limite é de R$ 5 mil.

O limite sobe para R$ 10 mil para quem tem uma atividade já formalizada, mas ainda não completou 12 meses de registro do CNPJ. E quem está formalizado como MEI há mais de um ano pode contratar créditos de até R$ 20 mil.

CAPACITAÇÃO – Nos próximos dias acontecerá a capacitação dos agentes de crédito pela equipe técnica do Sebrae. Os agentes de crédito atenderão principalmente trabalhadores informais, Microempreendedor Individual (MEI) e empresas de micro ou pequeno porte, auxiliando para contratação de crédito novo e também estarão habilitados para renegociar dívidas de contratos ou a suspensão de pagamentos.

Podem ser atendidas pelos agentes todas as atividades que possam ser habilitadas como MEI — inclusive entregadores que usam bicicletas ou motos para trabalhar com aplicativos, atividade que cresceu muito ao longo do período de pandemia da Covid-19.

Participaram da assinatura, a chefe do Departamento do Trabalho e da Geração de Renda da Sejuf e presidente do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda, Suelen Glinski, o gerente de mercado da Fomento, Luciano Martins de Oliveira, o diretor de operações da Fomento, Renato Maçaneiro e o diretor de Mercado, Vinicius José Rocha.

(Via Assessoria de Imprensa – com informações da Fomento Paraná – Luiz G. Mazza Neto)

Campanha do “Dia de Solidariedade” é um sucesso e continua nesta quarta-feira

O “Dia de Solidariedade para arrecadar 6 toneladas de Alimentos e Socorrer mais de 3 mil Pessoas”, campanha criada e idealizada pelo secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, recebeu 668 cestas de alimentos, totalizando mais de 6 toneladas. Devido a grande adesão da comunidade curitibana, as doações continuarão sendo recebidas nesta quarta-feira (07), das 9h às 17h.

“As pessoas estão participando pra valer. Somos muito gratos. Não se trata de caridade, mas de ação de responsabilidade social”, explica Leprevost.

As doações de alimentos continuarão sendo recebidas no estacionamento externo do Palácio das Araucárias, sede da Secretaria de Justiça Família e Trabalho, através do sistema drive-thru.
Os alimentos arrecadados serão destinados somente a pessoas que enfrentam extrema vulnerabilidade social.

Essa ação soma-se a outras ações já realizadas pela sociedade e pelo próprio governo do Estado, como a Cesta Solidária, liderada pela primeira dama Luciana Massa através da Superintendência Geral de Ação Solidária da Sejuf em conjunto com a Defesa Civil.

(Via Assessoria de imprensa – Tamara Dalcanale).

Relatório de 1.000 páginas apresenta ações e serviços realizados na gestão de Ney Leprevost na secretaria de Justiça, Família e Trabalho em todos municípios do Paraná

O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, recebeu nesta terça-feira (06) das mãos do diretor-Geral da Sejuf, Antônio Devechi, um relatório das ações que estão sendo realizadas pela pasta em todos 399 municípios do Paraná nesta gestão.

O relatório contém cofinanciamentos e incentivos que foram repassados por meio de programas e projetos que beneficiam os paranaenses nas diversas áreas sociais, deliberados pelos conselhos de direitos com recursos oriundos dos fundos estaduais.

De acordo com o secretário Ney Leprevost, “São realizações voltadas à dignidade do ser humano através de uma ampla rede de proteção social.”

No total, o relatório passa de mil páginas.

“Parabéns a toda nossa equipe que contribui para esta gestão inovadora, transparente e solidária liderada pelo governador Ratinho Jr”, afirmou Ney.

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho responde pela formulação e implementação de diretrizes e políticas de direitos fundamentais, a justiça, a cidadania, a dignidade da pessoa humana e os valores sociais do trabalho e assistência social, visando a superação da condição de vulnerabilidade social e a melhoria da qualidade de vida.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho faz parceria e viabiliza cursos de capacitação digital para pequenos comerciantes

O secretário Ney Leprevost informou que a empresa Procemp Cursos Profissionalizantes, a pedido da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho está disponibilizando 3 mil vagas em cursos gratuitos à distância nas áreas de Marketing Digital e Vendas em Redes Sociais para os comerciantes paranaenses.

O objetivo dos cursos é dar acesso aos micro e pequenos empreendedores às ferramentas de business e marketing digital, de modo a contribuir para o fortalecimento do comércio e varejo, em decorrência das restrições causadas pela emergência sanitária desencadeada pela Covid-19.

“Estamos oferecendo aos pequenos comerciantes e prestadores de serviços a oportunidade de aprenderem a fazer vendas por meio digital e divulgar seus produtos através das redes sociais,” afirmou Ney Leprevost.

O curso “Facebook Bussiness” conta com 16 módulos e uma carga horária de 24 horas e o curso “Marketing Digital” conta 12 módulos e uma carga horária de 18 horas.

De acordo com Suelen Glinski, chefe do departamento do Trabalho no início serão 3 mil vagas, mas o secretário Ney Leprevost já determinou que façamos novas parcerias com outras instituições para aumentarmos a oferta de cursos”, afirmou.

Segundo Luiz Claudio Fagnani, diretor geral da ProCemp, “os cursos foram planejados com objetivo de atender os microempresários das diversas regiões do Paraná e auxiliam a compreender melhor o novo e atual mercado digital”, afirmou.

Os interessados podem acessar o link com o cronograma dos cursos para realizar a inscrição através do endereço eletrônico: http://www.esedh.pr.gov.br/

(Via assessoria de imprensa/ Rodrigo França )

Em três meses 22 mil pessoas conseguiram emprego pelas Agências do Trabalhador do Paraná

As 216 Agências do Trabalhador do Governo do Paraná registraram no primeiro trimestre de 2021 a colocação de 21.914 pessoas no mercado de trabalho com carteira assinada. Somente no mês de março, 9.591 mil trabalhadores conseguiram empregos por intermédio das agências. “Essa parceria das Agências com empresas é fundamental para inserção de pessoas no mercado de trabalho”, disse o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

A geração de empregos e recuperação econômica são prioridades do governo Ratinho Junior. “Gerar empregos é o melhor programa social que um governo pode encampar, somos muito gratos as empresas paranaenses”, afirmou Ney.

