Deputado estuda projeto visando instalação de divisórias entre caixas de banco e clientes na fila de espera

A sugestão é Delegacia de Furtos e Roubos para reduzir assaltos a clientes que fazem saques em dinheiro

O deputado Ney Leprevost vai abrir o debate da ALEP sobre um projeto de lei que pretende apresentar estabelecendo que as agências bancárias:

a) coloquem divisórias entre os caixas e as filas de espera.
b) instalem câmeras de monitoramento no lado externo das suas portas de entrada e de saída.
c) proíbam a utilização de telefones celulares nas filas de espera dos caixas.

A solicitação foi feita pela delegacia de Furtos e Roubos, através de seu titular, o delegado Luiz Carlos de Oliveira.

Oliveira entende que o número de assaltos na saída de bancos a clientes que foram sacar dinheiro poderá diminuir em mais de 70% com esta medida, que já está sendo adotada em outros estados. Esse crime foi apelidado de saidinha do banco. É um descaso por parte dos bancos deixarem seus clientes expostos e vulneráveis. São medidas simples que dificultam e desestimulam a ação de marginais.Temos as filmagens das pessoas que, covardemente, assassinaram o empresário Nick, da costela. E é claramente perceptível que um criminoso fica dentro do banco e avisa outro que está do lado de fora quando a pessoas faz o saque, afirma o delegado.

Todas as medidas que forem para garantir mais segurança para a gente do Paraná terão o nosso apoio e, exatamente por isto, já estou estudando o projeto sugerido pelo delegado. Este debate será levado ao plenário da ALEP na próxima semana, afirma Ney.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − seis =