Envelhecer juntos e ativamente

Sabe aquele simpático casal de idosos que você conhece e algumas vezes inveja por vê-los fazendo exercícios sempre juntos?

Se a mulher é fisicamente ativa, seu esposo tem três vezes mais chances de ser também ativo fisicamente.

Essa foi a descoberta de uma pesquisa realizada por cientistas norte-americanos.

Para chegar a essa conclusão foram trezentos e quarenta e cinco casais de um grupo de mais de três mil homens e mulheres com idade entre setenta e setenta e nove anos.

Todos os participantes responderam a questionários que permitiram a análise da atividade física total dessas pessoas.

Os homens casados foram os que apresentaram maior índice de participação em exercícios, seguidos por suas esposas que foram as mulheres mais ativas do grupo.
Mesmo quando os fatores que poderiam mascarar os resultados foram levados em conta, como índice de massa corporal e presença de doenças crônicas, os casados permaneciam na ponta.

A atividade física já está determinada como fator capaz de manter a longevidade e a capacidade mental.
Essa pesquisa é mais uma razão cientifica para nos mantermos ativos mesmo após chegarmos à chamada terceira idade.
Cada vez mais a ciência prova que a prática de exercícios regulares é a prevenção mais barata e das mais eficientes para diminuir o impacto de doenças crônicas e também preservar a nossa qualidade de vida.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 3 =