VAGAS DE EMPREGOS NA SEMANA – Esta semana as Agências do Trabalhador estão disponibilizando mais 2.934 oportunidades de empregos nas empresas do Paraná. As principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (1.834 vagas), Auxiliar Administrativo (136) e Abatedor de Aves (116 vagas). Dessas vagas 609 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

ATENDIMENTOS NAS AGÊNCIAS DO TRABALHADOR – Devido a pandemia, os atendimentos presenciais nas Agências do Trabalhador estão suspensos, sendo que os interessados em vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato junto as Agências do Trabalhador de seu Município, pelo site http://www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site empregabrasil.mte.gov.br

Em Curitiba e Região Metropolitana, o atendimento é feito pelo chat http://sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos fones 41 3883-2200, 3883-2212, 3883-2224 e 3883-2233 de segunda a sexta-feira das 09h às 17h

Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil, e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat, basta entrar no link: http://sac.trabalho.pr.gov.br

Em Curitiba, para realizar oferta de vagas poderá ser realizado contato através dos telefones 41 3883.2220, 3883.2228, 3883.2239 e 3883.2236.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Dia 06 de Solidariedade

#solidariedade Com objetivo de amenizar as dificuldades enfrentadas pelas pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social, Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho, convoca para dia 06 de abril (terça-feira), das 09h às 17h, uma grande arrecadação de alimentos: “Dia 6 de Solidariedade para arrecadar 6 toneladas de Alimentos e Socorrer mais de 3 mil Pessoas”.🤝

#ação Não se trata de caridade, mas de ação de responsabilidade social, voltada a nosso time de colaboradores e amigos, assim como a todos da sociedade paranaense que puderem e quiserem colaborar. Para as empresas que auxiliarem com alimentos, daremos ampla visibilidade”, explica. 👍

#alimentos Idealizada pelo próprio secretário Ney Leprevost, a iniciativa soma-se a outras ações já realizadas pela sociedade e pelo próprio governo do Estado; como a liderada pela primeira dama Luciana Massa através da Superintendência Geral de Ação Solidária da Sejuf em conjunto com a Defesa Civil; e é destinada a arrecadar cestas básicas e alimentos não perecíveis. Materiais de higiene e de limpeza também serão bem vindos. 🌈

#cooperação As palavras do momento são solidariedade, cooperação e amor ao próximo”, afirmou Ney Leprevost. ❤️

#colabore As doações serão recebidas no estacionamento externo do Palácio das Araucárias que é situado no Centro Cívico, em frente à praça Nossa Senhora de Salete, na rua Jacy Loureiro de Campos, s/nº, onde haverá uma modesta estrutura para armazenar os alimentos, respeitando as medidas sanitárias de higiene e distanciamento social. 😷

#prevenção Para quem for de carro entregar os alimentos, o recebimento dos donativos será através do sistema drive-thru, ou seja, as pessoas não precisarão descer do veículo. 🚗

✅ #Serviço:

“Dia 06 de Solidariedade”

Data: 06 de abri – terça-feira

Horário: das 09h às 17h

Local: Estacionamento externo do Palácio das Araucárias / Secretaria de Justiça, Família e Trabalho – rua Jacy Loureiro de Campos s/nº – Centro Cívico

( Via #Equipe)

#governoparaná
#ratinhojr
#sejuf
#paraná
#açãosocial
#NeyLeprevost

Secretaria de Justiça defende projeto de lei para instituir o Orçamento Criança no Paraná

O Governo do Paraná criou um grupo de trabalho responsável pelo desenvolvimento do “Orçamento Criança”, que visa ampliar a eficácia da aplicação de recursos estaduais na execução das políticas sociais públicas nas áreas de proteção à infância e adolescência.

E para discutir sobre esse assunto, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, está participando nesta segunda-feira (05) da audiência digital proposta pela Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência – Criai – da Assembleia Legislativa, para analisar o Projeto de Lei nº 96/2021, que prevê a instituição do Orçamento Criança e Adolescente.

O Secretário da Justiça, Ney Leprevost, reitera a prioridade da área da Criança e do Adolescente na Lei Orçamentária do Estado. “A criança é prioridade em nossa gestão. A implantação do Orçamento Criança (OCA) garante a efetivação do exercício pleno dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes no orçamento público estadual através de programas, projetos e atividades, por meio de ferramentas de gestão que evidencie os gastos públicos com crianças e adolescentes e suas famílias”, disse Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Ney Leprevost convoca para “Dia 6 de Solidariedade para arrecadar 6 toneladas de Alimentos e Socorrer mais de 3 mil Pessoas”

Com objetivo de amenizar as dificuldades enfrentadas pelas pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social, Ney Leprevost, deputado e secretário de Justiça, Família e Trabalho, convoca para dia 06 de abril (terça-feira), das 09h às 17h, uma grande arrecadação de alimentos: “Dia 6 de Solidariedade para arrecadar 6 toneladas de Alimentos e Socorrer mais de 3 mil Pessoas”.

“Não se trata de caridade, mas de ação de responsabilidade social, voltada a nosso time de colaboradores e amigos, assim como a todos da sociedade paranaense que puderem e quiserem colaborar. Para as empresas que auxiliarem com alimentos, daremos ampla visibilidade”, explica.

Idealizada pelo próprio secretário Ney Leprevost, a iniciativa soma-se a outras ações já realizadas pela sociedade e pelo próprio governo do Estado; como a liderada pela primeira dama Luciana Massa através da Superintendência Geral de Ação Solidária da Sejuf em conjunto com a Defesa Civil; e é destinada a arrecadar cestas básicas e alimentos não perecíveis. Materiais de higiene e de limpeza também serão bem vindos.

“As palavras do momento são solidariedade, cooperação e amor ao próximo”, afirmou Ney Leprevost.

As doações serão recebidas no estacionamento externo do Palácio das Araucárias que é situado no Centro Cívico, em frente à praça Nossa Senhora de Salete, na rua Jacy Loureiro de Campos, s/nº, onde haverá uma modesta estrutura para armazenar os alimentos, respeitando as medidas sanitárias de higiene e distanciamento social.

Para quem for de carro entregar os alimentos, o recebimento dos donativos será através do sistema drive-thru, ou seja, as pessoas não precisarão descer do veículo.

Serviço:

“Dia 06 de Solidariedade”

Data: 06 de abri – terça-feira

Horário: das 09h às 17h

Local: Estacionamento externo do Palácio das Araucárias / Secretaria de Justiça, Família e Trabalho – rua Jacy Loureiro de Campos s/nº – Centro Cívico

(Via Assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Ney Leprevost empossa nova presidente do Conselho do Trabalho, garante 3 mil cursos gratuitos para comerciantes sobre vendas digitais e microcrédito para autônomos comprarem bicicletas

O secretário de Estado da Justiça , Família e Trabalho, Ney Leprevost, deu posse esta semana a nova presidente do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda (CETER), Suelen Glinski.

Na oportunidade, Glinski, também chefe do departamento do Trabalho na gestão de Leprevost, em atendimento a pedido do secretário, informou que a empresa ProCemp Cursos irá oferecer cursos gratuitos à distância sobre Marketing Digital e Facebook Bussines. “Neste primeiro momento, serão 3 mil vagas para os paranaenses. Mas o secretário Ney já nos determinou que façamos parcerias com mais instituições para aumentarmos a oferta de cursos”, conta ela.

“Os comerciantes estão sofrendo muito. Vejo isto pelos restaurantes do meu irmão. Temos que dar aos pequenos a oportunidade de aprenderem a fazer vendas por via digital e divulgação de seus produtos através das redes sociais,” afirma Ney.

Outra boa notícia é que através de um acordo de cooperação da Sejuf com a Fomento Paraná, o Governo do Estado vai disponibilizar microcrédito, com um ano de carência, a uma taxa de 0,36%, para autônomos adquirirem bicicletas e motos para trabalho, por exemplo, em aplicativos de alimentos ou de entregas de mercadorias.

Participaram da reunião, além do secretário Ney Leprevost e da nova presidente do Conselho; Marcelo Antônio Percicotti da Silva, João Francisco Zafaneli Cubas, Alda Imthurm e Márcio Kieller.

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho já aprovou mais de 1.250 Carteiras de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná já aprovou e registrou 1.253 Carteiras de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. A iniciativa, determinada pelo secretário Ney Leprevost, está sob responsabilidade do Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Sejuf e garante a prioridade no atendimento em serviços públicos, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social, e também privados; como farmácias, supermercados,bancos, dentre outros.

“Trabalhamos muito para que essa lei, proposta pelo apresentador Marcos Mion, se tornasse realidade no nosso estado. Somos um dos primeiros estados do Brasil a adotar esta iniciativa. Muitas vezes a pessoa não tem como comprovar que está no espectro, então o grande benefício é ter identificação, evitando assim o preconceito ou interpretações equivocadas sobre quem é aquela pessoa”, explicou o secretário Ney Leprevost.

Leprevost, esta semana, enviou expediente ao ministério da Saúde pedindo que os autistas sejam incluídos nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid 19.

A Carteira é gratuita e digital, e contem um QRCode com todos os dados para facilitar a identificação da pessoa. Existe também a possibilidade de impressão pelo próprio usuário ou responsável.

Para solicitar o documento, é necessário acessar o site www.carteiradoautista.pr.gov.br e fazer o cadastro. O programa para cadastramento e criação do banco de dados foi coordenado pelo Departamento da Política para Pessoa com Deficiência, chefiado por Felipe Braga Côrtes, da equipe de Leprevost e o desenvolvimento feito pela Celepar.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).

Instituto Dr. Ney Leprevost já ajudou a alimentar mais de 15 mil pessoas na pandemia com apoio de voluntários e sem pedir ou receber verbas públicas

(Via #EquipeDrNL)

 

O Instituto Dr. Ney Leprevost não tem fins lucrativos, não recebe e

não pleiteia verbas públicas e leva o nome do advogado, humanista, ex-procurador geral de Justiça e ex-prefeito de Curitiba, Dr. Ney Leprevost e tem prestado apoio às necessidades de muitas famílias em situação de vulnerabilidade desde o início da pandemia da COVID-19.

 

Um exemplo disso são as ações que o Instituto tem realizado em parceria com empresários e instituições amigas que, mesmo em tempos de pandemia, não pararam.

 

O Instituto Dr. Ney Leprevost apoiou neste período, de alguma forma, diversos bairros, vilas, instituições parceiras e ações beneficentes.

Dentre elas: Paróquia Nossa Senhora da Anunciação, no Capão Raso (1); Clube de Mães Nossa Senhora do Pilar, no Alto Boqueirão (2); Creche Frei Miguel, da CIC(3); Projeto Construindo o Futuro, no Pinheirinho(4); Associação de Moradores Bairro Alto (5); Associação de Moradores Pinheirinho (6); Comunidade Malvinas, no Campo Comprido (7); Ação Solidaria da Vila Marqueto e Vila São José (8); Clube de Mães Zimbros, no Campo Comprido (9); Natal Solidário Jardim Gabineto (10); Município de Guaratuba (11); Comunidade Jardim Graziele, de Almirante Tamandaré (12); Catadores de Lixo, de Campo Largo (13); Projeto Conto de Fadas, do Cajuru (14); Projeto Criança Feliz, na CIC – Moradias Corbelia (15); Projeto SOS Amor, do Xaxim (16); Associação União Santa Joana, do Sítio Cercado (17); APAAC Associação de Pais e Amigos do Autista de Colombo/PR (18); LBE Lar Batista Esperança (19); Escola Municipal Castro Alves, de SJP (20); Paróquia São João Batista, Vila Sandra(21); Jardim Italia, Santa Felicidade (22); Turma da Sopa (23); Marmita Solidária (24); Instituto Anjo Azul (25); Instituto Bene (26); Cufa(27); Coração Quentinho (28); Alto Boqueirão(29); CIC(30); Vila Pantanal(31); Osternak(32); CIC(33); Umbará(34); Agentes do Bem(35); São Braz(36); Natal da Solidariedade(37); Páscoa da Cidadania(38) e outros.

 

Através de diversas ações realizadas desde o inicio da pandemia, o Instituto Dr. Ney Leprevost já auxiliou mais de 3.000 famílias ou cerca de 15 mil pessoas com socorro alimentar.

 

“Períodos críticos, como o que vivemos hoje com a pandemia, desafiam a todos e demandam ainda mais esforços e dedicação. O momento pede empatia e solidariedade , é a hora de nos unirmos com objetivo de amenizar o sofrimento das pessoas mais vulneráveis”, afirmou a presidente de honra do Instituto, Carina Zanier.

 

Estudos recentes apontam que, no mundo todo, entre 83 e 132 milhões de pessoas não terão o que comer neste ano. Por isto, a colaboração de quem pode ajudar o próximo, é mais do que necessária.

 

E como você pode ajudar?

O Instituto Dr. Ney Leprevost está precisando de doações de cestas básicas.

Quem quiser colaborar pode entrar em contato com o Instituto através dos canais: Instagram @institutodrneyleprevost ou Facebook Instituto Dr. Ney Leprevost e fazer sua doação em alimentos.

 

(Via #EquipeDrNL)

 

#institutodrneyleprevost

#carinazanier

#solidariedade

#neyleprevost

Secretário Ney Leprevost enaltece os 30 anos do Conselho dos Direitos da Criança e reafirma o compromisso com as políticas públicas para infância e adolescência no Paraná

Formular, deliberar e controlar ações referentes à criança e ao adolescente em todos os níveis é o trabalho de atuação constante do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca) que completa 30 anos de existência nesta sexta-feira (02). Vinculado à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), o Cedca já deliberou na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost R$ 78.428.932,62, recursos esses oriundos do Fundo Estadual da Infância (FIA).

O Secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, reforçou que estes valores dos últimos dois anos já foram pagos e repassados aos 399 municípios e que para 2021 estão previstos mais R$ 76.586.465,00, recursos aprovados na Lei Orçamentária Anual (LOA). “Estamos juntos ao Cedca investindo cada vez mais na execução da política pública para garantir os direitos que as crianças e adolescentes do Paraná precisam, levando mais proteção e dignidade a eles”.

Segundo o presidente do Cedca, José Wilson de Sousa, “o conselho reúne-se mensalmente para formular, deliberar e controlar ações referentes à criança e ao adolescente em todos os níveis, segundo leis federais, estaduais e municipais, em reuniões abertas, no intuito de fortalecer e assegurar o protagonismo infanto/juvenil no Paraná”.

“Comemoramos os 30 anos do Cedca com muito trabalho sendo realizado junto aos atores do sistema de garantia em prol da infância. O conselho é o espaço do debate, da democracia e do contraditório. É o espaço onde os argumentos, dados e normativas, mas principalmente o ideario garantista do Estatuto da Criança e Adolescente e de toda Legislação Brasileira precisam sair do papel e tomar corpo como política pública e orçamentos”, enfatizou a chefe do Departamento de Política para Criança e Adolescente e vice-presidente do Cedca, Angela Mendonça.

O procurador de Justiça do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos do Ministério Público do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, que atua efetivamente na implantação das políticas públicas para a criança e para o adolescente no Paraná, contribuiu para a criação e construção do Cedca, em 02/04/1991, pela Lei nº 9.579 e também para formulação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O CONSELHO – O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paraná (Cedca/PR), é um órgão de natureza estatal especial, com instância pública essencialmente colegiada, compondo-se de forma paritária com representantes governamentais e não-governamentais.

Os repasses dos recursos financeiros são realizados pelo FIA fundo estadual para os fundos municipais da infância e adolescência – FIA’s, independentemente da fonte de receita, de modo a financiar as ações de caráter continuado de proteção.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho, formaliza recomendação as prefeituras de todo Paraná para que estimulem e apoiem ações da sociedade em socorro a pessoas em situação de rua

Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná , está expedindo recomendação oficial a todas prefeituras do estado para que incentivem a participação da sociedade no socorro as pessoas em situação de rua.

As prefeituras, em sua maioria, recebem recursos através da Sejuf para assistência social e proteção da infância.

O dinheiro é carimbado e oriundo do FIA( Fundo da Infância e da Adolescência) e do FEAS( Fundo Estadual de Assistência Social).

Veja quais são as principais recomendações que estão sendo formalizadas pela Sejuf aos municípios:

1. Estimulem e apoiem ações das instituições filantrópicas, Ongs, igrejas , empresas e pessoas físicas em auxílio as pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social e da população em situação de rua.

2. Ajudem a organizar as ações citadas no item 1.

3. Evidem esforços urgentes para garantir alimentação gratuita a população em situação de rua.

4. Disponibilizem banheiros públicos e locais limpos para que estas pessoas possam fazer sua higiene.

5. Ofertem água potável em locais estratégicos de maior fluxo destas pessoas.

6. Façam o cadastramento das pessoas em situação de rua para que possam se habilitar a receber o auxílio emergencial, programa Bolsa Família, entre outros.

7. Mantenham em funcionamento os serviços destinados ao segmento.

8. Garantam as vagas para acolhimento e também para tratamento de saúde de moradores de rua que contraírem o vírus.

“A sociedade, as empresas e o poder público precisam trabalhar em cooperação para enfrentar com solidariedade a crise humanitária que assola o país, devido a pandemia, e suas consequências sanitárias, sociais e econômicas”, afirma o secretário Ney Leprevost.

( Via #Equipe)

Deputado Ney Leprevost pede ao Ministério da Saúde inclusão de policiais, taxistas, motoristas de aplicativo, de ônibus e outros profissionais da linha de frente nos grupos prioritários para vacinação

O deputado federal Ney Leprevost, atual secretário de Justiça do Paraná, encaminhou expediente ao Ministério da Saúde requerendo que o grupo de trabalhadores das forças de segurança pública e salvamento tenham direito a vacinação urgente em todo Brasil contra a COVID-19 após a vacinação prioritária de idosos, pessoas com deficiência, pessoas com comorbidades e pessoas com doenças raras, a exemplo do que vai fazer no Paraná o governador, Carlos Massa Ratinho Junior.

Além dos trabalhadores da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Científica, Guardas Municipais, Bombeiros e da Defesa Civil. Leprevost requereu que sejam incluídos no Plano Nacional de Imunização urgente os agentes do sistema socieducativo, agentes penitenciários, trabalhadores da defesa civil, professores, trabalhadores da assistência social, cobradores e motoristas do transporte coletivo, taxistas, motoristas de aplicativo, motofretistas, motoboys e trabalhadores de serviços de delivery, profissionais da limpeza pública e caminhoneiros.

“Todas as categorias profissionais são essenciais. Defendemos vacinação urgente para todos os brasileiros que desejarem se proteger da Covid-19. Porém, sabemos que o governo federal ainda não tem vacinas suficientes para todos. Portanto elencamos aqui algumas categorias que estão na linha de frente em contato com muita gente e que, por isso precisam ser priorizadas, sem prejuízos futuros das demais”, informa Ney.

(Via assessoria de imprensa)

Secretaria de Justiça do Governo do Paraná investe mais de R$ 8 milhões em atendimento à população em situação de rua

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, no âmbito da Assistência Social oferece o cofinanciamento, assessoramento, apoio técnico e monitoramento aos serviços tipificados da Proteção Social Básica e Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade. Ao todo, para este ano já está garantido o investimento de R$ 8.004.198,84 para serviços de assistência social destinados à população em situação de rua em todo o Estado.

Desse valor, R$ 7.183.503,20 foram deliberados pelo Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas) e com previsão de repasse através do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas) para os municípios contemplados e R$ 820.695,64 para o projeto piloto “Moradia Primeiro” em desenvolvimento pela Secretaria de Justiça, por meio do Departamento de Direitos Fundamentais e Cidadania, em parceria com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Na cidade de Curitiba, o atendimento à população em situação de rua é feito pela Prefeitura Municipal através da Fundação de Assistência Social – FAS.

De acordo com o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, “os atendimentos requerem uma articulação sistemática e compartilhada entre os setores envolvidos, o que se torna um desafio às gestões municipais”.

As ações que englobam estes serviços assistenciais exclusivos para a população de rua são: os Centros Pop Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua, o Serviço Especializado em Abordagem Social e o Serviço de Acolhimento Institucional. Já a Casa de Passagem e o Serviço de Acolhimento Institucional Adultos e Famílias atendem não só exclusivamente as pessoas em situação de rua, mas como também migrantes, refugiados e apátridas.

PROJETO PILOTO – Além desses serviços o Governo do Paraná também pretende iniciar o projeto piloto na capital paranaense com a metodologia “Moradia Primeiro”. A Sejuf, por meio do Departamento de Direitos Fundamentais e Cidadania, em parceria com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos quer disponibilizar recursos no valor de R$ 820.695,64 para execução do projeto destinado a população em situação de rua e que proporcionará o acesso direto deste segmento para uma habitação permanente, a ser mobiliada também com verba do projeto, além de equipe dedicada ao acompanhamento dos beneficiários.

Observação: Foto registrada antes da pandemia da Covid-19.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Secretaria de Justiça entrega nova unidade do Creas em Pontal do Paraná

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, recebeu na tarde de terça-feira, o prefeito de Pontal do Paraná, Rudão Gimenes, o secretário de Assistência Social, Willian Pereira, e o assessor Jorge Lima para entrega simbólica da chave do novo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Pontal do Paraná, no Litoral do Estado.

Na oportunidade, o prefeito Rudão agradeceu o empenho e dedicação do secretário Ney Leprevost pela agilidade na entrega do Cras de Pontal do Paraná. “Meu agradecimento ao Governo do Paraná e ao secretário Ney Leprevost, que tiveram um olhar humano e solidário com as pessoas que moram em Pontal do Paraná”, disse o prefeito.

Ney disponibilizou ao prefeito todos os serviços oferecidos pela Secretaria de Justiça, como o Paraná Cidadão, Carretas do Conhecimento Digitais, projetos do Departamento da Pessoa Idosa e do Departamento do Trabalho e Geração de Renda, reafirmando que essa é a determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O investimento do Governo do Estado é de R$ 645.300,00 (seiscentos e quarenta e cinco mil e trezentos reais) em um espaço projetado com 206 metros quadrados, que receberá as atividades desenvolvidas pelos Creas para pessoas que moram em balneários que fazem parte do município de Pontal do Paraná.

POLÍTICA DE ASSISTENCIA SOCIAL – A Política Nacional de Assistência Social (PNAS) tem a família como foco para o trabalho social a ser desenvolvido pelos serviços da rede socioassistencial. Cras e Creas são espaços que visam a participação das famílias e de seus membros para o enfrentamento das situações de vulnerabilidade e risco social, contribuindo para a construção e reconstrução das relações familiares e comunitárias.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Secretário de Justiça Ney Leprevost cria grupo para combater fake news e disseminação do ódio digital

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), através dos Departamentos de Justiça e dos Direitos Fundamentais criou um “Grupo de Combate as Fake News e Apoio às Vítimas da Disseminação do Ódio Digital”.

As denúncias poderão ser feitas a partir da próxima segunda-feira, dia 05 de abril, através do e-mail odiodigitalsos@sejuf.pr.gov.br e serão encaminhadas aos órgãos competentes. O prazo de resposta será de 24 horas.

Através destes canais o denunciante será orientado sobre como juntar provas para fazer a queixa. “A primeira coisa para fazer a denúncia de crimes virtuais é ter em mãos todos os dados referentes à ação. A pessoa lesada precisa salvar tudo que puder colaborar na comprovação do crime”, explicou Leprevost.

De acordo com o Dr. Paulo Sena, advogado e chefe do departamento de Promoção e Defesa dos Direitos Fundamentais da Sejuf “este grupo é fundamental para permitir aos cidadãos que se sentirem ofendidos ou vitimados por ataques digitais exercerem seu direito e terem o atendimento público a que fazem jus”.

Segundo o policial federal e chefe do departamento de Justiça da Sejuf, Sílvio Jardim, “o Programa SOS Racismo, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho que já recebe denúncias de discriminação em razão de origem, raça, cor, etnia ou religião vai dar suporte ao “Grupo de Combate as Fake News e Apoio às Vítimas da Disseminação do Ódio Digital”.

Crimes cometidos na internet são qualificados da mesma forma que os crimes fora da rede, pelas mesmas leis e com as mesmas punições. Entender o que são e como denunciar os crimes virtuais é importante para extinguir e reprimir as ações de criminosos digitais e disseminação de ódio através de Fake News .

(Via assessoria de imprensa)

Ney Leprevost mobiliza empresários em apoio ao hospital filantrópico Erasto Gaertner

Preocupado em ajudar as vítimas da Covid-19, o deputado Ney Leprevost, atualmente exercendo a função de secretário de Justiça do Paraná, encontra espaço em sua intensa agenda para pedir, junto aos seus amigos empresários, ajuda para o hospital Erasto Gaertner, que não é do governo e nem particular, pertence a Liga Paranaense de Combate ao Câncer.

Nesta empreitada, Ney já conseguiu viabilizar cerca de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais) em menos de uma semana de mobilização junto aos empresários para a compra de equipamentos destinados ao atendimento de pessoas com Covid-19.

COMO AJUDAR – Para dar total transparência a ação, Ney informa que *os depósitos estão sendo efetuados diretamente na conta do hospital*. As pessoas que queiram ajudar devem enviar um email para contato@neyleprevost.com.br para que ele possa colocar em contato direto com a administração da instituição.

Durante a pandemia, o hospital passou a tratar casos de Covid-19 e quer ampliar a capacidade de atendimento. Para isso, são necessários respiradores e outros equipamentos para proporcionar atendimento adequado aos pacientes.

HOSPITAL ERASTO GAERTNER – O hospital Erasto Gaertner tem como mantenedora a Liga Paranaense de Combate ao Câncer e é um hospital filantrópico sem fins lucrativos, que possui, no mínimo, 60% de seu atendimento destinado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Para se integrar nesse perfil a entidade é detentora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS), concedido pelo Ministério da Saúde.

Observação: Fotos registradas antes da pandemia da Covid-19.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

No Dia Mundial da Juventude, Secretaria de Justiça comunica que o Paraná terá o primeiro Plano Estadual da Juventude

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, por meio da coordenação Estadual da Juventude, em parceria com o Conselho Estadual da Juventude, está elaborando o primeiro Plano Estadual da Juventude do Paraná. O lançamento ocorrerá no início do segundo semestre de 2021.

Para caracterizar o processo democrático, foi aberta uma consulta pública para participação dos jovens. Foram apresentadas 1.440 sugestões, ações, metas e objetivos que serão selecionadas para compor o plano. “Agora o processo de elaboração está sendo feito. A equipe está estruturando o plano com um cronograma de metas e ações que serão incluídas como estratégias para a população jovem”, contou o secretário de Justiça, Ney Leprevost.

O plano contemplará os 11 eixos com garantias que compõe o Estatuto da Juventude: Direito à Cidadania; à Participação Social e Política e à Representação Juvenil; Direito à Educação; Direito à Profissionalização, ao Trabalho e à Renda; Direito à Diversidade e à Igualdade; Direito à Saúde; Direito à Cultura; Direito à Comunicação e à Liberdade de Expressão; Direito ao Desporto e ao Lazer; Direito ao Território e à Mobilidade; Direito à Sustentabilidade e ao Meio Ambiente; Direito à Segurança Pública e ao Acesso à Justiça.

Segundo o coordenador da Política da Juventude da Sejuf, Samuel Tives, neste mês de março já foi realizada uma reunião para organizar as propostas e colocá-las nos eixos correspondentes; assim como o encaminhamento do documento aos responsáveis para que sejam avaliados os objetivos, metas e ações. “O objetivo fundamental deste plano será de orientar as políticas públicas com base nas necessidades do público jovem”.

REPRESENTATIVIDADE JOVEM – O Conselho Estadual da Juventude tem papel fundamental nessa construção do plano. Sua criação foi em 1988, no dia 19 de maio, através do decreto nº 2897.

Em 2020, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior determinou a inclusão do CEJUV/PR em suas metas, reconhecendo assim a área da juventude como protagonista de ações que gerem valor social efetivo.

O CEJUV é constituído por 25 membros titulares e 5 suplentes, sendo composto por integrantes da Sociedade Civil, com doze representantes, e do Poder Público, com treze representantes e tem uma atuação expressiva no Estado, sendo o primeiro Conselho do Brasil a aderir ao SINAJUVE (Sistema Nacional de Juventude) em 2020.

Observação: Foto registrada antes da pandemia.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Saiu Caged do Ministério da Economia: Paraná é o estado da Região Sul que mais abriu postos de trabalho com carteira assinada em fevereiro

O Paraná foi o estado da Região Sul e o terceiro do País que mais abriu postos de trabalho com carteira assinada em fevereiro. Foram 41.616 vagas de acordo com os dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia. O resultado é 70% superior ao obtido em janeiro, quando foram criados 24.342 empregos pelo Estado.

Comparando o resultado de fevereiro com janeiro, o aumento da geração de empregos formais no Paraná foi de 70,96%, passando de 24.342 novos empregos formais em janeiro para 41.616 em fevereiro. *Comparado ao mês de fevereiro de 2020, o Paraná apresentou aumento de 67,98%, em fevereiro de 2020 foram gerados 24.774 novos empregos formais*.

“O melhor de todos os programas sociais é a geração de emprego. Estes resultados do Caged comprovam que a gestão do Governo do Paraná está no caminho certo. As ações do governador Ratinho Júnior para atrair novas empresas e as atitudes proativas desenvolvidas pela nossa equipe na Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, através das Agências do Trabalhador, buscando as vagas com carteira assinada junto as empresas, e a qualificação da mão de obra, através dos cursos gratuítos estão dando resultado”, disse Ney Leprevost.

Em relação aos setores que mais se destacaram, podemos observar que o setor que se sobressaiu no mês de fevereiro de 2021 foi o setor de Serviços com 17.819 novos empregos formais gerados. Esse setor é seguido por Indústria da Transformação com um resultado de 9.090 novos empregos formais gerados, Comércio com saldo de 8.302 novos empregos formais gerados, Construção com 4.961 empregos formais gerados, Agricultura com 1.123 empregos formais gerados e Serviços Industriais de Utilidade Pública com 321 empregos formais gerados. Todos os setores tiveram saldo positivo em fevereiro.

Os municípios que conseguiram se sobressair no mês de fevereiro de 2021 no ranking municipal no Paraná foram Curitiba (13.061 empregos formais gerados), Maringá (1.895 novos empregos formais), Cascavel (1.570 empregos formais gerados), Londrina (resultado de 1.534 novos empregos formais) e São José dos Pinhais (1.424 novos empregos formais). Vale destacar que a capital paranaense em janeiro de 2021 apresentou um resultado positivo de 5.624 empregos formais;

*ACUMULADO DO ANO* – No acumulado do ano, o Brasil apresentou um saldo de 659.780 novos empregos formais. Sendo 3.269.417 admissões e 2.609.637 desligamentos.

O Paraná, por sua vez, apresentou um resultado de 66.763 empregos gerados no estado; sendo 63% maior que o acumulado de janeiro e fevereiro de 2020 quando foram gerados 40.905 empregos formais. Esse resultado colocou o Paraná na 3ª colocação do ranking entre as unidades federativas, ficando atrás apenas de São Paulo (203.774 empregos gerados) e Minas Gerais (75.483 empregos formais gerados), consolidando até o momento o estado como o melhor do Sul do Brasil na geração de empregos formais.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).

Terceirizados responsáveis pela limpeza de prédios públicos se oferecem para realizar higienização dos terminais da região metropolitana

👉👉*Ney Leprevost agradece de maneira enfática e ressalta que a preciosa colaboração só surtirá efeito se houver aumento da frota nos horários de pico*

——— — – — —- ——

Os 16 terminais da Região Metropolitana de Curitiba administrados pela Comec estão prestes a ganhar um reforço na sua limpeza durante a pandemia.

Os funcionários terceirizados que realizam serviços para o Estado, através do sindicato que os representa, se ofereceram para ajudar na higienização dos terminais, colaborando na prevenção a Covid 19.

Em que pese a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho não ter absolutamente nada a ver com administração do transporte coletivo, a proposta foi apresentada ao deputado Ney Leprevost, secretário da pasta que imediatamente alinhou com o presidente da Comec(Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) as primeiras providências para execução da generosa iniciativa ofertada através dos presidentes do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Paraná, Adonai Arruda e pelo presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba, Manassés de Oliveira.

De acordo com Ney Leprevost, o objetivo é colaborar para reduzir a disseminação do novo coronavírus e garantir a preservação do emprego destes trabalhadores da área de asseio e conservação: “ Sou muito grato aos trabalhadores. Esta higienização dos terminais metropolitanos será fundamental para ajudar a evitar ainda mais a propagação do coronavírus. Mas só será eficiente se as empresas de transporte público aumentarem o número de ônibus circulando nos horários de pico. Não é momento de deixar a frota na garagem,” disse Ney.

“O Ney Leprevost, pela sua postura muito humana, tem grande credibilidade junto aos terceirizados responsáveis pelo asseio dos prédios do estado e sempre defende publicamente os coletores da limpeza pública. Por isto, o escolhemos para ser o portador desta boa notícia de apoio ao trabalho do governo do Estado no combate a pandemia”, disse o presidente do sindicato.

(Via Assessoria de Imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Abrasel agradece pela extensão no horário de entrega de delivery de alimentos por moto fretistas nos municípios do interior

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, deputado Ney Leprevost recebeu a visita do presidente da Abrasel-Pr, Nelson Goulart e do diretor de eventos da entidade, o conhecido e querido fotógrafo José Karam.

Na oportunidade, Goulart agradeceu Ney por ter recomendado a todas prefeituras do estado a extensão do horário de delivery dos restaurantes, lanchonetes e similares. O mesmo, inicialmente, era só até as 20 horas. Após sugestão de Ney, foi ampliado para até 22 hs ou 23hs, conforme o município.
“Tudo que não queremos, ainda mais neste momento de lotação de hospitais, é trabalhador motofretista(motoboy) com pressa, correndo risco de acidente e de necessitar de vaga de UTI. Agradeço ao governador do Estado, ao chefe da Casa Civil, ao secretário estadual de Saúde e, principalmente a todos prefeitos que atenderam nossa sugestão”, afirmou Ney.

O vereador Alexandre Leprevost também foi parabenizado pelo presidente da entidade que representa os restaurantes:”Seu irmão está indo muito bem. Tem ajudado muito a nossa categoria em Curitiba. Segue seus bons caminhos, Ney”, disse Nelson.

Leprevost também confirmou aos diretores da Abrasel que nos próximos dias o governador Carlos Massa Ratinho Junior; o vice Darci Piana; o chefe da Casa Civil Guto Silva; o secretário da Fazenda René Garcia, e o próprio Ney, irão anunciar medidas importantes de auxilio ao setor de restaurantes, similares e pequenos comércios.

A secretaria de Justiça, conduzida por Leprevost, não tem poder legal para decretar e nem para revogar lockdown. Tal decisão cabe aos prefeitos e as autoridades estaduais e municipais de saúde.

Leprevost conta as dificuldades que familiares enfrentam devido a necessidade de fechamento:”Tenho irmão que vive de eventos. Foram os primeiros a fechar e serão os últimos a reabrir. Ele tem 4 filhos para sustentar. Meu outro irmão tem restaurantes. Está preocupadíssimo. Tenho muita empatia pelos pequenos comerciantes. Dói no coração saber que existe esta necessidade sanitária de que fiquem mais alguns dias sem poder abrir para o público”, afirmou Ney.

(Via #Equipe)

Ney Leprevost propõe mais participação das forças armadas em um esforço em todo Brasil para vacinar dia e noite contra o vírus maldito

O deputado federal licenciado Ney Leprevost, atual secretário de Justiça do Paraná, encaminhou expediente ao Ministério da Defesa, pedindo, respeitosamente, que avalie com urgência uma possível participação do Exército, Marinha e Aeronáutica no esforço nacional de vacinação contra a Covid-19.

Pela proposta de Ney, os militares que aceitarem a missão voluntária de ajudar a vacinar contra a Covid 19, a exemplo dos profissionais de saúde, seriam incluídos em grupo prioritário para também receberem a vacina.

“A meta do país precisa ser, dentro do menor prazo possível, estar vacinando 2 milhões de pessoas por dia, custe o que custar”, defende Ney.

De acordo com Leprevost, “a exemplo do Governo do Paraná que hoje começou a vacinação de domingo a domingo; com a participação do Exército, Marinha e Aeronáutica a vacinação será muito mais rápida e eficiente , podendo acontecer dia e noite, em todo Brasil”.

“É momento de salvar vidas e garantir a retomada da economia, o povo brasileiro clama por vacinas”, afirmou Leprevost.

(Obs: foto tirada antes do período da pandemia).

(Via assessoria de imprensa)

Abrasel agradece Ney Leprevost pela extensão no horário de entrega de Delivery por moto fretistas

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, deputado Ney Leprevost recebeu a visita do presidente da Abrasel-Pr, Nelson Goulart e do diretor de eventos da entidade, o conhecido e querido fotógrafo José Karam.

Na oportunidade, Goulart agradeceu Ney por ter recomendado a todas prefeituras do estado a extensão do horário de delivery dos restaurantes, lanchonetes e similares. O mesmo, inicialmente, era só até as 20 horas. Após sugestão de Ney, foi ampliado para até 22 hs ou 23hs, conforme o município.
“Tudo que não queremos, ainda mais neste momento de lotação de hospitais, é trabalhador motofretista(motoboy) com pressa, correndo risco de acidente e de necessitar de vaga de UTI. Agradeço a todos prefeitos que atenderam nossa sugestão”, afirmou Ney.

O vereador Alexandre Leprevost também foi parabenizado pelo presidente da entidade que representa os restaurantes:”Seu irmão está indo muito bem. Tem ajudado muito a nossa categoria. Segue seus bons caminhos, Ney”, disse Nelson.

Leprevost também confirmou aos diretores da Abrasel que nos próximos dias o governador Carlos Massa Ratinho Junior; o vice Darci Piana; o chefe da Casa Civil Guto Silva; o secretário da Fazenda René Garcia, e o próprio Ney, irão anunciar medidas importantes de auxilio ao setor de restaurantes, similares e pequenos comércios.

A secretaria de Justiça, conduzida por Leprevost, não tem poder legal para decretar e nem para revogar lockdown. Tal decisão cabe aos prefeitos e as autoridades estaduais e municipais de saúde.

Leprevost conta as dificuldades que familiares enfrentam devido a necessidade de fechamento:”Tenho irmão que vive de eventos. Foram os primeiros a fechar e serão os últimos a reabrir. Ele tem 4 filhos para sustentar. Meu outro irmão tem restaurantes. Está preocupadíssimo. Tenho muita empatia pelos pequenos comerciantes. Dói no coração saber que existe esta necessidade sanitária de que fiquem mais alguns dias sem poder abrir para o público”, afirmou Ney.

(Via #Equipe)

Urgente: Secretaria de Justiça, Família e Trabalho alerta que Provopar não é do governo e que não tem autorização para arrecadar recursos usando nome do Estado do Paraná

#provoparnãoédogoverno A secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná vem a público alertar e esclarecer que o Provopar Estadual, na atualidade, não é órgão e nem programa do Governo do Estado.

A atual gestão da Sejuf não tem ligação com os ora dirigentes do Provopar Estadual .

As ações sociais do governo são realizadas através da
Superintendência Geral de Ação Solidária.

A Provopar não tem autorização para abordar empresários e nem pessoas físicas pedindo recursos em nome do Governo do Estado.

O mérito, ou demérito, pelo oferecimento de tratamento gratuito com hidróxido de cloroquina será dos gestores da Ong Provopar. Eventuais responsabilizações nas esferas Civil e Criminal por tais iniciativas deverão, se for o caso, ter endereçamento direcionado aos dirigentes do Provopar e aos demais envolvidos nestas ações.

Em nome da verdade e ao bem da sociedade,

Em 27 de março de 2021

Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Estado do Paraná

( Via #assessoriasejuf)